O desempenho de Ceni nas novas arenas



Com a decisão do Santos de mandar o clássico com o São Paulo na Arena Pantanal, em Cuiabá, Rogério Ceni conhecerá seu sétimo estádio utilizado na disputa da Copa do Mundo. E o retrospecto do goleiro-artilheiro nas novas arenas pode deixar o torcedor são-paulino otimista.

Até o momento, Ceni jogou dez vezes nos modernos estádios e só foi derrotado uma vez. No 1º jogo do Brasileirão nessas condições neste ano, o Tricolor foi goleado por 5 a 2 pelo Fluminense no Maracanã (que foi reformado para o Mundial). Na casa dos cariocas, o Mito ainda coleciona uma vitória sobre o Flamengo, em 2014, e um empate com o Botafogo, em 2013.

O Estádio Nacional Mané Garrincha também já foi palco de um tropeço de Ceni: em 2013, empate sem gols com o Flamengo. Mas neste ano, Brasília viu o Tricolor e seu capitão atropelarem o Botafogo por 4 a 2.

A Arena Fonte Nova, em Salvador, é a que guarda o melhor retrospecto do goleiro. São duas vitórias sobre o Bahia (2013 e 2014) e um gol marcado. No Nordeste, a Arena Pernambuco já recebeu triunfo sobre o Náutico. Mineirão e Beira-Rio (que também foram reformados para a Copa) completam a rota com uma vitória cada.

Arena Corinthians, Arena da Baixada, Arena das Dunas, Arena Amazônia e Castelão não devem receber Ceni antes da aposentadoria do goleiro, prevista para o fim deste ano.



  • MAS VAI SE DESPEDIR SEM GANHAR SE QUER UMA COPA DO BRASIL…KKKKKKKKK…CADE A COPA DO BRASIL

  • Roberto Ceni é o verdadeiro rei do futebol !

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo