‘Pequenez’ para dar inveja nos rivais



A queda de braço entre Carlos Miguel Aidar e Juvenal Juvêncio expôs as entranhas de um clube devastado em seu processo político. Choque de gestão é uma coisa natural em qualquer instituição, mesmo com mudanças significativas. Neste caso, até saudável, após oito anos de um mesmo modelo que já se mostrava cansado. Mas tirou do São Paulo um dos únicos aspectos em que ainda reinava soberano no futebol brasileiro: a forma de administrar crises.

O São Paulo sempre preferiu a discrição ao confronto público, algo que, quase sempre, é a melhor das medidas. Roupa suja se lava em casa. Porém, com bombardeios sem precedentes na história do clube, Aidar e Juvenal acrescentaram o verde ao branco, vermelho e preto. Falo do Palmeiras, a quem o atual presidente já ridicularizou por estar, segundo ele, “se apequenando”. O São Paulo fez o mesmo neste caso.

Resta saber agora qual será o próximo passo da dupla. Os motivos de ambos ainda parecem nebulosos. Das justificativas apresentadas, pouco se justifica a picuinha formada nos holofotes. O auge do lamentável foi a entrevista de Juvenal à Fox Sports. Que coisa! É, São Paulo, quem te viu, quem te vê!



  • HERON

    HOJE VC PERGUNTA AMANHA VOU VER MATÉRIA SUA AQUI APLAUDINDO E PUXANDO O SACO

  • Renato

    A imprensa corinthiana sempre arrumando uma forma de esculhambar o Tricolor. Deixa de ser ridículo rapaz!

  • wladimir

    hipocrisia de comentaristas, todos vivem de notícias , todos ficam cutucando o JJ e quando conseguem atingir o objetivo, vem com essa conversa mole, vai tricolor , estamos sempre juntos.

  • Antonio Braz

    Porto, boa tarde!
    Repasso comentário abaixo feito no Blog do Mauro Beting sobre essa briga politica:
    O Sr. Juvenal Juvêncio administrou muito bem o SPFC, a divida propalada pelo Aidar e contestada pelo mesmo não é tão preocupante, 90 milhões pelo Juvenal ou 130 milhões pelo Aidar, para uma Instituição que fatura centenas de milhões anos, não é lá muita coisa, pela informação tanto do ex como do atual, o SPFC não é devedor em recolhimentos estaduais, federais e municipais, não está nos REFIS como a grande maioria dos Clubes brasileiros, na sua administração reformou o Morumbi, o Centro de Treinamento de Cotia que é exemplo na modalidade, sob seu comando como Diretor de Futebol, conquistou a Libertadores e o Mundial FIFA no Japão contra o Liverpool, como Presidente, conquistou o tri campeonato brasileiro, feito inigualável até hoje, conquista essa que dificilmente será conquistada por qualquer outro Clube brasileiro, como São Paulino reprovo a atitude de Carlos Miguel Aidar nesse episódio, deveria ter sido mais diplomático e usado de lisura com Juvenal Juvêncio, ele deveria enaltecer o que Juvenal Juvencio fez para o SPFC e não denegrir a administração anterior

  • Pra variar tem gente como esse comentarista que so fala besteira……..o que tem a vê o São Paulo com o Palmeiras………..? tudo oque o Aidar falou do Palmeiras esta mostrando agora……….! time quase entre os últimos colocados…….. temos brigas internas temos sim………as vezes saem de controle com certeza só mesmo com essas brigas estamos lá em cima da tabela brigando com os lideres E GANHANDO DELES……….Agora vem falar que o São Paulo esta se apequenando………
    Vai caçar assunto rapaz………

  • Fábio

    Não vejo discussão pública como apequenamento. Natural o JJ atirar para todos os lados. A maioria das pessoas, numa situação de desconforto e de mãos atadas, perde a razão e busca explicitar os seus sentimentos reprimidos. Com todo respeito, o seu texto sim é uma pequenez. Pequenez em tamanho e em conteúdo.

  • Toninho Soares

    Não podemos genelarizar, num processo de mudança de gestão e modernização política, independete de situação ou oposição (ou no caso uma nova ordem com oposição e situação), fica claro que a mudança se faz necessária, num clube como o São Paulo F.C. o termo “se apequenar” não pode e não deve ser aplicado… Visto que o processo de mudança corrente somente mostra a grandeza desta instituição em tentar viabilizar um modelo politico com situação e oposição adminsitrando juntos, se isso esta sendo feito às claras, melhor ainda…
    A imprensa deveria enxergar que este processo irá e poderá ser usado em outras instituições, quem dera que transparência dessa magnitude fosse regra em nossas vidas!!
    Alguns jornalistas e comentaristas, estes sim continuam “se apequenando” infelismente!!!

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo