Zetti relembra vexame na Libertadores



Na edição desta quinta-feira, o LANCE! publicou matéria relembrando a estreia do São Paulo na Copa Libertadores da América de 1992 com derrota por 3 a 0 para o Criciúma. O ex-goleiro Zetti, titular na goleada e na reviravolta até o bicampeonato, relembra o tropeço logo no primeiro jogo da competição internacional:

“Lembro muito bem que, nesse primeiro jogo, o seu Telê não queria entrar com o time titular de jeito nenhum. A Libertadores, naquela época, ainda não era vista com bons olhos pelos times brasileiros. Tinha muito problma com doping, arbitragem, viagens. E não era rentável. Não era bom para os clubes.

Hoje já não me recordo muito do vestiário após essa vitória por 3 a 0 para o Criciúma, mas a repercussão foi muito ruim para a gente. O Criciúma tinha um grande time, jogadores muito bons em todos setores. Tinham sido campeões da Copa do Brasil em 1991.

Mas foi uma coisa desastrosa aquele placar. Todos foram cobrados. No Morumbi a cobrança foi geral, de jogador, comissão, Telê. A ordem era buscar o resultado e acabamos conseguindo uma grande atuação”.



MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo