A única garantia é que o time irá melhorar com Kardec



Ao mesmo tempo em que é justo afirmar que Luis Fabiano, Jadson, Osvaldo e Paulo Henrique Ganso nunca renderam o esperado pela torcida – e pelas cifras investidas –, não se pode negar que o São Paulo melhorou seu futebol em relação aos anos anteriores.

O time em 2011, quando Luis Fabiano chegou, era frágil, acéfalo. Problema resolvido com Jadson e, depois, Ganso. Sem Fabuloso, e agora Alan Kardec, o posto de artilheiro ficou vago desde as saídas de Borges e Washington.

Kardec corre riscos de demorar a engrenar como os antecessores, mas mesmo com atuações abaixo do esperado já terá qualificado o elenco. Muricy Ramalho ganhou uma peça para suprir ausências e curar carências.



  • Jose Roberto Pereira

    Sao Paulo vai melhorar ainda mais para isso tem de arrumar sua defesa ainda insegura, que tal Lugano, Manoel Doria .

  • edmilson

    O ataque está ótimo o que não da para alguenta e o Rodrigo Caio como zagueiro os gols que o são Paulo tomou no ano passado 80% foi cupa dele tentando sai jogando perdendo a bola .não ganha uma decidida. E o maicon quantas vezes esse cara toca bola para trás. quantos toques para fazer gol ele deu nesse tempo que ele e titular do saoPaulo .não da pára torcê pró time desse tristeza de um são paulino de coração.

  • saulo

    Não vou comentar aqui porque vou no blog dos CORNOS verificar se o CHORORÔ ainda continua quente.

  • sergio

    Até quando vamos ter esse técnico bumba meu boi no comando do SP? O Celso Roth com 3 ou 4 jogos já tem um esquema tático pro Coritiba. Esse lixo em 1 ano não sabe nem quem escala. E toma sufoco de timeco como esse do Pr, que só tem refugo. Até quando?

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo