Discurso já precisa ser alinhado por vice-presidentes



De um lado, João Paulo de Jesus Lopes concedia entrevista para profissionais da imprensa escrita e de rádios. Do outro, Ataíde Gil Guerreiro atendia aos canais de televisão.

O primeiro falava com orgulho da missão dada por Carlos Miguel Aidar para concretizar a excursão para os Estados Unidos durante a parada para a Copa do Mundo e, com bom humor, das tratativas para fechar com grandes reforços.

Ataíde, mais ríspido e direto, bradava que só aceitou o cargo de chefia no departamento de futebol com a autonomia total no clube. E, ainda mais alto, que ele seria o único a conduzir negociações com novos atletas, no máximo com auxílio do gerente Gustavo Oliveira.

Jesus Lopes pode querer mostrar serviço, que seus contatos como vice de futebol seguem atualizados, mas, pela postura de Ataíde, precisará de cautela para agir.



  • tricolaco

    São Paulo voltando a ser forte e respeitado !!!

  • Bruno Odorizi

    Tenho minhas duvidas que esse tal de Ataíde dará certo no Tricolor, de Ditador, já basta o Juvenal !!

  • flavio legieri

    Sinceramente, não gostei deste prepotente, pode ser que eu me engane, mas.

  • eu o achei austero demais deus queira q de resultado depende das atitudes se tamanho e fala grosso desse resultado elefante seria o dono do circo q saudades de marcelo portugal gouveia q saudades de tele santana da silva q saudades de jose eduardo mesquita pimenta

  • q saudades de jose eduardo mesquita pimenta tele santana da silva marcelo portugal gouveia o sr ataide esta falando grosso se tamanho fosse documento elefante era o dono do circo

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo