Campeão em 86, Pepe celebra volta de Aidar



Na edição desta quinta-feira do LANCE!, o ídolo santista Pepe relembrou os tempos em que conviveu com Carlos Miguel Aidar no São Paulo na década de 80. Como técnico, o Canhão da Vila ganhou também a torcida tricolor com a conquista do Campeonato Brasileiro de 1986 e fez elogios ao novo presidente e seu antecessor Juvenal Juvêncio.

“Fico feliz e mando meu abraço ao Aidar. O São Paulo está em boas mãos de novo, como com o Juvenal Juvêncio, que é uma pessoa competente. Quando passei pelo clube, fui bem tratado e reconhecido pelos dois. Aidar sempre teve uma competência muito grande para ser dirigente e vai desempenhar com muito sucesso a função de presidente mais uma vez. No meu tempo, o Juvenal ia para o campo de batalha, era de mais ação, enquanto o Aidar ficava nos bastidores, no escritório, cuidava de burocracia. Conversei com ele muitas vezes. É uma dupla que funciona”, destacou.



  • Augusto Mello

    O São Paulo é como um carro velho. Troca a carcaça, mas o motor é o mesmo ou seja, já está fundindo.

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo