Protesto na porta do hotel são-paulino



Se, por volta das 17h, algum jogador são-paulino queria tirar o último cochilo ou Muricy Ramalho tinha a intenção de passar alguma instrução para seus atletas, eles foram atrapalhados por um protesto. Bem em frente ao hotel onde o São Paulo está hospedado, uma passeata de agentes federais fez um grande barulho na orla de Maceió.

Eles reivindicavam melhores condições de trabalho e mais segurança nas ruas. Para isso, protestavam com alguns carros, inclusive um deles com a representação de um elefante branco em cima. Outro era de som e propagava em alto volume os discursos dos protestantes.

Para complementar, alguns rojões eram disparados. A passeata passou em frente ao hotel e depois voltou. No caminho, o responsável pelos discursos citava que era para acabar justamente em frente ao hotel tricolor já que haveria maior quantidade de imprensa no local.



MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo