Retorno de Adalberto é bom para a oposição



A volta de Adalberto Baptista ao cenário político do São Paulo é mais uma prova do poder centralizador de Juvenal Juvêncio e fortalece a oposição.

Independentemente do cargo em que ele irá atuar, Adalberto tem rejeição de conselheiros que desaprovam o seu trabalho à frente do futebol, cargo ocupado de 2011 até o fim de julho. A situação ficou pior após bater de frente com Rogério Ceni, maior ídolo do clube.

Juvenal ainda não definiu quem será o candidato da situação no próximo pleito. O próprio Adalberto já esteve entre os seus favoritos e lançar seu nome parecia improvável, assim como o retorno pouco tempo após a saída conturbada.

Quem ganha com o retorno é a oposição. Kalil Rocha Abdalla e Marco Aurélio Cunha têm um motivo a mais para sugerir as mudanças que defendem no São Paulo.



  • nellsn

    esse cara não desconfia mesmo. não tem nada que fazer. fica em casa.

  • O poder subiu a cabeça!!!

  • Olha esse cara esta a fim de ferrar o time, ninguém(jogadores) gosta deste Adalberto,tanto que após sua saída o time melhorou, arrogantes, e sem jogo de cintura, é bom tomara que tome de lavada na eleição seu JUJU

  • Luiz Humberto

    DALESSANDRO, O TERROR DOS GAMBÁS, DESDE O TEMPO DO RIVER PLATE!!!

    DÁ-LHE SANDRO!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Marcos Feula

    É brincadeira !! oque estão fazendo com o São Paulo é uma verdadeira quadrilha estamos a merce de bandidos, um time que tem 8 ou mais jogadores só de um empresário, esse sem vergonha do Adalberto que assinou essas contratações com certeza ganhou rios de dinheiro para colocar jogador de 5ª divisão no São Paulo. Até quando isso !!!

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo