Outro capítulo vergonhoso



O São Paulo teve outro exemplo neste domingo de que seu presidente pensa em si ao invés do bem para o clube. Político, promoveu churrasco para garantir a popularidade de olho na eleição do ano que vem e ainda permitiu a entrada de torcedores uniformizados que não são associados.

Curiosamente, o convite para participar da confraternização na sede social do clube aconteceu um dia depois do grupo proibir que torcedores comuns gritassem contra Juvenal e Adalberto Baptista, no portão do Morumbi, logo depois da sétima derrota seguida.

O mandatário está preocupado com o São Paulo ou seu sucessor?



MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo