Literalmente, o lado resolveu para o Tricolor



*Visão do Tricolor, publicada por Kaíque Ferreira na edição desta quinta-feira (21) do LANCE!

“O posicionamento dos jogadores é um pouco diferente nesse jogo”. Essas foram as palavras do técnico Ney Franco ao analisar como os meias Jadson e Ganso atuariam diante do Bernô.

Participativos, os dois armadores criaram boas jogadas no começo da partida, pois, pela primeira vez, atuaram lado a lado. O gol de Luis Fabiano contou com um belo corta luz de Ganso para o camisa 10, que insistiu no lance até achar Wallyson. Mas, com o decorrer da partida, 8 ficou mais burocrático.

Contudo, o time ficou carente do atacante Osvaldo. Após o ímpeto inicial, o Tricolor passou a não ter mais jogadas agudas. Aquele jogador que domina, parte para cima, arrisca chutes de longa distância e abre jogadas aos companheiros estava a quilômetros de distância da afável São Bernardo do Campo.

Em determinados momentos, a linha dos armadores ficou muito distantes da dupla de atacantes e, sem opções, os homens de frente eram presas fáceis do adversário.

O Bernô tentou fazer o Tricolor “provar do próprio remédio” ao iniciar a partida com três atacantes, prendendo os dois laterais são-paulinos. No primeiro tempo, conseguiu com êxito. Já no segundo tempo, o técnico Ney Franco liberou um pouco mais Rodrigo Caio e Carleto, fato que culminou na jogada que definiu o placar. Por conta disso, com mais liberdade, a linha de meias que estava mais distante, foi completada pelos lados do ataque.

E, se o jogo serviu para fazer alguns testes, um fato que pode passar despercebido representa algo intrínseco. Diante do Oeste, Fabuloso não comemorou o tento. Ontem, o fez timidamente. Já Rodrigo Caio extravasou. Mudança pequena, no time e alma, mas já sentida.



  • Pingback: Clipping: Notícias Sobre o São Paulo FC | Blog do Lina()

  • marcelo crispim

    COM CERTEZA FOI VCS TORCEDORES AFEMINADO DO SPFC QUE ESCOLHERAM ESSE SLOGAM POR DENTRO DO TRICOLOR SÓ LHE TRAZEM BOAS LEMBRANÇAS KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK CHUPA BAMBIS

  • francisco

    Ney, pelo amor de Deus, mantem o 4-4-2. Na esquerda, fica o Carleto. No lado direito, deixa o Rodrigo Caio. Como primeiro volante, saca o Denilson, e poe o Wellington. Como segundo, pode deixar o Maicon. Mas, quando precisar mais marcacao, entra o Fabricio, ou o Rodrigo Caio, passando o Lucas Farias ou o Paulo Miranda pra lateral. Douglas e Cortez tem de ficar bem na lateral do campo, sentados no banco.

  • o futebol esta mal pro sao paulo ser primeiro

MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo