Ruim para Fabuloso e ótimo para o São Paulo



A oportunidade de conseguir recuperar Luis Fabiano no Reffis para o clássico de sábado contra o Palmeiras é a melhor notícia para o técnico Ney Franco
nesta semana livre de trabalho.

Com o Fabuloso por perto é a chance de colocá-lo em ordem para o Choque-Rei com um planejamento que envolve médicos, fisioterapeutas e preparadores físicos.

O treinador são-paulino sente na pele quando não pode contar com o seu camisa 9 em campo. E nem é preciso parar para pensar muito nas partidas em que ele fez falta. Os últimos três jogos mostraram isso. Com três atacantes, o São Paulo não criou quase nada diante de Cruzeiro e Coritiba, além da limitada LDU de Loja, do Equador.

É bem verdade que neste período o time não saiu derrotado, mas isso aconteceu por conta da fase especial vivida por Osvaldo.

Se dependesse de Luis Fabiano,  hoje ele estaria bem longe do CT da Barra Funda. A vontade era embarcar com o restante dos convocados para o jogo de amanhã contra a Argentina. Longe da Seleção há mais de dois anos, os minutos no Serra Dourada foram pouco para matar a saudade da amarelinha.

A lesão sofrida desta vez não interrompeu somente mais uma sequência no São Paulo, mas fez com que ele jogasse fora uma ótima oportunidade de convencer Mano Menezes. Enquanto o treinador não se rende a atual fase do atacante Fred, o principal candidato para vestir a camisa 9 da Seleção é o do Tricolor, só que paulista.

A expectativa é a de que Luis Fabiano retorne no Choque-Rei e isso tem tudo para acontecer, porém a expectativa maior é saber quando ele ficará livre de tantos problemas físicos. Atualmente, as intermináveis lesões dificultam a vida dele bem mais do que encarar qualquer zagueiro adversário.



MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo