Bloqueio separa são-paulinos de flamenguistas



Bloqueio impede tráfego pela Giovanni Gronchi (Foto: Marcio Porto)

A Polícia Militar, responsável pela segurança no Morumbi, montou um bloqueio com placas de alumínio na Avenida Giovanni Gronchi, em frente ao portão 15 do estádio, onde são-paulinos e flamenguistas estão divididos.

A medida visa evitar conflitos entre torcedores, mas houve reclamações por parte de são-paulinos. Um senhor tentou ultrapassar a barreira, mas foi impedido pelos policiais. Ele alegava que precisava entrar no portão da Cativa que fica próximo ao estacionamento/garagem, ao lado do bloqueio. No entanto, mesmo com o são-paulino pedindo até para ir sem a camisa do time, ele não obteve sucesso e os policiais lhe orientaram a dar a volta pelo outro lado do estádio.

– Viu a distância que vou ter de percorrer? Nunca vi isso aqui – disse o senhor, que não pediu para não ser identificado.

Esse procedimento tem sido adotado em dias de grandes jogos, principalmente clássicos. Porém, um fato curioso é que as duas principais facções organizadas de São Paulo e Flamengo, Independente e Jovem Fla, respectivamente, são aliadas e, mesmo com o bloqueio, foi possível ver membros das duas torcidas juntos na entrada destinada aos cariocas.

De acordo com a PM, o bloqueio permanecerá até duas horas depois da partida, quando a torcida do Flamengo já tiver deixado o estádio por completo.



MaisRecentes

‘Hudson é um bad boy elegante’



Continue Lendo

Quando se faz jus ao termo trabalho



Continue Lendo

São Paulo e as expulsões a base de anti-inflamatório



Continue Lendo