O dia que deveria ser declarado 'feriado esportivo' na Argentina - Toco y me voy

O dia que deveria ser declarado ‘feriado esportivo’ na Argentina



Riquelme e Messi nasceram no mesmo dia

Marcos importantes e personagens do esporte argentino compartem o dia 24 de junho como uma data a ser recordada. Desde os nascimentos de Fangio, Osvaldo Zubeldía, Messi e Riquelme, até mesmo os gols de Caniggia contra o Brasil e Maxi Rodríguez contra os mexicanos.

Fangio conquistou em cinco ocasiões o campeonato mundial de Fórmula 1

1911. Nasce Juan Manuel Fangio em Balcarce, província de Buenos Aires. Foi o piloto argentino mais importante da história. Ganhou duas vezes o Turismo Nacional e conquistou em cinco ocasiões o campeonato mundial de Fórmula 1, marca que manteve por mais de quarenta anos, quando foi superado por Michael Schumacher.

Zubeldía foi campeão mundial com o Estudiantes de La Plata

1927. Osvaldo Zubeldía nasce em Junín, província de Buenos Aires. Foi jogador de Vélez e Boca Juniors, entre outros, mas se consagrou como treinador no Estudiantes de La Plata, onde conquistou três edições da Copa Libertadores e uma Intercontinental. Chegou a comandar a seleção argentina, mas deixou o cargo antes do Mundial de 1966 por diferenças com os dirigentes.

Riquelme é considerado um dos maiores ídolos do futebol argentino e do Boca Juniors

1978. Chega ao mundo Juan Román Riquelme, um dos jogadores mais importante do futebol argentino. Vestiu a camisa do Argentinos Juniors nas categorias de base e se consagrou no Boca, onde ganhou, entre tanto títulos, três Libertadores e uma Intercontinental. Também jogou no Barcelona e no Villareal, equipe pela qual alcançou as semifinais da Champions League. Com a seleção argentina jogou a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, e ganhou o Mundial sub-20 de 2007 e a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequin, em 2008.

Lionel Messi: o melhor de todos os tempos é argentino

1987. Nasce Lionel Messi em Rosario, Santa Fé. Explicar quem é e o que conquistou é desnecessário. Rompeu vários recordes, ganhou mais de vinte títulos e acumula quatro bolas de ouro. Desde sua estreia contra o Espanyol – há 15 anos – Lionel Messi passou mais tempo sendo campeão da Liga da Espanha do que testemunhando a consagração de outra equipe. Nunca em sua história o Barcelona exerceu uma hegemonia tão difundida no tempo. Na influência do camisa 10 reside boa parte da explicação. A “Pulga” é o mais bem sucedido na história do clube com 34 títulos: 10 Ligas, 4 Champions League, 6 Copas del Rey, 8 Supercopas da Espanha, 3 Supercopas da Europa e 3 Mundiais de Clubes. Pela seleção argentina venceu apenas competições juvenis, como os Jogos Olímpicos e o Mundial sub-20. No total, o craque coleciona 665 gols oficiais, 271 assistências e o número sobrenatural de 51 hat-tricks.

Gol de Caniggia contra o Brasil, na Copa de 90

1990. A seleção argentina derrotou o Brasil por 1 a 0, nas oitavas de final da Copa da Itália. Claudio Caniggia marcou o único gol do confronto, após um passe espetacular de Diego Maradona, que se livrou de vários marcadores brasileiros.

Maxi Rodríguez marcou um golaço contra o México, em 2006

2006. Outra vitória argentina muito recordada em Copas: 2 a 1 contra o México, pelas oitavas de final do Mundial da Alemanha. Neste dia, o golaço de Maxi Rodríguez, durante a prorrogação, foi o que ficou na memória de todos os torcedores. O time de José Pekerman, que contava com Riquelme e Messi, perdeu na fase seguinte para a Alemanha, nos pênaltis.

 



MaisRecentes

Messi tem retrospecto negativo contra o Brasil



Continue Lendo

O fim da peregrinação: San Lorenzo volta a Boedo



Continue Lendo

Maturana, o fantasma da Argentina contra a Venezuela



Continue Lendo
%d blogueiros gostam disto: