A imagem da semana



As Datas Fifa normalmente são bem chatas. Os campeonatos nacionais param, seu time de coração não vai a campo, há uma centena de jogos desinteressantes entre seleções e a sensação é a de uma certa abstinência.

Nada disso valeu para o último meio de semana. Várias vagas na Copa do Mundo da Rússia estavam em disputa e o que se viu foi a mais clara demonstração de que a surrada expressão “não é só futebol” é muito verdadeira.

Países mobilizados, festas malucas nas ruas, choro, desespero… De tudo o que eu pude ver na TV e na internet, a cena mais emblemática aconteceu no estádio Rommel Fernandez, no Panamá. Foi lá que a seleção panamenha venceu a Costa Rica por 2 a 1 e conseguiu a vaga direta para a primeira Copa do Mundo de sua história.

Ao final da partida, a torcida ensandecida invadiu o campo, claro. Muitos foram em direção aos jogadores e uma foto que circulou pelo mundo mostrou Roman Torres, autor do gol da vitória, abraçado por um torcedor. E um policial, sorrindo, abraçando os dois.

Na América Latina a polícia tem uma imagem muito ruim. Resultado de anos e anos de governos militares opressores, uma herança maldita que ainda viveremos por muito tempo.

Quando surge uma foto de um policial abraçado ao povo e a alguém que naquele momento foi alçado à categoria de “herói nacional” é impossível ficar indiferente.

Nesses tempos em que o mundo está dividido entre nós e eles, esquerda e direita, coxinhas e petralhas, ricos e pobres, raiz e nutella, não deixa de ser lindo ver a mágica que o futebol pode proporcionar. Mesmo o futebol também se enquadrando dentro deste mundo binário e maniqueísta em que os que torcem para meu time são os amigos e o rival é o inimigo.



MaisRecentes

A obsessão pelo prêmio de melhor do mundo



Continue Lendo

Satisfeitos com pouco



Continue Lendo

Calma, Corinthians!



Continue Lendo