Treinador bom é treinador em casa



Existe uma receita quase infalível para um treinador ter uma avaliação positiva: estar desempregado. Parece loucura (é um pouco), mas também é verdade.

Zé Ricardo acabou de ser demitido do comando do Flamengo. Antes mesmo de ter recebido o cartão vermelho, torcedores já especulavam quem poderia ser o seu substituto. Entre os nomes preferidos apareciam Jorginho e Roger Machado.

Os dois já tiveram bons momentos na carreira, isso é inegável. Jorginho foi o fiel escudeiro de Dunga na primeira passagem do treinador pela Seleção. Fez trabalho interessante no Figueirense e na Ponte Preta, bem como no Vasco em determinado momento. Mas é o mesmo técnico que foi dispensado do Bahia outro dia mesmo e que teve uma passagem apagadíssima pelo próprio Flamengo em 2013.

Roger Machado teve uma ótima temporada no Grêmio, seguida de outra não tão boa assim. Chegou envolto em enorme expectativa no Atlético Mineiro. Foi demitido outro dia pela falta de resultados.

É evidente que tanto um quanto outro treinador poderia chegar ao Flamengo e fazer um excelente trabalho. É possível acreditar nisso porque o elenco do Fla é ótimo e porque os dois treinadores já mostraram em algum momento boas credenciais.

Mas também é possível que não desse certo, como não deram recentemente os dois por onde passaram. O que nos leva a crer que a principal motivo que faz com que os torcedores apostem neles é o fato de não estarem na vitrine no momento e, portanto, não poderem ser avaliados.

A quase unanimidade da torcida rubro-negra entendia que Zé Ricardo não tinha mais condição de seguir à frente do Fla. A distância gigantesca do Rubro-Negro com relação ao líder Corinthians, a sensação de que é impossível chegar ao título nacional e a desclassificação na primeira fase da Libertadores foram determinantes para formar o diagnóstico da arquibancada.

O problema é que o passo seguinte não parece tão simples. Sai Zé Ricardo e quem entrará no seu lugar? Os nomes que vêm à cabeça são os mesmos que outro dia mesmo sofriam as mesmas pressões em outros times e que esperam um chamado.

Um dos melhores lugares para um treinador na ativa ser bem avaliado é em casa, esperando um convite.



MaisRecentes

E se der tudo errado?



Continue Lendo

Muita calma com Rueda



Continue Lendo

Muitos jogadores, nenhuma ideia



Continue Lendo