As várias faces de Felipe Melo



-Oi, Felipe, tudo bem? Vamos te colocar no ar em instantes. Só me fala se você está ouvindo bem.
-Ok, beleza. Estou ouvindo bem, sim. Vamos lá!

Foi assim, como se fosse uma conversa no café da esquina, que Felipe Melo entrou no ar ao vivo na ESPN Brasil segunda-feira à noite. Foi a primeira vez que ele se manifestou depois de ter sido dispensado por Cuca no Palmeiras. Sem nenhuma alteração na voz, sem nenhum ataque de pitbull, nada.

No ar, tentou tirar a força das declarações que deu em um áudio vazado de Whatsapp em que faz críticas a Cuca.

Felipe Melo é assim. Imprevisível. De frases fortes em contraste com atitudes surpreendentemente frias e equilibradas. Basta lembrar que o mesmo jogador que comeu a bola no primeiro tempo do jogo contra a Holanda nas quartas-de-final da Copa de 2010 foi quem acabou expulso no segundo. O mesmo sujeito que falou em dar “tapa na cara de uruguaio” se comportou muito bem na batalha de Montevidéu contra o Peñarol. Acuado, perseguido por vários rivais, apenas correu para trás e só soltou um direto no rival para se defender. O mesmo sujeito que falou cobras e lagartos de Cuca em um áudio foi quem entrou no ar na TV para admitir que falou demais, mas explicando que tinha tomado champanhe além da conta no dia.

Se tudo isso é verdade? Ninguém sabe. E claro que esta justificativa pode ser uma estratégia para não deixar sua situação mais complicada no Palmeiras. Afinal, ele ainda tem um contrato em vigência e não vai querer sair no prejuízo. Mas surpreende que um sujeito com a fama de maluco de Felipe Melo saiba o momento de tirar o pé e de tentar remediar seus erros.

Há um lado de Felipe Melo que todos gostam e outro que a maioria abomina. Por exemplo: quando acabou o jogo entre Cruzeiro e Palmeiras pela Copa do Brasil e o Verdão foi eliminado, o jogador deu uma entrevista raivosa e exagerada na beira do campo reclamando da arbitragem. Mas parecia ali que, mais do que qualquer outro, ele não havia se conformado com a eliminação. Um jogador que sente assim o jogo todo time quer ter e todo torcedor adora.

Momentos depois, no vestiário, ele teria brigado e desrespeitado Cuca. Este jogador, nenhum clube quer ter e o torcedor quer distância. Mas Felipe Melo é assim, tem seus bônus e seus ônus, ambos grandes.



  • Paulo Pacheco

    Ele precisa de ajuda química; tarja preta, se é que me entende… e os apaixonados pelo personagem Felipe Melo também…

MaisRecentes

E se der tudo errado?



Continue Lendo

Muita calma com Rueda



Continue Lendo

Muitos jogadores, nenhuma ideia



Continue Lendo