Os sinais que os números dão ao Corinthians



O Corinthians é o que de mais impressionante vem acontecendo no Brasileiro até aqui. Nunca neste momento da competição desde 2006, um time teve desempenho tão bom. São 19 pontos e aproveitamento de incríveis 90,5%). O recorte foi feito a partir de 2006 porque este foi o ano em que pela primeira vez o campeonato foi disputado por pontos corridos e com 20 clubes. Desde então, o regulamento não foi alterado.

A pergunta do milhão é: “será possível parar o time de Fabio Carille?”. A resposta é impossível de ser dada agora, mas os campeonatos anteriores nos dão algumas pistas.

Uma boa notícia para o corintiano é saber que das onze edições entre 2006 e 2016 em apenas duas o campeão não estava em uma das cinco primeiras posições após o fim da sétima rodada. Por outro lado, o líder da sétima rodada apenas duas vezes terminou levantando a taça ao final (o próprio Corinthians em 2011 e o Cruzeiro em 2014).

O Internacional de 2016 é um bom exemplo para o Corinthians se ater para que o excesso de confiança não atrapalhe nenhum sonho. O Colorado era líder do Brasileirão com 16 pontos e terminou o ano rebaixado para a Série B. Mas talvez a maior lição de que a liderança na sétima rodada não necessariamente significa sucesso é o próprio Timão quem pode dar. Em 2007, o ano mais terrível da história do clube, o líder neste momento do campeonato era… adivinhou se você respondeu o Timão. Ele estava lá, em primeirão, com 15 pontos ganhos. A temporada terminou da maneira que todo corintiano quer esquecer, com o rebaixamento.

Queda de rendimento de líderes da sétima rodada do Brasileiro também acontecem. Além dos dois rebaixados citados (Inter e Corinthians), teve o Coritiba que liderava em 2013 neste momento com 15 pontos e terminou no meio da tabela, na 11a posição o campeonato.

Outro dado interessante sobre este ano é a diferença de pontos entre o líder e os times que começaram o Brasileiro como favoritos título. O Corinthians tem nove pontos de vantagem sobre o Flamengo, 12 sobre o Palmeiras e 13 sobre o Atlético Mineiro.

Pistas à parte, fato é que o Corinthians sobra neste começo de campeonato e isso não aparenta ser obra do acaso, porque o time vem jogando bem e mesmo quando é pressionado (como foi contra o Cruzeiro), sabe se defender muito bem. E vai acumulando pontos.



MaisRecentes

Até mais!



Continue Lendo

Bem-vindo à Seleção, Tite!



Continue Lendo

Evolução



Continue Lendo