Palmeiras ‘provocou’ um debate necessário



O ano de 2016 poderá ficar marcado por ter sido aquele em que uma discussão importante tomou conta do futebol brasileiro: resultado x desempenho. Nem mesmo as questões de arbitragem foram tão debatidas este ano quanto a qualidade do nosso futebol. E não faltaram motivos para que o apito fosse novamente protagonista. Mas por sorte um tema mais relevante tomou este lugar.

A entrevista de Cuca após Palmeiras 1 x 0 Internacional, domingo no Allianz Parque, foi muito reveladora. A maioria das perguntas foi sobre se o time verde vem jogando bem. O treinador respondeu à maioria delas falando sobre o momento tenso do campeonato e a pressão enorme que todos no clube vêm sofrendo para não deixar o título escapar. Tudo isso para justificar o jogo ruim que tinha acabado de acontecer. Até outro dia, todo o tempo da coletiva seria gasto para falar sobre o título muito próximo e o sacrifício para se chegar até ele. Pouco sobre o jogo.

Se colocar em discussão a qualidade do jogo do virtual campeão brasileiro irrita demais os palmeirenses, em outra medida é um debate importante e positivo para o nosso futebol. E esta é a sua grande contribuição.

O Verdão teve o “azar” de ver esta conversa ocorrer justamente no momento em que ele será campeão, quando ano a ano o futebol brasileiro vem se mostrando pobre e isso foi historicamente deixado de lado. O 7 a 1 não foi por acaso.

A cobrança que é feita sobre a qualidade do jogo do Palmeiras até outro dia era restrita apenas à Seleção Brasileira. Dela sempre se cobrou mais do que apenas vitórias e pontos conquistados. Dos clubes, sempre as conquistas foram suficientes.

Aparentemente, não será assim mais. A partir de agora, todo e qualquer campeão será cobrado não só a mostrar a taça, mas a mostrar futebol. Quer contribuição maior do que este debate para que o futebol brasileiro ressurja das cinzas?

O Palmeiras terminará o ano como campeão brasileiro, mas nos últimos jogos não terá demonstrado um bom futebol, embora eficiente e suficiente para levantar o título. Os bons momentos do Verdão ficaram no primeiro turno, mas sim, eles existiram. O palmeirense, hoje, deve pouco se importar com isso, afinal, ele terá sido melhor do que todos os outros 19 clubes e isso não é pouca coisa. Mas cobrar bom futebol será bom para todos a partir de agora.



MaisRecentes

E se der tudo errado?



Continue Lendo

Muita calma com Rueda



Continue Lendo

Muitos jogadores, nenhuma ideia



Continue Lendo