A Copa não ensinou nada



Após um jogo tecnicamente e taticamente terrível no CoutoPereira, Coritiba e Corinthians empataram em 0 a 0 O espetáculo foi tão deprimente que em determinado momento Cléber Machado e Casagrande, narrador e comentarista da TV Globo (a detentora dos direitos de transmissão), debateram que a expulsão de um jogador de cada lado poderia deixar a partida mais interessante.

Ao final do jogo, jornalistas queriam muito saber a opinião dos técnicos sobre o que foi apresentado em campo. Mano Menezes, hoje no Corinthians, mas que até outro dia foi técnico da Seleção Brasileira, disse que o padrão visto na Copa do Mundo deveria ser deixado e lado, porque a realidade do futebol brasileiro é outra, bem diferente.

Era como se o recado fosse o seguinte: o que foi visto na Copa do Mundo é só um mundo de sonhos. Nossa realidade é essa aqui e é com ela que todos devem se contentar.

Mano Menezes é um dos técnicos mais conectados com o futebol moderno que se joga fora do Brasil. Inventivo, teimou com um esquema sem centroavante que se mostra eficiente em vários times de ponta do planeta, por exemplo. Mas é uma pena que aceite tão passivamente nossa indigência atual.

Para ser justo com o técnico do Corinthians, foi raro ver nas palavras de qualquer outro professor na rodada, uma tentativa de jogo mais atraente. Os discursos foram via de regra o da superação e do jogo duro.

O Campeonato Brasileiro é o que de mais importante temos no futebol por aqui. E, se bem tratado, poderia ser o campeonato mais importante da América do Sul, com a força de seus clubes e o dinheiro que movimenta. Mas se os nossos professores não fizerem um esforço para mudar a qualidade de nosso jogo, sempre estaremos longe do que podemos ser. Sempre vamos ter de nos contentar com “o que está aí”.



  • carlos

    bom, cruzeiro e fluminense, aprenderam bem essa lição da copa, e jogam o fino ,o problema eh que não eh um Corinthians ou flamengo, se fosse , ninguém estariam falando mal do nosso futebol ,a mídia toda estaria dando ênfase aos dois e elogiando o futebol nacional, mais ainda o brasileirao soh pra enaltecer os dois times com mais torcidas do brasil, agora tanto Marcelo e cristovao, os dois treinadores do dois lideres e disparado o melhor futebol do brasil, são treinadores capazes e criativos e ousados, tem coragem, a midia maioria paulista e parcial , soh ve e enxerga futebol no eixo rio-são Paulo, esse eh um dos prolemas e males de nosso futebol e vao terem de engolir o cruzeiro bi campeão brasileiro, pra desespero da dona Globo e seus comparsas midiáticos, essa eh a verdade meu amigo, em tempo, eu não torco pra time nenhum, soh quero um futebol cada vez melhor, o dia que acabarem com a lei pele e estagnarem a saída de nossos melhores jogadores pra fora, já que a mídia apoia e incentiva a saída dos nossos jogadores pra fora, foi assim com neymar, oscar, lucas, Paulinho e cia,. estavam no brasil por mais tempos, dai fizeram de tudo pros caras saírem, e agora ficam ciritcando o futebol brasuca, que realmente tem de mudar, e vai mudar. sou otimista…

  • Sérgio

    Esse é o último post…Por favor, sinto a necessidade de aprender as táticas do futebol. Qual jornal esportivo (LANCE, GAZETAESPORTIVA, por exemplo) tem algum blog que explica didaticamente as diversas táticas de ataque, meio de campo e defesa existentes no futebol? Até hoje, na minha vida, vi somente um post, do Juca Kfouri, que remetia ao blog do Spinosa no qual ele explicava didaticamente diversas táticas do futebol.
    Sugestão: porque não fazem um blog explicando a movimentação de um time no ataque e na defesa usando 4,3,3 ou 4,4,2 ou 3,5,2 ou outras variações existentes no futebol?
    Será que isso não ajudaria novos garotos bons de bola na educação tática?
    Tenho curiosidade de como é feito um treinamento. Será que não é legal explicar? Será que não é legal ensinar isso para os garotos que lêem diariamente seus posts? Por favor, leve alguma coisa em consideração. Os meninos vêem o Robinho, Neymar, Messi, CR jogando e pensam que jogar futebol é só passar o pé em cima da bola, ou mesmo desde pequenos acham que cavar faltas é bonito. Já pensou os garotos de hoje se apaixonarem por tática? Seria maravilhoso e produtivo para o nosso futebol.

  • Sérgio

    A crítica que fiz no post anterior foi construtiva. Existem ótimos jornalistas que entendem de tática, mas em geral, isso não é discutido a fundo pelos “especialistas”. Por que vocês também não estudam futebol, além de NOMES? Por que não estudam táticas novas de futebol e nos programas esportivos não dão ênfase nisso?

    Mais uma vez, parem de Endeusar jogadores medíocres!!! Já pensou quantos bons jogadores não se perderam com isso e viraram jogadores medíocres? O Neymar, por exemplo, é um bom jogador que poderia virar um jogador excepcional, mas tudo é notícia no garoto, menos o crescimento dele no futebol em termos principalmente táticos…

  • Sérgio

    Um dos setores que precisa urgentemente de mudanças é a imprensa. No jogo seguinte ao final da Copa, o Jadson acertou um passe em todo o jogo e o seu colega jornalista usou a expressão: que visual genial do Jadson!!! É por isso, acho que o principal motivo de toda essa decadência, sim vocês da imprensa, ao meu ver, deturpam a realidade iludindo até os jogadores. Tá certo que muitas vezes interesses maiores entre os participantes do show realmente entram em jogo, incluindo o jogo de interesses de empresários, jogadores, clubes e…jornalistas. Não estou falando de todos, mas muitos colocam jogadores medíocres como bons e jogadores que acertam passes como visões geniais para qual finalidade? Tirem suas conclusões. Mas, por favor, pelo bem do futebol brasileiro, jornalistas, parem de encher a bola de jogadores medíocres. O cara dá uma pedalada, é o Rei das Pedaladas, o que fez Robinho na Europa??? O cara fez um gol, é a jóia do Flamengo. O cara cruzou uma bola certo, o melhor lateral do mundo. Jornalistas, analisem corretamente os lances, a constância dos jogadores, a participação, etc. Enfim, também sejam técnicos em suas análises e não vendedores de jornais e jogadores!!!

  • Sérgio

    Uma das mudanças e que NÃO COMEÇOU É COM A….IMPRENSA, COM OS….JORNALISTAS…

  • Rei Hiram Abiff (Iran da Fenícia)

    A mentalidade atual precisa acabar! Precisamos buscar treinadores nos nossos vizinhos! Pelo menos nas equipes principais vamos ver mudanças e times brasileiros ganhando os torneios sul-americanos com ainda mais frequência…

  • O futebol de qualidade sempre pode ser apresentado em qualquer campeonato do mundo, em qualquer época e a qualquer hora.

    O problema é que os treinadores não sabem exatamente como chegar nesse ponto.

    As vezes , muitos times começam a jogar bola do nada, porque acidentalmente por contusões ou suspensões se formou uma escalação dinâmica. Em 95% dos casos, o único meio de um time começar a jogar bola de verdade é assim.

    Todos os treinadores focam em tática e raça e se esquecem que escolher a dedo cada jogador certo, para cada posição certa, é mais fundamental que tudo!

    Por exemplo: se a maioria dos treinadores querem um time rápido, eles não se preocupam em selecionar os jogadores mais rápidos…. Eles se preocupam em manter os mesmos jogadores e fazer esses jogadores correr.

    Se você quer um time rápido e seleciona os jogadores mais velozes do elenco, NATURALMENTE o seu time ser tonará veloz.

    Agora se você quer um time veloz , mas seus jogadores titulares são lentos e você treina-os para correr, isso NÃO É NATURAL! Logo seu time continuará lento.

    É por isso que o futebol no geral tem jogos tecnicamente pobres e times idem.
    Tudo porque a maioria acha que treinar os jogadores errados é mais importante do que selecionar os jogadores certos.

MaisRecentes

O recado é: simular falta funciona!



Continue Lendo

Eles querem ter a posse de bola



Continue Lendo

Boas entrevistas à vista



Continue Lendo