Suárez: punição exemplar em um mundo nada exemplar



Inimaginável que Suárez não sofresse punição severa após a mordida desferida em Chiellini. Pelo ato em si, pela reincidência, pelo momento delicado que vive a Fifa, pela sanha de Justiça que vive a sociedade.

O ato: uma falta violenta pode destruir a carreira de um jogador, mas uma mordida tem um componente selvagem assustador. Assim como uma cusparada tem um componente moral embutido. Assim, ver um humano morder o outro é como ver o lado mais animal florescer. Isso certamente faz a opinião pública ficar aterrorizada à espera da punição exemplar.

A reincidência: ter cometido o mesmo crime pela terceira vez também ajudou para que a mão da Lei fosse pesada neste caso. Fosse um jogador mais disciplinado e menos controverso e a pena tenderia a ser mais branda.

O momento delicado da Fifa: a imagem da entidade mundo afora é a pior possível por conta dos sucessivos escândalos de corrupção em que ela está atolada. A campanha pelo Fair Play é uma tentativa de atenuar isso. A entidade passa um recado de que deseja o jogo limpo quando pune severamente uma mordida dada sem o árbitro ver.

Sanha por Justiça: há um desejo por punição a infratores na sociedade. Brasileira particularmente e em boa parte do planeta. Talvez pelo fato de que a Justiça não se apresente todos os dias na vida das pessoas. Portanto, ao menos no futebol tem de valer a máxima: “Errou, pague por isso.” Mesmo que a vida real funcione de maneira muito diferente.

Chama a atenção a opinião de Fred, centroavante da Seleção, e de Chiellini, a vítima. Os dois consideraram exagerada a punição a Suárez. Pode ter sido uma declaração corporativista, vista em todas as profissões. Mas é a opinião de alguém que joga futebol e sabe que em um campo acontece atos tão ou mais violentos do que uma mordida, que nem sempre são vistos por árbitros ou câmeras.

A vida de Suárez faz seus atos malucos serem compreensíveis (não justificáveis). Infância pobre, abandonado pelo pai, menor infrator, alcoolismo. Uma mordida em um jogo de futebol representa muito mais do que um ato animal e irresponsável. Como tudo na vida, entre o preto e o branco há uma imensa zona cinzenta. Ele não é o demônio das mordidas e nem o anjo pintado por Lugano e os uruguaios. É um humano que comete atos extremos. Há muitos por aí.

Se Suárez deveria ser punido? A minha opinião é que sim. Se queremos um jogo mais limpo, se entendermos o futebol como um exemplo para a sociedade. O problema é que a sociedade não é exemplar assim como queremos fazer o futebol ser.



  • joao

    pelo visto midia brasileira não ve a extrema violencia que esta sendo empregada pela seleção holandeza e francesa para se classificar , nas copas anteriores africanos eram acusados de violencia ,e hoje eles são as vitimas, a jogada do jogador frances na perna do jogador nigeriano, arbitragens piores que estas nunca vistas ridiculo ,midia brasileira so sabe fazer criticas ao futebol brasileiro, se esquecem de realmente dar enfase as atitudes de outros selecionados.

  • joao

    oscar não merece estar em uma seleção jogador de atitude mediocre , meio de campo brasileiro esta morto

  • joao

    julio cezar jogador eterno jogador brasileiro

  • joao

    pelo amor de deus tira o oscar este cara não merece nem ser gandula, o cara não joga nada;para min ele não jogaria mais nem um jogo, o cara é ruim demais , nunca mais na seleção

  • joao

    pelo amor de deus tira o oscar este cara não merece nem ser gandula, o cara não joga nada;para min ele não jogaria mais nem um jogo

  • Zico

    Tem muita gente falando besteira !!! Acham que das outras vezes ele não foi punido .. Acham que ele cumpriu 1 jogo .. Foi um exagero!!!
    Os que defendem a punição o que dizer do PEPE ??? Tem algum jogador com o histórico VIOLENTÍSSIMO que ele tem , a ponto de tentar chutar duas vezes a cabeça de um jogador que foi derrubado por ele num jogo do espanhol ??? Que coleciona expulsões em todas competições?? O Giroud deu 2 cotoveladas contra o Equador … Todo mundo viu !!!!!!!
    Cotovelada do Neymar !! Se tomou amarelo o juiz viu , e não expulsou .. CADÊ A COERÊNCIA???

  • silvio

    MEU DEUS!!!! O cara mordeu outro pela terceira vez. TERCEIRA!!! E foi punido pelos europeus DUAS vezes, primeiro com duas partidas e depois com nove. E ainda sofreu outra punição por racismo. É claro que o histórico conta. E isso não é futebol. Até admitiria a mordida se ele estivesse sofrendo algum tipo de ameaça no momento da agressão, mas basta ver as imagens das três mordidas para constatar que nehuma ocorreu em momento de confronto com o oponente. Suarez é craque, mas tem que se tratar…e a punição foi justa.

  • André do Nascimento Pereira

    É lamentável acompanhar os comentários de parte da imprensa sobre o episódio LUIS SUÁREZ! Misturam num mesmo assunto, uma indefensável conduta antidesportiva do atleta uruguaio com as mais diversas nuances de violência existentes no jogo de futebol, que também precisarão ser discutidas por todos os responsáveis num futuro breve. Esquecem-se, porém, que desde a origem da regra do esporte (1863) está previsto o necessário cavalheiresco comportamento daqueles seus praticantes (nada tem a ver com o gênero ou sexo dos envolvidos, mas com orgulho, honra, honestidade e total isenção, sejam amadores ou profissionais, cabeças de bagre ou craques, sem distinções). E, com absoluta certeza, cerrar forte e intencionalmente os dentes num adversário, por qualquer que seja o motivo, não se encaixa nesse perfil básico de conduta do ser humano em nada nessa vida. Pelo contrário, é o irracionalismo e o animalesco primitivo instinto dos homens das cavernas se aflorando num mundo pretensamente chamado de civilizado, em pleno início de século XXI. É certo que com o passar dos anos e os muitos milhões aportados em clubes e seleções, esse aspecto acabou quase posto de lado, mas não se pode ‘arreganhar as pernas’ demais para tudo o que acontece de errado dentro das quatro linhas, disfarçados de superação, vontade, malandragem, esperteza, jeitinho ou outro nome. Estava mais do que na hora da FIFA intervir, impor um justo e razoável limite e usar de um rigor explícito para impedir coisas ainda piores. Pena ela ter de adotar esse exemplo na maior vitrine que é a Copa do Mundo de Futebol e com um reconhecido ídolo internacional que não soube agir como tal! Que agora todos reflitam e entendam: quem se expulsou do torneio, foi o próprio atleta, que conscientemente ou não, achou que poderia sair impune de um abominável e bizarro lance perante quase quatro dezenas de câmeras de tevês o circundando. Um erro disciplinar num ambiente bastante controlado para se evitar aberrações e equívocos nas decisões de árbitros, mas que também serve para vigiar o modo de agir dos jogadores envolvidos na partida. Além do mais, morder não é recurso lícito dentro de nenhuma modalidade esportiva! Que todos os uruguaios se envergonhem do ato de seu compatriota e o questionem com muita severidade do motivo desse inominável gesto se repetir por tantas vezes ao longo de sua carreira (AFC Ajax, Liverpool FC e duas vezes defendendo a sua própria seleção diante da Itália, tendo o mesmo Giorgio Chiellini como vítima, em ambas, 2013, pela Copa das Confederações e 2014, pela Copa do Mundo). Por último, tenho a plena certeza de que fosse Diego Lugano ou Diego Godín – até então, os dois capitães ‘celestes’ desse Mundial no Brasil – a vítima do mesmo ato cometido por um adversário, eles não se pronunciariam da mesma maneira como o fizeram pelo seu companheiro de equipe. Que o tempo de punição estipulado a LUIS SUÁREZ se torne benéfico e o ajude a mudar sua mentalidade e atitudes, fazendo-o melhor, mais equilibrado e competitivo daqui para frente.

  • Fabrício Carvalho

    Excelente texto Tironi! Palavras exatas para um problema complexo: o maniqueísmo de nossa sociedade. Só existe o bem e o mal. Para a maioria das pessoas é assim.
    Critérios! Faltam critérios à FIFA! O que machuca mais, uma cabeçada, uma entrada violenta, ou uma mordida??
    Não estou defendendo o indefensável e absurdo ato (pela terceira vez, pra piorar), mas só tentando, como você, colocar as coisas mais próximas possíveis do seu lugar…
    “O ato: uma falta violenta pode destruir a carreira de um jogador, mas uma mordida tem um componente selvagem assustador. Assim como uma cusparada tem um componente moral embutido. Assim, ver um humano morder o outro é como ver o lado mais animal florescer. Isso certamente faz a opinião pública ficar aterrorizada à espera da punição exemplar.” Muito boa essa parte

  • SHAOLIN

    Tem mais é q punir, a Fifa tem q dar exemplo. É lógico q o Fred achou exagerada a punição, em q time ele atua??? Se não sabem é no, super beneficiado pela justiça desportiva , o Flutapetão, meus amigos. Acho que queria q o gringo pagasse a punição em cestas básicas, la não disso não, cestas básicas é pr pobre…lá é padrão Fifa.

  • Ivete

    Concordo, tinha que ser punido, mas, de jeito nenhum por um Tribunal de Exceção. Que se puna também os erros de arbitragem que mudam um jogo e os cartolas dada Fifa que como sabemos estão mergulhados num mar de lama. Iba-DF

MaisRecentes

Erros de arbitragem têm pesos diferentes em rodadas diferentes



Continue Lendo

Esqueça o fair play



Continue Lendo

Corinthians já tem o diagnóstico, mas ainda não encontrou a cura



Continue Lendo