Basta um advogado competente para travar o futebol brasileiro



A confusão em que se transformou o futebol brasileiro mostra como o nosso sistema judiciário esportivo é inseguro e cheio de falhas.

Para se jogar uma imensa sombra de incerteza sobre como será o Campeonato Brasileiro de 2014 não foi necessário muito esforço. O que o STJD decidiu no julgamento (tirar quatro pontos de Flamengo e Portuguesa por escalação irregular de atletas) não sobreviveu na Justiça comum a um bom advogado, preciso em sua argumentação. Daniel Neves entrou na 42a Vara Cível de São Paulo com um pedido de liminar e saiu com ela debaixo do braço horas depois no começo da noite de sexta-feira. Assim, a Lusa passou o fim de semana na Série A e o Fluminense foi de volta para a Série B.

Esta liminar pode cair, outras podem ser aceitas e o caso pode, no limite, ir para no STJ (Superior Tribunal de Justiça), como se ele não tivesse mais o que fazer do que julgar o resultado de um campeonato de futebol.

Diante do caos instalado, surge a oportunidade de se discutir a Justiça desportiva brasileira. O caso Lusa mostrou que o STJD é um órgão muito menos poderoso do que ele mesmo imaginava e suas decisões muito menos sólidas do que se supunha.

Se o futebol brasileiro regrediu em anos com o caso Lusa, que o lado bom disso tudo seja ao menos a rediscussão de nossa Justiça desportiva.



  • luis de souza

    Como disse um grande especialista em Direito Esportivo, no Domingo após o Flamengo ter escalado o André Santos no sábado, todo mundo esportivo sabia que Fla ou Flu cairia para série B e todo mundo jurídico sabia que o Fla cairia em caso de vitórias do Coritiba e do Flu. Aí no Domingo a Portuguesa coloca o Hérveton no final do jogo. Para bom entendedor ponto e vírgula é letra.

  • Junior

    Pelo visto vem nova reviravolta por aí, já que o extrato da conta do celular da esposa do advogado Osvaldo Sestário confirmou o contato com o diretor jurídico da Portuguesa. A questão é: qual o conteúdo dessa conversa? Foi realmente falado em dois jogos ou apenas um? Não teria sido mais prudente deixar o Héverton de fora do que contar com a incerteza?

    A meu ver, toda essa confusão mostra a fragilidade administrativa e jurídica do futebol brasileiro, que deve ser discutida e repensada. Independente do resultado final, que não deem as costas para essa situação.

    Fora a ameaça de greve por parte do Bom Senso FC e ameaça de processo ao Ministério do Esporte.

  • gui

    ” Posso enganar alguns tricolores durante todo o tempo, posso até enganar todos os tricolores durante todo o tempo ! Mas não poderei enganar a todos os tricolores todo o tempo …ai ! o que eu vou fazer então ? ” pensamentos de Jean off down …

  • Flavio

    o que o jornalista propõe? Acabar com o STJD? Acabar com os regulamentos? Decide os times, prepara a tabela, jogam e pronto? Quem faz mais pontos é campeão.

    Acabar com a suspensão e julgamento dos jogadores? Permitir que qualquer jogador entre e jogue mesmo estando em alguma condição irregular?

    Fácil criticar depois do acontecido. Esta regra existe há anos e em 99,99% das rodadas de todos os campeonatos foi cumprida. Agora não serve mais?

    Engraçado que uma única liminar favorável contra várias recusadas significa que a argumentação foi precisa. Poderia nos poupar de tanta desonestidade intelectual em apenas um post.

  • Ana Júlia

    O Judiciário já não toma conta de suas própias demandas e agora atende esse tipo de solicitação cujo objetivo é o de instaurar a “justiça” no caso do rebaixamento da Lusa. Para quê então existem regras? Não são para serem cumpridas. Se tal fato (escalação irregular do jogador) ocorresse na 1ª rodada não se estaria discutindo esse caso. Alguem errou – omissão? incompetência? provavelmente. Essa decisão – liminar – abre precedentes. Todas as decisões da esfera desportiva poderão ser contestadas. Sendo assim, que entreguem então ao Judiciário o comando do futebol brasileiro e que a CBF acerte suas contas com a Fifa.

  • José

    Uma ação em conjunto de todas as outras torcidas CONTRA esse clube que se julga “elite” e que não é de hoje mostrou bem sua índole. Em todos os jogos como visitante, as demais torcidas devem criar situações, sejam no transito, seja em hospedagem, seja onde for mas que atrapalhe, que impeça o fluminense chegar a tempo no local dos jogos. Todas as demais torcidas devem fazer o máximo para que esse clubinho sem escrúpulo perca seus jogos como visitante por WO. Caso consigam chegar a tempo, que em todos os estádios as bandeira sejam trocadas por “tapetes”, que haja “tapetes” pendurados por todo alambrado e que esse clubezinho que aceita e até vibra com a forma que se agarrou mais uma vez, seja vaiado do inicio ao final das partidas, por todo território nacional. Afinal, eles plantaram a fama e agora que colham, tornaram-se o simbolo máximo de podridão, corrupção, cartel, desonestidade, rasteiros, sem caráter e acima de tudo são o símbolo que Mandela derrubou, se acham arrogantemente “superiores”. Por onde andar esse clube, que se agitem os tapetes.

  • Marcos Canuto

    Na verdade basta qualquer um, isto mesmo, qualquer cidadão que NÃO TENHA O QUE FAZER, pleitear junto ao JEC – Juizados Especiais Cíveis, para pedir até a lua que irá ser formado um processo judicial, É GRATUITO, PODE SER AJUIZADA AÇÃO SEM ADVOGADO, enfim, por qualquer motivo pode ser iniciado um processo neste país, logo, neste caso da Portuguesa, certamente existirão centenas de ações e já começo a pensar que a CBF vai acabar lotando o Campeonato Brasileiro de 14 com 24 Clubes (incluindo os 4 rebaixados na 1ª Divisão). Este é o seu país!!

  • Todos já conhecem o final desse imbróglio: campeonato com 24 clubes, beneficiando Vasco, Ponte e Náutico e fim dos pontos corridos. Espero que os clubes e a CBF consultem a população ao final do campeonato para escolher qual a melhor forma de disputa.

  • Andre Pascoal

    Caro Tironi, tenho certeza que este assunto rendeu muito para a midia, num final de campeonato mesquinho e sem graça onde times grandes não exerceram em campo suas habilidades previstas tais como: São Paulo, Corinthians, Vasco, Fluminense, Internacional e outros, desta forma este assunto caiu como uma luva para vcs jornalistas terem o que falar no final de 2013 e inicio de 2014, tendo em vista que nem as contratações estão sendo atraentes, porém isso tudo, teve um preço muito alto para a sociedade, pois vimos, num ano de elição presidencial, como a midia consegue inverter fatos e manipular informações levando a população a agir em torno delas, com agressões a torcedores e tudo mais. Caro Tironi, vcs da midia prestaram um desfavor, não somente ao esporte mas principalmente a sociedade brasileira. Abç

  • Por quais motivos os clubes não criam uma Liga e se libertam do jugo da CBF e do STJD ?

  • SHAOLIN

    VIROU TODA ESSA BAGUNÇA POR CULPA EXCLUSIVAMENTE DAQUELES Q DIRIGEM O FUTEBOL BRASILEIRO, PRINCIPALMENTE A JUSTIÇA DESPORTIVA Q JULGA OS CLUBES E OS JOGADORES DE ACORDO COM A CAMISA DO CLUBE, SEMPRE PENDENDO PR OS MAIS RICOS E FORTES, SEMPRE COM PARCIALIDADE. PARA COMEÇAR A TER CREDIBILIDADE AS ENTIDADES Q DIRIGEM O FUTEBOL BRASILEIRO, DEVERIAM MUDAR SUAS SEDES DO RJ, PR QUALQUER OUTRO ESTADO OU DISTRITO FEDERAL. AGRADEÇO SE PUBLICAREM O MEU COMENTÁRIO. GRATO

  • Fabio Lacerda

    Meu caro Tironi, não basta um advogado competente para paralisar o futebol brasileiro. Bastaria, isso sim, que o STJD e a CBF parassem de fazer política com o futebol. O caso Portuguesa, nitidamente, foi para atender a interesses escusos dos bastidores da bola. Todos sabemos disso. O Flamengo foi punido apenas para dar legitimidade ao golpe que deram na LUSA. É óbvio que se fosse o próprio Flamengo o rebaixado caso os pontos lhe fossem tirados, nada disso teria acontecido. Diria o nobre procurador do STJD, como disse quando Fluminense foi campeão em ano anterior, “… o resultado de campo deve prevalecer. Não haveria clima para mexer no resultado do campeonato….”. São os famosos dois pesos e duas medidas…. Ademais, como respeitar um Tribunal cujos auditores aparecem com camisas dos clubes de coração e julgam os casos que beneficiam os próprios na maior cara de pau.. Advogados que atuam no Tribunal tirando fotos ao lado de jogarores, enfim uma verdadeira babel…. Dessa forma, não há como respeitar um organismo viciado e tendencioso. Além disso, que já não é pouca coisa, a CBF ainda desrespeita o Estatuto do Torcedor. Vários renomados juristas já atestaram a falha. Lembra-se do caso Gama de 1999. O adovogado daquele caso, Dr. Paulo Goiaz, disse que a defesa dele baseou-se no Estatuto do Torcedor e que até hoje as suas liminares não foram cassadas apesar da intensa briga da CBF. Resumo da ópera: o caso Portuguesa ainda vai render muitos atos. Será um dia de liminar concedida e um outro de liminar cassada… O campeonato de 2014 já foi para o lixo….. Parabéns à politicagem e obscuridade da CBF e STJD!

  • Lembra do Gama ? Agora o Fluminense entra na Justiça Comum com uma ação semelhante e pronto, o Flu é mais uma vez satanizado pela mídia e os grandes culpados por essa situação, Flamengo e Portuguesa, serão tratados como os injustiçados !

  • gilson luiz

    Boa dia, semana passada estava no Rio e gosta de assitir o programa onde o Tirone participa e lá pela tantas me entra uma pessoa que estava participando da mesa e fala uma tremenda idiotice e acreditando em papai noel,pois esta pessoa que deve ser paulista pois são eles que estão esta polemica toda,pois estão utlizando a mídia para isto e dizendo que o Fluminense não deveria assumir o lugar da Portuguesa eu gostaria de dizer este senhor que a Portuguesa foi quem cedeu o lugar delas ao Fluminense,pois quem escalou um jogador irregular não foi o Fluminense e Flamengo,agora vocês são jornalistas de São Paulo e vocês sabem muito bem que houve corrupção na Portuguesa com Flamengo e seu Presidente esta por trás,agora Advogado do Flamengo entra com ação em São Paulo a troco de que se ele não vai cair,claro que o Flamengo esta por trás dessa armação toda,como sempre um Clube grande metido em armação e pagando a Portuguesa,agora o Flamengo que não abra seu olho pois a Commebol vai caçar o Flamengo na Libertadores e a CBF também,depois vai dizer que não sabiam de nada.

  • Se os amantes e cultuadores das obscuras normas, do campeonato brasileiro série A do CBJD, OSTENTAM QUE OS CLUBES INTERESSADOS SERÃO SUFOCADOS POR NORMAS DO “PADRÃO FIFA”, O ESTATUTO DO TORCEDOR É CLARO QUE DEVE HAVER PUBLICAÇÃO DAS DECISÕES DE JULGAMENTO ARBITRAL, O QUE NÃO HOUVE O CASO VERTETNE.
    Não se imiscuiu o culto magistrado em decisão administrativa, senão impôs controle de legalidade sobre o rebaixamento da Portuguesa e da retirada de pontos do Flamengo por falta de divulgação do resultado do julgamento no site da desastrada ou mal intencionada CBF.
    Ademais, com essa “cariocada” é de se indagar senão há interesse da mídia eletrônica em ver rebaixada a Lusa no lugar da agremiação carioca – o vezeiro Fluminense em virada de mesa, que agora se valeu de ações de auditores do STJD.
    Finalizando, se acharem que os clubes se dobrarão ao “PADRÃO FIFA” aceitando o resultado do julgamento impugnado judicialmente de modo a frustrar os torcedores, não se esqueçam o poder que o tem o povo pelas redes sociais.
    Não temem que poderá haver um esvaziamento dos estádios e desligamento em massa de televisores durante transmissão de jogos da CBF. Afinal, quem faz o espetáculo são os jogadores que estão sempre amarrados a essa patética estrutura administrativa; mas, torcedores que pagam ingressos nos estádios e, na maioria, ficam diante da televisão.
    Acha que torcedor é trouxa! Frustem as decisões judiciais com chantagem punitiva do “PADRÃO FIFA”, QUE MILHARES DE TORCEDORES DE TORCIDAS, DIVERSAS E CONTRÁRIAS A ESSA MANOBRA, IRÃO AS RUAS MANIFESTAR E DEIXARÃO DE FREQUENTAR OS JOGOS DA CBF (COPA DO BRASIL E BRASILERÃO 2014).
    QUEREM PAGAR PRTÁ VER? TENTEM!

  • joao

    Tricoletes , paguem a segunda divisão………….

  • Lopes

    Melhor do que ver a justiça sendo feita, mesmo que temporariamente, é ver os torcedores do FLORminense tentando alegar legitimidade, alguns até arrotando no “advogues” , com um bairrismo nem um pouco velado.
    O que esses “justiceiros” não entendem é que a questão não é a Lusa, em questão um time Paulista, mas a “justiça” tendenciosa da CBF e STJD, não é que seja carioca, mas percebe-se claramente a presença de TORCEDORES do FLORminense tomando as determinações, independente das leis vigentes no país.
    Querem “justiça”, mas se esquecem das VIRADAS DE MESA ANTERIORES, fico curioso para saber o que esses torcedores tem a dizer sobre isso, foi “justiça”? Foi correto? Foi ÉTICO?
    Clubes de muito mais expressão e torcida que o FLORminense, como Grêmio, Corinthians, Palmeiras, Atlético Mineiro caíram e subiram COM DIGNIDADE, seguindo os regulamentos vigentes.
    Vamos usar como exemplo o Corinthians, caiu, foi demolido pela crítica, voltou DENTRO DO REGULAMENTO, repensou seus conceitos e conseguiu uma Libertadores e Mundial.
    Agora, o FLORminense, clube “grande” (na minha modesta opinião é um clube MEDIOCRE), que ostenta em seu currículo três VIRADAS DE MESA e uma SÉRIE C.
    Torcedores do FLORminense, podem xingar, esbravejar, entrar na justiça, bater, ameaçar jornalistas, MAS ISSO NÃO MUDA O FATO DE VOCÊS TORCEREM PARA A MAIOR VERGONHA DO FUTEBOL BRASILEIRO.

  • Rlima

    Hoje o presidente do Flamengo deve evitar entrevistas.

    Um advogado (ou ex advogado recente) do clube, o Dr. Luiz Paulo Pierucetti Marques, ajuizou ação na justiça paulista, obtendo uma liminar que devolveu os pontos ao time da Gávea.

    O Dr. Luiz Paulo é – ou foi recentemente, mas já no período da atual gestão flamenguista – advogado do clube em pelo um menos um processo, esse daqui 0072000-27.2003.5.01.0038, que tramita na justiça do trabalho do Rio de Janeiro e que pode ser conferido aqui http://www.trt1.jus.br/consulta-processual.

    É evidente que quando – e se – perguntados, os dirigentes rubro negros irão dizer que não sabiam de nada, que qualquer torcedor poderia ter entrado com a ação, que isso, que aquilo. Farão cara de indignados e todas as outras acrobacias para provar o improvável, como vêm fazendo desde os tempos das papeletas amarelas.

    Mas o fato, incontestável, é que nem uma criança de colo acreditará que um advogado do (ou que já trabalhou para) clube, com vínculos no mínimo recentes com a diretoria, por conta própria, num ato de heroísmo, tentaria, sozinho, a devolução dos pontos.

    Poucas classes profissionais – até por conhecer os desdobramentos de suas atividades – têm o cuidado que têm os advogados na lida com os interesses de seus clientes. Nesse caso, que pode envolver até a FIFA e paralisar o futebol brasileiro, o cuidado é redobrado.

    Conheço pessoalmente o Dr. Luiz Paulo – é irmão de um amigo que inclusive advoga em vários processos para o Flamengo – e posso assegurar que trata-se de um excelente advogado. Beira o impossível acreditar que faria tudo sem consultar o clube para o qual, na melhor das hipóteses, prestou serviços até menos de um ano atrás.

    Botar um advogado que defende os interesses do clube para ajuizar a ação na justiça comum é ainda mais improvável que botar um jogador suspenso na última rodada.

    Mas parece que o Flamengo conseguiu fazer as duas coisas em menos de um mês.

    Espero que a CBF apure o caso, entenda que a relação advogado x cliente não comporta falta de comunicação entre as partes em matéria tão crucial, que no caso pede exatamente a devolução de pontos perdidos pelo clube (que é o único interessado), e tome as medidas punitivas necessárias.

    Cadê a imprensa que não divulga esses fatos ?……….

  • Rlima

    Torcedor do Botafogo, Flávio Zveiter garante isenção

    Publicado em 12 de janeiro de 2014 às 20:26
    Flávio Zveiter diz que time não faz diferença na hora de votar
    Flávio Zveiter diz que time não faz diferença na hora de votar

    Depois da decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) punir a Portuguesa e o Flamengo com a perda de quatro pontos no Campeonato Brasileiro por conta das escalações irregulares de Héverton e André Santos, respectivamente, muito se falou em ligações e benefício com o Fluminense. Questionado sobre qual time torcia, Flávio Zveiter, presidente do STJD, não titubeou:

    – Botafogo, apesar de a imprensa ter dito que eu era Fluminense (risos).

    Zveiter, porém, garante isenção e que seu voto seria o mesmo se envolvesse o Botafogo.

    – Não mudaria nada. Auditores vascaínos votaram contra o Vasco. Isso não influencia – comentou.

    Fonte: Extra Online – Autor: Rodrigo Mendes

  • Rlima

    Se torcedores de Flamengo e Portuguesa conseguiram liminares obrigando a CBF a devolver quatro pontos a ambos os clubes no Brasileiro, Flávio Zveiter aposta que as mesmas serão cassadas em breve. Para o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), afirma que a punição aos dois pelas escalações irregulares de André Santos e Héverton, respectivamente, foram acertadas.

    – Qualquer liminar vai ser cassada em segunda instância. Tenho certeza de que a decisão do tribunal foi correta. Se a Justiça comum puder rever o mérito da desportiva, estará permitindo que se questione qualquer coisa. Imagina se o torcedor começa a pedir liminar para anular partidas por causa de erro de árbitro. Se você levar para o judiciário, o Campeonato acaba. Uma ação na Justiça, no Rio, leva cinco anos. Em São Paulo, leva dez. A Justiça desportiva foi criada por isso – disse, defendendo a decisão tomada na esfera esportiva.

  • Rlima

    Mais uma vez o protegido da imprensa se envolve descaradamente e a imprensa “marron “,se cala

    Autor da ação que deu origem a uma liminar, expedida pela 42ª vara civil de São Paulo, que devolveu os pontos ao Flamengo, o advogado e sócio do clube da Gávea, Luiz Paulo, negou qualquer participação do Rubro-Negro iniciativa.

    — O Flamengo não participou de nada. Não pagou os custos, não distribuiu as iniciais. Fiz tudo por conta própria. Eu que arquei com os custos e distribuí… E a mesma coisa em relação ao meu irmão. Adoro ele, mas não tem nada a ver comigo e com o que eu faço — defendeu-se Luiz Paulo, que admitiu alívio com a decisão da Justiça.

    Se a Fifa entender que houve participação do Flamengo na ação, o clube da Gávea poderá ser excluído da Libertadores da América e/ou do próximo Brasileirão da Série A.

    Nenhum setor da ” imprensa ” divulgou esse pequena informação “….

    O problema não são as leis, o grande problema são vcs da imprensa,causa-me nojo……

  • Ademir Santino de Lima

    Além da incompetência do Juiz houve má fé do advogado, pois ele pode até ser torcedor do Flamengo, mas, também é prestador de serviço a esse clube.
    Na verdade o maior culpado desse imbróglio foi d maioria dos “profissionais” da imprensa, que comprou a briga da Portuguesa, esculachou o Fluminense e blindou o Flamengo, o real vilão dessa estória.

  • Cristiano de Freitas

    Sou tricolor mas numa boa…
    Maldito André Santos, ou melhor, maldito idiota que o escalou.
    Malditos Framengo, Lusa, etc…
    Essa p…toda já encheu o saco.
    Antes nada dessa m…tivesse acontecido e o Flu ganhando a série B com um pé nas costas, sem essa encheção de saco toda.
    Mas pelo menos essa confusão toda causada pelo fra e a Laranlusa serviu pra mostrar que as leis e sua aplicabilidade deve ser urgentemente rediscutida e principalmente, o quão vil, parcial e antiética é a imprensa esportiva desse país.

  • GILDEMAR LIRA NAZARIO

    Nunca tanto florminenses tão nervosos como hoje, tá perigoso alguns serem infartados de tanto medo de ter que pagar aquela virada de mesa agora, sossega mulambada, vocês vão conseguir continuar na primeirona, os Homens dos acertos dão jeito nisso

  • Ivan Mello

    O advogado pode ser competente mas o Juiz ?!???
    O STJD não é Superior (Supremo Tribunal) se não,às suas decisões não caberiam recursos !!!!
    De “picaretas” o Brasil está cheio.
    Isso é que é virar a mesa !!!!!

  • Arnaldo

    Todo órgão de justiça tem por obrigação divulgar(publicidade-tornar público) sua decisão quando julga uma ocorrência. NÃO É obrigação de quem está sendo julgado IR consultar o resultado do julgamento. Esse órgão julgou algo e NÃO PUBLICOU em tempo hábil. FIM DE PAPO. Por pura incompetência dessa instituição a Portuguesa tem seu direito garantido. A punição automática, de um jogo ela cumpriu, a punição dependente de julgamento(que poderia ser absolvição, multa, suspensão por mais e uma partida etc) ela aguardou o comunicado até as 18:00 horas e nada lhe foi enviado. Para que servem os oficiais de justiça ? Para localizarem e comunicarem o cidadão sobre algo que ele se encontra envolvido. O mesmo deve ser para casos desportistas, deveriam ter comunicado a Portuguesa do resultado do julgamento. O stjd (em minúsculo que é o que lhe convém) foi, parcial, tendencioso e incompetente ao não publicar sua decisão. A sigla correta é : stjdc superior tribunal de justiça desportiva carioca. Só será levada a sério, assim como a cbf quando sair do rio e for para Brasília-DF, que é o local apropriado.

  • Julio

    Sou palmeirense e tô adorando toda essa encrenca criada pelo STJD e pela CBF. Não estou enganado não, foi o STJD que causou toda essa confusão ao não ser imparcial ao longo de sua podre história. As denúncias sempre tiveram alvos certos e os times protegidos ou não são denuciados ou tem penas abrandadas, ou alguém acredita que se fosse apenas o Flamengo o envolvido haveria alguma denúncia ? E o pior e ler jornalistas que eu considerava sérios dando razão ao julgamento da Portuguesa, ora vão lamber sabão! Oxalá fosse extinto esse cabidão de empregos da CBF que é o STJD ou melhor quem sabe seja extinta também a CBF, com certeza os clubes estariam melhor. sem esses entes nefastos.

  • pwagnerbr

    De tudo o que foi dito nos comentários deste blog, tira-se 2 conclusões:

    1. Como tem advogado torcendo pro FluminenC;
    2. Qualquer que seja o resultado desse imbróglio, só haverá dois derrotados: o futebol brasileiro, pela lambança que foi feita para beneficiar um clube; e o próprio FluminenC, que virou alvo de chacota, desprezo e ódio de qualquer torcedor que não seja tricolor carioca. Uma verdadeira “Vitória de Pirro”.

    E para os advogados torcedores do FluminenC, existe um pequeno detalhe que raramente foi levantado nessa história toda. Na Justiça, para se fazer um julgamento minimamente decente, deve-se ter em conta a razoabilidade e a proporcionalidade na aplicação da pena. Punir um time que escapa do rebaixamento em 38 rodadas de um campeonato por conta de um jogador reserva que participa de 10 minutos de um jogo que não valia absolutamente mais nada em quatro pontos, causando, aí sim, o rebaixamento desse time, na minha modestíssima opinião, é um pouco demais. E os torcedores do FluminenC deveriam ter vergonha de se beneficiar, ainda que “indiretamente”, dessa história. Que tivessem tido competência para se salvar em campo, coisa que não tiveram nas mesmas 38 rodadas que duraram o campeonato (oficialmente). Só que isso ainda vai dar muito pano para manga….Triste futebol tupiniquim!

  • Arlindo

    Brasileirao, maior campeonato desorganizado do mundo, isto e historico, regulamento exdruxulo,
    Justiça desportiva bairrista, nível técnico horrível, torcedores que não sabem perder, torcidas criminosas, estádios verdadeiras arenas, ao pé da letra, pior que as arenas romanas, no Brasil, futebol, vale mais que saúde, educação ou segurança, qualidade de vida para o brasileiro uma banana, se fosse feminino com troca de camisas ao final da partida até seria interessante, agora discutir, criar contendas, bater, matar, trucidar, por causa de duas dúzias de babacas bem pagos, por causa dos idiotas igual a vcs que aqui discutem de forma muito ignorante, com a visão toldada pela ignorância, alimentados pelo bolsa família, discutam e prometam para si mesmo que cada um quer ser uma pessoa melhor, mais culta, que tem sonhos a serem alcançados, deixem este paixão doentia, aproveitem estas energias para progredirem, para se tornarem verdadeiros cidadãos, e que desejam um Brasil mais justo e mais fraterno, acordem seus alienados….

  • É MUITO SIMPLES, SÓ SEGUIR O QUE ACONTECEU DENTRO DE CAMPO. MAS OS CARIOCAS QUISERAM PREJUDICAR A LUSA, AÍ NÓS TORCEDORES DE TODOS OS CLUBES ESTAMOS INDIGNADOS E IREMOS ATÉ AS ULTIMAS CONSEQUENCIAS PARA QUE ESSA “IMORALIDADE” NÃO IMPERE.

  • Roberto Dias

    Mesmo que a liminar caia, por haver interesses difusos e coletivos em jogo, certamente o Ministério Público de São Paulo proporá a ação cabível (a sua legitimidade é indiscutível) …. isso se antes não for assinado uma termo de conduta entre STJD, CBF e MP para manter PORTUGUESA na série A (os argumentos jurídicos para este clube são bem mais consistentes do que os do FLAMENGO – em que pese também existam) ou não rebaixar ninguém! Parabéns Tironi pela matéria … acho que chegou a hora de repensarmos o futebol brasileiro: a Lei Pelé não deixa os clubes revelarem talentos, pois não há meios jurídicos seguros para segurá-los até a profissionalização! Façamos uma autocrítica verdadeira – a quanto tempo o futebol brasileiro não revela talentos em quantidade? Há quanto tempo não temos uma SELEÇÃO, quiçá um misero time? Pelos idos de 90, formávamos três, quatro seleções …. hoje, tá osso assistir CAMPEONATO BRASILEIRO … e para brindar a bagunça, ainda tem a tal da JUSTIÇA DESPORTIVA

  • jota

    Leiam no uol de ontem depoimento do Dr. Ives Grandra Martins, contra punição da lusa.Ele não sabe nada né?

  • Valdir P.Ferreira

    A liminar pode até ser cassada pois certamente será uma vara do rio que vai fazer isso, no rio tudo pode até julgar um réu e lhe atribuir a pena máxima mesmo o réu “Portuguesa” no seu erro não tenha cometido a falta para benefício próprio nem tampouco para prejudicar alguém, para os desavisados, a Portuguesa com os 48 pontos não corria risco algum. Os membros do STJD são inteligentes demais para “não” assimilar o fato e nos seus julgamentos parciais arrancou os quatro pontos da Portuguesa para beneficiar um time Carioca. Fico imaginando e até duvidando se fosse o contrário… se o resultado do julgamento seria o mesmo. A confusão está feita, pra mim um caso de polícia, alguém errou e o causador do erro tem de ser punido. Tem que investigar: a CBF que fez a denúncia, o STJD que suspendeu o atleta por mais um jogo numa sexta feira, o advogado que representou a Portuguesa e tinha relações com o fluminense, a CBF de novo o motivo pelo qual não lançou no site a suspensão do jogador, a portuguesa, todos responsáveis pelo departamento jurídico e futebol e o presidente, o fluminense e o flamengo que tinham interesse maior no erro da portuguesa. E alguém tomar uma atitude mais radical, tirar esses órgãos do rio, Rio é até uma cidade linda mas, é bandidagem demais!

  • Matheus Brito

    Só uma pergunta: quantos torcedores do Fluminense comentaram aqui nesse post?

  • Aline Olivença

    Ah! Acho que você inverteu a situação, É O JORNALISMO ESPORTIVO BRASILEIRO, DO QUAL VOCÊ FAZ PARTE, QUE É FALHO E CHEIO DE INSEGURANÇA! E a noticia de que o jogador do Flamengo jogou irregular? Vai sair da redação do LANCENET quando? Agora, Tironi, a Justiça Desportiva do Brasil é insegura e cheia de falhas? Sinto um cheiro de parcialidade! Na verdade é um FEDOR! Falácia sua, o STJD cumpriu exatamente o que dele se esperava, e tenha certeza, que depois destes JUS SPERNEAND generalizado, as decisões que somaram 13 a zero, vão prevalecer, caindo essa liminares fajutas, uma a uma. Mais ainda, punições exemplares, e serie D. Tironi, você deve estar acompanhando JUNIOR VANUCCI que diz ter um vídeo do Heverton confessando ter sido escalado por DA LUPA, e o Coronel Paulo Ricardo Paúl postou no twitter que o caso agora é na esfera policial. Vai perder este furo? Perdeu o da falha do framengo!

  • valmir

    a liminar foi conseguida por um torcedor, através do estatuto do torcedor, então não precisa do clube para seguir em frente, se o cara não pipocar e levar a ação até o fim, ou a cbf coloca o flu na 2ª divisão ou consegue um acordo ou não terá campeonato, porque vai ser ruim de do torcedor perder essa causa, é direito de consumidor e o estatuto do torcedor foi criado pra garantir direitos dos consumidores de futebol, é como o estatuto do menor, o menor mata, rouba faz o diabo e não acontece nada porque a lei está do lado dele, só que caso do torcedor é algo positivo.

  • Saudações tricolores!
    Não sei se o advogado é realmente competente. Mas o juiz, este sim, é muito incompetente. O estatuto do torcedor não foi ferido pelo STJD. O ESTATUTO DO TORCEDOR cuida, como diz o nome, do torcedor. Um torcedor se sentiu prejudicado (sim, ele, torcedor), porque o site da CBF não divulgou uma suspensão. Realmente não vejo como isso pode ou não prejudicar um torcedor, mas vamos seguir o raciocínio. O juiz pode até ordenar uma indenização ao tal torcedor, se ele entender que esta não divulgação no site prejudicou o torcedor. A CBF, se culpada, que indenize o cara, correto Tironi? Isso nada tem a ver com devolução de pontos, com tabela, com nada. Se o julgamento ´baseado no ESTATUTO DO TORCEDOR, que cuide do torcedor. O torcedor/advogado tentar este argumento, vá lá! Agora pense nas críticas dos colegas do juiz bombando a caixa de email dele.
    Outra ironia, que me deixa ainda mais confiante: A liminar saiu na sexta feira, e o nosso amigo não esperou até segunda feira para comemorar, como o despacho do juiz quer nos fazer entender. Eu, por exemplo, só aceito à partir de segunda feira! Obrigado Tironi pelo seu blog

  • Geraldo Santos

    A melhor coisa que poderia acontecer era este tribunal ser extinto , lembram no ano passado quando um membro deste mesmo tribunal que é um Flamenguista sabido e declarado denunciou e tirou o Ronaldinho Gaúcho de um jogo do Atlético por puro capricho !!!! Toda a ajuda dada ao mesmo Florminense para ganhar o brasileirão !! Extinção e moralidade já !!!!!

  • jaques

    Qual é TIRONI!!! Agora você é o MAURO CÉZAR PEREIRA da vez? A PORTUGUESA deveria ir para a QUARTA DIVISÃO do brasileirão. Investigado, o clube e dirigentes seriam tomados por investigações POLICIAIS. Algo aconteceu, e no mínimo a LUSA beneficiou o FLAMENGO. Deve ter se prostituído. Mas, eu continuo achando que a própria imprensa e as TVS sabem que ninguém acompanha os atuais campeonatos brasileiros sem graça como antigamente, pois 15 clubes todos os anos só entram para participar… não disputar título, e ultimamente com 10 rodadas de antecedência já sabemos o campeão, como foram com o FLUMINENSE e agora o CRUZEIRO e PALMEIRAS (na segundona). Chega de PAPO-FURADO, ninguém aqui usa FRALDAS.

  • Luiz Oliveira

    Além disso, não haverá guerra de liminares, pois não há fundamentação jurídica suficiente nas ações que foram agraciadas com as liminares. Uma simples análise a respeito das mesmas fará com que elas sejam tornadas sem efeito…

    Além disso, três coisinhas para que possamos analisar:

    1) O próprio Estatuto do Torcedor, no artigo 9º, parágrafo 5º, prevê que:

    “É vedado proceder alterações no regulamento da competição desde sua divulgação definitiva, salvo nas hipóteses de:

    I – apresentação de novo calendário anual de eventos oficiais para o ano subseqüente, desde que aprovado pelo Conselho Nacional do Esporte – CNE;

    II – após dois anos de vigência do mesmo regulamento, observado o procedimento de que trata este artigo.”

    Ora, não punir Flamengo e Portuguesa pelas escalações irregulares de André Santos e Héverton é descumprir o regulamento da Série A e o CBDJ. Nesse sentido, as liminares que fizeram com que os pontos retornassem aos dois clubes punidos pela Justiça Desportiva infringem, de forma muito clara, consistente e indiscutível (ao contrário dos artigos da mesma lei utilizadas como respaldo para o provimento concedido às ações liminares) o Estatuto do Torcedor.

    2) Não é, no mínimo estranho, que um sócio e advogado do Flamengo, residindo no Rio de Janeiro, tenha dado entrada numa ação na 42ª Vara Cível de… São Paulo? E olha que o Flamengo tem sede no Rio de Janeiro, a CBF e o STJD tb…

    3) Quem conhece minimamente os procedimentos atinentes ao Poder Judiciário sabe que é, praticamente impossível, especialmente numa cidade imensa como São Paulo, que duas ações semelhantes, com interessados diferentes e de estados diferentes, sejam protocoladas no mesmo dia e na mesma Vara Cível. Além disso, as ações foram “sorteadas” para serem julgadas pelo mesmo magistrado. Isso é quase impossível de acontecer, pois há uma divisão regulamentar dos processos no Judiciário que não permitiria isso…

    É, minha gente. Essa virada de mesa terá pernas curtíssimas… INVESTIGAÇÃO JÁ!

  • Antonio

    Não foi preciso um advogado competente mas sim um Juíz incompetente. Código de Processo Civil- Art. 6º Ninguém poderá pleitear, em nome próprio, direito alheio, salvo quando autorizado por lei.

  • Nelson

    Sabe que está errado nesta história toda são os outros 18 clubes que cumpriram o regulamento e esses dois Fla e lusa que são um primor de organização deviam receber a premiação do campeão Cruzeiro por sinal campeão com muita justiça.

  • Luiz Oliveira

    Meus caros, a mídia é a grande vitoriosa e a grande derrotada nessa história. Ela distorceu os fatos. Ela omitiu informações. Ela arrumou um vilão artificial. Ela arrumou um mocinho tão artificial quanto. Foi a mídia tb que omitiu de quase todas as discussões o fator Flamengo. Com sua campanha virulenta, a mídia contribuiu significativamente para que mulheres, crianças e idosos sejam ofendidos apenas pelo fato de vestirem a camisa do Fluminense, clube para o qual torcem…

    Pessoal, a verdade é que nenhum poder foi tirado do STJD. As liminares não decidem nada, apenas garantem um direito presumido àqueles que a requerem. Em alguns dias, Flamengo, Portuguesa e CBF serão chamados a juízo. Os clubes, então, deverão informar se aceitarão ou não os benefícios relacionados ao que as ações requerem (o retorno dos quatro pontos na classificação final do Brasileiro de 2013). Caso façam essa opção, tomarão parte nas ações – na condição de terceiros interessados e beneficiados e… SERÃO SUSPENSOS PELA FIFA! Caso semelhante ocorreu com o Inter-RS em 2006, quando um torcedor colorado obteve uma liminar na justiça que anulava os resultados dos 11 jogos que haviam sido remarcados e mantinha os resultados anteriores, fato que garantiria o título ao Inter-RS. O Inter-RS se declarou como desinteressado pela ação e ela foi extinta. O resto, sabemos. Colorado campeão da América e mundial em 2006…

  • Paulo Teixeira

    Discordo quanto a insegurança e fragilidade da nossa justiça desportiva. Pelo contrário, nos últimos anos, ela vem trabalhando com a celeridade que o esporte requer e suas decisões tem sido acatadas normalmente gerando, na minha opinião, um contexto de tranquilidade, de legalidade e de continuidade das competições. E não só no futebol. Que sempre há e haverá espaços para melhorias, isto é verdade, até pelas novas tecnologias que são disponibilizadas, mas o caso de exceção da Lusa e Flamengo não deve ser confundido com o caos que prevalecia antes do Código e Tribunais especialmente dedicados aos esportes. Nem se pode transferir responsabilidades, especialmente a dos clubes para a CBF. Cada uma destas instituições tem as suas e delas devem prestar contas. De resto, espero mesmo que o MP e a justiça se manifestem e não prejudiquem o calendário das competições, fortificando, assim, o a justiça desportiva. ST

  • Doalcei Santana

    Pela primeira vez eu pude ver comentários de pessoas que não se curvaram ao canhestro senso de justiça de alguns jornalistas. Poderia acrescentar muito mais coisas ao que já foi comentado, mas fico feliz em ver que agora pelo menos o autor desta matéria vai pensar duas vezes antes de tentar dizer coisas sem fundamento para agradar aos que acham que são donos da verdade. Que bela oportunidade o senhor Eduardo Tironi perdeu em ficar calado. Viver é um eterno aprendizado.

  • Barry Soetoro

    Tirroni, nao se preocupa com essas pessoas que te atacaram neste artigo; sao todos desse time da serie c (florminense) e todos falaram um bando de besteiras.

    O que vc falou foi apenas a verdade de poder acabar indo para o a justica federal. Inclusive vi uma reportagem de um ex-ministro do STF na sexta passada que disse a mesma coisa que vc e ate’ acha que pode acabar no STF.

  • Sergio Costa

    Só falta tirar a camisa para ver que veste a camisa do Fluminense Rei do Tapetão! Na verdade, “BASTA UM TRIBUNAL DESONESTO, PARA MANOBRAR O CAMPEONATO BRASILEIRO”. Esta deveria ser a chamada correta, Sr Tironi. É ridículo da sua parte, distorcer os fatos. Vc acha mesmo que vai convencer alguém com essa sua reportagenzinha??? Só se for algum torcedor flu-doente. CREDO!!!!!! Ou vc é mto burro ou não conhece regras!!!! Adivinhar o que vai ser publicado no dia sgte. ao jogo, não faz parte das regras. REGRAS NÃO É ADIVINHAÇÃO.

  • Leandro

    Qualquer liminar ganha, Fla e Lusa depois de intimados, terão que pedir na qualidade de partes interessadas, a retirada dos pedidos por temerem a sanção da FIFA (infelizmente isso ninguém fala, é melhor deixar o torcedor tentar tumultuar pra se ter noticia)
    E outra não precisou de um bom advogado, e sim um Juiz que interpretou errado, o cidadão em questão não pode pedir nada em nome do clube, ele não é representante legal, (mais de 10 processos foram extintos por esse motivo) as duas liminares vieram do mesmo Juiz, se os torcedores se sentem lesados, que processe os clubes pelo erro.
    Continuam colocando na conta do STJD, ignorando os erros amadores de Lusa e Fla, nem se fala no regulamento cumprido a risca pelos outros 18 clubes.

  • Vai ai a primeira sugestão: o clube, ele próprio ou atraves de seus torcedores(que busquem beneficios para seus clubes) que apelarem à Justiça Comum, estarão sumariamente excluidos das competições futuras ( das federações,confederações,ligas, etc). Seria um bom começo, para que se aprenda a respeitar os regulamentos com o qual todos tenham se comprometido no inicio das competições. Acho um verdadeiro absurdo alguém apelar à Justiça Comum visando reparação de suposto prejuizo em decisões de Tribunais Esportivos. Todos sabemos que nossa Justiça Comum(em função de enorme quantidade de processos de outras demandas da sociedade) estão sem estrutura em dar celeridade às decisões. Como o futebol por exemplo, poderia aguardar até 5 anos até que um processo judicial seja concluido, sem comprometer toda sua estrutura, dinâmica e desdobramentos??

  • E o Brasil de hoje virou o samba do crioulo doido mesmo e justiça que solta assassino estrupador e justiça que tira da justiça e jornalista que sabe mais que a justiça eu sou tricolor cara por mim o fluminense tinha que disputar a segunda divisao mas ai os caras erram o fluminense volta ai os comentaristas formadores de opiniao acham que sabem de tudo ate leis e so falam asneira pra que que esses caras estudaram pra burrologia me façam o favor vai ficar nesse lenga lenga ate quando se fosse outros times sera que estavam nesse alarde todo quando o corintias foi campeao em 2005 o fluminense e inter tiveram que jogar partidas novamente e o corintias nao sera que eles comentaristas ficaram tagalerando como estao hoje fluminense e inter foram muito prejudicados e o fluminense nao teve que jogar novamente e perdeu pontos que tinha ganho nos confrontos anteriores agora esses formadores de opiniao vem em jornal e tv so fala asneira achando que o fluminense e culpado pela competencia dos outros faça me o favor nao tem o que falar troquem de profissao e ja ouvi muitos juristas falarem que a volta dos pontos da portuguesa e flamengo e irregular entao logo irao caçar essas liminares um abraço a todos os tricolores

  • Pablo Arrais

    O ilustre jornalista, pelo que se vê, não dispensa uma linha sequer às várias decisões, muitas delas definitivas, prolatadas a favor da CBF pelos magistrados paulistas. No que refere as liminares obtidas pelos torcedores da Lusa e do Flamengo é preciso que se ressalte que se trata de entendimento isolado e a prevalecer a jurisprudência do próprio TJSP, referidas decisões liminares, que tem caráter de provisoriedade, serão cassadas em breve, voltando-se ao estado anterior. Registro, ademais, que não tem nada travado. A CBF, inclusive, já se articula para organizar o próximo campeonato com vinte clubes e sem virada de mesa. Por fim, resta pontuar, que a Justiça Desportiva vai muito bem obrigado e, assim, não precisa ser discutida, mas, apenas aprimorada. O que efetivamente precisa ser discutido é a atuação de parte da imprensa esportiva, notadamente do Estado de São Paulo, que tem se revelado parcial a mais não poder, fomentando o descumprimento das leis e trabalhando diuturnamente para a instalação do caos no futebol brasileiro. Isso, sim, precisa ser revisto com a urgência que o caso requer.

  • CLAYTON COSTA

    como poderao cassar mais de 200 processos do mesmo jeito ? É ai que esta o problema e no mais o erro foi da CBF que publicou a suspensao somente na segunda feira e nao na sexta antes do jogo, quer dizer que a CBF pode errar e os clubes nao ? Se a CBF sao incompetente que pague por seus erros assim como em 2005 fizeram o que bem quiseram e tiraram o titulo do Inter refazendo s[o os jogos em que o corintias nao havia ganho pontos, os demais nao foram feitos e na serie B teve os mesmos casos e nao foi feito nada. A QUEM INTERESSOU ESSAS TRAPAÇÃS ?

  • uma pergunda sr. tirone e os outros 18 clubes que cumpriram o regulamento e bom que se diaga que portuguesa e flamengo concordaram como mesmo nao colocando seus jogadores julgados na sexta para jogarem no domingo quer dizer que so a portuguesa e o flamengo podem usufruir e colocaram seus jogadores irregulares para jogar quantos jogadores foram julgados e nao puderam jogar tambem acho errado mas que seja mudado nos proximos campeonatos porque se fizer justica a flamengo e portuguesa e os outros como vao ficar eles entao agiram respeitaram o regulamento e portuguesa e flamengo nao ?

  • alvaro gonçalves kiatkoski

    Como prevalecer uma decisão de um STJD completamente PARCIAL e que levou o julgamento na brincadeira. O adv do Atlético Pr esqueceu de defender o clube e fez propaganda de um sobrinho que é advogado. Não lembro o nome do membro do STJD (meio tarado) que em pleno julgamento praticamente cantou a advogada do Vasco. ESSE STJD DEMONSTRA COM ABSOLUTA SEGURANÇA QUE O DITADO “TAL PAI, TAL FILHO” ESTÁ CORRETO. Zveiter pai e zveiter filho conseguiram tumultuar tudo no futebol brasileiro. Passou da hora de mandar esse zveiter junto com o Schmit passear

  • Muito infeliz esse repórter em sua matéria,em qualquer vara jurídica quando alguem se acha prejudicado lhe facultado o direito a recorrer,isso faz parte da democracia e não de falha desse ou de qualquer Tribunal.
    É mais uma matéria sensacionalista única e exclusivamente para vender jornal e não para informar o leitor.É a chamada imprensa marrom.

  • maira cantero

    A vergonhosa decisão do stjd não se sustenta em bases legais que sejam adotadas com seriedade.
    MAS, tendência é ser cassada a liminar e mantida indecência, mas a ela estamos acostumados,querendo ou não visto estarmos sob égide de uma cbf do seu Marin, e um stjd presidido pelo filho do já famoso Zveiter, que dali foi defenestrado, mas conseguiu inserir sua cria.
    Por não se sustentar em bases legais adotadas com seriedade e objetividade,poderá esse resultado ser cassado.Se perdurar, se se mantiver, teremos motivos para nos sentirmos um pouco mais decentes.

  • Pedro Henrique

    Eu sou procurador e advogado Julien Jacques Nery e discordo do seu posicionamento desembasado juridicamente… que a liminar pode cair… sempre é possível, no entanto, a fundamentação jurídica da decisão é quase incontestável! Foi teratológica as decisões do STJD do “juízo” a quo!

  • Melk

    Voces da a ESPN são viceralmente contra o STJD e por isto defendem que a Justiça comum decida o caso, claro em pró da Lusa e do Flamengo. Muito bem, desta forma, voces não induzem ao melhoramento do sistema, apenas drenam seus ódios. Lembrem-se , qualquer que seja o orgão substituindo o STJD sempre haverá a possibilidade de ir a Justiça comum, sempre !

  • Ricardo

    Essa liminar é uma piada, logico que será cassada, assim como todas que surgirem. O campeonato será com 20 times, portuguesa não estará nele. Simples assim. Erraram e agora não querem pagar, essa não.

  • Alex Serrano

    Discordo que “o nosso sistema judiciário esportivo é inseguro e cheio de falhas”, na realidade acredito que seja algo feito propositalmente para beneficiar times como o Fluminense no caso atual (fora 2005 e 2010).
    Esse sistema ´s como OVNI, muita gente ve, mas ninguem prova sua existência.

  • Mario

    o STJD é falido a anos e só ira mudar quando fizerem uma limpa lá , com as pessoas que dirigem a CBF não tera nenhuma mudanças ,eles amam uma confusão.

  • Julien Jacques Nery

    Parcial e péssimo jornalista. A liminar será cassada, consulte pessoas do meio jurídico antes de passar vergonha…

MaisRecentes

‘Isso aqui é Flamengo’



Continue Lendo

Treinador x Jogador



Continue Lendo

Pressão represada



Continue Lendo