Julgamento no STJD absolveu o STJD



A estrutura toda montada não foi em vão. Se já estava mais do que claro que a decisão tomada em primeira instância iria se repetir no “jogo da volta”, o julgamento de sexta-feira no STJD teve outra finalidade: absolver o tribunal dos ataques que vem sofrendo há duas semanas.

Entre citações de “O Pequeno Príncipe”, Nelson Rodrigues e elogios aos atributos físicos da advogada do Vasco, membros falaram de “ameaça de implosão do tribunal” e valorizaram as brilhantes defesas que cada um fez de seus votos. Falaram também do esforço para que as decisões tomadas sejam cada vez mais transparentes. Por fim, valorizaram a capacidade do grupo e rechaçaram opiniões de palpiteiros sem gabarito para falar sobre o assunto.

Diante de uma guerra em que os feridos foram todos, nem mesmo o tribunal esportivo foi poupado. Em duas semanas de bombardeio, vieram à tona muitas questões como a composição, a burocracia e a real necessidade de sua existência. E o STJD se defendeu na seção de sexta-feira, transmitida ao vivo por três canais de TV e um sem número de sites na internet.



MaisRecentes

A “injustiça” com Buffon



Continue Lendo

Chega de falar de arbitragem!



Continue Lendo

O juiz errou. E os outros?



Continue Lendo