A dor de cair e a delícia de voltar



Em 2007 o Corinthians caiu, passou 2008 na Série B e subiu. Poucos jogos antes de confirmar atematicamente a volta, entrou em pauta a discussão: vale comemorar título da Segunda Divisão? Roque Citadini, conselheiro e ex-dirigente do clube, foi perguntado sobre o que a volta significava. A resposta foi: “Comemorar volta à Série A é o mesmo que fazer churrasco para a chegada daquele sobrinho que acabou de sair da cadeia.” Ou seja: havia uma alegria, mas também um certo constrangimento pelo motivo pouco nobre da festa.

Em 2012 o Palmeiras caiu pela segunda vez em sua história. Passou 2013 na Série B e na partida que poderia decretar matematicamente sua volta, parte da torcida comemorou discretamente na arquibancada. Outra
gritou “time sem vergonha.” Como se fosse nada mais do que a obrigação o título da segundona.

O Vasco caiu em 2008. Alguém criou a linda frase “o sentimento não pode parar” e foi ela que embalou o time no difícil ano de 2009 na Série B. O Vasco voltou, mas não fez muita festa.

Para um gigante do futebol brasileiro, jogar a Série B sempre foi considerada tamanha vergonha que a comemoração pela volta era disfarçada. Assim foi com Palmeiras, Grêmio, Atlético Mineiro, Botafogo, Corinthians e Vasco. Um ano na segunda divisão era como ajoelhar no milho. Sair dali era apenas alívio, sem nenhum prazer.

Esses times sentiram na pele a dor de viver a Série B. Mas não se permitiram a delícia de comemorar a conquista realizada dentro de campo. Em vez de estufar o peito e falar “fui ao inferno, mas saí de
lá pelas minhas próprias forças e estou de volta”, cada um desses times preferiu falar baixinho e quase pedir licença para entrar de volta no grupo dos mais fortes.

Depois da última segunda-feira, todos os times que passaram por lá e voltaram na bola estão hoje com aquele sorriso no rosto orgulhoso de quem deu a volta por cima.



  • Rodrigo

    Acho que deveria expandir os horizontes de sua percepção, e notar que há muitos interesses conflitantes, o Flamengo ta com o dele na reta desde sábado passado, só que a mídia ta tentando esconder isso de qualquer jeito, colocando Fluminense e Portuguesa em evidência, o fato É que Flamengo escalou o jogador de seleção André Santos para jogar 90 minutos numa partida que ajudava a definir os interessados na copa sul-americana, e provavelmente as 10 horas de sábado a diretoria já devia saber a CAGADA que tinham cometido, ou seja com a classificação atualizada o Flamengo começou a manhã de Domingo com 45 pontos e 38 jogos. Ou seja já corria o risco de ser rebaixado no caso de vitórias de Fluminense e(ou) Vasco. Isso ninguém fala, ninguém se quer menciona, outra coisa é que ninguém menciona é que o “coincidentemente” a Portuguesa num jogo que começou 24 horas depois cometeu o mesmo “erro”, logo após o Fluminense fazer seu segundo gol em Salvador. Ou seja se colocando em situação pior que a do Flamengo, que um dia ANTES também escalou um jogador de SELEÇÃO irregular.

    Não precisa ser muito inteligente para saber que estamos de frente com uma das MAIORES MARACUTAIAS a história do Futebol.

    Usem o cérebro para pensar e não o intestino.

    ST.

  • Walmyr Freire

    Olá meu caro Tironi, tudo bom?

    Imagino que durante esses dias vocês jornalistas estejam recebendo um número incrível de mensagens de tricolores, não é?

    Pois, aqui vai mais uma!….rsrs

    Porém, prometo não xingar, não usar palavras que o desclassifique como jornalista. Na verdade, a minha ideia de mandar essa mensagem passa bem longe disso.

    Escrevo para você (assim como tentarei escrever para os jornalistas que mais admiro no vosso mundo, como os Kfouri, PVC, Calçade, entre outros) visando saber o que achas dessa coincidência de haver dois casos de escalação irregular de jogadores na mesma (e, por um acaso, última) rodada do Campeonato Brasileiro – Série A.

    Tironi, eu sinceramente não consegui digerir isso. É tudo muito estranho.

    O Flamengo, no sábado, colocou o André Santos. Segundo o próprio Flamengo, colocou o jogador sabendo que ele teria que cumprir suspensão de dois jogos. O que leva a crer que eles ou (1) realmente acreditavam que o que faziam era correto, ou (2) fizeram sem se dar conta até aquele momento de que o jogador não podia estar escalado para a partida.

    A Lusa, no domingo, escalou o Heverton em um jogo em que ela não aspirava por muita coisa (embora o jogo para o Gremio fosse importantíssimo, pois garantiria de fato o clube gaúcho na fase de grupos da Libertadores). Aparentemente, houve um grande erro administrativo nesse caso, reflexo do caos que é a administração dos clubes de futebol do nosso país. Bem, eu prefiro crer que houve esse erro.

    Mas seria eu muito louco em pensar em um acordo entre as altas administrações de Flamengo e Portuguesa? Tal acordo que poderia beneficiar o maior clube do Rio de Janeiro, depois de perceber tardiamente que poderia ser penalizado por escalar seu lateral de forma indevida.

    Porém, o que diabos ganharia a Portuguesa?

    Não consigo ver nada que ajudaria a instituição, porém o histórico do Sr. Manuel “da Lupa” e seus fiéis companheiros aponta que esses poderiam ser os maiores beneficiados. O Sr. “da Lupa” está saindo do cargo de presidente, deixando a Portuguesa em sua pior situação financeira da história. Foram doze anos de descasos desmandos com a instituição, apropriação indevida (seja de bens, seja de valores) e amadorismo de gestão.

    Meu caro, não estou te escrevendo para acusar ninguém sem provas. O que te peço é sua opinião sobre essas minhas elucubrações (um tanto estapafúrdias, eu sei).

    Meu time foi rebaixado porque jogou muito mal o ano todo. Administração que acreditou em um elenco enfraquecido por vendas (necessárias do ponto de vista financeiro) e contusões. Desmandos e quedas de braço entre Patrocinador e alta gerência nas decisões que envolvem contratações e demissões de técnicos ao longo do ano, além de uma pitada de azar (porém, a sorte só acompanha os que batalham por ela). Não discuto o rebaixamento.

    Não gosto da maneira como meu clube pode voltar a Série A ainda nesse ano. Sou um tricolor de 32 anos. Imagina minha adolescência torcendo para o Fluminense!!!…rsrs…Sei de toda a história do meu clube. E sei da mancha que o Sr. Álvaro Barcelos colocou na história do clube. Sei que tudo isso que tem sido escrito e falado vem de um somatório de situações que favoreceram o tricolor nesse curto espaço de tempo.

    E isso gera toda o possível descontentamento e até revolta contra a instituição. Espero que esse sentimento ruim fique focado apenas a instituição e não aos 3-5 milhões de tricolores espalhados por essa terra. Esses milhões de tricolores, julgo eu, não foram representados por aqueles 50 torcedores que estiveram na porta do STJD comemorando o “não comemorável”.

    Tironi, desculpa por essa imensa mensagem!!!

    Sei que tu não tens tempo para ler esses devaneios.

    Um grande abraço para você, para o pessoal do Lance e, principalmente, da ESPN (que sou fã, mesmo com o Antero e o Maurão….rsrs)….Bom 2014 para todos.

    Walmyr

  • Alberto Americano

    Na moral, vocês da imprensa, que pouco se perguntam sobre tudo, simplistas pra cacete, tão enchendo o saco já.

    Aí me vem o amigo colunista e fica se valendo de ironias pra sacanear um time tetra-campeão brasileiro, com 30 títulos cariocas e berço da seleção brasileira.

    Qual é o problema com a queda da Portuguesa? É o sentimento de injustiça?

    OK.

    E porque o senhor e os demais da imprensa não bradaram, não se revoltaram, com o fato do Fluminense ter caído e não o Criciúma? Empatados em número de pontos, prevaleceu o critério desempate do número de vitórias, sendo que, em campo, na boa, o Fluminense VENCEU OS DOIS JOGOS contra o adversário no campeonato.

    “Era o regulamento”.

    Ah, sim, O regulamento. Vale para eles e não vale pra nós?

    Por que os senhores, paladinos da justiça, não fizeram barulho na imprensa com o absurdo que foi o congelamento das finanças do Fluminense por diversos meses através de penalização da Receita Federal, sendo que o Flamengo estava em iguais condições e até com a dívida maior? Isso nos rendeu a necessidade de negociar jogadores importantes do clube, e nos deixou em situação de atraso de salários por 3 meses.

    Por que os senhores não bradam contra a injustiça de um time ter sido rebaixado por esse critério desempate e que, durante o ano todo, cedeu 3 de seus melhores jogadores constantemente à seleção brasileira e, com isso, perdendo-os por diversos jogos do campeonato em que foi rebaixado com o mesmo número de pontos de um rival em que mostramos no campo ser melhores?

    Tenham santa paciência. Se os jornalistas esportivos que aí estão fossem mais sérios e responsáveis, não estaria se dando essa violência contra torcedores do Fluminense que estamos vendo pelo Brasil.

    Se qualquer um desses times citados acima tivesse tido a sorte do Fluminense, duvido que estariam “com aquele sorriso orgulhoso de quem deu a volta por cima”. Que o diga o Vasco, citado acima, que entrou com recurso pra ganhar os pontos do Atlético-PR e perdeu; que o diga o Corinthians, que se envolveu em escândalo de compra de resultados em 96 e teve a bela “sorte” de não ser rebaixado por isso, como acontece em diversos países sérios; que o diga o Botafogo, que se valeu de virada de mesa na década de 80 pra entrar em campeonato que não previa quem estivesse em sua colocação e do grande Sandro Hiroshi, que jogou no 6×1 do São Paulo em cima do alvinegro com situação irregular; que o diga o Grêmio, que subiu no tapetão em 92.

    Por que você não os citou acima? Quer uma verdade conveniente pra sacanear deliberadamente um clube que o senhor teve que engolir duas vezes como campeão brasileiro nos últimos anos?

    Mais respeito ao Fluminense e seus torcedores. Não somos idiotas. Estamos de olho nas bobagens que os senhores falam, e que estão influenciando diretamente nosso direito de andar com a camisa do time do nosso coração.

  • RENE

    Pra quem é bom entendedor!!!!!!!!!!!……………Um pingo é letra!!!!!!!!!!!!!!!!!.

  • Marcão Mengão

    Meu time nunca foi, não sei como é o sentimento. Quem foi tem que me contar!

    SRN’s!

  • Ivanilde

    Texto irretocável, Tirone!

  • caio

    menos o gremio neh que voltou como 12 colocado subindo 12 ¬¬’

  • Julio Toldo

    Tironi,

    O Vasco não comemorou ? O Corinthians não comemorou ? Se você disser que – agora – a torcida do Palmeiras não comemorou, eu admito. Excetuando-se a equipe paulista, agora, todos os outros comemoraram e muito. Agora, o que boa parte da mídia deveria fazer, era indagar, por exemplo, o que levou a Portuguesa a escalar um jogador irregular, quando – sabidamente – não podia. É mais fácil (pra não dizer que é proposital) escolher um Cristo (Lusa) e um “bucha”, no caso, o Fluminense. Nossa torcida não comemorou a permanência na série A. Ao contrário, manifestou-se contra a covardia que foi feita pela imprensa no dia seguinte do surgimento da notícia da irregularidade. 90% da torcida do Flu, já sabia e não estava nem aí pelo fato de disputar a série B. Chateada sim, mas sabedora de que tudo isso foi fruto do péssimo planejamento de 2013. Somente após todas as chacotas com o clube e seu torcedor, é que resolvemos – em defesa do clube e sua própria torcida – “comemorar” o resultado do STJD. Mas isso, ninguém tem coragem de falar. Talvez nem possam e caso queriam, preferem manter seus empregos. Será que foi coincidência a Lusa escalar um jogador irregular, após, por exemplo, o Flamengo ter feito o mesmo no sábado ? Lembre-se: se o Vasco tivesse vencido – e o jogo sequer havia começado – dada a briga entre às torcidas – quem estaria rebaixado, hoje, seria o clube da Gávea. Daí, você dirá: “isso é Teoria da Conspiração”. E aí ei respondo: então a Teoria da Conspiração só vale pro Flu (o grande vilão do futebol brasileiro) ? Foi o Flu que arquitetou a escalação irregular dos jogadores dos dois times envolvidos na questão; foi a UNIMED que pagou os membro do STJD; foi o Flu – que no passado – criou o caso Ives Mendes; foi o Flu que bolou o caso “Sandro Hiroshi”, etc. Realmente, a culpa é do Flu. E, na hora que acontecer uma desgraça – por conta do ódio que está sendo implandado pela mídia das outras torcidas contra o Flu e o seu torcedor, mais uma vez a culpa será de quem ? Do Fluminense, é claro !

  • Tarcísio

    Ou você foi traído pela sua memória, ou confundiu acesso com título ou tentou alterar o passado para se tornar útil no seu texto. Por que, que eu me lembre, todos esses times comemoraram sim o acesso com festas no estádio. O Palmeiras conseguiu o acesso em 2003 no Recife e o elenco e a torcida presente (em número reduzido pelo local do jogo) comemoraram bastante. O Botafogo em 2003 voltou no Caio Martins, contra o Marília, e a torcida não economizou na festa. Corinthians em 2008 voltou em um jogo no Pacaembu contra o Ceará, com mais de 35 mil pessoas presentes e muita festa de todos. Vasco no Maracanã não preciso nem dizer, mais de 80 mil presentes. Atlético-MG fez uma grande festa também no Mineirão pela última rodada. E o Grêmio transformou um jogo de Série B, a Batalha dos Aflitos, em um dos maiores jogos da sua história. Ou seja, quando um time cai para a segunda divisão pela primeira vez (ou quando consegue o acesso em campo sem virada de mesa pela primeira vez, como foi o caso do Grêmio em 2003) e posteriormente consegue o acesso, o torcedor não tem vergonha nenhuma de comemorar, pelo contrário, é o alívio maior que existe no futebol, pois, após um ano atípico no ‘inferno’, o torcedor finalmente se sente sem aquele peso nas costas. Pode vestir a camisa do seu time e sair para a rua orgulhoso novamente, com a certeza de que tudo aquilo foi só uma fase e a grandeza do seu time está intacta e ainda mais amado por seus torcedores. Já na segunda vez em pouco tempo o torcedor fica mesmo ressabiado e já não tem tanta certeza de que aquilo não irá acontecer de novo (caso do Palmeiras em 2013). No caso do título aí a história é mesmo diferente, muitos torcedores não fazem questão nenhuma de comemorar, o que vale mesmo é o acesso. Quanto a comparação feita por vc, não tenho dúvida q muitos torcedores dos times rebaixados estão se sentindo assim nesse momento: “meu time caiu e voltou jogando bola, enquanto outros se salvam através de ‘virada-de-mesa'”.

  • André Carvalho

    Infeliz!!! Apenas isso a dizer.

  • André Carvalho

    Infeliz!!! Apenas isso.

  • MARIO

    A FPF E OS TIMES DE SP E A COMISSÃO DO BOM SENSO, DEVERIAM APOIAR A LUSA NESSE MALFADADO EPSÓDIO DE VIRADA DE MESA.TEM Q TRIPUDIAR O TIME REI DOS TAPETÕES O FLORMINENCCCC, E TOMAR MEDIDAS CONCRETAS E ENÉRGICAS, SE NÃO DA PR FAZER NADA NO TIME PROFISSIONAL, POR VÁRIOS MOTIVOS, DEVERIAM EXCLUIR O TIME JUNIORES DO FLORMINENCCC DA COPA SÃO PAULO E EM TODAS COMPETIÇÕES. TEM Q FAZER ALGUMA COISA,NÃO ADIANTA FICAR DE BRAÇOS CRUZADOS, SENÃO SAI ANO, ENTRA ANO, ESSA POUCA VERGONHA VAI CONTINUAR. HOJE FOI A LUSA, AMANHÃ PODE SER A PONTE, GUARANI, S.CAETANO, ETC..ETC…SEMPRE OS FRACOS E OPRIMIDOS.

  • Marcio Arruda

    Você falou muita verdade, mas se enganou no caso do Corinthians, a torcida compareceu desde o primeiro jogo, fez festa no jogo do acesso, fez festa no jogo do titulo, o clube lançou até DVD sobre essa conquista, foi algo que marcou positivamente a chegada de uma nova era dentro do clube, e os resultados posteriores mostram isso.

  • Rodrigo

    O que é uma bobagem, já que é uma ótima oportunidade de expurgar os próprios erros e vícios, fazer um balanço. Há males que vêm para o bem; às vezes é necessário um cola brinco pros nego sair da zona de conforto. Nada como um Tolima após o outro. Em campo, é bom que se diga.

  • Dudu

    Chega a dar nojo, ver um jornalista publicar uma matéria dessa, alfinetando o Fluminense por algo que não pediu, não cometeu e nem culpa teve, não só você mas outros jornalistas medíocres do lance insistem em por a culpa no Fluminense, cadê a imparcialidade, o que você e esses outros jornalistas estão fazendo, nada mais é do que botar pilha para que outros torcedores ignorantes e manipuláveis, agridam, xinguem e aterrorizem torcedores do Fluminense, tenham BOM SENSO nisso também, publiquem mensagens de não terrorismo contra o Fluminense, que seus torcedores nada tem a ver com isso, sejam honestos, pois tudo isso nada mais é do que CUMPRIMENTO DE LEI.

  • Sinceramente , por mais que eu me esforce , não consigo entender os que são contrários a puniçào da Lusa. Com base na legislação atual , o que você acha , efetivamente , que deveria ser feito ? Mas por favor , não responda isso com base numa legislaçào imaginária. Responda com base na legislação vigente. Vamos deixar para discutir mudanças ( necessárias , eu sei ) para um outro momento. Primeiramente vamos tratar de fatos e regras concretas . Para você , ao perceber o erro da Lusa , o procurador deveria denunciá-lá ou omitir-se ? Vou partir da premissa que você respondeu que o procurador deveria denunciá-lá , pois , não quero crer que você seja adepto da velha prática de fazer “vistas grossas” , ok ? Pois bem , a Lusa indo a julgamento , qual deveria ser a sentença , lembrando que o artigo em que ela foi enquadrada não distingui culpa de dolo ( isso é fato real e nào o ideal , lembre-se ) ? Não se esqueça de que a legislaçào dá o condenado como citado independentemente de sua presença no momento da leitura da sentença ( mais uma vez , isso é um fato real ) e , ainda , que o seu efeito , no caso de condenação , dar-se-á a partir do dia seguinte ( sendo este dia útil ou nào ). Lembre-se de que a pena mais branda foi aplicada . Abaixo do que foi sentenciado só a inocência ( não culpa ) .Lembre-se , também , que além de não haver salvo conduto para o desconhecimento das regras , outros clubes , inclusive o Fluminense , tiveram jogadores que não puderam atuar ao longo do campeonato por situações idênticas. Meu amigo , por mais injusto que possa parecer , não punir a lusa , baseado na legislação vigente , não seria um absurdo ? Não seria uma atitude que desequilibraria o campeonato ? E outra , porque atribuir culpa ao Fluminense , se não foi este clube o responsável pela denúncia ou , ainda , o responsável pelo erro da Portuguesa ? Por que ele enviou um advogado para ratificar o erro da Lusa ? Você acha que isso foi determinante para o resultado do julgamento ? Você lembra-se da coletiva de imprensa concedida pelo presidente do Fluminense , poucas horas antes desse assunto da Lusa vir á tona , em que o Peter se dirigiu a torcida , assumindo os erros do clube e dizendo que jã havia iniciado o planejamento para 2014 ? Ou você acha que tudo não se passou de uma encenaçào ? Não seja injusto . Nào acuse sem provas. E quanto a torcida do Fluminense , é justo condená-los , ofendê-los e desrespeitá-los ? Por que ? Porque uns 30 , 40 ou 50 vibraram com o resultado do julgamento ? Não sejamos hipócritas , pois brincadeiras entre torcidas é normal. Ou devemos condenar todos os torcedores adversários que estão xingando , ofendendo , humilhando e , até mesmo , ameaçando os tricolores nas redes sociais ? O que vocês paulistas estão fazendo é irresponsabilidade , já que estão induzindo leitores e telespectadores a erros . Já ouvi tantas bobagens de voces e acho que só faltou a sugestão de pagar a pena vestindo-se de palhaço.

  • Helio Gonçalves

    ??????????
    O que teve o julgamento de segunda-feira com o “orgulho” de voltar a série A?
    Você é contra o regulamento ser cumprido? Triste ver a “imprensa” brasileira chafurdando na lama.
    Bom, o que esperar de quem trabalha na ESPN, canal tendencioso e que tem por hábito faltar com a verdade.
    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará
    um grupo tão vil como ela mesma”. ( Joseph Pulitzer)”

  • Alexandre

    O Flu já foi p/ série B e série C e saiu de lá (não sei pq falam que o Flu tem que pagar a série B. No ano seguinte a conquista da série C não teve série B, para FAVORECER O Botafogo e o Gama, não o Flu. Mas ninguém fala nisso, nem os comentaristas esportivos).
    O fato é o seguinte e que mais uma vez a mídia especializada não fala: a diretoria da Portuguesa, na figura de seu pres. cometeu um erro primário ou se preferir um termo mais e voga na administração, gerenciou pessimamente a situação e acabou infringindo o regulamento. P/ desviar o foco da sua irresponsabilidade, espertamente ataca o Fluminense, como se este fosse culpado pela escalação do jogador proibido pelo STJD. A torcida da Portuguesa tem que se conscientizar que, se existe um culpado em a Portuguesa cair, esse não é o Flu, nem o advogado da Lusa, que fez o seu papel, avisou o clube, mas a diretoria da Portuguesa. Que a diretoria da Lusa sofra as consequências de seu erro.

  • Zé Carlos

    Já sabemos porque a Portuguesa foi rebaixada: A Portuguesa foi rebaixada por isto: http://esportes.terra.com.br/brasil/em-meio-a-onda-de-protestos-marin-anuncia-novo-patrocinador-da-cbf,ec6b3d49d455f310VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html A mesma patrocinadora do Fluminense é patrocinadora da CBF. VERGONHA

  • Agra

    Em tempo: Tua coluna está MAGISTRAL!!!!!! SUCESSO!
    QUEM FOI BENEFICIADO DE FATO? “Depois da última…….volta por cima”, ficarei grato, afinal JORNALISMO TRANSPARENTE X OPINIÃO DE TORCEDOR.

  • Zimerman

    É isso aí, ganharam como homens, no campo, como deve ser, e não que nem esta vergonha que se chama Fluminense, que só fica na série A a base do tapetão, este Fluminense é uma vergonha mundial

  • wander

    Mas não esqueça Tirone, que o Corinthians armou um esquema de arbitragem em 1996 junto com o Atlético-PR e para salvar os dois que a CBF decidiu que ninguém cairia para 1997. E que o Corinthians tb já ficou em ultimo em 2000, e não poderia ser classificado para a série A em 2001, como havia ficado convencionado (que os pontos no total seriam os critérios para a série que o clube jogaria no ano seguinte; depois que o Corinthians ficou em último, o Clube dos 13 disse que não bem isso…). Que o Palmeiras jogou apenas a primeira fase da série B em um certo ano, se classificando para a série A no mesmo ano. Que o Santos tb não se classificou para o Brasileiro em determinado ano, qd a classificação para a série A era pela classificação no estadual, mas deram um jeitinho… Que o Grêmio na série B ficou em oitavo lugar, mas a CBF aumentou de dois para oito os classificados para a serie A… jeitinho brasileiro… E muitos outros exemplos… O importante é que se cumpra o regulamento literalmente, para que a justiça seja feita. Mudar o regulamento por casuísmo é o fim… Se fosse um paulista no lugar do Fluminense… o que vcs diriam???? Claro, diriam que o regulamento é para ser cumprido…

  • Agra

    LAMENTO UMA IMPRENSA MARROM!
    SOFISTAS EM RODÍZIO…Vai em frente! BOA SORTE

MaisRecentes

O recado é: simular falta funciona!



Continue Lendo

Eles querem ter a posse de bola



Continue Lendo

Boas entrevistas à vista



Continue Lendo