Só Corinthians e Vasco foram punidos pela briga



Leandro Silva de Oliveira, Fabio Neves Domingos e Raimundo Cesar Faustino. Estes são os três arruaceiros identificados na briga em Brasília entre torcedores do Corinthians e do Vasco no dia 25 de agosto. Raimundo é vereador em Franco da Rocha, Leandro e Fábio estavam presos na Bolívia acusados da morte do garoto Kevin Espada. Os nomes foram citados aqui caso a diretoria do clube ainda não saiba, o que é impossível, evidentemente.

Digo isso porque a confusão em que eles se meteram deram prejuízo ao Corinthians (e também ao Vasco) que perdeu quatro mandos de campo, reduzidos para dois graças à urgência e eficiência com que trabalhou o departamento jurídico do clube.

Mesma eficiência e urgência que poderia ser utilizada para processar os três marmanjos que ajudaram a tocar o terror em Brasília. Afinal, por conta do que eles e outros pares de marginais fizeram no estádio, o Corinthians foi duramente prejudicado, financeiramente e esportivamente. Os nomes deles estão aí. Em um caso, até o local de trabalho do sujeito. Segue sendo um mistério o motivo de a diretoria nunca fazer nada contra esse tipo de gente.



MaisRecentes

Na forma da convocação, Inglaterra deu show. O Brasil segue careta.



Continue Lendo

A “injustiça” com Buffon



Continue Lendo

Chega de falar de arbitragem!



Continue Lendo