Como pensa o presidente da nossa “liga”de futebol



No próximo dia 12 de outubro o público brasileiro poderá assistir ao vivo, pela primeira vez, uma partida entre times da NBA. Será no Rio de Janeiro o amistoso de pré-temporada entre Chicago Bulls e Washington Wizard. Vamos supor que o desgaste por estes jogos seja grande e que o Chicago Bulls, por isso, faça uma campanha muito ruim no campeonato. O executivo da Liga, David Stern, virá a público, então, e dirá: – O Chicago Bulls viajou porque quis.

Você consegue imaginar esta cena, leitor?

No Brasil não estamos em pré-temporada mas no meio dela e a CBF não tem o menor interesse muito menos capacidade em divulgar o Campeonato Brasileiro pelo mundo. Tirando isso, o restante da história contada acima foi exatamente o que aconteceu. Ao ser perguntado sobre o nosso absurdo calendário que esmaga e limita nossos clubes José Maria Marin soltou: – O São Paulo viajou porque quis, se referindo à excursão feita pelo clube do Morumbi para enfrentar Bayern, Benfica, além de disputar um torneio no Japão.

Isso dá a dimensão da importância que o principal dirigente do nosso futebol dá aos nossos clubes e ao nosso principal produto, o Campeonato Brasileiro. Como o São Paulo (poderia ser qualquer clube) viajou porque quis, então tudo bem encavalar quatro jogos em uma semana depois. Não importa o quanto isso atente contra o produto ou seu participante.

Como o único esboço de liga do futebol brasileiro morreu com a implosão do Clube dos 13, não há mais nenhuma entidade que represente nossos clubes. Assim, este papel cabe à CBF, que tem como principal nome Marin. Quem tem um “executivo da liga” assim, não precisa de inimigos.



  • Ainda tem o seguinte: o SPFC viaja, perde datas e, consequentemente, prejudica terceiros. No caso o Náutico e Criciuma. O futebol brasileiro tem gestão 100% amadora!

  • Fabio Silva

    O pior de tudo isso e ver hoje o Sr. Andres criticando a administração da CBF sendo que ele, a mando da própria CBF desmantelou o Clube dos 13 para ganhar um estadio de futebol.

  • Anderson

    Não acho que tal atitude é só do Marin não… acho que ninguém que estivesse no lugar do Sr. Marin faria diferente do que foi feito. Esta mentalidade de “dane-se os clubes” é da CBF como um todo.
    A CBF tem um produto que ela vende e muita gente embolsa dinheiro com ele que se chama Seleção Brasileira.
    Ela só dá importância a alguma forma de ganhar dinheiro usando a seleção.

  • DECIO GUILHERME DE BARROS

    COMO DISSE O ALEX, QUEM MANDA NO NODDO FUTEBOL É A GLOBO!!! A CBF FAZ OQUE A GLOBO QUER!!! E OS CLUBES FAZEM OQ A CBF QUER PQ GOZAM DO DINHEIRO DA REDE GLOBO!!! E ASSIM CAMINHA A HUMANIDADE!

  • Zico

    Como tudo no Brasil tem o famoso jogo de interesses, aqui tudo que se faz é pra beneficiar a si próprio, e nunca um ´´bem em comum“!!

  • Jocinei

    A CBF e as federações não fazem nada pelos clubes , menos ainda para os pequenos clubes que estão a beira da falencia pelo calendario , que faz os clubes menores jogarem por 3 meses apenas , mais os clubes não fazem nada ,dizem amem para as Federações e CBF , então nãopodem reclamar , eles tem que se mobilizar .

  • Mario

    os clubes e seus dirigentes como o SPFC apoiam o Marin então q aguentem essa reliquia da ditadura.

    clube dos 13 teve 20 anos p/criar a liga e não fez , só servia para pagar salario ao Fabio Koff e ser avalista de emprestimos , esperar alguma coisa dele é o mesmo esperar a CBF mudar da agua para o vinho.

  • Rodrigo

    Bem, realmente o São Paulo “viajou porque quis”, afinal ninguém forçou o clube a nada, foi algo de livre e espontânea vontade e tendo completa ciência de como a banda toca no Brasil.

    Por outro lado, a CBF… como bem disse o texto, “não é uma entidade que representa nossos clubes”. Mesmos clubes que não conseguem se organizar para defender os próprios interesses.

    Um círculo vicioso, afinal.

MaisRecentes

Satisfeitos com pouco



Continue Lendo

Calma, Corinthians!



Continue Lendo

A imagem da semana



Continue Lendo