Paciência é o reforço que o Flamengo necessita



“Você promete não fazer loucuras, tenta não gastar o que não tem.. Mas quando o time começa a perder e a torcida começa a cobrar, você vira torcedor de novo e faz a loucura que for para tirar a água do pescoço.”

A frase acima (dita em uma conversa particular) é de um ex-presidente, que assumiu um clube em frangalhos, prometeu uma gestão profissional e responsável, mas conseguiu cumprir a promessa só por uma parte de seu mandato. Quando no lugar das vitorias vieram as cobranças da torcida, ele fez o que a maioria dos cartolas faz.

A recém-empossada diretoria do Flamengo assumiu um clube também em frangalhos. Com salários atrasados, dívidas impagáveis, sem credito na praça e com receitas futuras fortemente comprometidas. Qualquer um que tenha os
pés no chão pode dizer, com grandes chances de acertar, que o Flamengo não terá muito o que comemorar dentro de campo em 2013.

Diante deste cenário, se os reforços não virão para vestir a camisa e entrar em campo, a força deve vir em forma de… Paciência da torcida. Isto é o que mais o Rubro-Negro vai necessitar nos próximos 12 meses, que prometem ser duros.

Pelo termômetro muito impreciso das redes sociais, a torcida rubro-negra parece entender a situação e parece estar disposta a dar um grande crédito de confiança para a turma que chegou com discurso de austeridade e profissionalismo.

Se isso não ocorrer, vai restar torcer para que, além de métodos profissionais, os novos dirigentes tenham sangue frio para seguir o rumo da reconstrução sem pôr tudo a perder.

4x Messi
Houve quem achasse que Cristiano Ronaldo deveria ganhar o título de melhor do mundo. Mas a verdade é que Messi segue sendo o melhor. E se continuar neste ritmo, não vai ter para ninguém por muito tempo. O argentino é uma máquina de pulverizar recordes.

Copinha
Tudo bem, ainda estamos na primeira fase, que tem aquele jeitão de festival de futebol: muito jogo, pouco talento. Mas pelo que se pode ver até agora, a formula chutão/correria segue dando as cartas no futebol brasileiro. Se a base aprende assim, assim será no profissional.



MaisRecentes

Até mais!



Continue Lendo

Bem-vindo à Seleção, Tite!



Continue Lendo

Evolução



Continue Lendo