Libertadores x Estaduais



A conversa na virada de ano sobre futebol estava animada, a ponto de um participante decretar: “a Libertadores é muito pior do que os estaduais.” Os argumentos eram pertinentes: o mais importante campeonato sul-americano é uma mistura de várias coisas, entre elas uma tentativa de se jogar futebol, muitas vezes inibida por violência, intimidação, roubalheira e condições mínimas para se praticar esporte.

Não dá para dar valor a um campeonato em que policiais são obrigados a proteger jogadores com escudos para evitar um bombardeio de tudo o que é objeto vindo da arquibancada, dizia o sujeito, ótimo nos seus argumentos.

Alguma coisa está muito errada quando alguém inteligente, que acompanha e adora futebol, defende que o campeonato mais importante do continente é pior do que um estadual sem graça, sem prestígio, sem nada. E o problema começa com um calendário insano, que obriga por exemplo, o São Paulo a ter menos de um mês de férias porque terá já em janeiro compromisso pela Libertadores.

A revolta do sujeito da minha conversa contra a Libertadores não é compactuada pelos dirigentes dos clubes brasileiros que disputarão o torneio em 2013. Todos já decretaram a competição como prioridade para o ano. Os estaduais serão jogados com reservas, times mistos, etc… A não ser que haja pressão por parte da TV, que paga (caro) pelos campeonatos e não vai querer ver seu produto esculhambado. Está no seu papel de detentora dos direitos.

Todo mundo sabe o fascínio que a Libertadores desperta em clubes, torcedores e jogadores. Um campeonato como este, não poderia ser comparado a nenhum outro em nenhum aspecto. Ainda mais com um ridículo estadual. Deveria ser o campeonato principal, mais importante e ponto. Quando alguém coloca isso em dúvida com argumentos pertinentes, percebemos claramente o que cartolas fazem com sua principal joia.



  • Vinicius Posterari Pereira

    A meu ver, a crítica é exagerada aos estaduais, além de míope. O Paulinho, o Ralf, o Romarinho, o Chicão, bem como outros bons caras do elenco do Corinthians, isso pra não falar nos outros clubes que disputaram a Liberta e o Brasileiro, foram jogadores que chegaram ao Corinthians vindo de times pequenos que disputaram o campeonato paulista.
    As pessoas claramente esquecem que o futebol brasileiro não é composto somente de 40-50 clubes que costumeiramente jogam as séries A e B do Brasileirão. Se não houverem meios de expor as marcas dos clubes que lutam para conseguir vaga na série C do Brasileiro, o FUTEBOL brasileiro acaba. Nós temos a dimensão dos grandes centros da Europa juntos, o que as pessoas não entendem é que os estaduais nada mais são (obviamente dadas as devidas proporções) equivalentes às ligas nacionais européias em termos de representatividade dos clubes não grandes que a disputam. Ou vcs acham que Barcelona vs. Getafe é mais importante pro Barça que um Corinthians vs. Mirassol pro timão?
    Os estaduais são o ônus que os grandes times pagam por serem de um país continental. E reclamam, mas não abrem os portões de graça nem cedem gratuitamente os direitos de TV. O problema real é que não podemos entender como alguém torça para o Guaratinguetá, mas é essa a realidade. O futebol é maior que o campeonato brasileiro, só isso. Ninguém quer pagar por XV de Piracicaba vs. XV de Jaú, mas precisamos que esses clubes existam. Deveriam sim tentar maneiras de valorizar esses pequenos clubes pra que fossem mais sustentáveis e competitivos. Ou fazer o campeonato brasileiro como um mata-mata entre campeões regionais… Mas do jeito que tá, eliminar os estaduais é restringir o futebol de maneira que não encontremos mais jogadores… Ou alguém acha que a estrutura do Fluminense conseguiria manter bons times só com jogadores da própria base?
    Dêem à discussão o tamanho que ela realmente tem… Abs

  • carlos

    os estaduais nunca devem acabr, pois como disse alguns nos comentarios, os time pequeneos e do interior sao os que revelam os jogadores, eles tem de terem sua chance de aparecer, entao , panacas da midia, param com essa campanha contra os estaduais, devemos nos unir pra melhora-los, diminuindo ou nao o numeors de jogos, mas nunca extingui-los,

  • Don Pepito

    Li o texto, e depois os comentários. Só fiquei com uma, só uma, dúvida: é sério que tem quem compare campeonato estadual a continental? É isso mesmo?

    Meu deus, penso ser ingenuidade achar que um mundial de clubes vale menos que o Brasileirão porque “só tem dois jogos”.

    Campeonatos de futebol – e a isso ninguém se atenta – são lineares e progressivos, ou seja, um é continuação do outro. Só têm direito a jogar a Libertadores (com seus “estádios ruins, times violentos” e tudo) as melhores equipes do Brasileiro. E para jogar os dois míseros jogos do mundial de clubes é preciso ser bem sucedido num Brasileiro e numa Libertadores em sequência. Se são, administrativamente, uma bosta, isso são outros quinhentos.

    Talvez pelo lado dos clubes pequenos dê até pra discutir, mas torcedor de time grande valorizar estadual ao invés de cobrar uma administração decente e uma equipe competitiva em nível nacional do seu clube… bom, se bem que isso explica muita coisa.

  • Heitor

    Não é culpa da Libertadores que o SP tenha que se planejar tão cedo, é culpa do Paulistão que tem 19 jogos pros grandes brincarem de jogar futebol, atrapalha todo calendário brasileiro por causa de interesses que vão além do futebol. O paulistão é fraco e desinteressante assim como todos os outros estaduais. O unico argumento do seu amigo que eu concordo é sobre a violência e isso acontece pq a Comenbol é uma instituição fantasma, que não serve pra absolutamente nada. Mas essa história do calendário, sempre ficou claro que os estaduais atrapalham o ano todo.

  • Muitos estados do Brasil tem tamanhos e populações iguais ou maiores que um país da europa, a geografia de la ajuda os principais times percorrer todo o país, e ser visto por varios torcedores em outras cidades. por exemplo são paulo, como poderia cidades como campinas, jundiai entre outras que tem grande parte das torcida, por times da capital, não terem a chance de assistir aos times do coração? na europa eles iriam porque os times se “preocupam” com seus torcedores, mas na america nada ta bom. grande parte da imprensa brasileira só detonam nosso futebol, tudo na europa é melhor e bla bla bla, querem colocar o calendario como o de la, quando ja li que eles querem mudar o calendario deles. muitos falam que o futebol brasileiro ta falido, que não tem ninguem se destacando la fora, mas ninguem fala que os times estão segurando e ainda trazendo estrelas brasileiras, para jogar aqui. a libertadores é dura, e dificil sim, é só lembrarmos que os 6 melhores times do país ta la representando o Brasil. ela é mais dificil que o brasileiro sim porque? porque o brasileiro é disputado por não mais que cinco times em seu final, os mesmos que brigaram na libertadores e mais os argentinos, uruguaios, e a altitude. ou seria o mesmo que dizer que um campeonato nacional da europa é mais dificil que a champions.

  • Tironi
    no meu modo de pensar futebol todos os regionais deveriam dar uma vaga a alguma coisa por que todo campeonato disputado leva a algo só os estaduais q não levam a nada o campeão paulista classifica para onde ?
    nas outras competições nacionais e internacionais da direito a outro campeonato .

    ex uma liga entre campeão e vice de cada estado seria melhor invés de disputar a copinha do brasil .

  • obviamente a importancia da Libertadores,esta no carimbo que se faz ao mundial,mudem as regras façam esse carimbo no estadual para se ter uma ideia nitida,realmente a commebolmanda e desmanda sem ao menos entender de regras,seus delegados,representantes ,auxiliares muitas vezes divulgam erroneamente nome de jogadores,ate mesmo a nacionalidade de alguns sao equivocadamente relatadas em documentos que seriam importantes!o mundial ao meu ver e entender,deveria abrir vaga apos um torneio em substituiçao a Libertadore,ou seja,um torneio que tivesse somente a participaçao dos campeoes nacionais,partindo desse principio eles participariam com os demais vencedores de todo continente,o campeao sim teria o direito de disputar o mundial,ae se legitimaria o pomposo nome FIFA CLUB WORLD CUP!

  • Márioh

    Tironi,
    Esta Libetadores sempre foi uma vergonha. Os torcedores brasileiros colocavam-na no pedestal porque o Corinthians nunca havia ganho. A Comebol não pune ninguém. Os clubes sul-americanos fazem e desfazem quanto a violência, intimidação, árbitros caseiros,etc. Reduziu-se um pouco a violência devido as transmissões de TV ao vivo. Ainda , os clubes os clubes europeus não se aventuram em jogar qualquer decisão na América do Sul.
    Sou do interior do Estado de São Paulo, celeiros de craques para os grandes clubes de SP, economia e população similar a da Argentina considero uma injustiça não ter um campeonato paulista. Cidades como Campinas, Sorocaba, São Jose dos Campos, Ribeirão Preto, Marília, Grande ABC, Rio Preto, Araraquara,etc não poder ver jogos de grandes clubes de São Paulo.
    O mal da Comebol é sempre tentar copiar a C.Liga e Liga da Europa.

  • wagner azevedo

    Caro Tironi
    Não chegaria a dizer que a Libertadores é pior que o Campeonato Paulista, mas não tenho dúvida de que o Brasileirão é muito mais difícil, embora os corintianos, ainda em lua de mel com 2012, não achem isso. Vários institutos que surgiram nos últimos tempos, divulgando rankings, consideram a Libertadores e o Mundial de Clubes mais importantes, ainda que o primeiro tenha times ruins, estádios ainda piores e arbitragens temerárias, e o segundo apenas duas partidas.
    Libertadores só é boa para quem ganha. Duro mesmo é ser campeão brasileiro.

  • Flavio Rodrigues

    Boa tarde Tirone… nessas discussões, eu sempre defendo que os estaduais deveriam ser integrados a Copa do Brasil de alguma forma, meio NBA… onde existem as conferencias divididas em divisões e ao final os melhores disputam o título… com a Sul-Americana no primeiro semestre, e a Copa do Brasil no segundo, e feito de forma racional, enxugaria bem o calendário, acirraria a rivalidade dentro do estado e entre os estados… mas essa é uma entre bilhões de idéias cabíveis, mas que por algum motivo ou por interesse em deixar tudo com está, não se pensa. Aliás, porque a Sul-Americana é disputada no 2º semestre? Tem algum motivo relevante pra isso? abs

  • Diogo Werner

    Falam de mudar o calendário do futebol Brasileiro, mas essa mudança deveria começar por cima, pela Libertadores, com o campeonato iniciando a fase de grupos em setembro, terminando em maio e sendo disputada nas mesmas datas da Copa Sul-Americana. Poderiam usar até as mesmas datas da Liga dos Campeões/Europa.

    Facilitaria para organizar o calendário das competições nacionais só de acabar com essa zona de num semestre ter uns times mais ocupados com competições internacionais e no segundo semestre outros. E este ano terá o absurdo de o São Paulo disputar as duas competições sul-americanas, enquanto o Vasco ficará de folga até agosto porque “herdou” a vaga do São paulo nas oitavas da Copa do Brasil.

    E falam tanto de o Brasilieiro ter que parar para a Copa do Mundo, América, das Confederações, mas com a Libertadores é pior, acontece quando o torneio tá pegando fogo. Este ano o torneio para nas quartas e os times já podem entrar nas semifinais desfalcados de atletas que migraram para Europa…

  • Mario

    a paixão superando a razão , isso é futebol.
    Bem provavel o seu amigo deva torcer p/um time q não vai disputar a libertadores e deve ter um numero grande de conquistas de regionais por isso a sua defesa aos estaduais .
    A Libertadores tem evoluir muito com ctz p/chegar aos pes da Champions , mas os estaduais são campeonatos mortos ,p/mim eles deveriam acabar ou virar mata-mata como a Copa da Inglaterra
    ,pena q é impossivel por causa maldita politicagem das federações

  • Júnior

    Tironi. Um estado brasileiro tem área a população igual à maioria dos países. A Lapa em SP tem população maior que o Uruguai! Se eles têm um campeonato (e vaga pra Libertadores até), é justo que o estado de São Paulo (com população 20 x maior) tenha o seu! Jornalistas como você esculhambar o estadual é triste!

    Se acabarmos com os estaduais, em no máximo 3 anos, todo o interior do país ficará sem futebol! Todos os clubes fecharão!

    É só olhar… quando o Brasil era a maior potência mundial do futebol, 70% dos jogadores de seleção vinham de times “pequenos do interior”. Hoje, os “craques” do interior quase não conseguem se profissionalizar… Nossa seleção afunda! Nosso futebol afunda e “Gênios” defendem que esse é o caminho!

  • Dirceu Barros

    A Libertadores vale bem menos agora, com certeza. Afinal, o Corinthians a conquistou…

MaisRecentes

O clássico esvaziado e o golpe da CBF



Continue Lendo

Mimimi ou verdadeiro?



Continue Lendo

Acharam um novo culpado: a religião



Continue Lendo