Sair de cena foi o melhor para Adriano



Adriano tomou a melhor decisão possível ao anunciar que só voltará em 2013. Se ele fará isso é uma outra história.

O Imperador não tem condição de seguir uma rotina de atleta profissional. Ter compromisso com um clube neste momento só vai trazer uma pressão que ele é incapaz de suportar. Livre de compromissos, ele fará o que quiser da vida. Continuará sendo vigiado, mas não poderá mais ser cobrado. Entre vigilância e cobrança há uma grande diferença.

A partir de agora, Adriano passa de um jogador que está tirando dinheiro e trazendo problemas para todos os clubes por onde passa para o sujeito que torra a grana que ganhou em festas, carrões e baladas.

Sair de cena, porém, é apenas o primeiro passo para Adriano. Não há um laudo médico atestando, mas salvo um enorme engano o jogador tem uma doença grave e traiçoeira porque é sempre confundida com vagabundagem pura e simples.

O que fará no seu período sabático é a questão central. Tratamento médico deveria estar em primeiro lugar na lista de prioridades.



MaisRecentes

Camisas 9 são os nomes da Copa



Continue Lendo

Seleção enfrenta seu primeiro tremor



Continue Lendo

Segue o líder



Continue Lendo