Torcedor ensina a cartola a lógica do mercado



“Tudo está muito caro!” Esta frase tem sido muito falada pela classe média brasileira. Tanto por quem já está nela há um tempo como por quem entrou recentemente, graças ao crescimento da economia. O raciocínio é simples: mais gente com dinheiro, maior o poder de compra. Assim, sempre haverá quem compre, mesmo se os valores forem altos.

Isso vale para vários setores: imóveis, automóveis (lembre-se que os carros brasileiros estão entre os mais caros do mundo), restaurantes, vestuário… mas há um setor em que esta lógica não se aplica: ingressos para futebol. Os cartolas passaram mais da metade do Campeonato Brasileiro acreditando na lógica de que alguém vai pagar. Erraram feio! A prova disso é que o campeonato atual tem a segunda pior média de público da era dos pontos corridos.

No futebol, a lógica é outra: aqui, o torcedor paga apenas o valor que acha justo. Estádios e acesso ruins e espetáculos pobres ajudam a baixar o valor. Com um atraso considerável, cartolas brasileiros perceberam e os clubes passaram a fazer promoções de ingressos. A resposta foi imediata. Alguns exemplos: Botafogo x São Paulo, sem promoção de ingressos, levou ao Engenhão 4.836 pagantes. Botafogo x Náutico, com promoção, levou 14.612, mais do que o dobro. O Santos x Portuguesa no horário das 21 horas, levou 15.744 pagantes ao Pacaembu. O jogo teve promoção de ingressos. Vale lembrar que o Peixe não briga por mais nada no campeonato e que Neymar não estava em campo. O São Paulo tem garantido públicos ao menos razoáveis no Morumbi porque tem garantido uma parte da arquibancada com preços populares.

O crescimento da economia brasileira levou mais gente ao mercado consumidor e isso ainda provoca distorções. Uma delas é achar que tudo o que é caro é bom, quando uma coisa não tem necessariamente relação com a outra. Se em outras áreas o brasileiro ainda não aprendeu isso, no futebol ele já dá aula e simplesmente recusa preços que não valem o espetáculo. Cabe aos dirigentes de clubes aprenderem a lição e trabalharem para trazer seu torcedor de volta ao estádio. O preço do ingresso mais baixo é o primeiro passo. Estádios decentes, seguros e espetáculos atraentes são os próximos. O torcedor é um apaixonado e muitas vezes irracional. Mas nem assim engole qualquer coisa.



MaisRecentes

Até mais!



Continue Lendo

Bem-vindo à Seleção, Tite!



Continue Lendo

Evolução



Continue Lendo