Cristovão caiu. Quem será vaiado agora?



Educado, sereno e calmo, Cristovão suportou calado e de cabeça erguida todas as vaias que sofreu, ainda que o Vasco seja o time a mais tempo no G4 entre todos os clubes da Série A. Ao final do jogo que determinou sua queda, domingo contra o Bahia, o treinador atravessou em silêncio todo o gramado de São Januário rumo ao vestiário. (no estádio do Vasco, o banco de reservas fica atrás do gol).

Com apenas uma vítória nos últimos oito jogos, Cristovão balançava no cargo há tempos. A goleada em casa foi a gota
d´água. Pode-se argumentar que ele não merecia cair, mas é quase uma regra: dificilmente alguém resiste a uma goleada em casa contra um time teoricamente menor. Logo, não houve surpresa.

As perdas de peças importantes ao longo do campeonato foram decisivas para a queda de rendimento do time. Diego Souza, por exemplo: é irregular? Sim, mas é no mínimo infantil achar que Carlos Alberto seria um substituto à altura. Assim, a corda arrebentou para o lado mais fraco.

Cristovão se foi. A grande parte da torcida que tanto cobrou do treinador agora precisa arrumar outro destino para suas vaias se o time seguir perdendo. Pode ser que agora acerte o alvo.



  • pedro henrique

    Sinceramente Tirone.
    Acho um sacanagem a demissão do Cristovão.
    Ele era teimoso na escalação, mais fez um excelente trabalho.
    Fico triste com meu time, a faixa pensar grande e agir como gigante deveria ser o principio de qualquer reação no Vascão.
    Todas as peças que sairam, deveriam ter sido repostas a altrua a começar la atrás com o Rodrigo Caetano, principal peça que perdemos.
    Essa desvalorização que vem acontecendo, incomoda, pq ja apanhamos muito, e quando tentamos resgatar o sentimento, o valor real do CRVG vem um cara amador como o Roberto e quer se impor ditatoriamente. Isso e errado.
    A sua palavra dentro do futebol não pode ser a ultima, existem pessoas que são capacitadas, estudadas e entendidas sobre os assuntos diarios de um clube, e não e o Roberto.
    Ta encomodando demais, pq acostumamos des do ano passado a ficar sem perder 3 partidas seguidas, os adversários demiam enfrentar o vasco, e podemos perder isso de novo.
    Tem que existir um respeito enorme de qualquer clube que enfrente o vasco, pois essa e a posição dele, ser respeitado e temido, não ser motivo de chacota.

    Vamos em frente; sempre com meu vascão.

  • Pit bull

    O cristóvão era um incompetente, burro e covarde, a desculpa é que 4 jogadores foram vendidos, mas pelo que eu saiba, quando ele tinha todo o elenco ele não ganhou nada, suas escalações e substituições absurdas, nos custaram brasileiro do ano passado, sulamericana, carioca e libertadores, e 2 vices pra virar chacota dos mulambos3, eu ja não aguentava ver os jogos do vasco, não tinha mais paciência nem pra escutar o nome dele, ja foi muito tarde, se tivesse ido antes com certeza ainda teriamo muito mais chances de ganhar o brasileirão, até o gaúcho que não é grande coisa, soube escalar o time e fazer as substituições nas horas certas.

  • ORLANDO

    Atenção. Dizer que a diretoria atual é imcompetente por ter vendido o Diego Souza, Allan, Anderson Martins, Jumar, Fágner é não saber de nada do que acontece no clube, pois todos os que eu citei teem 60 a 75% dos seus direitos federativos nas mãos de empresários. No caso do Allan, o Vasco tinha apenas 20% dos direitos federativos e nos demais, no máximo 25%.
    Sendo assim, respondam-me. Tinha como segurá-los?
    O grande erro da diretoria atual, foi ter esperado até agora para substituir um técnico que deu inúmeras demonstraçõesa de IMCOMPETÊNCIA, como o ABSURDO de em um jogo em que o Juninho não pode jogar, escalar para substituí-lo o Felipe Bastos, um jogador cuja maior especialidade é o erro dos passes. Pergunto: Como pode um jogador desse, receber a tarefa de armar as jogadas do time? Ainda: Como o Cristovão não via isso? Será por conta de interêsses de empresários?
    Citei apenas esse caso por falta de espaço, mas ABSURDOS iguais a esse o Cristovão cometeu muitos. Quem vai pagar o prejuízo do grande número de pontos perdidos por culpa das escalações estapafúrdias desse arremêdo de técnico? O Vasco não merece isso e nós, vascaínos também não.

  • Marcio Douglas

    O que desgastou a torcida com o Cristovão foi sua postura conservadora e cuidadosa demais nos jogos decisivos. O Vasco vai até a página 19 e na 20 assume em demasia suas limitações e respeita demais adversários (mesmo os mais fracos), perdendo o poder de fogo nos momentos decisivos. O Vasco é muito grande para viver de só de “boas campanhas”, fica parte da mídia e até da torcida se compadecendo da saída do técnico, mas o fato é que o vasco nunca, nunca ganha os jogos decisivos, vejamos: no brasileiro-2011 deixou de ganhar partidas decisivas contra o corinthians (1X1); São Paulo (0 a 0) e Flamengo (0X0), todas no Rio de Janeiro; no estadual-2012 perdeu as finais dos dois turnos para fluminense e botafogo respectivamente, e com placar dilatado. Na Sulamericana-2012 não conseguiu superar a LU e nas quartas da libertadores fez um primeiro jogo contra o mesmo corinthians que se tivesse 500 minutos seria 0 X 0 tal o “respeito” com que tratou o adversário, lá deu no que deu. Enfim, agradecemos ao Cristovão tudo que fez, mas o vasco precisa de mais ousadia. Fica o recado para essa diretoria hesotamte, lenta e conformada com a situação atual. Não esquecendo JAMAIS que o ex-presidentes/ex-deputado deixou uma dívida impagável.

  • A ultima frase do comentário do Tirone diz o seguinte : pode ser que agora ( a torcida ) acerte o alvo, ou seja, devemos todos ser cegos ou idiotas e estamos vaiando o Cristovão injustamente. Cabe o seguinte : o Cristóvão merece elogios e aplausos porque assumiu numa situação imprevista , mas pegou um time armado e o fez mais por consideração pelo amigo Ricardo Gomes do que pelo CR Vasco da Gama e foi levando o barco, porém, Fagner, Diego Souza, Allan e Romulo saíram e não houve a menor chance do clube segurá-los ou por força de contrato ou por falta de $$ para brigar, aí caiu a casa porque o Cristóvão ainda não tem bagagem para alterar padrão de jogo com os que ficaram e isso num clube do tamanho do Vasco é fatal; bastava que o Vasco tivesse um minimo de organização, tipo o Bahia do Jorginho que não tem um elenco como o do Vasco mas é lider do returno.A frase indica que devemos detonar nosso presidente, mas acho que isso chama-se plantar crise; devemos sim aguardar as mudanças que estão sendo feitas para saber o resultado, afinal, se existe alvo para crise ele deve estar lá pelos lados da Gavea.

  • ninguemm será vaiadooo!! porque quemm merecia as vaias pela as escalaçoes de jogaodores que com deficencia tecnica e fisica já nao est´pa no clube (cristovao borges)aii vcs intectuais do futebol e ai eu incluo midia e torcedores ..vao dizer quem ele poderia escalar no time?? a diretoria nao contratou jogaodores á altura do que sairam?? ..mas aii nao é desculpa para um treinador que que nao tem leitura tatica , um treinador que nao sabe escalar o melhor jogador que está melhor tecmicamente… e tambem para aqules que tem memoria curta o cristovao borges teve o time como todoos esses jogadores que sairamm ( fagner romulo ,diego souza) e o que cristovao ganhou ou contuistou?? um vice brasileiro 2011, carioca decepçao 2011 e 2012..sul americana saiu nas semi finais 2011…libertadores eliminado nas quartas de finais ..saibam vcs que no futebol se nao houver conuistas ou titulos nao adiant so fazer boas campanhas naoo !! dizer que o time está no g4 desde do ano passado o que isso vale o que vai acresentar no clube?? porque pelo que eu saiba o que acresenta em curricullom de um treinador ou jogador sao as conuistas e nao boas campnhas e boas atuaçoes naoooooo…

  • luiz cláudio

    Meu receio é que venha mais um técnico incompetente, desses que não enxergam o quão ruins são alguns jogadores do elenco. Pessoal, sem brincadeira alguma, juro pra vcs, vou citar o nome de alguns que ficariam barrados no meu time de pelada:
    – Felipe Bastos (campeão de erros de passe, maior entregador de bolas pro adversário)
    – Eduardo Costa (volante zero a esquerda, marca mal, não sabe passar, só atrapalha)
    – Wendel (corre pra não chegar)
    – William Mateus (não marca, não apoia, não acerta um cruzamento)
    – CA19 (chupa sangue)
    – Alecsandro (faz jus ao apelido: cone)

  • vinicius

    esqueci…

    ninguem vaia o Filipe..
    pois ele esta conseguindo o que queria…
    um cancer no vasco…

  • vinicius

    ” VAMOS LÁ FORÇA JOVEM, ENCHAM AO MENOS O ESTÁDIO DO NOSSO TIME, PRA VER SE SOBRA ALGO PRA PAGAR SALÁRIO AO NOVO TÉCNICO.
    POIS NA MINHA OPINIÃO OS VERDADEIROS MERCENÁRIOS ESTÃO NAS ARQUIBANCADAS E NÃO DENTRO DE CAMPO.”

    FALAR É MOLE QUERO VER E COMPARECER NO ESTADIO.
    OS QUE VAIAM SAO OS QUE VAO 1 VEZ NO ANO E FICAM FALANDO UM MONTE DE MERDA ..
    É MELHOR FICAR EM CASA…

    VAIAVAM DIEGO SOUZA , ALAN , FAGNER , ROMULO..
    AGORA TEM QUE ATURAR O QUE TEM..

    SEM MAIS

  • J.A.

    Acho inacreditável que alguns torcedores ainda não tenham encgergado de quem é a verdadeira culpa do estado atual do Vasco nas últimas rodadas.Vamos parar com esta palhaçada de dizer que ” há 48 rodadas estamos no G-4″. O que importa é título, então vamos lá. Fomos vice no brasileiro2011 (mais um pra coleção e alegria da mulambada, da qual não aguento mais tantas chacotas!), fomos eliminados da Sulamericana2011, Libertadores2012, não ganhamos um estadual há tempos!Dizer que tudo é culpa da herança maldita do Sr. Eurico Miranda não cola mais! Esta diretoria já está aí faz 4 anos! Não tem mais ninguém inexperiente! Agora, vamos analisar com calma:qual o rendimento do Vasco antes da saída do Diego Souza, Fagner, Romulo e Alan? 75%! E após a saída deles? 30%! Agora pergunto:foi o coitado do Cristóvaõ que vendeu 04 titulares do time? NÃO AMIGOS TORCEDORES! SE TEM ALGUM CULPADO É O SR. ROBERTO DINAMITE, QUE DEIXOU O TIME SER DESMANTELADO EM PLENO CAMPEONATO NUM MOMENTO QUE BRIGAVA PELA PONTA! SE ALGUÉM TINHA QUE PEDIR PRA SAIR ERA A DIRETORIA ATUAL.Não sou a favor da gestão anterior, mas a diretoria atual está acabando com o Vasco.FORA DINAMITE!! FERNANDO HORTA JÁ!!

  • Raniery Medeiros

    Caro Maurício,

    mas eu enalteci o Cristóvão.

    O Vasco não contratou um técnico para 2011 pelos motivos que nós sabemos e é aí que vão surgir as diferentes opiniões de: deveria esperar o Ricardo? Manter o Cristóvão?
    Foi algo extritamente delicado o que aconteceu ano passado. E a diretoria optou por manter o Cristóvão. Que já conhecia os jogadores e a forma da equipe jogar.

    Em nenhum momento desmereci. Ao contrário. Eu quis saber, como uma pessoa que NÃO acompanha o dia-a-dia, o pq das vaias direcionadas em grande escala ao treinador.

    Em 2012 ele foi efetivado e a equipe vinha bem. Na própria Libertadores não passou de fase por pouco. O time titular era forte. Só que, peça após peça foi sendo vendida e nada foi reposto. Tb é difícil trabalhar assim.

    Ele é isento de culpa? Não! O trabalho dele deveria ser avaliado como o de um efetivo.
    Salientei isso.

    O meu texto de abertura foi mais uma força ao cristóvão que foi mais um bode expiatório. Sem a blindagem da diretoria.

    Também ressaltei esse feito de estar a tempo no G4.

    Acredito que você tenha lido e interpretado errado.

    N entendi o motivo de tantas vaias, desde sempre, direcionadas ao treinador.

    Abraço!

  • Leonardo Coelho

    Aos amigos Vascaínos lúcidos!

    Cristovão Borges ao longo do tempo se tornou um verdadeiro treinador, e por ter dirigido um time como o Vasco por um longo período, pode sim ser considerado de ponta e espero que brevemente esteja dirigindo uma equipe da seria A, e como todo treinador de ponta, estava sujeito a corda bamba do futebol brasileiro e caiu, esse tema deve ser tratado com naturalidade e não com o alarde criado. Um novo treinador nessa altura do campeonato é benéfico para o Vasco, esse entra sem acordos políticos com jogadores, o Alecsandro tinha algo como um pacto de sangue com o Cristovão, e ainda pode salvar a diretoria ou causar um verdadeiro armamento para a oposição.

    A diretoria do Vasco se mostra incapaz da manutenção da principal atividade do clube, a desculpa de que sem dinheiro não há futebol, por isso a venda de nossos principais jogadores é a de sempre, porém com o futebol vistoso e competitivo é que o dinheiro é atraído e o clube pode viver e não sobreviver como está agora, sem reposição para o final do campeonato é sinal de um 2013 sem renovação de parcerias, salários atrasados, jogadores medíocres, é o Vasco não sendo mais reconhecido como grande entre os demais times e pela TV.

    Balela 48 rodadas no G4 é muito legal mas não mete mais medo em ninguém.

    Quanto aos jogadores, a coisa pode parecer feia, mas nem tanto, ainda temos uma espinha funcional com Dedé, Wendel, Juninho, Felipe e Tenório, completando o Douglas que está se mostrando um bom zagueiro quando está ao lado do Dedé. Ainda podemos brigar pela Libertadores.

    Só nos resta agora é torcer pro Vasco ser campeão, São Januário meu caldeirão…..

    Abração,

  • Thiago Carvalho

    Covarde isso sim. Na hora da dificuldade é que vemos quem é técnico e quem é auxiliar. Enquanto se tinha elenco Cristóvão era técnico, depois que o time ficou despedaçado (é claro, culpa total do Dinamite!) PIPOCOU! Ja foi tarde, e espero que nunca mais coloque os pés em São Janú, pois covardes não são bem vindos.

    Cristóvão acha o que? Que com isso a torcida verá o quanto ele era bom?! Que grandes conquistas tem o Cristóvão? Campeão de quê? Acha mesmo que saindo agora seu nome será exaltado e amanhã treinará o São paulo, o Inter?! Andrade (campeão brasileiro) seria a melhor pessoa pra tocar uma idéia com o seu Cricri. Depois do 4 a zero lá estava Cristóvão distribuindo coletes, mas entendo, vamos falar baixinho, ouvir musica sacra, ir a missa, ser uma donzela pura sem pentelho, pois isso sim é que é ser técnico de futebol!
    Desejo o melhor para o Cristóvão, mas no meu Vascão espero que não pise nunca mais!!
    Covarde! Técnico que não aguenta pressão não é técnico, é auxiliar!!!

  • MARCELO BRANDÃO

    Prezado Tironi….parece mesmo contraditório ter um treinador com melhor média de aproveitamento em pontos corridos…. e,ser um dos mais odiados pela sua própria torcida (estou falando de forma generalizada). Como vascaíno, enxergo o seguinte: acredito que o ambiente ficou péssimo nos últimos tempos por causa do Felipe. Pode reparar que, o rendimento do Felipe caiu, à partir do momento em que houve proposta do Flamengo para ele…e o Vasco recusou de plano. À partir daí….vieram dores infundadas no joelho…..jogos em que o jogador estava apagado….sem dar sangue!!! Dei essa volta toda….pra dizer que na minha opinião, o Felipe contaminou o ambiente, estava descontente com o banco de reservas, queria ir pro Flamengo e, veio aos poucos boicotando o trabalho do Cristóvão, até que conseguiu!!! Não estou aqui pra defender o Cristóvão…acho que ele se equivocou muitas vezes nas escalações e nas mudanças durante os jogos….mas, acredito que no último jogo, por ex, teve corpo mole dos jogadores (4×0 pro Bahia!!!).

  • Leonardo

    Desculpa para mim é tão claro quanto água. O Cristóvão teve o mérito de motivar o time. Quando vc escala 4 volantes e ganha, não é pq vc tem o time na mão e sim pq vc não sabe escalar e aproveitar a base. E o Cristóvão é assim. O Vasco passou 48 rodadas no G4, sem jogada ensaiada, sem inversões e projeções corretas, além de jogadores de qualidade fora de sua posição (vide Diego Souza, Felipe, Jumar, Fabricio entre outros).

    Neste ano, o Vasco viveu da qualidade dos seus jogadores e o que eles já sabiam fazer pedido pelo Ricardo Gomes. Preteriu o R. Silva que segurou as pontas no ano passado, na saída de A. Martins, e escalou o Rodolfo fora de forma, queimando os dois jogadores. Preteriu o Dátolo, falando que tinhamos um meio de campo forte. Dorival disse que qq jogador de qualidade tinha lugar no Inter. Hoje, com a venda de Oscar (que podemos comparar a venda de D. Souza), ele vira e mexe é titular. Trouxe o Auremir, Feltri, Fabrício e outros jogadores. Não deu chance nenhuma para Allan, que deveria ser titular do Vasco. Não preteriu Alecsandro quando deveria e promoveu CA19 deixando a base de lado. No fim, ainda escalou jogadores da base na posição errada (Luan de lat. direito e John Cley de ponta esquerda).

    O que justifica o Vasco na posição que está não é o trabalho de técnico e sim de psicologo. Ele foi bom psicologo até o final do ano passado. Até a liberta, deve altos e baixos. Agora se perdeu. Se não é tecnico e sua psicologia não está funcionando… para que ganhar 80 mil por mes e comandar um time com a grandeza do Vasco?

    Não será técnico de nenhum time de série A, talvez algo de série B. Para mim, o novo Andrade (com a diferença que o Andrade foi campeão brasileiro).

  • carlos nunes

    Roberto jr. vc de boca fechada és um poeta, leve o carregador de coletes pra casa, e o manda lavar sua cueca! viu tb sei rimar. Mas o que eu quero mesmo é ver meu time ganhar!

    Mauricio disse tudo!

  • FABIO

    Bom dia a todos os verdadeiros e realistas Vascaínos,

    Agora além de não termos mais time, padrão de jogo, também estamos sem nosso técnico, que não ganhava nem R$ 100.000,00 isso quando recebia e manteve o Vasco no G4 durante 48 rodadas.
    Além de técnico tbm era bombeiro, pois apagava os incêndios com o grupo de jogadores que recebem salários de 3 em 3 meses, e mesmo assim jogam 2 vezes por semana se doam em campo pq sabem que mais cedo ou mais tarde irão receber seus salários pois confiam no Presidente Roberto Dinamite que tbm já foi jogador e sabe que o mínimo que o Clube pode fazer por seus atletas é pagar seus salários, coisa que não era feita na administração anterior.
    Essa diretoria atual como eu já disse é muito inexperiente, mais está fazendo o que pode, já pagou a dívida que o clube tinha com vários jogadores antigos que saíram do clube sem receber, casos de Donizete Pantera, Euller o Filho do Vento, esses são os que sei.
    Tenho certeza que senão o Dinamite, outra próxima Diretoria que saia vencedora no próximo pleito fará um ótimo trabalho de gestão no Vasco da Gama, pois não assinamos mais qualquer contrato de patrocínio pra receber migalhas, como era antigamente quando ninguém queria vincular sua marca ao Vasco da Gama, pois o Clube passava uma péssima imagem junto aos TORCEDORES/CONSUMIDORES de qualquer que fosse o produto a ser vinculado ao Clube.
    Agora temos a Eletrobrás, a BFG, a Brahma, a penalty, temos um placar eletrônico que é igual a de muitos times da Europa. E quando enviamos uma proposta a qualquer jogador ao menos somos respeitados, e se eles não são contratados é pq a proposta não satisfaz financeiro e não pq o clube de fama de mal pagador como o Flamerda, isso dito por exemplo pelo Montillo que não veio para o Flamerda pq “NO HAY PLATA”.
    Agora FJV e outras facções de torcida, esperem a contratação de um técnico de ponta como Felipão, Muricy, Luxa, Cuca, Oswaldo Oliveira, ou até mesmo o Dorival Jr., digamos que o mais barato seja ao menos R$ 350.000,00 na promoção.
    Agora vamos a realidade, Joel Santana (que já declarou amor ao Fla), Renato Gaúcho (gosto dele, mais não é diferente do Cristovão), Marcelo Oliveira (que perdeu as duas últimas finais de Copa do Brasil tendo um time superior e decidindo em casa).
    VAMOS LÁ FORÇA JOVEM, ENCHAM AO MENOS O ESTÁDIO DO NOSSO TIME, PRA VER SE SOBRA ALGO PRA PAGAR SALÁRIO AO NOVO TÉCNICO.
    POIS NA MINHA OPINIÃO OS VERDADEIROS MERCENÁRIOS ESTÃO NAS ARQUIBANCADAS E NÃO DENTRO DE CAMPO.
    TENHO DITO.

  • Matheus Brito

    Ao Cristóvão meu muito obrigado por tudo, principalmente por ter segurado as pontas no campeonato passado após o problema com o Ricardo. A verdade é a seguinte: O meio campo do Vasco encorpou nos duelos contra o Corinthians com Nilton, Rômulo,Diego e Juninho; Fagner e Eder luis sendo o desafogo da equipe pela direita, e uma ala esquerda que, se não era brilhante também não comprometia com o Feltri e por vezes o Felipe. Além disso o time tinha no banco uma peça rara no futebol atual, um jogador de muito talento e que pra mim é uma das ausências mais sentidas pelo time. A saída do Allan se transformou na saída de quatro peças de reposição interessantes: Ele era ótimo volante, Meia razoável, bom lateral direito e ótimo ponta. Em qualquer uma dessas posições ele se encaixava bem. A saída do Fagner só fazia sentido se ele permanecesse. Sem Fagner e sem Allan o futebol do Eder Luis simplesmente morreu. E morreu porque não tem quem jogue com ele. A saída do Rômulo, por melhor que ele seja, foi suprida a altura com o Wendel, e mesmo o Eduardo Costa e o Ave Maria Ave Maria Felipe Bastos quebraria o galho. Mas a saída do Diego Sousa representou a perda do poder de decisão nos jogos complicados. O Diego é aquele jogador que só podemos fazer a análise de sua atuação ao final da partida. Ele vai mal o jogo inteiro mas aos 45 do segundo tempo dribla três ou quatro e faz o gol ou deixa alguém na cara do gol, ou seja, decide.
    Do time que jogou as partidas contra o Corinthians reparem quem não está jogando agora: Fagner, Diego, Rômulo, Renato Silva, Rodolfo, Feltri e Allan. Sete Jogadores. Isso mesmo, sete mudanças no time. Eu acho que nos últimos jogos o Cristóvão vinha escalando mal e tinha problemas no momento de substituir, mas vejo as suas invencionices como últimas cartadas para mudar a fase do time. Infelizmente não deu certo. Enfim, ficou difícil agora até segurar-se na Liberta, mas com as voltas de Dedé, Feltri, W.matheus, Rodolfo, Wendel, Felipe e Carlos Alberto, acredito que dá pra montar um time ao menos pra brigar por essa 4º vaga, que lembremos, é pré-Liberta, mas é melhor que nada.

  • Mauricio

    Caro Sr. Raniery Medeiros,

    óbvio que o senhor não é Vascaíno… Todos estão sendo vaiados e cobrados, não era apenas o Cristóvão!! O Dinamite e alguns jogadores também… Se o Vasco pensasse grande e tivesse contratado um grande técnico teria sido campeão brasileiro em 2011 e quiçá da Libertadores, pois TINHA TIME PRA ISSO… O Cristóvão não caiu por causa de domingo mas o domingo aconteceu porque ele ainda estava lá, estava escrito!!!

    E se eu torcesse para outro time iria admirar o trabalho dele também…

    Tá com pena…? “Leva procê !!!!!”

  • charles

    Como torcedor vascaíno fico admirado com tantas críticas a uma diretoria e técnico, cujo time vem colhendo bons frutos. Claro que tivemos péssimos resultados nos últimos 8 jogos, mas as críticas ao Cristóvão são anteriores a isso. Tudo o que dá de errado é culpa da Diretoria ou técnico. O título da Copa do Brasil, ir á semi final da Sulamericana, vice do competitivo brasileirão de 2011, finais dos dois turnos do carioca, uma boa campanha na Libertadores 2012 (só foi eliminado pelo time que seria campeão aos 42 do segundo tempo, depois do Diego Souza perder aquele gol incrível) e um quarto lugar neste brasileiro! Mas claro, essa campanha só pode ser MERITO DOS TORCEDORES que toda semana criticam, xingam e reclamam. Contudo, é umas das piores médias de público do Brasil, apesar da campanha. Nem com promoçao de ingressos colocamos mais do que 10/12 mil pessoas em São Januário. Time de torcida que só sabe reclamar, prestigiar que é bom nada (ou quase nada).
    Sinceramente o Roberto Dinaminte e o Cristóvão não merecem o que estão passando. Engraçado que quando o time nem patrocinador tinha, vivia perdendo do Fla, essa pressão sobre o Eurico não existia. Se existia era pífia. Agora é pancada pra todo lado.
    O time está quebrado financeiramente, ninguém sabe disso?! Não tem dinheiro para grandes contrataçoes. Por sinal, não recebe dinheiro do patrocinador (Eletrobrás) porque tem dívidas tributárias da antiga gestão que impede a obtençao da famigerada CND.
    O Caentano saiu por que o Flu ofereceu mais do que o dobro em salário (perto de R$ 700mil) e os últimos jogadores foram embora pelo mesmo motivo. A diretoria nao vendeu e nem queria vender. Mas tambem não pode obrigar o cara cumprir um contrato, sendo que tinha proposta milionária pra jogar no exterior.
    E o que dizer dos demais times como Flamengo, Inter, Santos, Sao Paulo, Palmeiras etc, que estão penando neste brasileiro. O Flamengo está pra ser rebaixado, campanha ridícula no brasileiro e no carioca, mas a torcida vai levando… No Vasco as coisas são diferentes.
    Pode até ser que estava na hora de mudar, principalmente pelos últimos resultados.
    Agora, quero ver se o novo técnico vai conseguir concilar num mesmo time Juninho / Felipe / Carlos Alberto dentre outros… E quero ver tambem se perder dois ou três jogos irão chamá-lo de burro.
    Por tudo o que fez e até mesmo pela forma como saiu do Vasco, deixo aqui meus votos de SUCESSO ao Cristóvão!

  • Mauricio

    Vaiaremos os jogadores que não têm condições de vestir a camisa do Vasco… Vaiaremos os dirigentes que os contratam… Vaiaremos o Presidente que desmanchou o time… Vaiaremos quem tivermos que vaiar… Porque o Vasco é maior que todos eles!!! E não me venham com esse papo que o Vasco já está a 49 rodadas no G4, porque isso não vale nada se não for campeão e por causa das más escalações e más substituições do Cristóvão perdemos o BR11 por 2 pontos para o Corinthians… O primeiro passo foi dado e se tiver que tirar o presidente nós tiraremos também… O VASCO É GRANDE E É ASSIM QUE TODOS TEMOS QUE PENSAR… GRANDE!!!!

  • Miller

    Marcelo (10 de setembro de 2012 às 21:30).

    Falou tudo cara!

    Pessoal adora falar que o Cristovão era o menos culpado de tudo, pois o elenco é fraco, prque a diretoria não trabalhou para repor.
    Ora convenhamos, quer me dizer então que um cara que põe 4 volantes pra jogar, logo de início, não tem culpa em um resultado ruim?
    Que com o time perdendo ou empatando sempre põe um volante no lugar de um homem de frente, esse cara não tem culpa em um resultado ruim?
    A pior coisa em um técnico é o medo, e isso o Cristovão tinha muito, era medroso até dizer chega, não era técnico pra grandeza do Vasco, aliás nem sei se é técnico.
    E não tem essa de elenco fraco, o elenco é quase o mesmo, como bem lembrou o Marcelo, apenas algumas poucas peças foram embora, e mesmo se esse elenco fosse fraco como dizem, não é pior que o do Bahia, e isso não impediu o Cristovão de fazer sua cagada na escalação e tomar de 4.
    Por isso, acho sim que a saída do Cristovão foi uma benção para o Vasco.
    Quanto a vaia, não se preocupe, pois nós sempre à direcionamos para quem merece, direcionamos para quem não demonstra capacidade de estar no Vasco, time grande, exige pensamento e objetivo grande, exige vontade de ganhar, e não medo de perder.

  • JOão Dias

    Coincidência ou não, é mais um técnico “derrubado ” por um grupinho de jogadores, corpo mole é característica de pelo menos 2 deles : Felipe e Carlos Alberto.

  • tem torcedores do vasco reclamando que esse tecnico inexperiente,passivo,incompetente,medroso e retranqueiro saiu?vai entender,todo desfalque era suprido com um zagueiro,tava matando o vasco com tantos volantes e medo de perder,ja vai tarde,esperamos um tecnico ofensivo como renato gaucho ou marcelo oliveira JOEL SANTANA NAO!!! coitado do max e do dyeison,nao ia jogar nunca,avante agora vascão,acabou a desculpa,AH CRISTOVAO,LEVA O BASTOS E O EDUARDO COSTA QUE VC TANTO AMO COM VOCE!!! ACIMA DE TUDO ABAIXO DE NADA,VASCO!VASCO!VASCO!

  • Sali Sahim

    A Questão da saida do Cristovão teve causa e consequencia. A Causa foi o fraquissimo presidente que nós temos, que escolheu mal os seus dirigentes ( o bombeiro nao sabe nada). A Consequencia, foi o desmonte do time Fagner, Alan, Romulo Diego Souza, Anderson Martins, Bernardo, Elton, ai o Cristovão foi obrigado a pedir demissão como qq outro treinador teria feito. Cristovão saiu apos o vexame de Domingo, pois tb viu que os próprios jogadores ja não estavam mais “fechados” com ele. Não que perder para o Bahia seja algo caótico, mas foi como isso ocorreu…estava nítido o corpo mole dos jogadores e tb não isento o proprio Cristovão pela pessima escalação que ele fez mesmo com os desfalques.

  • Carrapa-VK

    Concordo plenamente com o companheiro Marcelo, que usou de franquesa e não o lirísmo, como o amigo Roberto Júnior, para defender um incompetente e arrogante como o Cristóvão, que agora sai como vítima de um “time fraco”. Oras!! Quem não quer em seu time, jogadores como Prass, Dedé, Douglas, Felipe, Juninho, Carlos Alberto…? Cristóvão é burro! Burro e arrogante e mostra isso, ao desdenhar da torcida se autodenominando “Burro com sorte”. Só que a competência fica e a sorte passa e para ele, passou…Sob o seu comando, viamos um time sem jogada de transição, levando mais de 15 segundos para passar da defesa ao ataque e muitas vezes, chegando à intermediária adversária, recuava a jogada até o Dedé e, as vezes, ao Prass. Para a nossa imprensa, foi horrivel sua saida do Vasco, pois ele era garantia de covardia e encolhimento e a mídia detesta o Vasco, por tudo que representa este clube. Agora, ficarão enaltecendo os números de um cara que escala 4 volantes contra o Nautico e deixa o armador no banco, que afirma que Juninho e Felipe não podem jogar juntos e por aí vai.
    Vai, Cristóvão…Vai com Deus e as pulgas…Vai com tua calma, tua serenidade e tua ARROGÂNCIA…Mas, não se esqueça do seu patuá, pois sem ele, nem sorte você terá.

  • canuto

    os jogadores do vasco que fizeram corpo mole nesse domingo tenebroso,sao os responsaveis pela saida do treinador…

  • Roberto Junior

    O futebol brasileiro definiu o perfil do seu técnico padrão. E é importante ressaltar que a expressão “futebol brasileiro” é abrangente. Junta dirigentes, jogadores, imprensa e torcedores. Que amam um fanfarrão. Idolatram um bonachão. Vibram com aqueles desabafos “apaixonados”. Se enganam com teatrinhos, às vezes, um tanto falsificados. E, assim, não se importam com eventuais atrasos táticos ou não pesam, por exemplo, quando seu time entra em campo todo desfalcado.

    Oswaldo não é “Oswaldão”. Que soaria forte, tipo “Felipão” ou “Abelão”.

    Cuca precisa matar vários leões por dia. Muito mais que o conceituado Luxa.

    Andrade tem no currículo façanha digna de Muricy. Coitado, teve seu nome desprezado e encostado por aí.

    Caio Júnior é o eterno Professor Pardal. Que não consegue convencer nem a pau. Que nem o Dorival. Enxotado do Internacional. Culpado pelo limitado Flamengo estar mal(?!).

    O presidente Roberto Dinamite fez questão de lembrar que futebol é resultado. Afirmação na qual não se mostra por completo equivocado. Mas como definir o trabalho de alguém que manteve seu onze 48 rodadas no G-4, embora tenha visto seu meio-campo despedaçado e seu mito da zaga pela Seleção surrupiado?

    Pobre Cristóvão. Que não fique abalado. Por falar baixo. Ser educado. Não querer parecer transtornado. Que o dia tenso não abaixe sua bola. Porque, por aqui, não daria certo nem o sereno Guardiola.

    Abraço!

  • Marcelo

    Educação, serenidade e calma não presumem competência, capacidade e inteligência. Cristóvão foi um retrato desta desadministração Dinamite. Amadorismo puro.
    Cristóvão pegou um time montado, com jogadas ensaiadas, unido fora de campo, com padrão tático e contando com a compreensão do elenco diante de sua inexperiência. Em um ano, Cristóvão desmontou esta estrutura. O time não tem mais jogada ensaiada, era forte na bola aérea e ficou fraquíssimo neste tipo de jogada. Ele vem desmontando o time. Bastou perder algumas peças que ele não soube reorganizar o time, pois dos 4 jogadores que se foram, apenas 3 eram titulares, 1 foi bem substituído (Rômulo por Wendel), 1 era uma piada (Diego Souza) e outro sim faz muita falta (Fagner).
    Cristóvão nunca dirigiu nenhum time, não tem experiência para mandar um jogador para a reserva sem dividir o grupo. Ele destruiu o esquema tático e a harmonia do grupo.
    Mas é educado, sereno e calmo…

  • Raniery Medeiros

    Caro Tironi,
    compartilho da mesma ideia.

    É preciso sempre fazer a ressalva que mesmo sendo “interino”, seus resultados serão considerados como os de um treinador “oficial”.

    Desde que Cristóvão recebeu a incumbência de susbsituir Ricardo Gomes – pela fatalidade que todos sabem – o seu cargo sempre esteve em aberto. Nem mesmo os bons resultados do início satisfizeram alguns desses que adoram ir ao estádio com o intuito premeditado de vaiar.

    Sempre educado (como você salientou), Cristóvão não dá chilique nas entrevistas, não berra no campo e nem faz media com emissoras ou torcida. É um cara simples e objetivo em seu trabalho. Trabalho esse que estava em declínio mediante os últimos resultados da equipe da colina.

    Mas essas vaias tão veementemente direcionadas ao mesmo eram justas? Cada um com seu cada qual e com as suas ideias e concepções sobre o seu time. Desde já me entrego como alguém que não é Vascaíno mas, que admirava o trabalho do treinador.

    A diretoria ficou isenta das vaias e da vergonha por muito tempo. Todo esse clamor negativo estava direcionado para a saída do técnico. O Vasco é a equipe que está a mais tempo no G4. Somadas as rodadas de 2011 com 2012, são mais de 30. Um elenco limitado e sem muitas peças de reposição. Falo isso quando o clube ainda tinha Fágner, Rômulo, Diego Souza, dentre outros. Se antes estava complicado, o que dizer após a saída dos supracitados e a não reposição sendo feita? Era somente culpa do Critóvão? E as brigas internas? E os jogadores que começaram a desdenhar seu ato profissional mediante a não titularidade?

    Cristóvão foi mais um bode expiatório que caiu mediante a incompetência de sua diretoria em não lhe dar tranquilidade e um bom time para a disputa das competições. Mas essa (diretoria) ficou isenta somente até ontem? Os gritos, a contestação e a insatisfação só foram colocados contra os magnatas somente ontem porque? A torcida está no seu direito de vaiar, de achar ruim os resultados e de constestar a decisão do treinador. COM CERTEZA! Mas a corda arrebenta para o lado mais fraco.

    Também já vinha sentindo uma perda no controle da situação e do grupo. Mas isso realmente era o que estava acontecendo? O Sr. Felipe alegou uma contusão e não atuou ontem. Porém, foi visto jogando futevôlei na praia. E aí? E a diretoria? E a forma arcaica de dirigir um clube?

    Realmente! É tudo culpa do Cristóvão.
    (sarcasmo)

    Que fique claro em minhas palavras que, não estou dizendo que ele não teve culpa neste processo vertiginoso de queda nos resultados. O que eu não entendo é como justificar as vaias direcionados apenas para um só lado. O lado de baixo. Enquanto que lá em cima, as coisas eram camufladas.

    OBS: quando me refiro as vaias sendo direcionadas a diretoria apenas ontem, saliento a intensidade de como foi feita ao passar do tempo.

    Abraço!

MaisRecentes

A torcida que salvou um time salvará de novo em 2018?



Continue Lendo

A lição de Carille e o que vem por aí



Continue Lendo

Em onze dias, o Brasileiro mudou



Continue Lendo