Carta Aberta ao presidente do Santos



Luis Filipe Chateaubriand*

Caro presidente do Santos Futebol Clube, Luiz Álvaro de Oliveira Ribeiro, ou presidente LAOR, sou grande admirador de seu trabalho como presidente do “Glorioso Alvi Negro Praiano”, apesar de ser torcedor de “outro tipo de ocupante do mar, parecido com um peixe”.

Sua proficiência como gestor esportivo é comprovada, sua liderança é inata, sua capacidade de comunicação é notável, sua simpatia encanta, sua defesa do futebol brasileiro comove e inspira.

Perante sua auspiciosa gestão, o Santos voltou a ser o “Santos sempre Santos” que conhecemos – fato comprovado pela torrente de títulos conquistados. E, mais do que isso, o esforço que o sr. fez para manter nosso menino de ouro, Neymar, jogando em nosso país, é admirável!

É sobre esse esforço, para manter o menino-craque jogando aqui que gostaria de lhe falar, ou melhor, escrever.
O menino joga muito, é um assombro vê-lo com a bola. Qualquer um dos diversos cartolas tradicionais que há por aí faria o possível para vendê-lo, perpetuando o lamentável status quo de “vendedores de pé de obra” que nos persegue, e que o saudoso Dr. Sócrates tão amiúde denunciava.

Dr. Sócrates não só denunciava, como propunha: “temos que vender o espetáculo, não o artista”. Parece que o estou vendo em minha frente, pronunciando as inspiradoras palavras.

O Dr.propôs, o sr. viabilizou. Contra arcaicos e colonizados pensamentos, manteve o menino jogando aqui. Soube ser criativo para viabilizar sua permanência, seja com boa engenharia financeira, seja com bom plano de marketing, seja, ainda, com o inconformismo de quem não cede à mediocridade. Parabéns por tê-lo feito!

Mas, presidente LAOR, imagino que tenha passado por malestar, recentemente: quando Neymar, e seu escudeiro Paulo Henrique Ganso, foram convocados para os Jogos Olímpicos, o sr. perdeu os meninos por um considerável número de jogos, algo próximo a dez partidas.

Deve ser uma sensação nada agradável, né? O sr. pagando uma fortuna para manter o astro no Brasil, e sendo impedido de utilizá-lo em cerca de dez compromissos… e lá se vai o Santos deixar de usufruir de receitas (com estádios com menos gente) e decair tecnicamento porque, em vários jogos, Neymar não esteve presente.

Presidente, se isso acontece, há um vilão, que tem nome e sobrenome: calendário do futebol brasileiro.
É esse calendário monstruoso, que não é adaptado ao calendário europeu, que lhe tira o Neymar por tanto tempo. Se a adaptação existisse, os clubes não estariam jogando no período das Olimpíadas, e o sr. poderia contar com o Neymar durante a temporada toda.

É esse calendário horripilante, presidente, que ainda irá lhe prejudicar mais! Quando a seleção for jogar amistosos, seu Santos também estará jogando, mas não poderá contar com Neymar, que estará convocado. Tudo porque não se usa a simples medida de seleções só jogarem quando clubes não jogam, e vice versa.

Mas isso não é tudo, presidente. O calendário tenebroso prevê que o Campeonato Brasileiro, principal competição, tenha rodadas em meios de semanas, quando poderia ser realizado somente aos fins de semanas – uma distribuição mais equilibrada das competições pelas datas poderia providenciar isso.

Era fácil Neymar brilhar no Brasileirão com uma Vila Belmiro lotada aos sábados ou domingos, mas o sr. tem que se contentar com o menino brilhando em meios de semanas, mesmo, com a Vila muito mais vazia.

Bonito, né? O sr. se esforçando para o Santos “encher os cofres” contando com o talento de Neymar, e um calendário anacrônico obstando seu esforço! Não há a mínima graça nisso, não.

Se lhe escrevo, presidente, é porque vejo no sr. a pessoa apropriada para comandar um movimento para a melhoria do calendário de nosso futebol. Já lhe ouvi falar no assunto, já senti sua indignação e inconformismo com isso. O sr. é “o cara”, o cidadão que poderá mudar essa arcaica estrutura.

Não sei se seus colegas dirigentes de clubes estão tão interessados. Por exemplo: ao lançar meu livro “Futebol Brasileiro: Um Novo Projeto de Calendário”, em 2011, enviei-o para cerca de 100 personalidades do mundo do futebol, inclusive técnicos e dirigentes esportivos. Esperava, destes, algum retorno, seja para concordar, seja para discordar das propostas.

Pois, entre técnicos e dirigentes, só tive feedback de duas pessoas: O sr. Rodrigo Caetano, brilhante diretor de futebol do Fluminense, e ex diretor do clube parecido com o peixe, também habitante do mar; e de seu técnico, o competente professor Muricy Ramalho. Ambos para elogiar o livro – tanto a iniciativa, como as propostas.

Acho que o povo que dirige o futebol brasileiro, que deveria ser o maior interessado em mudar algo, não está preocupado com isso. Mas sei que o sr. está! Então, lhe faço um apelo: conduza as mudanças, se inconforme com a precariedade atual, faça acontecer, como é de seu feitio.

Será bom para o Santos, porque poderá melhor usufruir do Neymar que tanto esforço o sr. fez para continuar aqui. E será bom para o futebol brasileiro como um todo!

A bola está com o sr., presidente! Como diz o hino, “agora quem dá a bola é o Santos”!

*Luis Filipe Chateaubriand é Mestre em Administração Pública pela EBAPE / FGV, Analista de Logística e Suprimento da DATAPREV e Autor do Livro “Futebol Brasileiro: Um Novo Projeto de Calendário”.



  • se chamo lucas meu sonho é conhece o neymar é o andre se eu dia vcs puder eu de pesso venha me visitasou santista de coração liga aq se puder eu sou muito santista por favor obg
    33421024

  • neymar eu queria pedir um negocio e eu sei q vc pode me ajudar.. mais naõ sei se voçe tem tempo..e o q ta fazendo eu incomodar o teu tempo e que eu acredito em um lema desde pequeno.. vou atraz dos meus sonhos.. esse e o lema q eu venho ouvindo pela minha mãe.. mais eu não posso dizer a mesma coisa do meu pai pq ele se separou da minhã mãe e mais deixa eu parar de falar da minha vida agora eu vou falar do meu sonho..começando e q eu queria muito fazer um teste ai no Santos..eu moro aqui em belem e eu to querendo fazer um teste no clube do remo so q não tem ninguen pra me levar pra fazer o teste..entende..e ai quando foi omtem o meu avó falou pra mim Saullo eu to sabendo q o Santos ta recebendo carta de meninos para fazer teste..eai como eu gosto muito de jogar bola eu queria essa chance de poder fazer esse teste ai..e de todo coração neymar se voçe ja passou por essa dificudade voçe vai me entender..e serio o q eu to te falando eu so quero uma chance e eu juro q não vou te decepicionar..vou ficar na esperança de receber alguma resposta que vai me alegrar muito e me deiar feliz..espero q voçe possa realizar esse meu sonho q ja e de muito tempo.. pq agora q eu tenho 14 anos de idade..e seja o q deus quizer..

  • Parizi

    Tironi,
    Luis,

    Concordo que passou da hora de arrumarmos nosso calendário (e perdemos em 2005 a melhor chance disso, quando podíamos ter cancelado TODOS os jogos e iniciado o campeonato novamente e encaixado no calendário europeu). Porém, olimpíada não se encaixa em nenhum campeonato, não é jogo profissional e os clubes europeus podem (e muitas vezes o fazem) negar a liberação do jogador. Como o Milan fez em 2008 com o Kaká.
    O problema não é só o calendário, mas a “entrega” dos clubes para a CBF. Está na hora dos times se unirem como os clubes ingleses fizeram 20 anos atrás. Porque não temos uma LIGA BRASIL? Que obrigue os estaduais a ter menos rodadas, que tire os jogos do brasileiro das quartas e que se negue a liberar nossos craques para uma seleção que ninguém mais gosta.

  • Renato Pocinho

    Apoiado!!!

  • Alex Dias

    Não adianta o Santos segurar o Neymar se não consegue dar suporte para ele, como acontece no Barcelona de Messi, que esta sempre contratando grandes jogadores para serem coadjuvantes do astro argentino. A diretoria santista só vem cometendo besteiras ultimamente, vive anunciando jogadores para os outros contratarem, foi assim com Zé Roberto (Grêmio), Martinez e Romarinho (Corinthians), entre outros mais, sem falar que disse que quase contratou Diego e Robinho, uma mentira pois não existe o quase no futebol, se tivesse que contratar mesmo, o teria feito, essa diretoria quis dar uma satisfação a torcida dizendo que esta se esforçando, o que na verdade não esta, eu duvido que o Neymar vendo este time mediocre do Santos, fique até a copa… E sem falar a falta de planejamento, a mais de 02 anos a diretoria sabia que o Santos perderia seus jogadores para a seleção e não se preocupou em contratar substitutos imediatos que pudessem assumir a responsabilidade na ausência dos craques. E o que dizer da contratação do Bil, como que uma diretoria desta contrata um jogador que sequer jogou no rival, se ele fosse bom, o rival não o teria desfeito do jogador…. ando tão revoltado com esta diretoria que da até raiva…

  • Rogerio Matias

    Mas meu caro Ulisses a diretoria pegou dinheiro da venda de 5% do Neymar? Cara e os propalados e festejados R$ 40 milhões, estou a cerda de 3 anos esperando esse montante e o que eu vi foram jogadores sendo vendidos (figurativamente) por 1 real e sendo comprado por 4 reais! (vide caso do André) não é invenção minha, são os fatos, e como diz minha santa mãezinha contra fatos não há argumentos…

  • Rogerio Matias

    E em relação as considerações feitas pelo amigo Léo, eu só digo uma coisa… ou ele vendia os passes desse bando de “jovens desconhecidos” por qualquer preço ou o Santos FC simplesmente passaria por apuros financeiros, pois dinheiro não havia (vide balanço 2008/2009), não havia vultosas cotas de TV como agora, muito menos patrocinadores com cifras altíssimas! Havia só o Marcelo Teixeira sozinho lutando contra tudo e todos, colocando dinheiro do próprio bolso (cerca de 25 milhões! coisa que eu jamais faria em vida de jeito nenhum) e tendo que pagar muito alto para manter a molecada simplesmente no elenco (ou você acha que por meros 10 ou 20 mil reais ele ficariam no Santos FC, hein!) por isso peço que olhem com carinho pelo que o Marcelo fez, pois sem ele não haveria nem CT, nem Hotel de Luxo, nem Vila reformada e modernizada, nem Neymar nem Ganso valeu! e reveja seus conceitos…

  • Rogerio Matias

    Me desculpe mas você disse que pretendia obter ajuda (ou apoio) do mediocre presidente santista ou não? E eu simplesmente lhe dei os motivos de que seria uma imensa perda de tempo ou não?

  • Aureliano A.Santos

    Vamos deixar de ser trouxa.
    LAOR não contartou um jogador que preste para o ano do Centenario.
    Deixou o Andres e a CBF, fazer o que bem quis na libertadores com os jogadores do Santos, enquanto o dos Gambás treinavam para a libertadores.
    Perdeu Elano, Ibson,Ganso. Vendeu Alexsandro, Danilo,Wesley, Zé love,Allan Patrick.Não conseguiu segurar Borges, Allan Kardec. E Tem mais deve perder os Garotos da Base.Ex.Robigol.
    No começo do ano veio com umas conversinhas de repatriar Robinho e Diego.(Conversa pra boi dormir)
    – O Jamelli diretor de futebol caiu fora.
    Entrou um novo e tal de Ney Pandolfo.Coitados, não conseguiram uma unica contratação.
    Ridiculo: Cou só citar os nomes de Romarinho, e o trio de joagores que foram contratar na Argentina, do Velez.
    Fizeram contratações só refugos, jogadores sem clube.
    Que Administração.
    Temos um jogador que pertence a CBF.(Joga mais pra seleção do que no clube)
    Não temos time.Temos um monte de refugo.
    Monte de jogadores saindo.Isto é competencia ou má administração.
    Monte uma empresa e deixa seus principais funcionarios sairem.Voce ta fadado ao fracasso.
    É isto que acontece com o Santos.
    Ps.Sem falar que tinhamos time futebol feminino, futebol de salão
    O Sr. LAOR deveria dar uma explicação para o que ele ta fazendo no Centenario do Clube.
    Ao inves disto fica todo mundo elogiando ele por algo que ele não fez.
    Estes jogadores que hoje compoe o Santos ja eram da base qdo, o Sr. LAOR assumiu a presidencia.

    Vou parar por aqui.

  • É a pura realidade só que infelizmente muito clube só não irá se manifestat porque não tem coragem são clubes que devem favores sujos e corruptos a CBF, mas tdo bem estão com a bola toda ou seja o dinheiro!!!!Muito difícil acontecer,os clubes ficam na deles!!!!

  • Daniel

    Perfeito!

  • Valdez

    Absolutamente certo. E temos que parabenizar o Tirone por ter dado esse espaço para essas sábias palavras do Luis Felipe. Já passou da hora de nossos times peitarem a Dona CBF. De termos um calendário que beneficiem nossos times. Sou torcedor do Santos, por incrível que pareça, já tinha feito esse tipo de comentário em rodas de buteco. Se em nossas pequenas reuniões em bares abordamos esse tipo de assunto, com certeza, nossos dirigentes também já o fizeram em algum momento. Presidente Laor, que ecoem as palavras do Luis Felipe nos vossos meios.

  • Meu caro Rogério Mathias ! A diretoria do Santos FC vendeu 5% dos 60% que o Santos FC tem direitos em uma possível venda do Neymar para o Grupo Guia ! E com o dinheiro na época comprou os direitos econômicos e federativos do volante Arouca e ainda sobrou dinheiro !!

  • itamar o melhor presidente junto com dilma

    pt do lula unido com maluf pra trazer verbas suiças, e pra cessar aposentadorias de pessoas doentes, pra aposentar os marginais e drogados..

  • Concordo, o Santos n êh o Santos sem o seu craque Neymar

  • Dyl Blanco

    É exatamente nessa engenharia financeira que a coisa pega. Existiu a oportunidade a bem pouco tempo atrás, quando houveram as negociações para o direito de transmissão das televisões, e nenhum dos clubes se atreveu a peitar o sistema, criando uma liga paralela, um campeonato alternativo ou torneio pirata. Fosse denominada de qualquer coisa mas a oportunidade não poderia ter sido desperdiçada da maneira como foi. Claro que o dinheiro das TVs banca consideravel parte dos orçamentos dos clubes, mas era possível a virada de mesa e a transmissão das Olimpíadas aconteceu para provar isso. Para os mandatários do futebol o calendário que interessa é determinado pela “emissora oficial”, que se recusa a modificar a grade de programação pois os patrocínios esportivos já estão fechados até 2014, com todos os espaços perfeitamente definidos. Dessa maneira é impossivel vender o espetáculo ao invés do artista, que é impiedosamente sacrificado, sem poder aprimorar nenhum aspecto técnico ou físico. Esse campeonato brasileiro não é fácil de suportar. Dizem que as oportunidades não batem duas vezes à porta. Torço muito para que esse velho ditado esteja errado.

  • Leo

    Rogerio Matias, o presidente MARCELO TEIXEIRA, vendeu 40% do passe do Neymar em 2008, além disso vendeu também 40% do passe do Ganso (por menos de 1 milhão), entre outros jogadores, André, Wesley e Alan Patrick. Esses contratos foram feitos com duração de 5 anos e o presidente Luis Alvaro não pode fazer nada, a não ser comprar o passe depois que esses jogadores já estavam famosos e valorizados (algo impossível para qualquer clube brasileiro).

  • Raphael

    Simplesmente perfeito. Pena que a maioria dos políticos, assim como a maioria dos dirigentes, assim como a maioria da população é preguiçosa, confirmada e principalmente, ignorante. Vai ser muito difícil mudar algo, mas espero que aconteça.

  • Pachiani

    Acho que nós torcedores podiamos começar a tentar mudar isso. Quem hoje comparece aos estadios, deixem de ir, quem assina TV fechada, cancele. Quem ve futebol na TV aberta, desligue. Quando não tiver mais ninguem comprando o produto “futebol”, quero ver se eles não mudam, porque ai vai mexer no bolso deles… Por enquanto só mexe no nosso, com ingressos e assinaturas de tv, para um produto de baixo nivel….

  • caro tirone,se eu fosse o presidente laor vendia o neymar pro barcelona porque de que adianta pagar uma fortuna pro cara e ver ele ajudar a cbf de dirigentes corruptos ganhar fortunas e o nosso time afundando no campeonato,o neymar significa pelo menos 50% do time do santos,isto quer dizer que o santos tem 5 titulares desfalcando o time,por isso qdo a seleção do mano joga o santos não pode jogar no campeonato

  • Tironi

    O texto não é meu. E o ponto central é sobre a questão do calendário. Abs!

  • Rodrigo

    Pelo menos dessa vez a culpa não é do Corinthians

  • Rogerio Matias

    Meu caro Tirone, boa tarde! Tirone meu caro, meu caro Tirone… Tudo o que você escreveu eu assino embaixo… menos sobre o meu presidente santista Laor, ele não é esse líder que a maioria da imprensa apregoa, (e que você infelizmente procura), pois ele não passa de um “vasalo” ou “servo” se assim preferir, de quem realmente manda que são os empresários por trás dele (pseudo dirigentes da GOL, ITAU, SANTANDER) e que sorrateiramente compraram na “calada a noite” boa parte do passe do nosso querido Neymar (Ou vai me dizer que você não sabia?) para obter lucros maiores numa negociação futura, meu caro Tirone venha e converse com alguns jornalistas que trabalham no dia-a-dia do meu amado Santos FC você vai se escandalizar com algumas falcatruas aqui feitas, e você vai se peguntar será que perdi o meu tempo com quem não vae nada? Antes de mais nada sou santista de clube e coração e ex-sócio do Santos FC desde 2011, e esde já agradeço a atenção valeu!

    Resposta do blogueiro

    O texto não é meu. E o ponto central é sobre a questão do calendário. Abs!

  • Gui

    Muito bom, somos uns idiotas por se conformar ao ver o banco de reservas de nossos times jogar mais que nossas estelas durante o campeonato brasileiro

  • Moraes

    Sábias palavras…
    Boa iniciativa…
    Este calendário é uma vergonha para quem gosta do futebol como esporte e lazer.
    Concordo plenamente com tudo o que foi apropriadamente inscrito.
    Parabéns…

MaisRecentes

O clássico esvaziado e o golpe da CBF



Continue Lendo

Mimimi ou verdadeiro?



Continue Lendo

Acharam um novo culpado: a religião



Continue Lendo