O golpe baixo da contratação de Adriano



Tem gente que acha que Adriano é vagabundo, quer roubar dinheiro do Flamengo e só age assim porque sempre há um clube trouxa para acreditar que agora vai. O fato é que Adriano tem um problema grave de saúde. Ele acredita sinceramente que “agora vai”, mas simplesmente não consegue ir. Quem conviveu ou convive com pessoas com problemas de saúde semelhante sabe.

Tem gente que acha que, para ser ajudado, Adriano precisa querer se ajudar também. Eu tenho certeza de que ele quer. Mas simplesmente não consegue.

Alcoolismo, dependência química, depressão, vícios de diversos tipos… são doenças traiçoeiras. Além de fazer mal a quem sofre, ainda dá a impressão de que a vítima não reage porque não quer, quando na verdade, a vítima não consegue reagir.

Por tudo isso, o discurso de contratar de Adriano como uma forma de ajuda soa a golpe baixo. Ajudar Adriano não é oferecer a ele agora um contrato de trabalho, mesmo que de risco como o Flamengo fez. Ajudar Adriano agora é oferecer a ele tratamento médico sério e integral.

Quando um clube, qualquer, aposta em Adriano, aposta na verdade na sorte, imaginando que uma luz divina vai baixar no jogador, que vai se curar sozinho e dar retorno ao clube. A chance de dar errado é enorme.

Aí, Adriano aparece na Vila Cruzeiro, não vai treinar e é rotulado de vagabundo. E o clube diz que “fez a sua parte”.



  • Parizi

    Tironi,

    O problema é que o Adriano não aceita que precisa de ajuda. No São Paulo, no Corinthians, na Inter e na Roma ele teve médicos e psicólogos a disposição. Não quis se consultor. Acreditava não ter nenhum problema. Infelizmente só vai se tratar quando ficar pobre e perder os “amigos” que o acompanham na balada. É triste, mas não existe solução que não passe por ele aceitar que está doente.
    O mais triste é que o mundo inteiro percebeu que ele está doente, menos ele. E assim se perde um grande talento do futebol…

  • Fernando

    Tironi… vc VIAJOU !!!!
    Companheiro… quando vc está doente quem tem que procurar ajuda e se ajudar é vc MESMO !!!!!!!!!!!
    O Flamengo ou qualquer outro time que apostou nesse cara, não tem obrigação NENHUMA de servir de hospital psiquiátrico, ou clínica de alcoolismo ou clínica para tratamento de dependentes químicos !!!!!!!!
    NADA A VER seu ponto de vista.
    Quem tem que ser Homem, tomar vergonha na cara, e se AJUDAR, junto com amigos e familiares é o ADRIANO… que faz tempo, NÃO quer ou não consegue se ajudar.
    Repito… o contrato dele é de trabalho… não é um contrato de HOSPITALAR na qual o Flamengo iria prestar ajuda para ele.
    Pra mim cara que tem que estar no trabalho e tá em buteco de favela tomando cerveja na SEGUNDA FEIRA DE TARDE … é DOENTE e VAGABUNDO, SIM !!!
    Adriano devia chamar a imprenssa, tomar vergonha na cara e coragem, admitir que tem SÉRIOS problemas e se INTERNAR durante 3 meses, para se livrar do VÍCIO e DEPRESSÃO… se ele não quiser se ajudar… Clube nenhum vai ajudá-lo !!!

  • Gustavo

    Se ele está tão doente quanto você diz, que NÃO invente de jogar, e fazer com que as pessoas percam tempo e dinheiro com falsas expectativas, e que faça uso dessa tal “hombridade” que alguns enxergam nele, ADMITINDO o suposto problema que tem, e seja FRANCO, uma vez na vida, pelo menos, deixando essa encenação de “coitado” de lado.

    Isso já encheu…

  • Meu nobre Tirone, antes tenho que dizer-lhe que gosto muito do conteúdo das suas materias e artigos, concordo plenamente quando você diz que p problema do Adriano é puramente de “saúde”, no entanto eu em meu site, especificamente em janeiro deste ano, já explanava exatamente esse posição em relação ao estado de saúde do jogador. Foi exatamente quando ele saiu do Corinthians, pra quem quiser é só entrar no meu site e ler meu artigo.O triste fim do jogador Adriano http://edsonpoeta.recantodasletras.com.br/blog.php?idb=30500
    Muito obrigado.

  • edison

    Ah tá ô bonitão, e oq vc quer? Q o flamengo, q é um clube q responde por milhoes de torcedores simplesmente pegue o Adriano e diga q vai bancar tudo pra ele, q vai ajuda-lo de toda e qualquer forma? É isso? Q ele precisa de outro tipo de ajuda eu concordo, mas dai vc querer dizer, ou insinuar q o flamengo deveria fazer essa “ajuda” de outra forma, pq dessa q ele o fez é “baixa”, vc ja quer demais. É um clube, uma instituição, q como eu disse, responde por milhoes de torcedores, e n pode simplesmente se dedicar em exclusivo a um unico atleta, a uma unica pessoa. Se a Presidente em particular ou outra pessoa de dentro quiser fazer isso, é diferente, mas a instituição FLamengo n pode. O Flamengo fazer isso ja é demais. E pessoas como vc são as mesmas q tiram “ondinha” com o Fla por ele ter estendido essa mão ao Adriano, e agora vem querer atacar de politicamente correto dizendo q a atitude do Fla foi exploradora? SInceramente.

    Resposta do blogueiro:

    O que acho que é o Flamengo joga baixo quando fala “estou ajudando”. Pq na verdade esta não é a ajuda que o Adriano precisa. Então, que o Flamengo não venda o discurso de que quer ajudar o jogador se o que o clube quer é que ele volte a jogar bem e só. Abs.

  • Sávio Taurino

    CARO AMIGO, O FLAMENGO ESTA FAZENDO A PARTE DELE, SOU CONTRA A CONTRATAÇÃO DO ADRIANO, MAS O FLAMENGO AINDA ESTA DANDO UMA CHANCE DE RECUPERAÇÃO PARA ELE, CABE AO PROPRIO ADRIANO APROVEITAR.
    SE O FLAMENGO ( OU QUALQUER OUTRO CLUBE) NÃO O CONTRATASSEM IRIAM FALAR QUE NINGUEM FOI ATRAS DO ADRIANO, DEIXARAM O CARA DE LADO E TAL, QND ABREM AS PORTAS PARA O JOGADOR SE RECUPERAR AI É GOLPE BAIXO.

  • LYRA

    O problema de Adriano não é a bebida (quem sabe misturada a outras drogas) e sim as suas companhias, amigos o ditado mais correto do mundo é: “QUEM COM PORCOS ANDA, FARELO COME” e, poderia citar ainda outro “DIZE-ME COM QUEM ANDAS E EU TE DIREI QUEM ÉS”: Pronto tá ai a explicação para o caso Adriano, que ainda pensa que celebridade.

  • Luiz Marfetán

    NINGUÉM NO FLAMENGO QUER AJUDAR O ADRIANO, ELE É JOGADA POLITICA DA PATRICIA AMORIM.

  • Maurício Idalgo

    Tirone,
    Concordo com o que você diz sobre o Adriano saber da sua situação mas não ter forças para sair dela.

    O tipo de problema que ele e boa parte da população mundial enfrentam, não pode ser resolvido somente com a inervenção do empregador, no caso o Clube o Flamengo, Coríntians ou outro qualquer.
    Passa muito pela estrutura familiar que, no caso dele, infelizmente não existe. Fica difícil exigir do empregador ajuda além daquela que ele já está dando. Não eximo o Flamengo de culpa e até acho que a motivação da contratação dele é meramente eleitoral. Mas, neste caso, somente o próprio Adriano e sua família podem salvar o que ainda existe do jogador de futebol nele. O Clue até está se arriscando muito.

    O Cicinho, ex-São Paulo, teve problemas de alcoolismo e superou ao conhecer uma moça quando ainda jogava na Europa. Esse é um exemplo de superação que deveria ser seguido pelo Adriano.

    Abraço.

  • sandrofla

    Teve um amigo lá em cima que teceu um comentário no mínimo infeliz. Culpar a mãe e a avó do Adriano, Sr. Marcelo Freitas, pelo problema dele é no mínimo ignorância, falta de conhecimento e de intelecto.
    Flamengo está jogando para a torcida e está longe de fazer a sua parte. Concordo hoje plenamente com o Tironi.

  • Marcelo Campos

    obs. vocês cariocas? quero informar que estou mer referindo a imprensa, lendo os noticiarios, vejo que agora é o Botafogo que esta analisando se deve dar mais uma chance pro jobson é duro!

  • Marcelo Campos

    Vocês cariocas tem mania de proteger e acreditar em papai-noel

  • Elcio Souza

    A questão é simples, mesmo ele retornando de uma noitada e indo direto pro jogo ele será diferenciado, pois quando o Flamengo teve a Dupla do Amor foi campeão brasileiro, O problema do Adriano não está na cachaça, ele acredita que pelo nivel apresentado hoje no nosso futebol, mesmo jogando poucos minutos ele fará a diferença, ou será que no Brasileirão de 2009 ele estava quietinho, ou a direção acobertava as fugas dele. Acho que falta o diretor de esportes Zinho ter linha direta com ele aí quando ele sumir na vila Cruzeiro e a imprensa cornetar o Zinho vem a público e fala que a folga já estava combinada. Se ele se sentisse doente com certeza se trataria, esse é o grande problema do alcoolatra não se acha doente, vide Dr. Sócrates.

  • Marcelo Freitas

    PUNIR OS CLUBES POR CAUSA DA VIOLÊNCIA DOS TORCEDORES…..CULPAR O CLUBE PELA NAO-RECUPERAÇÃO DO ADRIANO….CHEGA!!!! QUANDO VAMOS COBRAR DO SER HUMANO? ENQUANTO NAO PARARMOS DE DAR PROPINA PARA POLICIAL, ENQUANTO PARTICIPARMOS DE CHURRASCO PROMOVIDO POR POLITICOS EM CAMPANHA…O BRASIL NAO VAI PARA FRENTE!!! CHEGA!! MUITO FÁCIL BATER EM QUEM JÁ STA. TODO FUD…. COMO A DIRETORIA DO FLAMENGO! CADE OS AMIGOS? CADE A AVO DO ADRIANO? CADE A MÃE DELE?

  • Leonardo

    Falou tudo…. Acompanhando você agora , ótimo jornalista , ganhou meu respeito.

  • Rafael

    O problema do Adriano é só um: A atenção que todos dão pra ele! Estou cansado dessa conversa mole sobre ele. Se ele tirasse um tempo e visse os jogos paralimpicos ele teria vergonha na cara pela atitude que ele tem tido ultimamente. Lá nos jogos paralimpicos, o que tenho visto, são atletas tentando e se superando, chegando ao limite de seu fisico para provar que ainda são capazes de lutar e de vencer. Aí eu vejo o Adriano, com dinheiro, com os dois braços, as duas pernas, enchendo o C* de cachaça, sem dedicação, sem entusiasmo pela vida. Parem de dar ibope para esse cara. O meu filho não precisa ver uma pessoa assim na mídia. Ele precisa de exemplos que nem aqueles atletas paralimpicos para nos inspirar. Ah vão dizer que ele é doente, que ele tem problemas, que faz isso por que perdeu o pai… Façam me o favor, não deem moral pra ele. Eu não tenho pena dele e nem torço por ele. Um cara que tem, braços e pernas normais, carros, casas, dinheiro no banco, nunca vai estar nem aí pra nada. Adriano o Heleno do Século 21.

  • Infelizmente alcolismo é uma dependência de substâncias quimicas que levam gradualmente e de forma traiçoeira a uma falsa sensação de que controla o vício mas que na prática é o vício que o controla. Dependentes sempre afirma que sabem o que fazem e tem conciência pois só bebe socialmente. Pessoas podem passar dias sem uso da substância que o mantem na dependência, as pessoas neste ponto acreditam que o dependente tem plena capacidade de entender seu problema e procurar tratamento e que não o faz porque é sem vergonha, não está interessado. Errado meus caros, esta é a sina do dependente pois logo após vem a etapa em que não consegue mais ficar sem tomar uma nem que seja só no fim de semana e acaba entornando várias, entendem que estão bebendo muito mas no geral aí já é tarde. O álcool já detonou seus neurônios e neurotransmissores que estão de tal forma descontrolado que só conseguem se satisfazer consumindo cada vez mais drogas. É o ponto em que basta um um encontro com amigos, festas, descontração e a necessidade de uma dose é descomunal e incontrolável. Neste momento vem a sensação de que só assim estará se divertindo e acredita que só uma, que está no controle e basta somente uma dose para terminar bebendo além da conta envolvido com falsos amigos e mulheres oportunistas em orgias de sexo e álccol que podem durar dias.
    Quando volta a realidade está em frangalhos (aí a falta de condições para sair de casa com uma ressaca monumental que o leva a perder compromissos além de tudo que realizou na semana, foi desta forma que não consegue perder peso e atingir condições atléticas mínimas), vem a culpa, promete que foi a última, não repetirá jamais, pede desculpas, tem conciência do problema, parece controlado mas basta qualquer evento para que tudo volte de forma incontrolável.
    O problema é muito diferente na forma de conciência dos transtornos bi-polares, depresão entre outros dísturbios. Nestes casos quem sofre dos problemas, sabe o que acontece e procura rapidamente tratamento pois não consegue controlar os sintomas. Os sintomas do disturbio não provocam a perda de conciência do que está acontecendo, há uma sensação de angustia e após as crises a nescessidade de ajuda é imediata, não há a busca da droga para provocar inconcientemente o sintoma que provoca a falsa sensação de se sentir bem. Este é o grande problema das drogas, a sensação de felicidade quando se está sob seu efeito.
    As drogas como o álcool levam a perda do controle ao longo do tempo e de forma gradual e inconciente. Esta gradualidade da dependência química é que leva a pessoa a decadência fisica e mental e a perda total do controle de seus atos a ponto de não lembrar mais o que aconteceu na noite anterior. É um processo de mergulho no vício (que não difere de crack, cocaina, barbituricos e por aí vai), somente quando a situação atinge níveis deploráveis é que estas pessoas conseguem pedir socorro. Rararmente este pedido de socorro ocorre antes “do fundo do poço” e daí que vem a certeza de que não precisa de tratamento, que sozinho vai se curar.
    Para que consiga ter o controle de sí mesmo e não consumir álcool, o afastamento do meio onde vive, amigos, ambientes sociais, baladas, boates, bares e festas que o levam ao consumo da droga e fundamental. Neste caso, desculpem, mas viver frequentando a Vila Cruzeiro, amigos da praia, da boate, os mesmos pontos de mulherada é a pior coisa que pode acontecer ao Adriano.
    Sem este afastamento e uma força de vontade descomunal, apoio de familia e dos verdadeiros amigos, paciência, muita paciência pois as recáidas são parte do processo, não há saída. A dependência química não tem cura mas sim controle do dia a dia da doença. Cada dia sem droga é uma vitória e não é tão simples como alguns acreditam.
    Portanto meus caros, o tratamento do alcolismo não é uma questão de dinheiro, dos melhores médicos e remédios mas sim de uma conciência de que é doente e precisa de ajuda. Este é o grande problema dos familiares de dependentes químicos e o álccol está ai liberado e felizmente a maioria das pessoas conseguem lidar com a bebida de forma responsável mas para uma parcela significativa isto não acontece e a nescessidade do álccol ou outra droga é brutal e incontrolável e o reconhecimento de que não tem mais controle muitas vezes não chega a tempo de salvar o paciente.

  • Marcos Vinícius

    Acredito que o problema principal de Adriano não seja o alcoolismo. O alcoolismo dele está intrinsecamente ligado à Vila Cruzeiro. Aí temos uma contradição: Adriano quer se livrar do alcoolismo,mas não quer se livrar das suas raízes,que estão ligadas à Vila Cruzeiro,e é a Vila Cruzeiro,com seus amigos de infância,seus bares e bailes que o leva a consumir álcool. Para Adriano se livrar do alcoolismo teria que,obrigatoriamente,cortar seus cordão umbilical com a Vila Cruzeiro,e isso ele não aceita. mesmo quando jogava no Corinthians ele visitava regularmente a VC.O Flamengo sabia disso quando o contratou,mas achou que dessa vez seria diferente.Por via das dúvidas fez um contrato de risco com o Imperador.

    A pergunta é? Existe solução para um atleta que não aceita ter a vida e a conduta profissional de um atleta?

    O Flamengo sabe muito bem a resposta,mas vai,mais uma vez,lavar as mãos.

  • Alexandre

    Como é obscuro o mundo das celebridades esportivas. Eles alcançam fama e dinheiro (coisa que muitos querem) e passam a ser imunes a qualquer problema. Mais aí temos algo muito comum a esse mundo: alcoolismo, drogas e depressão. E são tratados como indivíduos que simplesmente fazem isso por querer e não possuem força de vontade, imensa crueldade da sociedade. Acredito que a divulgação do caos Adriano tem muito do mascarar as notícias de privilégios da mandatária do Flamengo. Forma insana de fugir dos holofotes da mídia. Adriano está doente, dependente como é. Tratamento depende dele e daqueles que o cercam e sobrevivem das suas glorias atingidas. E lembre-se o fundo do poço nesses casos é sempre solitário seja na Vila Cruzeiro ou na Av. Atlântica.

  • Pingback: O Rehab de Adriano (via Tironi). | Flamengo | Canelada()

  • Luiz Felipe Melo de Menezes

    Tironi, seu texto é ótimo, concordo em tudo com relação ao Adriano, também não acredito que ele seja mau-caráter, mas que ele seja de fato doente, dependente da bebida, e mesmo querendo não consegue se recuperar.
    Não concordo, no entanto, com a crítica feita ao Flamengo (que parece servir também para o Corinthians e o Roma), de que o clube estaria jogando baixo ao afirmar que está fazendo sua parte, já que foi oferecido acompanhamento psicológico ao Adriano, na entrevista de hoje o Zinho até falou nisso.

  • Edinho

    Euja acho que o problema do Adriano não alcool e etc. Ele é so mais uma pessoa que não sabe conviver com o sucesso, porque o sucesso tem conseguencias exemplo: uma vez o Ronaldinho Gaucho falou em uma entrevista que ninguem tira foto dele comprando pao, mais tira foto dele em uma boate porque isso vende; isso é um exemplo de consequencia do sucesso vc perde a liberdade, que pra ele é isso que ele vive no dia dia com seus amigos, com farras e etc. Dentro da comunidade onde ele nasceu, claro se ele estivesse fazendo sucesso talves ninguem falasse nada mais infelizmente ele não ta, e isso ocasiona uma pressão nele que vécomo um conforto a vila cruzeiro que ele sempre comenta em suas entrevista. imagina vc que trab. e derrepente sofre uma pressao do seu chefe vc muitas vezes quer conversar com alguem sair um pouco. quer esquercer do assunto por algum minuto isso é normal, o Adriano precisa e de acompanhamento profissional isso é serio muitas pessoas famosas ja sofreram com isso não só no esporte mais artistas e etc. alguns até morreram!!!
    Então rubros negros na realidade so depende dele mesmo vamos torcer e não criticar por que ele não deixa de ser o imperador jogando ou não e todos nós devemos rspeito.

    um abraco pra cima deles mengão!!!!

  • cosme

    NÃO,REALMENTE NÃO É POR AÍ,MAS O BANDO DE SANGUE SUGAS QUE O SEGUE JUNTO COM A FALTA DE COMPETENCIA E MÃOS FIRMES DOS DIRIGENTES DO FUTEBOL BRASILEIRO E O FUTURO DE ADRIANO PODE SER COMO DE GARRINCHA,HELENODE FREITAS,JOBSON E OUTROS,ELE NÃO PRECISA DE CONTRATOS,OU DE JOGAR POR UM GRANDE CLUBE E SIM DE TRATAMENTO MEDICO E PSICOLOGICO ADEQUADO,ADIAR ISTO É JOGA LO CADA VEZ MAIS NUM ABISMO DO QUAL TALVEZ ELE NÃO SAIRÁ,NOSSOS DIRIGENTES INFELIZMENTE NÃO EXERGAM O OBVIO…

  • MachadoJ

    Parabéns Tironi!

    Você foi no âmago do problema.

    O Adriano é doente e errado é quem oferece um contrato de trabalho para uma pessoa dependente e sem condições de agir normalmente.

    Infelizmente vc explicou direitinho e tem um monte de leitor que não entendeu nada…

    Abs. e sucesso.

  • Daniel

    Opa,

    Eu até concordo com o que o blogueiro disse, aliás, análise corajosa, mas eu sofro de depressão há anos e nem por isso deixei de trabalhar, ninguém passou a mão na minha cabeça e ofereceu 50 mil reais por mês. Minha ajuda foi no SUS com remédios, o que ele não poderia conseguir de ajuda com a fama e o dinheiro que tem? Sinceramente, não é o clube que tem que ajudar o verdadeiramente doente Adriano, é sim o próprio jogador que acredito ser IMPOSSÍVEL não saber que está doente.

    Talvez os “amigos” dele é que o levem para seja lá o que for de errado, eu entendo isso porque quando tive que parar com bebidas alcoólicas todo dia aparecia um querendo pagar bebida pra mim, mas se alguém do POVO como eu consegui cortar tais “amizades” e iniciar um tratamento pelo ridículo SUS, sério mesmo, tratar o Adriano como um coitado é um insulto a mim e a todos os outros portadores de depressão, alcoolismo e trabalhadores em geral.

    Resposta do blogueiro:

    Daniel. A questão é que as pessoas não são iguais. Há pessoas que são capazes de outras coisas, mas não de sair de uma situação dessa. Cada pessoa reage de uma forma a tratamento, a remédios e até a aceitação da doença.

  • Alan Ramos

    Como esse cara consegue tirar de vocês comentários enormes, avaliações clinicas, sociais, etc… Fato…ele quer gastar o que já ganhou, não quer trabalhar….

  • Iran Né

    Caro Tirone, esse tipo de doente têm que saber que realmente é um doente e que não no caso do Adriano, que é alcoolótra têm que tê essa consciência e como dizem todos os alcoolótras nunca pode tomar o primeiro gole. Porque não resiste a um só. Um dia desses vi um comentário do escritor Rui Castro que diz que é alcoolótra e faz 24 anos que não põe um gole na boca, porque sabe que não resiste ao segundo, como todos que entendem do assunto sempe falam. Então a primeira coisa que o Adriano têm que reconhecer é que tá doente e no caso dele, ele principalmente têm que querer ajudarsse. Sem essa atitude ele não vai conseguir recuperarsse.
    Um grande abraço !
    Iran Né

    Resposta do blogueiro:

    A questão é que nem todos tem força para reagir. Não é possível comparar doentes diferentes. Como em qualquer outra doença, há quem reaja e há quem não consegue. Um abraço!

  • J. Martins

    Concordo com a sua opinião. A questão é que o universo que rodeia os jogadores é extremamente lascivo, o que dificulta uma recuperação nesses moldes. Diversos jogadores devem sofrer problemas por excesso, mas como eles ocorrem em coberturas na Zona Sul tornam-se mais dificeis de serem enxergados. Pra mim a contratação do Adriano foi política. A Patrícia precisava dar uma resposta em ano eleitoral e o fez. A maior prova disso foi que o mesmo foi rejeitado no seu retorno do Roma, momento em que o Flamengo ainda não tinha passado por tantos fracassos em contratações e não atravessava um momento tão ruim no futebol.
    Quantoa doença dele, não especulo sobre pois não sou médico e nem sei o seu diagnóstico clinico. Sou nascido e criado em uma comunidade do RJ e sei a falta que aquele ambiente me traz, ainda mais quando se tem um certo sucesso na vida e passa a parecer que as pessoas só se aproximam de vc por dinheiro…. è dificil ver que as pessoas da comunidade, muitas vezes, também só buscam resgatar a amizade antiga e o contato por interesse pois a sensação de acolhimento é muito grande……..

  • Daniel Goncalves

    Adriano é o protótico de um menino grande , mimado , que usa seu passado de glorias, para viver neste momento uma boa vida e cheia de emoções, com todo o dinheiro que ganhou. Os últimos contratos assinados com Corintians e Flamengo, ficaram com cheiro de estelionato, e os clubes só ganharam com publicidade, se é que ganharam alguma coisa.

  • Aldrey

    Amigo Tironi

    Acho que o principal então é assumir a doença, problema ou seja lá o que for.
    Pois o problema central esta em esconder com esse papinho bobo de que agora vai, de uns anos pra cá o noticiario tem sido, lampadas que queima o seu pé, moto dada a um traficante, foto tirada com armas, tiro disparado dentro do carro, foto na favela em são paulo.
    Sabe não dá mais ou ele assume de uma vez o seu problema ou a coisa vai degringolar !!!

  • Jorge

    Aí, Adriano aparece na Vila Cruzeiro, não vai treinar e é rotulado de vagabundo. E o clube diz que “fez a sua parte”.

    Que frase espetacular.

  • Kanka

    Irrelevante. O fato é que o cara não tem condição de atuar profissionalmente.

  • Apenas encerrando meu comentário… se ele tivesse um emprego ganhando um salário mínimo, e um emprego desse atualmente é ultra-concorrido, e sua família dependesse dele, curaria rapidinho até porque ele saberia que esta poderia ser a última chance de sua vida.

    Resposta do blogueiro:

    Pelo seu raciocínio não deveria haveria pobre com problemas médicos parecidos (dependência química, por exemplo), o que, vc sabe, não é verdade. Se fosse assim, era fácil curar qualquer doente: bastava colocar o sujeito ganhando salário mínimo e uma família para sustentar.

  • Claudio

    Como sempre a mídia parte da mídia encobre os podres da sr Amorim como bem noticiou A ESPN BRASIL..A brilhante materia da reporter da casa escancarou a máfia que essa mulher e seus bibelos estão fazendo na gestão da Patricia na camera e no Futebol..Infelismente como disse o Lucio de Castro hoje no BB1 na hora do almoço..A imprensa noticia um fato comum e encobre esse escandalo dos Amorins,enfim é vida que segue, e brasil..sil sil..

  • Ele faz isso porque desde o início e será até ao fim de sua carreira sempre passaram a mão na cabeça dele, inclusive com matérias arranjadas em programas de TV dizendo que ele era um coitadinho. Se ele ganhasse 1 salário mínimo e tivesse que acordar de madrugada para trabalhar até à noite, e quem está inserido neste mercado, sabe que até fazendo seu trabalho de forma perfeita, sem dar um vacilizinho pode rodar a qualquer momento, a malandragem dele curaria como num conto de fadas.

  • Ricardo

    Existe uma coisa muito maior por trás da contratação do Adriano, que certamente tem algum problema que deve ser tratado.
    Sua contratação foi de grande importância para a campanha de reeleição da Candidata a Vereadora Patricia Amorim. Sou Botafoguense, mas tenho consciência do tamanho da torcida do Flamengo e de sua importância.

    Infelizmente ele está sendo usado.

  • Paulo Bruno

    Que análise tosca. Adriano não fica em casa remoendo seus vícios e sofrendo de depressão. Adriano cai na gandaia, bebidas, mulheres, farras em comunidades desprovidas de um mínimo de organização social. Do jeito que o Blogueiro fala, parece que ele sofre com seus vícios e isso não é verdade. Ele curte seus vícios. Ele sente prazer e não dor.

  • Rodrigo

    Falou tudo, comentários de altíssimo nível!!

  • David Jaramillo Pichon

    ELE NO TEM ESTUDO, ISSO E O MAIOR PROBLEMA SOBRE ESTE ASSUNTO, ME DIZ QUAL EMPRESA DARIA PARA VC DUAS CHANCE DE VC SE RECUPERAR NO MUNDO? E O MAIOR OTARIO SAO OS CLUBES NO BRASIL QUE ACREDITA EM MILAGRE. PARA MIM ELE NO TEM JEITO E MELHOR ESQUECER ELE POR COMPLETO E SEGUIR A VIDA

  • wagner Oliveira

    O Flamengo não é clínica de tratamento. Ademais, se o Adriano estivesse na Barra da Tijuca, Ipanema ou Leblon, não haveria tanta repercussão. O problema passa também pelo preconceito. Vejam as manchetes. “Adriano estava bebendo na Vila Cruzeiro”.
    Se não der certo… Ok, manda embora e vida que segue. Não pode é ficar refém como ficamos com o falecido R9 e, ainda ser cobrado na justiça uma suposta dívida de quarenta milhões de reais. Fala sério diretoria de incompetentes!!!!!

  • Marcelo

    Adriano não é vagabundo. É burro mesmo!

  • Sempre flamengo! Caro Tirone, quero te parabenizar por sua maravilhosa coluna em relação ao Adriano. Texto coeso e bem realista. A nação rubro negra precisa vivenciar a realidade, não contos de fadas.

  • Cris

    E tem mais: no Corinthians só ficamos sabendo de suas sessenta e tantas faltas, depois que tudo acabou, no Flamengo, cada sorriso torto do jogador é motivo para uma enquete. Fala sério, na quarta feira, os jogadores viajaram àVolta Redonda à tarde e ele ligou dizendo que não ia ao Ninho, ia se exercitar numa clinica perto de sua casa. Fato normal, considerando que o mesmo esteve todos os dias com o grupo e até nos dias de jogos onde tbem se concentrou, agora, este novo fato de segunda feira tem um agravante pque o clube não foi avisado e ele foi visto na favela. Acho que ele pensa que só pque no Corinthians conseguiu faltar mais de 60 vezes sem que saísse´na mídia, poderia fazer o mesmo no Fla. Acontece que no Flamengo é diferente, qualquer coisa é noticiada imediatamente e parece que essa pouca vergonha da midia não vai acabar tão cedo, a não ser que o clube tome medidas mais drasticas em relação à imprensa.

  • Cris

    O clube é uma instituição ligada à esportes e tem como carro chefe o futebol, não é clínica psiquiátrica, não cabe ao Flamengo tratá-lo, coube ao clube dar-lhe mais uma chance pelo fato do mesmo te se criado na Gávea. E só. O clube já te problemas suficientes para resolver, se ele não tem condições de manter em dia o contrato que assinou, cabe à família tentar um tratamento para a sua cura.

  • é ele enganou a todos no flamengo inclusive a torcida!

  • Marcelo Bechler

    vc falou tb a verdade!
    ele é muito malandro sim!

    “Não chego a rotular Adriano como “vagabundo”, mas não sei se ele é tão doente assim. Tem bastante dinheiro, é bem articulado, tem 30 anos. Não o vejo sofrendo tanto com seus fracassos – como acontecia por exemplo com Ronaldo, a cada lesão.
    Ele simplesmente não vai trabalhar um dia para fazer um churrasco com os amigos. Se fosse depressão, se trancaria em casa ou algo do tipo. O comportamento dele me parece de um inconsequente, coisa que ele pode ser porque tem dinheiro o bastante para isso. Talvez a tristeza e decepção sejam maiores de quem espera um comportamento diferente. Adriano não é “burro” e sabe o que precisa fazer para ser um bom profissional. A questão é: ele quer x ele consegue.
    Entendo o argumento do “ele não consegue”, mas a postura que vejo não é de alguém doente, é de alguém desinteressado. Por isso acho que ele não quer.”

    concordo com isso tb, ele sabe q nunca vai dar zebra pra ele, por isso continua a cagar pra todo mundo!
    o mengão tinha q mandar ele embora agora sim!
    ele vai se curar com médicos e tratamento e não jogando bola, bebendo todo dia e indo pra noitada!
    adriano é acima de tudo muito malandro!

  • Chefe do Benja

    Sabe por que é chamado de “framengo”?
    Porque falta um dente, escapa o L e parece “framengo”.
    hahaha

  • LeonardoAssad

    caroTirone,
    Sou médico e concordo quando diz que soa a golpe baixo. Acho que o tratamento integral é essencial : médico, psiquiátrico, psicológico…. . Contudo, acho que manter o paciente em alguma atividade produtiva, como boleiro empregado, partcipando da vida do clube, também é importante. tem que haver o tratamento e a cobrança. Precisa-se da cobrança para que se avalie o tratamento. Se, não me fale a melhora, foi oferecido ao jogador tratamento psicológico e psiquiátrico nessa passagem pelo Flamengo. O jogador não quis alegando que não precisava. Foi prontamente resguardado pela sua assessoria, que a meu ver, é tão culpada quanto o clube, se não for pior! (Afinal cuida da carreira do jogador… é paga para isso). Lembremos. de Gilmar Rinaldi, que sofreu com isso também. Necessita-se de um conjuntura de fatores para que tudo se resolva e pra começar, tem que afastar o problema: falsos amigos, família que não ajuda. É muito difícil. Pode-se alegar que o Flamengo só deveria aceitar o contrato se o jogador se colocasse sob o programa definido pelo clube para ajudá-lo. Com certeza, não haveria contrato. E com certeza, mais uma opção de ajuda, que é o emprego, a atividade remunerada, não lhe seria oferecida…. Não sei meu caro, posso estar sendo poético mas, já vi isso algumas vezes e situação é muito difícil. Para qualquer lado…..

  • Marcos R.

    Concordo. Mas nunca pensei que leria isso em uma reportagem. Valeu por ter falado a verdade quandoTODOS tentam se enganar e esconder aquilo já tá ficando meio óbvio. Muito bem colocado, verdadeiro, sincero, honesto e acima de tudo demostra uma imparcialidade bastante incomun nos dias de hoje. Parabéns.

  • joao viana

    ELE PRECISA DE TRATAMENTO PSQUIATRICO SÉRIO!
    INTERNAÇÃO MESMO!
    OU ELE É BIPOLAR ( EU SOU TB ) OU TEM UM TRANSTORNO MUITO PIOR E PERIGOSO!
    MANIA DE PERSEGUIÇÃO ELE TEM E EU TAMBÉM,MANIA DE GRANDEZA/ SOBERBA ELE TEM E EU TAMBÉM, PREGUIÇA AGUDA ( NÓS 2 TEMOS ), FALTA DE ANIMO E HIPERATIVIDADE COM DEFICIT DE ATENÇÃO NÓS 2 TEMOS!
    TEM HORA QUE ELE SE ACHA O MELHOR DO MUNDO, ELE MESMO SE CHAMA DE IMPERADOR, NA OUTRA ELE TA SEM MORAL E SEM VONTADE DE VIVER…BIPOLAR SIM!
    TODOS OS SINTOMAS DA BIPOLARIDADE QUE EU TENHO , ELE TEM TAMBÉM!
    JA IDENTIFIQUEI NELE VARIOS OUTROS PROBLEMAS QUE GRAÇAS A DEUS EU NAO TENHO, MAS A GRANDE DIFERENÇA ÓBVIA, É QUE PRA ELE AS PORTAS DO MUNDO SE ABREM!
    MULHERES, NOITADAS, “AMIGOS”, DINHEIRO,CARRO, PODER…ELE SE CORROMPE, ELE SE DEIXA SEDUZIR POR TUDO ISSO…TUDO QUE NÓS HUMANOS TEMOS QUE RALAR DURANTE DÉCADAS PARA CHEGAR EM 1% OU 2% DO QUE ELE TEM…TEMOS QUE TRABALHAR DEMAIS, ESTUDAR DEMAIS, OUVIR SAPOS DEMAIS, PASSAR POR SÉRIAS DIFICULDADES E CONTAR COM PROBLEMAS DAS VIDAS NORMAIS, QUE SIMPLESMENTE PRA ELE NÃO EXISTEM!
    AMADURECEMOS COM ISSO! ELE NÃO!
    SEMPRE TEM ALGUEM PRA PASSAR A MÃO NA CABEÇA DELE!
    ELE NÃO VAI AMADURECER NUNCA!
    ELE É UMA CRIANÇA GRANDE , QUE NÃO DEMONSTRA QUERER CRESCER NUNCA!
    PETER PÃ É O NOME DELE!
    E AINDA TEM O PROBLEMA COM ALCOOL!
    O ALCOOL É O INIMIGO N° 1 DE QUEM TEM PROBLEMAS DESSE TIPO…ELE DEVIA ERA TOMAR REMÉDIOS SIM, (ALÉM DE PARAR DE BEBER SIM, PQ ELE NÃO TEM CONTROLE QUANDO BEBE E UMA DOENÇA POTENCIALIZA A OUTRA SIM) COMO EU E QUALQUER BIPOLAR NORMAL, TOMA! TRATAMENTO SÉRIO PARA QUE SE POSSA LEVAR UMA VIDA “NORMAL”!
    ELE NÃO TEM EDUCAÇÃO NENHUMA, NEM QUIS APRENDÊ-LA A APESAR DO EXCESSO DE DINHEIRO E OPORTUNIDADES, ELE SAIU DA FAVELA MAS A FAVELA NUNCA SAIU DELE!
    IMATURIDADE COM IRRESPONSABILIDADE!
    ELE É O PROJETO PERFEITO DO FAVELADO MALUCO QUE NASCEU PRA DAR ERRADO MAS POR “ALGO” DA VIDA ELE TINHA TUDO PRA DAR CERTO, MENOS ELE MESMO!
    ELE SEMPRE TEM BONS MOMENTOS ( 3 OU 4 MESES) DEPOIS RECAIDAS GRANDES ( 6 MESES, 1 OU 2 ANOS )…FAZEM PARTE SIM DA BIPOLARIDADE!
    ELE DEVE SER INTERNADO CONTRA A PRÓPRIA VONTADE NUMA CLINICA PSQIIATRICA AO MESMO TEMPO QUE TOMA REMÉDIOS CONTRA O ALCOOL!
    TRATAMENTO COM PSCÓLOGOS TAMBÉM SERÁ ÚTIL, ACOMPANHAMENTOS DE ME´DICOS SÉRIOS DE DIVERSAS ÁREAS E DEPOIS SAIR DO BRASIL!
    MORAR EM PORTUGAL POR EXEMPLO…A LINGUA É A MESMA E LÁ NÃO TEM TODA ESSA BAGUNÇA QUE TANTO O SEDUZ, NADA DE FAVELA DE MAUS AMIGOS, DE MULHERES MALANDRAMENTE TREINADAS PARA FERRÁ-LO, E NOITADAS EM MENOSRES ESCALÃO DO QUE AQUI NO RIO DE JANEIRO!
    SEM ISSO…É UM FUTURO DE GARRINCHA QUE O ESPERA…

  • Gabriel Mirandolla

    E o que o clube tem a ver com isso ?

    O clube fez uma proposta de trabalho e o Adriano aceitou não foi ?

    Ele concordou em cumprir o que assinou.

  • Fala Tirone, tudo bem?

    Primeiramente parabéns pelo trabalho e pelo blog, sempre passo por aqui. O caso do Adriano faz a gente pensar. E de tanto pensar, as vezes acho que pensamos mais do que devíamos sobre o assunto. E talvez isso aconteça porque todos vêem o talento e esperam que algo aconteça. Voltar pra 2005 ou pelo menos 2009 e ver um jogador acima da média em campo.

    Sobre o texto, a minha visão é diferente. Não chego a rotular Adriano como “vagabundo”, mas não sei se ele é tão doente assim. Tem bastante dinheiro, é bem articulado, tem 30 anos. Não o vejo sofrendo tanto com seus fracassos – como acontecia por exemplo com Ronaldo, a cada lesão.

    Ele simplesmente não vai trabalhar um dia para fazer um churrasco com os amigos. Se fosse depressão, se trancaria em casa ou algo do tipo. O comportamento dele me parece de um inconsequente, coisa que ele pode ser porque tem dinheiro o bastante para isso. Talvez a tristeza e decepção sejam maiores de quem espera um comportamento diferente. Adriano não é “burro” e sabe o que precisa fazer para ser um bom profissional. A questão é: ele quer x ele consegue.

    Entendo o argumento do “ele não consegue”, mas a postura que vejo não é de alguém doente, é de alguém desinteressado. Por isso acho que ele não quer.

MaisRecentes

E se der tudo errado?



Continue Lendo

Muita calma com Rueda



Continue Lendo

Muitos jogadores, nenhuma ideia



Continue Lendo