Fluminense: eficiência defensiva



Há duas semanas, Abel Braga me deu uma entrevista e disse:

– Ano passado, nosso time era muito forte, mas o sistema defensivo ainda não era o ideal. Este ano, o sistema defensivo está funcionando bem, o time está mais equilibrado. Por isso, acredito que vamos chegar.

No clássico do centenário do Fla-Flu, de fato, o sistema defensivo tricolor foi perfeito. Não levou gol, Diego Cavalieri trabalhou pouco embora o Fla tenha perdido pelo menos duas enormes chances: uma parou na trave em cabeçada de Arthur Sanches, outra foi para fora em cabeçada de Adryan.

No vestiário após o jogo, Joel Santana comemorava o domínio do Flamengo no segundo tempo. O Fla teve posse de bola “barcelônica”, que chegou a 60%.

No outro vestiário, Abel dizia:

– O Flamengo, quando perde a bola no ataque, fica com até sete jogadores no campo ofensivo. Eu dei o campo para o Flamengo para explorar os contra-ataques.

Fato é que o Fluminense, principalmente no primeiro tempo, poderia ter ampliado o placar. No segundo, ficou mais recuado, até teve algumas chances de aplicar o contragolpe fatal, mas não conseguiu. Era possivel ver claramente duas linhas defensivas muito próximas e bem montadas dificultando a penetração em sua área. No fim do jogo, sofreu a maior pressão, que não foi tão sufocante assim. Venceu.

A impressão que dá é a de que o recuo do Fluminense nos jogos (não só ontem, mas também contra o Náutico, por exemplo) é estratégia e não deficiência. Não à toa, o time é o segundo menos vazado do campeonato e não à toa está na segunda colocação na tabela.

Vai haver (já houve, aliás) quem discursasse que o Fluminense jogou como time pequeno e que só não sofreu gol por contra a incompetência do Flamengo. Mas olhe a tabela: o time já enfrentou fora de casa pesos-pesados como Corinthians e Santos (ok, os donos da casa utlilizaram os reservas) com uma vitória e um empate. E também enfrentou o Náutico fora, com vitória. Em casa, encarou Figueirense (o maior tropeço, empate), Internacional (outro empate), Portuguesa (vitória) e o clássico de ontem (vitória). É o único invicto do campeonato.

Claro que a torcida quer um time que dê menos campo ao adversário e tome a iniciativa do jogo. Mas por enquanto, este Fluminense é sinônimo de eficiência.



MaisRecentes

Bem-vindo à Seleção, Tite!



Continue Lendo

Evolução



Continue Lendo

Vai começar uma nova Copa



Continue Lendo