Um dia eles conseguem acabar com o futebol



Todo mundo lembra bem a primeira vez que entrou em um estádio de futebol. É uma experiência única, que fica na memória de qualquer amante do esporte por toda a vida. Não é só o que se vê, mas também o que se sente, cheira e ouve.

A lembrança mais forte que tenho de minha primeira presença em um estádio de futebol é auditiva. Uma bateria de rojões ensurdecedora na entrada do time da casa em campo. Por anos aquilo me intrigou: quem acende o pavio? Como este sujeito sabe a hora que o time entrará em campo? Quem coloca tantos rojões ali? O time adversário se sentiu intimidado com tanto barulho?

Ano passado esta minha lembrança infantil voltou à tona quando vi a entrada em campo do Peñarol na final da Libertadores contra o Santos. Rojões ensurdecedores, uma festa inacreditável e arrepiante no Estádio Centenário em Montevidéu. Dessas coisas que fazem do esporte muito mais do que o que acontece dentro de campo, quadra, etc.

Atolada em escândalos de corrupção que pulverizam sua credibilidade cada vez mais, a Fifa anunciou nesta terça-feira que rojões serão proibidos em estádios de futebol no mundo inteiro. Como se não tivesse nada mais urgente e importante para fazer.

Assim, aos poucos, a entidade que dá as cartas no futebol na Terra vai higienizando o esporte. Leia-se “higienizando” com a pior conotação possível. E vai mostrando que pode entender muito de negócios e negociatas, mas que entende pouco ou nada do que é a emoção do esporte.

Na ânsia de transformar o futebol em uma mina de dinheiro, a Fifa esquece que trata-se de um esporte popular, em que o traje não precisa ser o terno, que torcedor não precisa ficar calado (é melhor que não fique, aliás), que um estádio não é um teatro de ópera, e que o torcedor não está no campo apenas para ver o que acontece, mas para FAZER parte do espetáculo.

Organizar um evento, dando ao torcedor conforto no estádio é louvável e elogiável. Lugares marcados, estádios decentes, tudo isso é fundamental. Privar o torcedor de participar do evento é outra, que vai muito além disso e é nociva. No Brasil, já chegamos ao cúmulo de proibir bandeiras em estádios, com a justificativa de que elas incentivam a violência.

Fim dos rojões, fim das bandeiras nos estádios, proibição de ir vestindo a camisa do time… vai chegar o dia em que será proibido gritar gol. Vai chegar o dia em que o futebol vai acabar. Um dia eles conseguem.



  • Cassio

    Futebol, na minha opinião já acabou a uns 13 anos atrás. Hoje a mídia em geral (internet, televisão, radio…) fica ”enfiando” na cabeça do povo esta porcaria de futebol, conseguindo assim alienar a todos quanto as questões do nosso país, e ainda de quebra afastar o povo cada vez mais de Deus. Procuremos todos nós desligarmos desta porcaria de futebol, isso é só nosso lazer, não deve ser ”razão de viver” e nem ”religião” de ninguém. Vamos buscar ser melhores Homens, Pais, Filhos, Cidadãos, buscando também servir melhor a Deus e ajudando ao próximo.

    obrigado

  • fogoirado

    Mas uma coisa é importante, a qualidade dos estádios melhorou, antigamente o maracanã era um fedor de urina, o pessoal mijava em qualquer lugar pois o banheiro não dava prá entrar de tanta catinga. Prá manter o espetáculo, com o salário exorbitante dos jogadores, só cobrando ingresso caro mesmo.

  • fogoirado

    coisa ridícula, homem chorando quando o time ganha ou perde. Preocupem-se em serem um cidadão produtivo e bom pai, o resto é lixo. No mais é um montão de trouxa ( me incluindo nisso ) dando dinheiro prá um montão de espertalhão encher o bolso.

  • fogoirado

    Tudo bem que futebol é emoção, já foi muito mais, hoje 90% dos jogadores são pernas de pau.
    Agora essa idiotização das torcidas, homem chorando quando o time perde ou ganha, torcida organizada (que deveriam ser banidas, todas elas), desrespeito aos torcedores adversários.
    Vamos falar sério, o (b)rasil precisa de cidadãos mais conscientes, povo que se rebele quando esses políticos roubam o que roubam, claro que não!!!!!!!! Estão preocupados se seus clubes serão campeôes ou não. Esses mesmos idiotas, alienados cuidam dos seus filhos como deveriam?

  • Gustavo Esposte

    Sem contar a boa, velha e gelada cervejinha que eles já proibiram! Como se os caras que lá estão precisassem de álcool pra ficar doidões!

  • CANTIDIO LUIZ ULIVI NETO

    Está chegando a hora, em que a graça do futebol, só vai existir nos times de varzea, nos bairros da cidade.Amor a camisa, raça, pureza esportiva, rivalidade entre vilas, craques de outros times , mesmo que rivais admirados, campos de terra no meio e mato nos lados, e uma coisa muito importante:publico ao redor da “porfia”, podendo xingar, gritar gol, dar risada, soltar rojão e não ter tres pontos para disputar, apenas e somente o jogo pelo jogo.Saudades.

  • Rodrigo

    Óbvio. Fabricante de rojão não patrocina Copa.

  • alexandre

    Acho certo proibir rojões em estádios, primeiro porque é um dinheiro jogado fora, atualmente no mundo existem milhões de pessoas que não tem nem o que comer, é um absurdo isso, segundo um barulho onde prejudica a audição de milhares de pessoas, sem contar o perigo que pode causar, além do que existem vários animais que se desesperam com isso, então caro amigo concordo com a FIFA, pelo menos dessa vez está tomando uma medida inteligente….E você se quiser ouvir rojão, peida embaixo do cobertor e curta o som e o cheiro……

  • edu machado

    O FUTEBOL COMEÇOU A ACABAR NO MOMENTO EM QUE A FIFA FEZ REGULAMENTOS E OBRIGAÇÕES, E O SPORTE RECIFE CHUTOU OS MESMOS EM 87 E A FIFA ARMOU TODO O MARMELO PARA PROTEJER A CBF DE SER INCURSA NUMA DESSAS LEIS QUE PREVIAM A DESFILIAÇÃO DA FEDERAÇÃO CONIVENTE COM O ATO INFRACIONÁRIO.

    E PIOROU COM ESSAS REGRAS DA FIFA QUE AINDA PRIVILEGIAM E MUITO OS EUROPEUS.

  • Tironi

    Sim, eu mesmo.

  • edu machado

    Julio R. Neto disse:
    23 de maio de 2012 às 17:29

    Atenção Flávio….não seja bairrista, certo? Todos estão comentando sobre a perda de alegria no futebol, imposta pela fifa (ou tentando impor). Concordo que o futebol está acabando (???????). E viva o MMC, Box…..duas culturas esportivas que educam os sobreviventes, engrandecem os hospitais e intensificam pessoas em clínicas e possíveis IMLs. Nós que gostamos do puro futebol iremos sobreviver a mais uma invasão alienígena. Gosto de ver um jogo bem jogado e uma torcida incendiando alegria no campo. Dentro do campo, com camisa, bandeira e batuque.

    ___________________________________________________________

    MMC ? BOX? bem, 1 vamos olhar o nivel de escolaridade.

    um “hater” de MMA (este sim o nome correto), não sabe nem o nome da modalidade, 2 é que fala dele como se fosse carnificina sendo que eu vejo muito mas muito mais lesões no futebol do que no MMA.

    pode ver que o goleiro do flamengo tomou uma pancada na cabeça e saiu direto para o hospital e o petr cech teve uma lesão no crânio ao se chocar contra o joelho do adversário em uma dividida.

    bem o MMA do qual vc se refere que “engrandece hospitais e até IML’s” , pego por exemplo os duelos entre mirko “cro cop” filipovíc e gabriel gonzaga “napão” , anderson silva e vitor belfort e brock lesnar e frank mir, apesar de o MMA ser um “esporte” (explicação: o mma ainda está evoluindo, para realmente virar um esporte, falta a unificação total das regras e uma organização mundial para fiscalizar e controlar eventos e atletas, além de antidopping antes e dps de todos os eventos, igual é feito em todos os esportes) de contato, o numero de lesões e mesmo de danos que um atleta possa ter depois do final de carreira é muito, mas muito inferior ao numero de lesões que existem no futebol, no próprio boxe, no volei e afins. e a imensa maioria das lesões de um atleta de mma, são lesões musculares e/ou alguma doença que qualquer ser humano está sujeito a sofrer. as lesões causadas pelas lutas propriamente dito, não são tantas e na imensa maioria das vezes, são pequenos cortes.

    e bem, são atletas treinados para mma e preparados para o mesmo. agora pega um jogador de futebol que dá cotoveladas no outro, isso é contra as regras e além disso o adversário não espera aquilo, isso sim é violento

    e sinceramente, com esses fagners, guiñazus, tonys, klebers, indios, bolivars, dagobertos felipes bastos, diegos souza, richarlysons e herreras que tem por ai no futebol brasileiro, pode se dizer que o futebol é muito mais violento que o mma.

    eu por exemplo não gosto desses filmes de romance metido a comédia, handeball e basquete feminino. mas tem pessoas que gostem

    agora, só porque que eu não gosto de algo, não vou ficar denegrindo o gosto dos outros ou rotulando só porque gosta de algo

    em sua homenagem só uma pequena lista

    randy couture e quinton “rampage” jackson atores com participações em filmes com boa vendagem

    hugo “wolwerine” formado em fisioterapia, shane carwin formado em engenharia, demian maia formado em jornalismo, rony “jason” mariano terminando faculdade de direito (teve que parar por causa do TUF br )

    ronda roussey e satoshi ishii (medalhistas olimpicos no judo) e rogério “minotouro” nogueira (medalhista panamericano no boxe)

    gosto, cada um tem o seu, ninguém é obrigado a gostar de nada, mas existe algo que os pais ensinam (ou deveriam ensinar) que é o respeito ao próximo.

    então se vc não gosta de algo, não veja, não assista ou não fale

    atitudes de ficar “metralhando” os outros ou o que ele gosta ou faz, não é nada diferente do que os nazistas faziam ou os israelenses e a turma do ahrmadnejad fazem por ai.

  • Fernando Duarte

    Caro blogueiro, entendo suas aflições, mas gostaria de ponderar algumas coisas. Vc acusa a Fifa de “jogar contra” a emoção do futebol. Porém, lembro que, por exemplo, partiu da Fifa a exigência no mundo todo para que a construção de novas arenas de futebol, previssem a ausência de fossos, cêrcas e muretas, e que a distância da platéia até o campo fossem reduzidas ao mínimo. Isso não é jogar contra a emoção, muito pelo contrário.
    Na Copa da África, apesar de alguns protestos, a Fifa liberou as famigeradas e “alegres” vuvuzelas, alegando que fazia parte da cultura local, e que contribuía para a alegria dentro dos estádios. Eu estava lá. Meus ouvidos doem só de pensar naquilo. Um barulho ensurrecedor. No primeiro jogo senti vontade de correr dali e assistir o jogo no hotel !!!. Isso não foi jogar contra a emoção também.
    Vc fala nas bandeiras. Aqui no Rio elas fazem parte do espetáculo desde sempre. Se em SP a federação local entendeu que proibindo as bandeiras, a violência das organizadas iria diminuir, que culpa tem a Fifa ????????
    Lembro ainda, que independente da Fifa, na grande maioria das arenas européias e americanas (nos EUA, em todas !!!), os rojões já são proibidos por questões de segurança, há muito tempo. E isso em nada tem afetado a “emoção” e a alegria dos jogos.
    Entendo sua posição, mas acho que são exageradas. Está na hora de parar de enxergar a Fifa como vilã e de querer “acabar” com o futebol, até porque eles são por demais inteligentes, e jamais permitiriam que sua galinha dos ovos de ouro acabasse. Abs

  • José Luiz

    Grande debate. Também sou da época em que ia ao Pacaembu ver a grande festa da torcida. Agora, com tudo proibido, fica difícil. Porém sempre cabe a discussão: por que será que tudo isso foi adotado? Qual motivo não há cerveja nos estádios? Por qual motivo as uniformizadas estão sendo banidas? Quantos acidentes foram causados por mastros de bandeira? Lembro de uma partida onde um criminoso desferiu diversos golpes de mastro de bandeira em outro rapaz caído. A quem cabe essa discussão? Claro que não sou tolo a ponto de achar que as TVs e as corporações que ganham dinheiro com o futebol não estão por trás de tudo isso, mas também devo entender que o comportamento da torcida tem levado o futebol a ter clientes no lugar de torcedores. E viva meu timão!

  • Caro Tironi….gostei bastante do texto e concordo contigo.
    Está ficando muito chato assistir futebol…pois o que diferencia este esporte do volei, basquete, tenis etc… entre outras coisas é a paixão.
    Quando tiramos a paixão do futebol ele é algo comum. Deste modo, quando destruimos a paixão clubistica, as rivalidades regionais e os adereços que envolvem o torcer e aí vem as bandeiras, as camisas, os rojões , a chuva de papeis picados …o grito da torcido….aquele uhhhhhhhhhh no quase gol….ou quando o camarada do teu lado não para de se levantar e perturbar …
    Isso tudo é a paixão pelo futebol….sem isso não passa de algo ordinário.

  • HugoSPFC

    Ei você é do Bate Bola né?

  • legal guilherme, ri pra caramba, porque a diretoria do fla ta fazendo curso na fifa. também pensei que o tirone estava falando meu mengão, mas serve o texto!!!

  • Atenção Flávio….não seja bairrista, certo? Todos estão comentando sobre a perda de alegria no futebol, imposta pela fifa (ou tentando impor). Concordo que o futebol está acabando (???????). E viva o MMC, Box…..duas culturas esportivas que educam os sobreviventes, engrandecem os hospitais e intensificam pessoas em clínicas e possíveis IMLs. Nós que gostamos do puro futebol iremos sobreviver a mais uma invasão alienígena. Gosto de ver um jogo bem jogado e uma torcida incendiando alegria no campo. Dentro do campo, com camisa, bandeira e batuque.

  • Guilherme

    Pensei que o Tironi estivesse falando da diretoria do Flamengo…

  • ilton

    Quer dizer então, que nunca mais veremos um espetáculo como o maior de todos. Maracanã, final da Libertadores de 2008. A torcida mais linda do mundo, a maior promotora de eventos do planeta, um dia será proibida de dar espetáculos. Claro, eles conseguirão.

  • Ademir

    Eu era apaixonado por futebol, desde criança brincava com jogos de botões, narrava os nomes dos jogadores, vivia jogando bola. O meu primeiro jogo que assisti foi Palmeiras 3 x 2 Portuguesa que jogo inesquecivel com Leão, Luis Pereira, Ademir da Guia, Edu, Nei e a Portuguesa com Badeco, Eneas meu Deus tudo era maravilhoso… o tempo foi passando e hoje já não tenho tanto entusiasmo para o futebol Uma cambada de ladrões que só visam dinheiro, Dizem que futebol é para o povo, pergunto a COPA DO MUNDO é para o povo? esse circo é tudo enganação ira render milhões a FIFA

  • Daniel Duarte

    eu mesmo ja perdi o encanto de ir a campo muito tempo. cada ano q passa se torna mais sem graça.

    por isso q media de publico do campeonato brasileiro na 1 rodada foi de 9 mil torcedores, media de publica de terceira divisao da inglaterra.

  • Adriano

    Eles estão conseguindo tirar a emoção das partidas a cada dia.
    Mas numca vão tirar o amor que tenho pelo meu time Corinthians.

  • OLA ALER ESTOU COM VOCE TIRONE REALMENTE SO FOI A POLITICAGEM ENTRAR NO FUTEBOL PRA ACABAR COM ELE AGORA QUERO VER ONDE VAO COLOCAR TANTA GENTE QUE TRABALHA NO FUTEBOL PORQUE POLITICO NAO TABALHA ATE ONDE SEI SO METE MAO E PARECE DESGRAÇA ONDE COLOCA A MAO DESAPARECE

  • Ademir Santino de Lima

    Se existe uma coisa que deveriam acabar, é esse torneio, que se tornou fonte de ambição dos homens de mal caráter.
    A FIFA dona do torneio faz exigências absurdas em nome do lucro. No caso Brasil a CBF em conjunto com políticos formam uma verdadeira quadrilha pra assaltar o erário,portanto amigos, acabando com esse torneio, muitos povos se livraria desses assaltantes.

  • Valerio Scatamburlo

    Concordo com o Tironi e os fogos estao em locais seguro fora do estadio,as bandeiras hoje usa-se o plastico flexivel na vareta para nao usa-lo como arma e o nosso estadio está ficando o maximo será a nossa casa onde ganharemos os pontos que hoje nos fazem falta AVANTE VERDAO

  • Zudgard José de Barros Paes Coelho

    O que acabei de ler que está sendo pensado pela FIFA, instituição que deve ser do tempo de Maomé, com dirigentes com mais de 150 anos de vida, porisso que que querem acabar com a alegria do amante do futebol. Na próxima vez que eu for a um estádio para torcer para o meu time do coração, vou de fraque, gravata borboleta, chapéu coco, bengala, sapato luiz XV e outras bobagens, ficarei calado o tempo todo mesmo que o meu time esteja ganhando. Meus senhores me batam um abacate com tantas bobagens, tendo mais o que se preocupar.

  • Rafael

    Sérgio, lendo o seu comentário, concluo que infelizmente vc não conhece a essência do futebol.

    Se parte da arrecadação de impostos fosse usado para educação de qualidade nesse país, rojões, mastros de bandeiras e sinalizadores não seriam perigosos. Pois não seriam usados por delinquentes.
    Mas aí já entramos em outra história…

  • sandro gomes

    Tironi, muito oportuno esse seu texto, porque é exatamente o que está acontecendo com o espetáculo de futebol. Cada vez mais se tornando um espetáculo para a televisão, um programa e não mais um evento independente. Aqui no RJ acho particularmente que o futebol começou seu fim quando acabaram com a geral do Maracanã. Espaço mais democrático, pacífico e frequentando por aqueles que mais amam o futebol, porque não ligam de assistir o jogo em pé. Aqui um ingresso de geral custava 3 reais e com esse preço praticamente todo mundo podia ir. Agora o ingresso mais barato custa no mínimo 20 reais, o que expulsou do jogo um grande número de cariocas. E isso certamente vem acontecendo em todo o Brasil, cada vez menos o país do futebol. Abraços e saudações tricolores

  • Henrique

    Excelente!!!

  • Leopoldo

    Ora, bolas, Sr. tironi, com certeza os jornalistas de “O Lance” nao ficam na arquibancada com risco de serem atingidos por um rojão, ou ter seu seu abdome perfurado por um mastro de bandeira, ou ser atingido por copos de urina de quando era permitido cerveja nos estádios. Os jornalistas ficam em locais confortaveis longe desses riscos. Os tempos mudaram e o futebol tem que se adaptar. Hoje a segurança em um evento que acomoda 50, 60, 70.000 pessoas é fundamental

  • Robert Machado

    O projeto da FIFA é acabar com futebol e está a passos largos para o sucesso.
    É absurdo e ridículo tudo que fazem para ir contra o futebol..
    E mais, não só a FIFA, mais CBF e as Federações Estaduais.
    Não sou tão velho mais fui meu primeiro jogo em 1991 final do Carioca Fla x Flu, lotado e me lembro das torcidas entravam juntas pela Estátua do Belini.
    Havia brigas e violência? Sim havia mais o que foi feito para acabar com eles? Nada simplesmente separam as torcidas acreditando que isso iria resolver os problemas. É lógico que não resolveria acredito que até piorou, pois, se houvesse tomado ações que educassem ai sim resolveria e não perderíamos tantas vidas em confronto de torcidas.
    Outro absurdo é a proibição de bebida alcoólica nos estádios!
    Pergunta se os engravatados que tomaram essa decisão vão ao jogo de arquibancada? Não sei que não, pois, se fossem veria que quem briga de verdade é a Torcida Organizada e esses brigões não bebem cerveja usam drogas e livre leve e solto. Porque não coloca policiais dentro das torcidas organizadas levando preço os drogados e brigões! Esse é o pais do absurdo.. INFELIZMENTE.

  • Julio Cesar

    Deveriam aproveitar e retirar logo as arquibancadas, ganharia-se mais nas transmissões da televisão; sem cerveja, sem bandeiras, sem fogos, tira logo o torcedor.

  • Mario Feldhaus

    Muitas coisas estão acontecendo para acabarem com o futebol, e a FIFA, patrocinada pela midia que não vê vantagens em ter torcedores em estádio, mas sim em frente a televisão, tendo que digerir seus patrocinadores, narrações de péssima qualidade, comentários tendencios.
    O que mudou de 30 a 40 anos para cá?
    Maracanã com 120.000 a 130.000 torcedores? Depois que a televisão surgiu nunca mais se viu.
    Depois de um clássico, se fala mais nas brigas entre torcidas, congestionamentos e outros problemas que a partida gera do que propriamente do jogo! Isso com apenas 20 a 50.000 torcedores. Pergunto, na época dos “milhões” não existiam problemas? Brigas, transtornos, feridos, mortes? Claro que sim, como existe em outras concentrações que não seja o futebol!
    Os canais de TV não querem o torcedor no estádio, mas sim em frente a Televisão!

    E o que os rojões tem com isso? A fumaça provocada por eles, tira a qualidade das imagens, esconde as placas de publicidade espalhadas nos estádios e os torcedores que deveriam estar lá fazendo barulho, torcendo, apoiando seu time, ficam sem ver nada…

    Para encerrar, discordo em um ponto do seu comentário: A FIFA é apenas um “fazedor” de regras, para atender as necessidades dos patrocinadores e das emissoras de Televisão, em troca de alguns bilhões de dolares. Então quem esta acabando com o Futebol não é a FIFA, e sim quem mais lucra com a ausência do torcedor no estádio.

  • Mais uma vez Tirone,Meus Parabéns..
    (*Tirone*)

  • Meus Parabéns Tirone.Hoje não podemos mais vestir a camisa do próprio time,o manto sagrado do torcedor, não podemos mais ostentar o mais importante para um torcedor, o ESCUDO do time.. Futebol virou uma Grande EMPRESA, onde paixões e emoções dão Lugar a empresários e cifrões .. é triste ver como essas pessoas conseguem acabar com o futebol,lentamente, e ninguém faz nada. Será que nossos filhos sentiram amor e prazer em assistir um jogo de futebol,como nós sentimos hoje? Creio que não,pois Dribles,Bandeiras,Fogos,Cantos tudo oque engrandece o espetáculo esta sendo banido do futebol .. Lamentável,Triste… Mais uma vez tiro,Meus Parabéns..

  • PJ

    Apenas para aplaudir as palavras!!

  • Sergio

    Discordo. E deve antes dizer que também tive minha primeira experiência em um campo de futebol, com rojões, bandeiras, o gramado verde impecável, a bola branca jogada com categoria e muita técnica, e estádio cheio. Mas, foi.

    Rojão é perigoso, bandeira pode servir de armas…os tempos mudam, tudo muda. Apoio a iniciativa de se tirar rojões dos estádios, por questões de segurança.

    O futebol será, cada vez mais, televisivo para a massa e de elite nos estádios.

    Tudo tem seu tempo.

  • Edson

    Concordo contigo Tironi! São canalhas que em sua maioria nunca correram atrás de uma bola, mas usam do futebol para enriquecimento. Vide fifa que achou a mina de ouro ao perceber que “padronizar” copas do mundo com suas exigências se tornou uma meio quase “lícito” de ganhar dinheiro. CBF aumentou muito seu patrimônio de 20 / 30 anos para cá! veja que não paga nem os salários de jogadores convocados como era em décadas passadas, pelo menos uma parte, e nem mesmo quando o jogador se contunde atuando pela seleção, que nem de longe lembra a época em que perfilados para ouvir o hino muito jogador se emocionava e até chorava!
    É kamentável ! tenho receio de um dia me enojar totalmente e deixar de gostar desse esporte que sempre esteve no meu sangue. Saudações.

  • Flávio

    O futebol começou a acabar em 87, quando inventaram um título para o Sport e tiraram um título legítimo do Flamengo, e deu um tremendo passo em direção à sepultura quando, em 2011, um juiz de direito do Recife, coincidentemente a cidade daquele genérico rubro-negro pernambucano, intimou a CBF, que havia distribuído títulos brasileiros a rodo, a tirar o único verdadeiro título que havia homologado daquela leva toda, que é o dito legítimo título brasileiro de 1978 ao Flamengo.

  • Rafael

    Tirone, meus parabéns pelo post!

    Me entristece muito quando eu comparo os jogos de hoje com os jogos de anos atrás. Que coisa linda era aquilo!!!
    Bandeiras, fogos, sinalizadores, pó de arroz no maraca, cascata em São Januário, estádios sempre lotados, etc, etc, etc… Infelizmente aqueles tempos não voltarão.
    É muito triste não poder mostrar ao vivo festas como aquelas para o meu irmão mais novo. Sinceramente eu tenho medo de que algum dia desses ele olhe para mim e diga que prefere assistir uma luta de MMA a uma partida de futebol. Que Deus nos livre disso!

    Saudações Vascaínas!

  • Frederico

    Cara, excelente texto e triste realidade. Você tem que comentar mais no Bate-bola, de preferência de 12h30 pq é o que assisto kkkk. Vi uma vez recentemente você comentando e achei muito interessante a forma em que analisou as situações apresentadas.

  • antoniohenrique gov. valadares

    pior de tudo é que eles proibiram a birita, nunca mais vai ser 100, 150 mil torcedores num estádio.

  • mcm

    Antes disso vai ser proibido driblar. Atualmente driblar já é considerado atitude ofensiva ao adversário — inclusive com juizes aplicando cartão amarelo. Breve será simplesmente proibido.

  • Flávio Lyra

    Tironi, concordo 100 % com vc. Sou seu fã…
    Segunda feira teve essa discussão no “Bem Amigos” do Sportv.
    O que o futebol quer? Torcedores ou clientes?
    E pasmem… quase todos os comentaristas presentes concordavam que o correto é a elitização dos estádios, onde quem tem grana vai pagar pelo conforto e quem não tem assistirá em casa.
    Estou revoltado até agora!!
    Não imagino o futebol sem os torcedores de massa…
    Imagina que saco!! Gol do seu time…. todos de pé aplaudindo e falando “educadamente” sobre o lance bonito.
    Realmente vc está certo: Um dia acabam com o futebol…

  • Adalberto F. franco

    Prezado Tironi, você acha a FIFA, uma instituição séria? Eu tenho minhas duvidas a corrupção deve rolar solta lá dentro é porisso que o futebol no mundo tá essa draga e pelo jeito não vai melhorar tão cedo, vide o exemplo da CBF, aquilo ali é um antro de engorda de gente baixa e que não manja nada de futebol.

  • Richard

    Otimo post Tironi! Concordo com tudo o que tu falou. Imagina que um jornalista aqui do sul o Luiz Zini Pires do Grupo RBS, disse que adorou a decisão pois livra a todos daquela “fumaceira ridícula”. Esses são os tempos em que vivemos…

  • Elio Larese

    Concordo contigo, a única que coisa nunca gostei, mas aí eu digo que é minha opinião, era coisa de garoto, era da chuva de morteiros que rolava no Maraca quando eu era bem novo e achava assustador, perigosíssimo…

  • Gustavo Lima

    Quando um rojão atingir a cabeça do Tirone quem sabe ele muda de opinião.
    Ou o Tirone só vai para camarote e o povão, que talvez esteja acompanhado por um filho, que se exploda, junto com os rojões?

  • Natalia Zanotti

    É a realidade… a elitização do futebol está acabando com a nossa diversão! Espero, que a mídia, da mesma forma utiliza os seus canais de comunicação para formar a opinião pública, tenha a competência de pontuar e aumentar as suas matérias colocando em debate essa transformação do nosso futebol…e que ajude de alguma forma combater isso! Futebol é para o povão!!! Não quero ir aos jogos e me sentir como se estivesse em uma sala de cinema ou de teatro.

  • Sandro

    Parabens , eu penso asim tambem

  • Sr. Tironi, concordo em parte com sua crítica a FIFA. Isto porque o sr. está esquecendo das famigeradas torcidas organizadas. Diante dos absurdos cometidos por essas torcidas, infelizmente, torna-se necessário tomar medidas drásticas como essas, mesmo que tais medidas, às vezes, prejudiquem o torcedor que, realmente, vai aos estádios para torcer e não para fazer, dos mesmos, verdadeiras praças de guerra. Na minha opinião, esse é um dos fatores que estão afastando os torcedores dos estádios e tornando o futebol menos romântico.

  • matéria infeliz, e reclamação mais improcedente ainda.FOGOS de artificio são totalmente dispensáveis a qualquer comemoração ou festa, e pertubam a maioria das pessoas. ROJÔES podem parece inofensivos mas sao armas de fogo. e se forem usadas para tal podem ser masi letais que as armas propriamente ditas. concordo em tudo mais, sobre as bandeiras e sobre limitar a parti]cipação da torcida. porém não so os ROJÕES como TODOS os fogos de artificio deveriam ser proibidos de ser COMERCIALIZADOS, e não somente nos estádios. esta foi uma Contribuição e tanto que a FIFA nos deu pra um país melhor.

  • Ricardo

    Eu também lembro da minha primeira vez!
    *100 e tantas mil pessoas!!! Hoje limtam o número pelo menos pela metade!
    *O estádio lotado por duas torcidas!!! Hoje os jogos são de uma torcida só!
    *Rojões, bandeiras e muitos palavrões!!! Hoje já se pune times por xingamentos de suas torcidas e partidas são realizadas em estádios sem torcida porque alguém jogou uma laranja no gramado em um outro jogo!
    *Não havia estas babaquices de politicamente correto!!! Hoje um negro chama um gordo de baleia, mas se o outro retrucar macaco … o outro vai preso e o primeiro não!
    *Não se usava imagens durante o jogo, mas também não se usava depois!!! Hoje, a imagem de nada vale para resolver o realmente interessa (o lance capital que pode decidir o jogo), mas depois do jogo ai toma-se uma enxurrada de iamgens para punir jogadores por questões das mais ridículas e pior, usa-se a imagem seletivamente (não se analisa todos os jogos, mas só alguns)!
    *Quem aparecia eram os craques!!! Hoje o que não falta é burocrata e juizinho inventando merda para aparecer!!!
    Podia passar o dia enumerando as babaquices do futebol, mas tenho que voltar ao trabalho!
    E digo que estou dia após dia abandonando o futebol da FIFA!!!

  • jose carlos de s monteiro

    perfeito sua analise é de uma lucidez irreparavel, tive a mesma experiencia que você quando fui ao Maraca pela primeira vez hoje já tenho uma certa idade e já não vou com tanta frequencia mais na ultima vez que fui fiquei triste não tinha mais rojões, bandeiras, batucadas, gritaria , papel picado não tinha emoção. Pensei era melhor ter ficado em casa e ver pela TV. è assim o futebol realmente um dia vai acabar.

  • Durval

    LUGARES MARCADOS É FUNDAMENTAL PRA QUE ???

    CHEGO NO ESTADIO NAO POSSO FICAR JUNTO COM OS MEUS PRIMOS E AMIGOS PQ TEMOS NUMEROS DIFERENTES …

  • Thiago

    Excelente post! Queria compartilhar, procurei uma forma de compartilhar nas redes sociais mas não encontrei, fica a dica!

  • Otimo, odeio rojoes!!!

  • Leandro

    Quem dita as regras no futebol, na FIFA, CBF, federações, clubes e afins, precisa aprender que o torcedor não é e nunca será expectador, ele é protagonista do futebol.

    Quem assiste o futebol pela TV não quer ver apenas um jogo, mas também olhares apaixonados, o sentimento na expressão das pessoas que as câmeras exibem, querem ouvir o grito da massa e os cantos como trilha sonora.

    Mas, infelizmente, os homens do “business” cada vez mais reprimem e aleijam essa festa, sob os pretextos mais diversos, acompanhando a onda do proibicionismo que assola o mundo nos dias atuais.

  • Leo

    Parabéns Tironi!!!
    Texto espetacular
    Fazia tempo q não me surpreendia vendo uma crítica tão boa.
    Novamente meus parabéns!!!

  • Pedro

    É triste ver o rumo que as coisas tomam!

  • Rafael

    Na verdade enquanto bandidos estiverem frequentando os estadios livremente todo o cuidado é pouco.

  • Marcio

    Fala Tironi, (perdoe a falta de acentos)

    Cara, concordo plenamente com a importancia dos fogos ao aspecto emocional do espetaculo e que o maraca nunca vai ser a opera de paris. Porem, discordo de suas criticas a Fifa. Primeiro, que eu acho que a entidade, e principalmente o presidente Joseph Blatter tentam manter a emocao no futebol (os caras nao sao otarios: sem emocao, sem money). Um exemplo disso eh a manutencao da arbitragem sem recursos tecnologicos (com a excessao do chip na bola que sera testado em algum pais escandinavo na proxima temporada, se nao me engano na dinamarca) Enfim, se os rojoes foram proibidos, nao interpreto que seja pela frieza da organizacao, mas de evidentes acidentes causados por esses rojoes (Notavelmente na Italia e na Romenia). Como torcedor, concordo com o seu argumento, mas a seguranca tambem eh garantia de espetaculo!

  • Bruno Lopreiato

    Texto excelente, o futebol é uma das poucas coisas no mundo feita para todos, sem distinção de raça credo ou classe social, quando sai o gol vc abraça a pessoa do lado como se fosse um amigo de infância e por um momento mesmo que pequenos esquece suas dores e problemas.

    Negar que a festa seja feita, privar bandeiras, camisas e rojões? o torcedor paga o ingresso e tem que entrar da maneira que o organizador quer, gritar quando o organizador deseja…

    é realmente lamentável, um dia o povão perde o interesse neste esporte e todos os que vivem dele “morrem de fome”, daí certamente acenarão com a volta das bandeiras e de tudo o que foi retirado.

    Por enquanto isso não vai acontecer, sou apaixonado pelo futebol e fecho os olhos para tudo isso; quem sabe um dia…

  • Cacá Albuquerque

    Boa Tironi. Exatamente o que está acontecendo … e o negócio é muito pior do imaginam!

  • pedro henrique

    cara,
    o que deveria ser pulverizado do futebol e a corja que se instalou na CBF.
    agora vai ser complicado demais os times de SP não serem favorecidos.
    Não e de hoje que SP tem uma força mto grande dentro da CBF, eles sim tem ganhados muitos jogos.
    Conto a rojões, bombas, bumbos, acho que faz parte da festa. Lógico com responsabilidade.
    Cansei de ir no maraca e aqueles mortões fortes e altos que agitavam tudo.
    Deveria proibir outras coisas como escalar arbitros do país para jogos entre brasileiro.
    E errado essa da fifa e comembol.
    Dentre tantas coisas, concordo que a FIFA deveria se preocupar com mtas outras questões além das biribinhas.

  • Michel Herrera

    Parabens, exelente texto.
    Tudo isso que estão fazendo é pra mascarar a incompetencia das pessoas que estão no poder.
    Não conseguem diminuir a violencia dai proibem bandeiras, fogos, camisas e tudo mais.
    Uma hipocrisia incrivel é a proibilção da venda de cervejas dentro do estadio, todos bebem do lado de fora de comerciantes ilegais e o clube que poderia estar ganhando dinheiro com isso sai no prejuizo.

    lamentavel!!!!!!!!

  • val mg

    Texto nota 10.
    Aproveito para pedir que seja feita uma reportagem séria questionando todos os absurdos que vem ocorrendo ao Flamengo, e que façam a presidente responder os questionamentos que pipocam vigorosamente em todas redes sociais sobre esta fase negra do Flamengo. A última agora é a visita do bandido do Assis a uma loja do Flamengo onde ele pegou muita mercadoria e não pagou alegando que oclube deve ao irmão dele… triste fim do maior time do Brasil

  • Arnaldo

    Fica sentado com seu filho, sua mulher ao lado de um cara com cem caixas de rojão e que a cada lance fala um milhão de palavrão, xinga todo mundo e estoura sem para essas porcarias bem na tua cara. O maior problema do futebol são realmente os corneteiros que ficam de linge sentado em frente a um teclado e só consegue criticar para se sentir “vivo”. Civilização não exclui alegria, você pode rir, comentar e gritar com seu time ou com o adversário, arbitro etc o que não é aceitável e um troglodita solto na arquibancada barbarizando. Você já foi em um hospital de queimados? Você já viu o rosto de uma pessoa que é atingida por essas maravilhas que são os rojões? Você já viu a mão de um garoto após o “brinquedo legal” estourar e arrancar seus dedos? Para de falar abobrinha, tem um milhão de forma de se comemorar de forma segura e civilizada. Quer sentir de volta o clima de infância quando erámos todos tremendamente irresponsáveis e bairávamos o barbarismo, vai assistir aos jogos da várzea. Ser responsável requer cotagem e esforço, ser bárbaro é muito fácil. A maioria dos jornalistas esportivos do Brasil hoje prestam antes de tudo um desserviço ao nosso futebol, são mais simples fofoqueiros que realmente jornalistas.

  • ESSE PESSOAL NAO TEM OUTRA COISA PARA FAZER ? JA NAO PODEM FAZER MAIS NADA!!!!!!!!!!!!!!!IR COM A CAMISA DO TIME SOZINHO,GRITAR GOL,POIS OS VIZINHOS SE IRRITAM!!!!!!!,O QUE ESTA FALTANDO AGORA ?LOGO IREMOS TORCER PELO COMPUTADOR SEM SOM ,GRITOS DA TORCIDA ETC………. ESTAO ACABANDO COM O FUTEBOL.

  • Wellington

    Bom, a decisão da FIFA não seria lá tão arbitrária, principalmente em se tratando de Brasil!!! Pois deixarei uma pergunta no ar ao colunista Tironi: Na época da sua infância quantas mortes ocorriam no futebol brasileiro????

    Cumpre ressaltar que o Brasil encontra-se em primeiro lugar no ranking mundial de mortes de torcedores de futebol. Não temos mais paz em assistir um jogo de futebol, de forma tranquila com a família, pois o que presenciamos são cenas constantes de violência, proporcionadas por marginais que se camuflam com camisetas de times e quando não infiltrados em torcidas organizadas.

    Infelizmente temos que conviver com essa realidade, lembrando que o Brasil é a sede da Copa do Mundo de 2014, cujas obras, se continuarem como estão, serão o retrato de mais uma vergonha mundial a ser presenciada por nós, sem contar o desvio indevido de nosso dinheiro para aqueles que estão por trás desse projeto.

  • Leandro Baitello

    Parabéns. É muito bom saber que existem pessoas de bom senso. Assim, não me sinto sozinho criticando os desmandos do futebol.

  • Fagner

    lamentável. é só o que tenho a dizer. apoio tudo o que você disse Tironi sem a torcida o futebol fica sem graça.

  • Thiago

    Parabéns Mesmo….. Há tempos que não leio um post de blog tão bom…
    Concordo plenamente….Estão acabando com a Magia do Futebol….Já acabaram com a técnica (mas isso é outra coisa) pois hoje a maioria dos jogadores só correm (fato gerado pela influencia de dinheiro e empresários subornando as camadas juvenis para ver os seus garotos, que são ruins de bola, jogando em um time profissional enquanto os bons de bola não conseguem entrar pois são pobres).
    Mas, para não mudar de assunto, não existe nada mais gostoso do que ouvir os rojões no campo; não há nada mais bonito do que olhar para a torcida adversaria e ver aquele mar (geralmente de uma unica cor) de gente se movendo lentamente e cheio de bandeiras e detalhes lá do outro lado do estadio; não há nada mais gostoso do que ficar rouco e perder o folego após se esforçar pra gritar mais alto e incentivar o máximo os nossos jogadores.
    Por favor dirigentes, devolvam nossas bandeiras ao estadio, devolvam nossos rojões, devolvam nossos craques (que jogavam com um toque só na bola ou tinham chutes certeiros), emfim, devolvam a magia do futebol.

  • Luiz Augusto

    É, o novo presidente da CONCACAF é um banqueiro… O futebol é um negócio, deixou de ser esporte do povo há tempos.

  • Raul Nicacio

    Só não concordo com os lugares marcados, para mim, essa atitude também ajuda a acabar com as festas nas arquibancadas. Se você tem lugar marcado, o cara vai ter que ficar sentado, se ele fica sentado, não tem festa.

  • Renato “O Russo” Velloso

    Sensacional essa postagem! Me fêz voltar ao passado dos meus 9 anos (1962) quando entrei no “Maraca” pela primeira vêz para ver meu time campeão. Rojões, bandeiras, camisas e cerveja (com certeza tinha também)! Estão querendo eletizar o futebol com essas medidads descabidas, proibição de tudo e aumento de ingressos. Como disse Tironi: Um dia ele conseguem acabar com o futebol.

  • robson

    perfeita conotaçao. acrescente se ai o fim das organizadas ai sim estaras prestando um grande serviço ao futebool, o restante eles nao darao conta de acabar nao

  • MAURICIO DIAS

    PARABÉNS PELA MATÉRIA!!! REALMENTE, “ELES” VÃO CONSEGUIR O QUE QUEREM… ELITIZAR E SÓ FAZER JOGOS PARA PAY-PER-VIEW!!!! AH, O POVO… O POVO CONTINUA NO CURRAL ONDE SEMPRE FOI MANTIDO…

  • Bruno Nunes

    Sensacional Tirone. Lembro que isso aconteceu na Copa na África do Sul, que queriam acabar com a vovozelas…

  • Alceu Colorado

    PARABÉNS AO JORNALISTA TIRONE…DEU NA MOSCA, FALOU O QUE TODO O TORCEDOR BRASILEIRO PENSA ELES AINDA VÃO ACABAR COM O FUTEBOL. PENA QUE POUCOS DO MEIO FALAM NO ASSUNTO.

  • wesley

    Texto perfeito e oportuno, ainda mais nestas epocas do “politicamente correto”,vamos lutar para preservar isto e tudo que achamos que vale ser preservado.Tirone voce deveria fazer este recado chegar a fifa!

  • Poggio

    Belo texto! Morte ao Futebol “Moderno”!

  • Ronaldo

    Boa Tarde!

    Parabéns pelo texto meu caro. Esses figurões do futebol, cada dia que passa, vão detonando o espetáculo chamado futebol.

  • aLBERTO

    Tironi ,

    No Rio as bandeiras não foram proibidas graças a Deus. Já podemos ver isso no futebol paulista como ficou sem graça algumas torcidas com as proibições. Não devia ser proibido , mas a torcida que usa-se a bandeira como violência poderia ser penalizada somente ela, com isso ela ficaria em desvantagem as outras e com o tempo a violência com as bandeiras não existiriam. O Rio mostra que proibir bandeiras é bobagem !!!!!!

  • SOUZA

    …ACABAR COM O FUTEBOL, PORQUE COM OS CLUBES JÁ ACABARAM, BASTA VER A SITUAÇÃO CAÓTICA DO FLAMENGO, CLUBE DE MAIOR TORCIDA DO PAIS, UM PONTO MARCANTE É QUE UM CLUBE GASTA PARA FORMAR JOGADORES NA BASE, AÍ VEM O EMPRESÁRIO E QUER LEVA-LO PARA A EUROPA, O CLUBE FORMADOR SE SENTE ENFRAQUECIDO PELA LEI E OFERECE FORTUNA EM SALÁRIOS PARA SEGURAR A PROMESSA, PERGUNTA-SE QUAL CLUBE VAI INVESTIR NA BASE SE O PIRATA VEM E LEVA O FORMANDO?, DA-SE ASSIM MAIS UM GOLPE PARA ACABAR COM O CLUBE… AJUDA AÍ OH…

  • Roberto Vianna

    Perfeito!!! ST!

  • Martial Machado

    Mudaram toda a sua estrutura, te impuseram outra cultura, e você nem percebeu. Acho que já ouvi isso em algum lugar, né Sr. Nelson?

  • giovanni

    E ainda tem um promotor querendo proibir definitivamente a entrada das duas maiores organizadas do Brasil (gaviões da fiel e mancha alviverde) que proporcionam grandes espetáculos dentro dos estádios como gigantes bandeirões (ambos já criaram o maior bandeirão do mundo a mancha em nos anos 90 e gaviões nos tempos atuais),mosaicos como aquela pela partida palmeiras e vitória na copa sul-americana de 2010 em que com pedaços de papel colorido eles desenharam o rosto de são marcos no pacaembu , proibir os rojões foi uma das coisas mais patéticas que a fifa fez depois do mundialito que ñ teve critério nenhum, logo eles irão proibir as fumaças e a bateria…

  • Ótimo texto.

    Ir no estádio sempre me trás essa sensação, espero que nunca acabe.

    abs

    http://www.mestreurbano.com.br
    http://www.radiomidiacast.com/geek-na-rede-5/

  • leandro

    tem certas coisas que eu acho válida, como essa dos rojões. Proibir dentro da arquibancada é mais do que necessário, pois os mesmos que criticam agora são os mesmos que criticaram a organização da libertadores quando jogaram uma laranja no neymar.

    Acredito que deveria haver um bom senso…e não uma regra geral…pois o que acontece aqui é bem diferente do que acontece na turquia, por exemplo.

  • LELÉCO

    Os dirigentes AMADORES é que colocam em risco o Futebol, é muito dinheiro gerido sem responsabilidade e muitas vezes usado em causa própria, Elição direta JÁ

  • jair paim

    olá certíssimo amigo, a fifa deveria era autorizar A TROCA DE NO MINIMO 6 JOGADORES!
    O FUTEBOL MUDOU MUITO AO LONGO DESTES 120 ANOS…. O JOGADOR É DE FATO UM ATLETA, CORRE MUITO MAIS, VIAJA MUITO MAIS, SE CANSA MUITO MAIS!
    O FUTEBOL ESTA PREVISÍVEL, SEM GRAÇA POIS É SEMPRE A MESMA COISA, NAO DA PARA MUDAR UMA PARTIDA DE FORMA DRÁSTICA, COMO PODERIA NO MEU VER SE FOSSE ALTERADO EM UMA PARTIDA MEIO TIME… SERIA ÓTIMO PARA O ESPETÁCULO E PRINCIPALMENTE PARA “LANÇAR E QUEM SABE DESCOBRIR ASSIM NOVOS TALENTOS…. FAZER DO FUTEBOL UM POUCO MAIS DINÂMICO, ESTAMOS “””RARIFICANDO”” OS TALENTOS, NÃO SE DESCOBRE MAIS… APARECE AQUI NO BRASIL PQ É BRASIL! MAIS PODERIA NO MEU VER APARECER MUITO MAIS JOGADORES SE FOSSE DADO OPORTUNIDADE DE JOGO COM MAIS ALTERAÇÕES EM UMA PARTIDA, QUEM SABE ASSIM OS TECNICOS DEIXARIAM DE SER MEDROSOS JOGAR ATRAS PQ FALTA PEÇAS DE REPOSIÇÃO, SE TIRA UM NAO TEM OUTRO, NAO TEM QUEM COLOCAR PQ NAO TREINA, QUE NAO ESTA COM RITIMO DE JOGO É SEMPRE O BLA BLA BLA…. E ASSIM VAMOS EMPURRANDO!

  • com a porra das vuvuzelas eles nao acabaram , chato pra cacete aquela merda!

    desculpe os palavroes, mais foi a pior experiencia futibolistica minha aquela copa!

  • Zaru

    Parabéns. Excelente contribuição.

  • ronaldo martins

    parabéns tironi, o brasil está infiltrado de pessoas que não gostam de futebol
    faz é tempo!

MaisRecentes

Segue a tempestade no São Paulo



Continue Lendo

Lições do Brasileirão



Continue Lendo

O Imortal Grêmio ressuscitou o jogo bonito no Brasil



Continue Lendo