Corinthians precisa do título. Vasco não



O Corinthians chega na última rodada do Brasileiro com mais chances de conquistar o título do que o Vasco. A melhor campanha fez com que o time do Parque São Jorge chegasse a este ponto da competição precisando de uma vitória contra o rival Palmeiras.

O Vasco precisa não só vencer sua partida contra o Flamengo, como torcer por uma derrota alvinegra. São clássicos, tudo é imprevisível, mas não dá para negar que o Timão está mais perto da taça.

E, contrariando o que seria a lógica, quem está mais está perto da conquista vive uma angústia maior do que aquele que está mais longe.

Acontece que o Vasco, com título ou não, já é vencedor em 2011. Pela conquista da Copa do Brasil, óbvio, mas também pelo que fez no segundo semestre após o AVC de Ricardo Gomes. Não abandonou o Brasileiro mesmo com a vaga na Libertadores garantida, lutou em todas as partidas e, no clássico contra o Fluminense, fez o gol salvador quando o Corinthians já comemorava o título.

Caiu na simpatia da, vamos dizer, “torcida neutra” do Brasil.

Ficar sem este brasileiro não será traumático porque a campanha vascaína no ano já provoca muito orgulho para sua torcida.

Já o Timão está muito perto do sucesso, com a faca e o queijo na mão. Liderou o campeonato na maioria das rodadas e mesmo quando caiu de produção não foi superado por ninguém. Além disso, venceu e foi derrubando vários rivais diretos na briga pelo caneco. Sentiu-se campeão por três minutos no último domingo, mas teve de engolir o grito e esperar a rodada decisiva.

E agora vive a tensão de quem pode ter tudo ou nada, sem meio termo. Ou será pentacampeão ou terminará o ano sem levantar nenhuma taça, apenas com a vaga na Libertadores quase que como um prêmio de consolação.

Para um torcedor, a alegria pela conquista de um título é difícil de explicar. É uma mistura de euforia, superioridade, orgulho e… alívio. No caso do Corinthians, o título vai trazer alívio em alta dose, pelo dever cumprido. O vascaíno já está aliviado por tudo o que fez no ano. Só o Corinthians ainda está “devendo”.



MaisRecentes

A “injustiça” com Buffon



Continue Lendo

Chega de falar de arbitragem!



Continue Lendo

O juiz errou. E os outros?



Continue Lendo