Convocação da Seleção desequilibra o Brasileiro



Não é armação, acordo com a CBF, esquema nem nada… mas a convocação da Seleção Brasileira desequilibra o Campeonato Brasileiro em um momento decisivo da competição, em que pelo menos cinco times lutam diretamente pelo título. E com boa vontade dá para dizer que nove estão na briga (do Santos para cima).

Os amistosos contra México e Costa Rica (inacreditável o Brasil se preparar para uma Copa do Mundo contra times deste nível) vão desfalcar Botafogo (sem Jefferson), Vasco (sem Dedé), Internacional (sem Oscar), São Paulo (sem Lucas), Santos (sem Neymar) e Fluminense (sem Fred) em duas rodadas.

E duas rodadas com jogos cascudíssimos, como por exemplo Flamengo x Fluminense, Internacional x Vasco, Corinthians x Botafogo e São Paulo x Internacional.

Todos estes jogos têm status de final, aquela palavra que os defensores do mata-mata amam de paixão. E em nenhum desses confrontos boa parte dos envolvidos poderão ter a força máxima, desfalcados pela Seleção.

Ok, a rodada pode ser toda transferida para o dia 13, dois dias depois do amistoso contra o México. Ainda assim, os tletas que voltarem depois de encarar jogo e viagem não estarão na ponta dos cascos. Não mesmo.

Repetindo: não acredito em armação, esquema, nada. Mas quem vai se dar bem nesta é o Corinthians, o único dos times que está na briga pelo título e que não teve nenhum jogador convocado para encarar os poderosos México e Costa Rica (não, ninguém vai me convencer que estas galinhas mortas vão preparar o time de Mano para alguma coisa).

Isso é uma clara interferência externa sobre o desempenho dos times, como é a arbitragem, por exemplo. O volume das reclamações de uma coisa e outra deveria ser o mesmo.

Pode se argumentar que estes amistosos contra timecos servem para preparar a Seleção, que deve estar acima  de tudo. Mas pode-se dizer também que servem para  fazer com que o desprezo da torcida pela camisa amarela aumente e que teorias conspiratórias sobre armação ganhem corpo.

 



MaisRecentes

Até mais!



Continue Lendo

Bem-vindo à Seleção, Tite!



Continue Lendo

Evolução



Continue Lendo