Um castelo de cartas



As cartas estão todas montadas, perfeitas e equilibradas. Tente tirar uma delas da base para ver o que será do seu lindo castelo. Dá para enxergar assim a situação de alguns técnicos e seus clubes no Brasileiro neste momento.

Mais precisamente Tite no Corinthians, Felipão no Palmeiras, Luxemburgo no Flamengo.

Oficialmente, ninguém cai. Foi o que garantiu Andrés Sanchez sobre Tite, é o que a diretoria do Fla vem dizendo sobre Luxa e é o que Arnaldo Tirone (que não é meu parente) diz sobre Felipão. Mesmo com os três times caindo pelas tabelas, literalmente.

O problema é se a direção de algum clube roer acorda do que prometeu ou mesmo se algum treinador pedir o boné, pressionado pela falta de resultados.

Aí, serão duas válvulas abertas: uma vaga de técnico em um clube grande e um técnico de ponta sem clube.

Dá para imaginar o que pode acontecer diante de uma situação dessas?

Em primeiro lugar, com um técnico de ponta dando sopa, cai por terra o argumento repetido por cartolas que não têm certeza se que querem demitir ou não: o de que “não há ninguém livre no mercado”.

Pense bem: não é fácil para um dirigente bancar um treinador que anda cambaleando quando se tem uma figura como Felipão, com todo o peso de sua competência, com a carteira de trabalho aberta esperando para ser contratado.

A torcida pressiona, conselheiros pressionam. A paz some.

Na mesma medida, é mais fácil para um treinador fechar o esôfago para sapos que engole diariamente quando um clube tão grande quanto o que ele trabalha está precisando de um treinador. Serve até como uma forma de pressão velada.

A rodada que começa hoje, de jogos eletrizantes como São Paulo x Corinthians, mostrará em mais um pequeno passo, quem tem mais bala para chegar no fim do ano com chance de faturar o título.

Mas se Palmeiras, Timão ou Flamengo forem mal novamente, vai ser também como o dedo se aproximando do botão “play”: quando começar a música, começa a dança das cadeiras.



MaisRecentes

Bem-vindo à Seleção, Tite!



Continue Lendo

Evolução



Continue Lendo

Vai começar uma nova Copa



Continue Lendo