A aposta arriscada de Tite



Tite barrou Chicão do jogo contra o São Paulo. Aposta arriscada. Chicão é um dos líderes do elenco corintiano, amigo pessoal do presidente Andrés Sanchez.

Tecnicamente, o treinador pode estar certíssimo: são 16 gols levados nos últimos 9 jogos. E não dá para dizer que o Corinthians tem uma dupla de volantes que proteja mal a zaga. Muito pelo contrário.

A questão é que uma decisão dessa deve levar em conta mais do que a questão técnica, mas também como isso afetará o grupo.

Em tempos de crise, pressão forte da torcida que mais uma vez protestou contra o treinador no CT, Tite vai pro tudo ou nada. Que não combina com seu jeito calmo nem combina com seus times dentro de campo, mais equilibrados e seguros do que agressivos.

Curiosamente, o adversário também indica extremos: o São Paulo pode ser o adversário perfeito, levando em conta os resultados dos últimos anos. Exceto o jogo do gol 100 de Ceni, só deu Corinthians.

Uma vitória nesta quarta apaga todos os problemas e a aposta de Tite passa a ser certeira aos olhos da Fiel.

A derrota, pode ser fatal. Afinal, Sanchez disse que ele cai apenas em caso de falha grave. Mas quem sabe dizer o que é falha grave na cabeça do presidente?



MaisRecentes

Bem-vindo à Seleção, Tite!



Continue Lendo

Evolução



Continue Lendo

Vai começar uma nova Copa



Continue Lendo