Pontos corridos x mata-mata



Quarta-feira, 23h30. A minha timeline no Twitter começa a ficar cheia de exaltações ao mata-mata e reclamações contra os pontos corridos. Naquele momento, Coritiba x Vasco faziam uma final épica de Copa do Brasil.

Em outro canal, o São Paulo vencia por 1 a 0 e segurava uma pressão terrível do Atlético Mineiro fora de casa. Jogo valendo a liderança do Campeonato Brasileiro.

Por força da minha profissão, a maioria das pessoas que sigo no Twitter são ligadas ao esporte. E a discussão mata-mata x pontos corridos, pelo menos ali no meu espaço, ganhou quase mais importância do que o jogão em Curitiba. E muito mais importância do que Atlético Mineiro x São Paulo.

Mas a comparação entre os dois jogos não é justa. Estamos falando de uma final que teve todos os ingredientes dramáticos possíveis: o jejum de títulos do Vasco, a vitória apertada no primeiro jogo, deixando o segundo em aberto, alternância maluca no placar… Nem se em outro canal estivesse passando Manchester x Barcelona pela final da Liga dos Campeões alguém tiraria o olho de Coritiba x Vasco.

Em Minas, o jogo era muito bom. O São Paulo segurou um placar de maneira quase tão heróica quanto o Vasco. Levou bola na trave e Rogério Ceni fez alguns milagres. O time saiu de campo com a liderança isolada. Mas era a terceira rodada, apenas.

É evidente que do ponto de vista de emoção este jogo não poderia ser comparado à decisão no Paraná. Seria tão injusto como comparar Corinthians x Internacional nas últimas rodada do Brasileiro de 2005 (pontos corridos), valendo título, com um Coritiba x Vasco pela terceira rodada da Copa do Brasil com o primeiro jogo em São Januário sendo vencido pelo Vasco por 3 a 0.

Quando em 2010 o Santos venceu a Copa do Brasil com razoável facilidade em cima do Vitória, poucas vozes se levantaram para dizer que o mata-mata era garantia de emoção. Naquele caso, não foi mesmo.

Não há consenso sobre qual fórmula de campeonato é mais interessante. Tanto que a discussão sobre o assunto vem e vai todo ano. As duas fórmulas são boas, depende do gosto do freguês. E, tal como um restaurante, que não pode oferecer apenas um prato, o melhor é dar ao cliente mais de uma opção.

O problema é colocar os dois campeonatos disputando a atenção do torcedor com jogos no mesmo exato momento. É como forçar o cliente a comer dois pratos diferentes ao mesmo tempo.

O correto seria um calendário mais racional. Copa do Brasil no meio de semana, disputada o ano todo. E por favor, com os times que também estão na Libertadores.

Os finais de semana seriam dedicados ao Brasileiro por pontos corridos. Mais do que premiar a regularidade, este tipo de competição atrai anunciantes, garante renda e dá a chance de o clube se planejar para uma temporada inteira sem ficar a mercê do resultado de um jogo.

Com os dois campeonatos caminhando ao mesmo tempo, mas em datas diferentes, damos ao torcedor a possibilidade de escolha. Ele pode gostar de uma coisa ou de outra. Ou até das duas, como no meu caso. E não perderá nada.



  • nem mata mata e nem pontos corridos, temos que melhorar o futebol dentro de campo, porque nao adianta dar uma nova embalagem a um produto de ma qualidade,soluçao eu tenho.

  • Bebeto

    FORMULAS DE DISPUTA PARA O CALENDARIO DO FUTEBOL BRASILEIRO

    Analise do calendario atual…
    A principio, deve-se partir do pressuposto que devemos agir somente dentro do futebol brasileiro, estando a conmebol e a fifa acima de nos, devendo entao nos enquadrarmos a seu calendario, bem como a qualquer outro calendario que reja o futebol brasileiro e mundial (ex. calendario europeu, calor do verao brasileiro, carnaval, copa do mundo etc)
    Analisemos o atual calendario, para termos dados a comparar:

    Libertadores e sulamericana tem seus jogos as terças quartas e quintas, logo, para evitar o choque de datas e o excesso de jogos em uma temporada, devemos considerar que os jogos dos campeonatos dentro do brasil serao sempre aos finais de semana
    Pico do verao brasileiro (quente) entre a segunda quinzena de dezembro e o mes de janeiro (desaconselhavel q hajam jogos nesse periodo) e uma semana de pausa entre fevereiro e março (carnaval)
    Torneios internacionais oficiais de seleçao no periodo de aproximadamente 45 dias, sempre entre os meses de junho e julho, devendo evitar-se essas datas
    Janela de transferencia para a europa entre julho e agosto, evitando tb que grandes competiçoes atravessem esses periodos

    Campeonato carioca – 2011 – 16 times – 21 datas
    – 2012 – 16 times – 21 datas
    – 2013 – 16 times – 21 datas
    – 2014 – 16 times – 17 datas

    Campeonato Paulista – 2011 – 20 times – 23 datas
    – 2012 – 20 times – 23 datas
    – 2013 – 20 times – 23 datas
    – 2014 – 20 times – 19 datas

    Campeonato gaucho – 2011 – 16 times – 23 datas
    – 2012 – 16 times – 23 datas
    – 2013 – 16 times – 23 datas

    Campeonato mineiro – 2011 – 12 times – 15 datas
    – 2012 – 12 times – 15 datas
    – 2013 – 12 times – 15 datas

    Campeonato paraense – 2011 – 14 times (sendo que 6 so entram na segunda fase) – 31 datas (sendo 24 datas por times grandes)
    – 2012 – 14 times (sendo que 6 so entram na segunda fase) – 31 datas (sendo 24 datas por times grandes)
    – 2013 – 12 times (sendo que 6 so entram na segunda fase) – 29 datas (sendo 24 datas por times grandes)
    – 2014 – 14 times (sendo que 6 so entram na segunda fase) – 31 datas (sendo 24 datas por times grandes)

    Campeonato bahiano – 2010 – 12 times – 22 datas
    – 2011 – 12 times – 22 datas
    – 2012 – 12 times – 26 datas
    – 2013 – 12 times (sendo que 3 so entram na segunda fase) – 21 datas (sendo 12 datas pros times grandes)
    – 2014 – 12 times (sendo que 3 so entram na segunda fase) – 21 datas (sendo 12 datas pros times grandes)

    Campeonato pernanbucano – 2010 – 12 times – 26 datas
    – 2011 – 12 times – 26 datas
    – 2012 – 12 times – 26 datas
    – 2013 – 12 times (sendo que 3 so entram na segunda fase) – 24 datas (sendo 15 datas pros times grandes)

    Copa Nordeste – 2010 – 15 times – 18 datas (somando os estaduais, temos 38 datas pros baianos e 44 datas pros pernanbucanos)
    – 2013 – 16 times – 12 datas (somando os estaduais, temos 24 datas pros baianos e 27 pros pernanbucanos)
    – 2014 – 16 times – 12 datas (somando o estadual, temos 24 datas pros times baianos)
    os times baianos e pernanbucanos, apartir de 2013, entram somente na segunda fase dos estaduais e a copa nordeste, apartir de 2014 classifica a copa sulamericana

    Campeonato goiano – 2012 – 10 times – 22 datas
    – 2013 – 10 times – 22 datas

    Analise historica

    O futebol brasileiro se iniciou a nivel estadual, por pontos corridos, porem, como ao longo do mundo existiam os nacionais, e a curiosidade foi surgindo, começaram a se realizar os campeonatos interestaduais
    essa estruturaçao se deu de diversas formas, porem, como somos um pais com dimensoes continentais e dificuldade de transporte entre as regioes (dificuldades essas observadas ate hj), os campeonatos que sobreviveram, com regularidade, foram os com caracteristicas de mata-mata
    a maior prova disso, e a Taça Brasil, primeiro campeonato reconhecidamente nacional, e o proprio Robertao, qdo o Rio-SP passou a abranger mais estados, na tentativa de se realizar um campeonato por pontos corridos, foi necessario, para viabilizar a competiçao, a divisao em 2 grupos, e classificar os 2 primeiros para quadrangulares finais
    Tambem temos a tradiçao de viradas de mesa e tapetoes, buscando sempre manter os principais times na primeira divisao

    podemos ver que, devido a tradiçao de anos de futebol estadual e regional (primeiro campeonato inter estadual se realizou nos primordios do seculo 20, e por volta da decada de 30, ja haviam campeonatos com representantes de pelo menos 3 estados de pelo menos 2 regioes do pais participando), mesmo com um campeonato nacional forte e estruturado, temos estaduais e regionais fortes e com muitas datas, e todas as vezes em que se tentou mudar essa estrutura, isso foi fracassado…
    podemos deduzir tb que alguns confrontos podem ocorrer repetitivamente ao longo do ano (Ba-Vi, por exemplo, pode ocorrer 6 vezes em 2014, assim como FlamengoxBotafogo 4 vezes), o q se pensassarmos melhor, poderia ser achada uma alternativa, como por exemplo, os confrontos do estadual computarem pontos ja para os confrontos do brasileiro (exemplo)
    o brasil e um pais continental, em que sua extensao territorial e capaz de cobrir cerca de 80% do territorio europeu, mostrando a dificuldade logistica de se organizar um campeonato por pontos corridos em um territorio tao vasto (imaginem uma chanpions league ou copa da uefa por pontos corridos)
    Enquanto nos países europeus de 2 a 5 clubes dominam mais d 90% dos campeonatos, acontece algo parecido nos ESTADUAIS daqui, enquanto q no brasileiro, temos um grande revezamento de campeões
    O futebol brasileiro tem uma cultura de rivalidades regionais mto grande, coisa q nao se vê tanto em outros países, e uma grande prova disso, e q a fifa considera em suas estatísticas oficiais os jogos de primeira divisão dos campeonatos nacionais de todo o mundo, mais os de primeira divisão estadual do Brasil, e a conmebol so admite times de segunda divisão em suas competições, se ele estiver na primeira divisão do campeonato estadual
    Se a champions league e a copa da UEFA tivessem um sistema de divisões e pontos corridos, seria um campeonato bem parecido com o brasileirao de hj, provavelmente tão nivelado qto, e tão difícil para os times pequenos qto…
    Times médios e pequenos na Europa, tem chances de conquistar, ou pelo menos, chegar perto, títulos nacionais, mas NUNCA (ou quase nunca), europeus, assim como acontece por aqui nos estaduais e nacionais…

    pensando nisso, apresento aqui 3 propostas de campeonatos para o brasileiro…

    CALENDARIO DE CAMPEONATOS UNIFICADOS (32 a 44 datas de estadual a nacional, para os principais times)

    minhas inspirações vem dessas fontes
    http://www.geocities.ws/alecesar1/sistema_suico.htm
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_su%C3%ADço

    Claro q com suas adaptações para o futebol..

    Colocando em pratica, de forma beeeeem resumida… vamos criar um campeonato carioca e temos:

    Flamengo
    Botafogo
    Vasco
    Fluminense
    América
    Bangu
    Americano
    Olaria
    Volta redonda
    Entrerriensse
    Friburguense
    Nova Iguaçu

    Ao todo, 12 times, num campeonato de pontos corridos tradicional, teríamos ao menos 11 rodadas, mas supostamente o calendário so permite 5, entao, resolvemos implementar esse sistema…

    Como estao todos com zero pontos na primeira rodada, pegaríamos o histórico de títulos estaduais como primeiro critério e sorteio como segundo, após a primeira fase, isso poderia entrar nos últimos critérios de desempate, depois de número de pontos, confronto direto, saldo de gols e gols pro.

    Rodada 1
    Flamengo 4 x Fulimense 0
    Vasco 3 x botafogo 2
    América 2 x bangu 1
    Americano 2 x olaria 2
    Volta redonda 1x friburguense 2
    Entrerriense 0 x nova Iguaçu 0

    Teremos grupo de 3 pts.
    Flamengo
    Vasco
    América
    Friburguense

    Grupo de 1 ponto

    Entrerriense
    Nova Iguaçu
    Americano
    Olaria

    Grupo de 0 pts

    Fluminense
    Botafogo
    Volta redonda
    Bangu

    Segunda rodada

    Flamengo 6 x Vasco 1
    América 2 x friburguense 1

    Entrerriense 0 x americano 1
    Olaria 2 x nova Iguaçu 2

    Fluminense 2 x botafogo 1
    Volta redondo 1 x bangu 0

    Teremos
    Grupo de 6 pontos
    Flamengo
    América

    Grupo de 4 pontos
    Americano

    Grupo de 3 pontos
    Fluminense
    Volta redonda
    Vasco
    Friburguense

    Grupo de 2 pontos
    Olaria
    Nova Iguaçu

    Grupo de 1 ponto
    Entrerriense

    Grupo zerado
    Botafogo
    Bangu

    Rodada 3
    Flamengo 1x América 1
    Americano 1x fluminense 3

    Botafogo 2 x bangu 1
    Entrerriense 1x olaria 1

    Volta redonda 2x Vasco 4
    Nova Iguaçu 1 x friburguense 1

    Grupo 7 pts
    Flamengo
    América

    Grupo 6 pts
    Fluminense
    Vasco

    Grupo 4 pts
    Americano
    Friburguense

    Grupo 3pts
    Botafogo
    Olaria
    Nova Iguaçu
    Volta redonda

    Grupo 2 pts
    Entrerriense

    Grupo zerado
    Bangu

    Rodada 4

    Flamengo 1x americano 1
    Bangu 5x entrerriense 0

    Fluminense 2x América 1
    Vasco 1x friburguense 0

    Olaria 0 x botafogo 2
    Nova Iguaçu 0x volta redonda 0

    Grupo 9 pts
    Fluminense
    Vasco

    Grupo 8pts
    Flamengo

    Grupo 7 pts
    América

    Grupo 6pts
    Botafogo

    Grupo 5pts
    Americano

    Grupo 4pts
    Nova Iguaçu
    Volta redonda
    Friburguense

    Grupo 3 pts
    Olaria
    Bangu

    Grupo 2pts
    Entrerriense

    Quinta e decisiva rodada

    Fluminense 0x Vasco 0
    Flamengo 3 x botafogo 1
    Entrerriense 1x volta redonda 0
    Bangu 2 x nova iguacu 1
    América 3 x americano 1
    Friburguense 2x olaria 0

    Após as cinco rodadas disponíveis, teríamos sempre adversários diretos, se enfrentando, com uma diferença máxima de 3 pontos, onde o confronto direto seria critério de desempate (logo, se nao houvesse outromtime empatado empontes amofinai da rodada, a vitoria daria a posição superior ao adversário), a seguinte tabela final

    1. Flamengo 11 pts
    2. América (melhor saldo entre os 3 com 10 pontos) 10 pts
    3. Vasco (mais gols marcados q o fluminense 10pts
    4. Fluminense 10 pts
    5. Friburguense 7pts
    6. Botafogo (venceu o bangu no confronto direto) 6 pts
    7. Bangu 6 pts
    8. Americano (vence no confronto direto) 5pts
    9. Entrerriense 5 pts
    10 e 11. (Preguiça de calcular o saldo- confronto 0x0) Nova Iguaçu e volta redonda 4pts
    12. Olaria 3 pts

    Acho q deu pra entender, né, nos links, ta bem explicadinho…

    Um carioca com 25 times e 10 rodadas, poderia classificar os 7 ou 8 primeiros pro rio são Paulo…
    Assim como um baiano no msm formato, classificar 3 ou 4 pra copa nordeste, e assim vai…

    Entao após os (emocionantes) estaduais e os (tão emocionantes qto) regionais classificariam-se uns 30 a 40 pro brasileiro…
    Mas com alguns detalhes bem importantes
    1. Estadual em jogos únicos
    2. regionais e nacionais em jogos de ida e volta (tanto faz, turno e retorno ou placar agregado)
    3. NO REGIONAL, CADA TIME NAO PODERIA ENFRENTAR TIMES DO MSM ESTADO, E NO NACIONAL, DA MSM REGIÃO
    4. TODOS OS ESTADUAIS E REGIONAIS COM O MSM NÚMERO DE RODADAS, E OS PONTOS SE ACUMULAM DESDE O ESTADUAL AO NACIONAL (seria injusto, nao contar nos pintos nacionais fla-flu, ba-vi, san-são, gde-cap, corinthians-Vasco etc)
    5. Os estaduais com segunda, terceira etc divisão em varias fases, onde ao longo do ano, os eliminados das divisões superiores entrem nas seguintes fases das inferiores, e os eliminados nos estaduais, depois nos regionais, entrem na segunda divisão estadual, brigando pela vaga na primeira divisão estadual do ano seguinte

    assim, poderiamos ter ao final da temporada a disputa de campeonato estadual com 6 a 10 datas, mais regional com 10 a 14 datas complementares, tendo 5 a 7 adversarios (somando os pontos do estadual), mais nacional com 16 a 20 datas complementares, tendo 8 a 10 adversarios (somando os pontos da fase anterior), com um total de no maximo 49 datas (contra por exemplo 21 + 38 = 51 da atual temporada pro cariocas)
    podemos ter, por exemplo, usando o minimo de rodadas possiveis pra determinar o campeao, o flamengo sendo campeao passando pelos seguintes adversarios: Vasco, Botafogo, Fluminense, America, Bangu e Americano; Sao Paulo, Corinthians, Palmeiras, Santos e Ponte Preta; Gremio, Inter-POA, Atletico-PR, Nautico, Vitoria-BA, Goias, Atletico-MG e Cruzerio, em apenas 32 datas (menos ate que o proprio campeonato brasileiro)
    se usarmos o maximo de adversario, o flamengo pode passar por: Vasco, Fluminense, Botafogo, Americano, America, bangu, Frinurguense, Duque de Caxias, Nova iguaçu e Olaria; Sao Paulo, Santos, Corinthians, Palmeiras, Portuguesa, Ponte Preta e Guarani; Gremio, Inter-POA, Atletico-PR, Coritiba, Nautico, Vitoria-BA, Bahia, Goias, Atletico-MG e Cruzeiro
    tudo isso enfrentado sempre times proximos na tabela, mantendo a tradicao dos campeonatos por pontos corridos, bem como a tradiçao de jogos decisivos
    tambem podemos perceber que assim dificilmente ocorreria o descenso de um time grande… no maximo (mas rarissimamente) ele ficaria fora da fase nacional
    A ordem final da fase nacional tb definiria a classificaçao para a libertadores e sulamericana
    os times eliminados previamente, nao ficam parados, pois entram nas fases finais da segunda divisao estadual, buscando a participaçao na primeira divisao do ano seguinte

    CAMPEONATO DIVIDIDO POR REGIOS E DIVISOES (31 datas nacionais + ate 15 estaduais, entre os principais times)

    Respeitando a tradiçao de regionalidade, teriamos uma primeira divisao com 36 times divididos em 3 grupos regionais e que os grupos com melhores criterios (por exemplo, numero de titulos, ou ranking) classificariam mais times a segunda fase, os cameonatos regionais sao em pontos corridos (turne returno ou placar agregado) e as finais em playoffs, melhor de 3, com mando de campo alternado e vantagem do melhor colocado fazer o primeiro jogo em casa, e em caso de empate em pontos e placar agregado ao final da terceira partida ser considerado vitorioso
    Concomitantemente ao brasileiro, realizam-se as copas estaduais, buscando definir os ultimos participantes dos estaduais

    ex.
    Grupo 1 – Sul (RS-SC-PR-SP-MG-RJ)

    1. Flamengo (classificado diretamente a semifinal, por ser o campepao do grupo sul, melhor rankeado)
    2. Cruzeiro (classificado)
    3. Inter (classificado)
    4. Gremio (classificado para a sulamericana)
    5. Santos (classificado para a sulamericana)
    6. Botafogo (classificado para a sulamericana)
    7. Coritiba
    8. Corinthians
    9. Palmeiras
    10. Atletico-MG
    11. Figueirense (rebaixado a segunda divisao do grupo sul)
    12. Duque de Caxias (rebaixado a segunda divisao do grupo sul)

    Grupo 2 – Norte (todos os estados do NE mais espirito santo)

    1. Bahia (classificado diretamente a semifinal, por ser campeao do grupo norte, segundo melhor rankeado)
    2. Santa Cruz (classificado)
    3. Vitoria-BA (classificado para a sulamericana)
    4. Nautico (classificado para a sulamericana)
    5. Ceara
    6. Fortaleza
    7. Ferroviario
    8. CRB
    9. ASA de arapiraca
    10. Bahia de feira de santana
    11. Sport (rebaixado a segunda divisao do grupo norte)
    12. Alegrense (rebaixado a segunda divisao do grupo norte)

    Grupo 3 – interior (demais estados da Uniao)

    1. Goias (classificado)
    2. Payssandu (classificado para a sulamericana)
    3. Nacional-AM (classificado para a sulamericana)
    4. Atletico-GO
    5. Sao Raimundo
    6. Rio Branco
    7. CRAC
    8. Gama
    9. Brasiliense
    10. Fast-AM
    11. Rondonopolis (rebaixado a segunda divisao do grupo interior)
    12. Luverdense (rebaixado a segunda divisao do grupo interior)

    Segunda fase

    jogos preliminares

    jogo 1. Terceiro colocado grupo 1 (inter) x campeao grupo 3 (goias)
    jogo 2. Vice grupo 2 (Sta cruz) x Vice Grupo 1 (Cruzeiro)
    jogo 3. (disputa da ultima vaga na libertdores para o vencedor e vaga na sulamericana para o derrotado) perdedor jogo1 (Inter) x Perdedor jogo2 (Sta cruz)

    semifinais

    Campeao Grupo 1 (Flamengo) x vencedor jogo 1 (goias)
    Campeao grupo 2 (Bahia) x vencedor jogo 2 (cruzeiro)

    Final

    Flamengo 4x Bahia 0
    Bahia 2x Flamengo 3

    Flamengo Campeao!!!

    com 31 datas sendo 22 na primeira fase e 9 na segunda (podendo ter tido folga em ate 3 dessas), garantindo os regionais e nacionais
    no caso de o campeao da sulamericana ser um brasileiro, o grupo 3 perde uma vaga na sulemericana
    no caso, existem 2 classificaçoes pros grupos (1-2-3 e sul-norte-interior), que possibiltam algumas alternativas…
    as vagas sao associadas a classificaçao dentrodo grupo 1-2-3, ou seja, sempre grupo 1 e 2 tem o campeao na semifinal, por exemplo, mas nao quer dizer que grupo 1= grupo sul etc
    suponhamos que o grupo interior passe a fazer brilhantes campanhas, com seus representantes ganhando todos os campeonatos ao longo de 5 anos, alem de ganharem as libertadores, sulamericanas e mundiais, provavelemente ele passara e ser o grupo 1, tendo 3 representantes na segunda fase, 3 vagas garantidas na sulamericana, passando a nova configuraçao a ser 1-interior\2-sul\3-norte
    segunda divisao de cada grupo com 16 times em cada grupo, jogando todos contra todos em pontos corridos (30 datas), sobem 2 caem 6, terceira divisao em mata-mata com os vencedores da primeira faze das copas estaduais de cada regiao
    Campeonatos estaduais organizados pelafederaçao estadual

    outras alternativas tb sao viaveis, como mais grupos, ou caso a primeira fase seja por placar agregado, times do msm estado façam apenas um jogo, enchugando ainda mais o calendario, msm situaçao q pode ocorrer noa fase final, com uma final entre Flamengo e Vasco sendo em jogo unico por exemplo, entre outras infinitas opçoes…
    campeonaots estaduais em 4 fases, sendo as 2 primeiras, a copa estadual, primeira fase dela classificatoria pra terceira divisao regional, e a segunda pro campeonato estadual, a terceira fase do estadual com todos os times do estado que foram eliminados das disputas de suas divisoes do nacional e quarta e ultima fase entre os classificados da terceira fase e os demais times que disputavam o brasileiro
    segunda divisao estadual em varias fases, eliminados disputam vagas com os melhores da terceira divisao e classificados jogam contra os times eliminados da copa estadual

    CAMPEONATO NACIONAL SEM REGIONAIS (45 a 57 datas em toda a temporada, ou 26+regionais, para os principais times)

    Apesar de nao concordar com o fim nem a subvalorizaçao dos regionais e estaduais, ai vai uma alternativa nacional prevendo isso

    TAÇA BRASIL
    Campeonato semelhante ao atual brasileiro, com: no ano anterior ao previo (ex. taça brasil 2015, realizada no segundo semestre de 2014)
    Serie A – 14 times, turno e returno, pontos corridos, 3 rebaixados, campeonato classificatorio pra sulamericana (26 datas)
    Serie B – 14 times, turno e returno, pontos corridos, 3 sobem, 3 caem (26 datas)
    serie C – 2 grupos regionais de 12 times cada, turno e returno, por pontos corridos, caem de 2 a 7 por grupo (para ajustar o numero de participantes de cada grupo, sempre mantendo em 12, independente de quantos cairam pra cada grupo da divisao superior, q nao preve a separaçao regional), classificam 2 cada grupo (22 datas) para o quadrangular final (6 datas), sobem 3
    Serie D – 2 Gupos regionais de de 20 times cada, turno unico (19 datas), sobem 3 por grupo , classificam-se 8 por grupo pro mata-mata (8 datas), todos que nao passam ao mata-mata estao rebaixados
    Serie E – nivel estadual 10 times indicados por suas federaçoes, turno unico, classificam 1 a 3 por estado (9 datas), times agrupados pela regiao da divisao superior, pontos corridos, turno unico (de forma a evitar-se passar de 20 datas), campeao do gupo Ax campeao do grupo B

    TROFEU BRASIL
    Valendo Vaga na libertadores do ano seguinte campeonato do primeiro semestre, os 9 primeiros da serie A da Taça Brasil + campeao da serie B da taça brasil
    turno e returno, pontos corridos (18 datas)
    concomitante aos estaduais ou regionais, de livre organizaçao das federaçoes e ligas, que nao contam com a participaçao dos participantes do trofeu brasil

    COPA DO BRASIL
    Semelhante ao atual, com os times participantes do trofeu brasil entrando nas fases finais do camepeonato,

    SUPERCAMPEONATO BRASILEIRO
    Campeao da Taça Brasil
    Campeao do Trofeu Brasil
    Campeao da Copa do Brasil
    Maior pontuador de todos os campeonatos nacionais

    pontos corridos, todos contra todos, em jogos unicos, em uma sede definida
    (3 datas)
    “VERDADEIRO CAMPEAO BRASILEIRO”, PARA TODOS OS EFEITOS

    ENFIM, ALGUNS AJUSTES PRECISAM SER FEITOS, E CLARO, MAS EM TODAS AS SIMULAÇOES A TEMPORADA FICA MAIS ORGANIZADA, E NAS DUAS ULTIMAS COM AS DIVIOES ENXUGADAS, OBRIGANDO A SEMPRE TER TIMES GRANDES REBAIXADOS, NAO TEM JEITINHO Q LIVRE UM, E NA PRIMEIRA, SENDO EXTREMAMENTE RARO A AUSENCIA DOS GRANDES NAS FASES REGIONAIS E NACIONAL, TB EVITANDO VIRADA DE MESA E TAPETAO

  • marcelo silva

    mata-mata é muito melhor, mais emoção…isso se nota pelo publico. lota muito mais qdo o jogo é decisivo.
    esse papo que pontos corridos é bom pq privilegia a regularidade…conversa…pois quando o time que é bom, ganha na bola. e final é isso, superação….pois o futebol é o único esporte onde o time menos qualificado pode ganhar da melhor equipe. no volei isso nao acontece, nao acontece no basquete, nem no atletismo…só no futebol, pois comecinho de jogo o cara acerta uma pancada no anglo, golaço, acabou…o time se fecha e ganha…
    volta com o mata-mata.

  • E sempre mais gostoso ser campeao em cima do vice..E sempre um prazer poder disputar a vaga com seu rival..E sempre um saco ver que diversos times passam o final do brasileiro fazendo nada pois nem estarao no G4 e nem cairao..Ah mas tem que jogar o ano todo..Ok entao se crie um formato onde todos vaao pro mata-mata..Talvez um Brasileiro de turno unico so finais de semana. Sao ideias nao necessariamente nessa ordem..Mas confesso que apos anos de experiencia nao gosto mais tanto dos pontos corridos.

  • luiz eduardo

    o atual modo è bom para times medianos como fluminense, avai, america mg ,figuerense que se chegar na final ia peida

  • Raoni Gonçalves

    O Campeonato por pontos corridos é simples e não complicado favorecem a todos os times, pois os clubes jogam o mesmo numero de jogos. Com isso temos oito meses de futebol. A copa do Brasil poderia ser jogada de 15 em quinze dias não interferindo com a libertadores.
    Se os clubes investirem em jogadores dando valor as pratas da casa não liberando no meio do campeonato teríamos um equilirio muito maior.
    E temos um detalhe jogos no meio semana ás 2140 e 22 niguém merece não é?
    Já imaginou a final da Copa do Brasil num Sábado ou na sexta a noite?
    seria bem interessante não
    abraços

  • Raoni Gonçalves

    O campeonato por pontos corridos é a melhor forma porque frisa as equipes que melhor se prepararam. O mata-mata favorece equipes que não preparam e jogam o campeonato de qualquer forma. E além disso favorecem com mais facilidade ao desmanche.
    No que diz respeito a Copa do Brasil, sou a favor dos times que não disputam competições continentais não disputem pelo simples fato do excesso de jogos. Além disso se os estaduais forem extintos os times poderão fazer pré temporada e se prepararem melhor para a temporada.

    Se feito isso a temporada seria assim

    Clube x copa do Brasil joga campeonato brasileiro
    clube y libertadores joga brasileiro Ñ joga copa do Brasl
    clube z sulamericana joga brasileiro ñ joga copa do brasil

  • Fabricio

    FZZ

    FERA , PONTOS CORRIDOS TEM EMOÇÃO DESDA ZONA DE REBAIXAMENTO , BRIGA PELO TITULO ,E BRIGA PRA FICAR COM UMA VAGA NA PORRA DA LIBERTADORES .

    ESSE PAPO DE MATA – MATA È COISA DE TORCEDOR PERDEDOR , JA TEMOS COPA DO BRASIL , ESTADUAL , SUL-AMERICANA todos eles com mata – mata no FInal , aii tão querendo esse formato no BRASILEIRÃO TBM , ACORDA NÈ .

    CAMPEONATO NO BRASIL È UMA PORCARIA , Não tem organização nenhuma , PEGA O EXEMPLO DOS EUROPEU CAMBADA , ELES SIM Dão um show de organização , Não tenta Copiar campeonato Argentino , por que la é outro lixo , tenta copiar os Europeu .

    Começando pela Libertadores , por que comparar a Libertadores com a Champions League é piada de Mal gosto .

    Aii tão querendo acabar com o Nacional , Sendo que o Campeonato Brasileiro é o Mais disputado no Mundo ,e de pontos corridos fica melhor ainda e o VENCEDOR È O MELHOR TIME DO CAMPEONATO .

    Não adianta nada chegar em primeiro , 12 pontos na frente do Segundo , 18 na frente do 4 colocado , pegar o 4 colocado e cair na semi final por causa de dois jogos , isso pra mim não é justo .

    CAMPEONATO NACIONAL DE PONTOS CORRIDOS TEM DISPUTA PRA SER O CAMPEÃO , PRA DEFINIR A VAGA NA LIBERTADORES ,E PRA VÊ QUEM VAI CAIR .

  • Renato Jerônimo

    Porque não ‘MESCLAR’?
    6 meses de pontos corridos onde os 4 primeiros fazem uma semi-final, ou disputam um quadrangular entre eles!
    O problema é que nós brasileiros queremos imitar os europeus que tem muito dinheiro e podem perfeitamente manter seus elencos durante o ano inteiro, coisa que por aqui é muito difícil! No meio da temporada os times já ‘perderam’ seus grandes jogadores.
    O que dizer então de patrocínio? A rede de TV paga um valor para um time, outro valor para outro e quem recebeu menos tem maior necessidade de vender seus maiores destaques!
    Pelo menos no modo mata-mata, esta disparidade pode ser contrariada e a emoção do ‘incerto’ e do ‘frio na barriga’ pode voltar a dar mais emoção!
    Creio que ‘MESCLAR’ os dois modos de competição seria mais salutar e emocionante!

  • João Paulo

    Primeiramente acho que o formato atual é completamente esdrúxulo se quisermos compara-lo aos torneios europeus. Lá apenas os cinco ou seis melhores colocados garantem vaga em torneios continentais. Aqui não, de 20 clubes, apenas os seis piores não se classificam para a Libertadores ou a Sul Americana.
    Na minha opinião, a Série A deveria ser disputada por apenas 18 clubes jogando entre si em turno e returno com pontos corridos, com os quatro primeiros colocados se classificando para a fase semifinal, enquanto que os três últimos são rebaixados automaticamente para a Série B e o clube com o pior aproveitamento percentual de pontos corridos (semelhante ao processo de rebaixamento do Campeonato Argentino) disputando uma repescagem contra o 4º colocado da Série B. Na fase semifinal, os quatro clubes restantes jogam entre si todos contra todos (a pontuação da primeira fase só é considerada como critério de desempate) em turno único com o mando de campo para o melhor colocado na primeira fase (uma maneira de premiar a regularidade durante as 34 rodadas da primeira fase). Ao final, os dois primeiros colocados do quadrangular semifinal decidem o título em jogo único com o mando de campo do melhor colocado na soma das fases anteriores. Em caso de empate no tempo normal, prorrogação e, caso persista, decisão por pênaltis.

    A Copa do Brasil deve ser disputada inclusive pelos representantes brasileiros na Libertadores.

  • Gabriel

    Como colocar a Copa do Brasil sendo disputada no meio de semana o ano todo se tem Libertadores e Sulamericana?
    Impossível.

    A solução seria diminuir o número de clubes nos estaduais. No MÁXIMO 10/12 em cada. Nas atuais fórmulas é impossível dar renda e público em todos os jogos, pois a maioria são jogos de baixo nível técnico e horário ridículos impostos pela tv.

    Diminuindo o número de clubes nos estaduais, aumenta o tempo de pré-temporada. Todo mundo ganha.

  • Vinícius

    Hahaha, bebeu, Leandro_df? Você deveria cavar uma vaguinha na CBF na área de “campeonatos estapafúrdios!” Parem de invencionice, pontos corridos é CLARAMENTE e de LONGE o melhor sistema para se decidir o melhor time de um país.

    Abraços,

    Vinícius

  • Gerson

    PONTOS CORRIDOS SEMPRE!!!!!!!!!!!!!!
    Se mata-mata fosse tão bom assim, o mundo inteiro praticaria essa forma injustíssima de campeonato. Mata-mata só funciona para torneios rápidos, e pode crer, o melhor time ganhará sempre, coisa que não acontece com frequência em mata-mata. Exemplo: Santos campeão de 2004 quando o São Paulo foi o melhor time do campeonato; a mesma coisa no ano em que o Atlético-PR foi o campeão, sem contar que o time médio e pequeno concorrerá com mais possibilidade.

    NÃO EXISTE pontos corrido com mata-mata. Isso é serviço de porco.

  • Antonio

    Campeonatos regionais e nacional no formato mata mata, foi invenção de brasileiro na época do super time do Santos, que além de Pelé, possuia os melhores jogadores da época. Assim sendo, não tinha para ninguém! Para que outros times tivessem alguma chance, inventaram essa aberração de mata mata. Assim, nem sempre o melhor é o campeão.

  • renato

    Mata nata premia a incompetência! A menos que seja uma competição tipo Copa, uma rápida e curta fase de grupos seguida de uma mata mata.

    Mata Mata dá mais renda à TV e ao rádio, por isso os jornalistas (muitos empregados das TVs e rádios) ficam pregando mata mata. Já para os clubes, mata mata é financeiramente ruim. Veja a situação em termos de estrutura e elenco, hoje e há dez anos….

  • Leandro

    Gostei da idéia. Porém temos que lembrar da Libertadores (o que deveria excluir esses times da Copa do Brasil) e da Sulamericana, o que precisaria de uma maior negociação com a Conmebol.

  • Neil Azevedo

    Srs. esta discussão é para quem não entende de futebol.

    Pontos corridos brasileirão = PREMIA O MELHOR… COM O MÁXIMO DE IGUALDADE campeonato longo.

    Mata-mata = COPA DO BRASIL, LIBERTADORES, ESTADUAIS… campeonatos mais curtos.

    E quem não concorda… vai assistir basquete.

  • Ricardo

    Mata-mata é a arena do craque; pontos corridos, a do elenco. No mata-mata, um Messi faz toda a diferença. No sistema de pontos corridos, é melhor ter 28 jogadores notas 6,5 do que ter três notas 10 e 25 notas quatro. Defendo o Brasileirão no sistema de pontos corridos porque a modalidade premia o planejamento, a escolha do elenco, a regularidade, o investimento em infra-estrutura dos clubes, enfim, premia o profissionalismo. Embora o mata-mata faça justiça à competência do craque que desequilibra a partida, está mais sujeito ao acaso, ao erro de arbitragem, ao Sobrenatural de Almeida, como dizia Nelson Rodrigues. Além do mais, o Brasileirão é a única competição disputada aqui pelos times de Pindorama na modalidade de pontos corridos. Já temos os estaduais, Libertadores, Copa do Brasil, Sul-Americana e Mundial Interclubes no sistema de mata-mata.

  • José

    Eu achu que deveria ser assim: Estaduais começam + cedo, Brasileirão em Turno e Returno com apenas 18 times e que ao final das 34 rodadas, se classificassem 8 times para fazerem finais.

    1º Colocado x 8º Colocado = Jogo 1
    2º Colocado x 7º Colocado = Jogo 2
    3º Colocado x 6º Colocado = Jogo 3
    4º Colocado x 5º Colocado = Jogo 4

    Depois, vencedor do Jogo 1 x vencedor do Jogo 4 e vencedor do Jogo 2 x vencedor do Jogo 3.

    E por fim, os 2 times que sobrassem, fariam uma Final, que querendo ou não, é o melho jeito de se decidir um campeonato.

  • Marcelo Vieira

    O melhor, no Brasileirão, deveria ser um sistema misto, com mata-mata somente entre os dois primeiros colocados. Assim, premiar-se-ia a regularidade e daria mais emoção numa final.

  • CRQ

    Li todos os comentários e tentarei fazer uma síntese: De um modo geral é bom ter pontos corridos (Brasileirão) e mata x mata (todos os outros). Os torcedores de times sem planejamento, pouca estrutura ou pequenos preferem mata X mata por ter uma possibilidade maior e não conseguem ver emoção em pontos corridos, já os torcedores de times mais estruturados com planejamento gostam de pontos corridos e têm uma visão de justiça no resultado final, mas obviamente sem deixar o mata X mata de lado.

    Quem é a favor o mata x mata só quer issa fórmula

    Quem é a favor de pontos corridos querem as duas fórmulas…. Esse é meu ponto de Vista…

  • Ponto corrido é coisa pra quem não gosta de futebol!!!!

    Ninguem não vai lembrar nem do vice, imagina em 90 vice, Bambis .
    O Coringão tbm ja foi vice,fazer oq temos q aguentar a zoeira meu !!!

  • IRAN BARBOSA LEÃO

    Para mim o ideal seria o Mata x mata, porque é muito mais motivante, os times brigam para entrar entre os 8 primeiros, a briga fica muito mais acirrada do que nos pontos corridos, onde a grande maioria, já abandona o Campeonato e jogam mais, no sentido de cumprirem tabela. Eu acho, uma tremenda burrice este sistema de pontos corridos, ainda mais, tendo em vista que o Brasil é um pais de extensão continental, no qual, os times em viagem de um estado para outro, tem quase, ou o mesmo desgaste, que esta mesma viagem traria entre os paises da Europa. Haja visto que, podemos citar por exemplo, um clássico entre o Ceará X INTER, em sistema de ida e volta, voce percorre a mesma distancia na Europa, cruzando cerca de 5 a 7 paises. É muito desgastante. A não ser no eixo Rio x S,Paulo, onde a distancia é menor. Valeu

  • Eu tenho uma sugestão melhor do que todas:
    Pontos corridos e mata-mata!

    Regulamento: Turno e Returno, todos contra todos igual o que rola hoje.
    1ª Regra – O campeão do primeiro turno garante uma pré-vaga para Semi-final mas para isso: O Campeão garantir totalmente na semi-final ele tem que termina no final dos dois turno do Brasileirão em 6º Lugar. Caso o campeão garanta a sua vaga, vai acontercer o seguinte: Após as 38 rodada os 6 primeiros colocados jogarão em mata-mata em jogos de ida e volta com vantagem dos 3º colocados, jogando por dois empates mas nesse fase o campeão do primeiro não disputa ele fica aguardando os 3 classificados.
    2ª Regra – Juntando com o campeão do primeiro, completará 4 times disputando assim a semi-final, que ocorrerá atravez de um sorteio.
    3ª Regra – A semi-final e a final serão disputados em partidas únicas em campos neutros já decidido pelo menos 1 um mês de antecedência e caso de classificação dos times do mesmo estado, poderá ser disputado no estado de origem porém com os ingressos dividos igualmente para os dois times.
    4ª Regra – Disputa da Final, as regras acima valem para final.
    5ª Regra – Caso o Campeão do primeito turno termine o campeonanto brasileirão apartir do 7º ele ficara fora da Fases finais e será disputado por pelo 4 melhores colocados. Na semi-final jogos de ida e volta com vantagem de dois empates para o 1º e 2º colocados e a final sendo disputado em campo neutro podendo ser diputado no mesmo estado quando for dois times do mesmo porém com os ingressos dividos igualmente para os dois times.
    6ª Regra – Na disputa da primeira fase final que o campeão do primeiro turno garantir sua vaga na semi-final como ele não disputa essa fase o próximo time na classifacação garante essa vaga na primeira fase final, então quem garante a vaga é o 7ª colocado.

    Bem acho que não tem melhor que essa!

  • lissandro

    ESSA DIRETORIA DO FLAMENGO É UMA PIADA,SEMPRE ATRASADA EM RELAÇAO A CONTRATAÇOES,DESDE QUE FABIO LUCIANO SE APOSENTOU AINDA NAO SE CONTRATOU NENHUM ZAGUEIRO DE QUALIDADE ISSO SEM FALAR EM ATACANTES,QUE O TIME SOFRE DESDE A SAIDA DE ADRIANO,O TIME NUNCA COMEÇA UM CAMPEONATO COM O TIME PRONTO,NUNCAAAAA,QUE DROGA DE PLANEJAMENTO É ESTE QUE FICAMOS UM TEMPAO PRA CONTRATAR UM PERNA DE PAU COMO AIRTON E DEIXAMOS O FOGUINHO CONTRATAR RENATO,É DE MATAR ESSA DIRETORIA TARTARUGA,AINDA TEM MAIS FICAMOS A MERCE DE UM TECNICO CALOTEIRO QUE HA MUITO TEMPO TEMPO DEIXOU DE SER BOM VIVENDO SO PELO NOME VETANDO CONTRATAÇOES DE JOGADORES E INSISTINDO EM VANDERLEI DIEGO MAURICIO DEIVID E OUTRAS ABERRAÇOES MAIS,É PESSOAL ISTO É FLAMENGO

  • W.Antunes

    Acredito que um misto seria o ideal, pontos corridos e no final os quatro primeiros disputariam o mata mata para ver quem seria o campeão, poderia ocorrer favorecimento de algum time para classificação, mas com isso evitaria de acontecer o que houve estes dois campeonatos passado, pois quem ganhasse seria o melhor entre os quatro.
    Mesmo que não tivesse sido o melhor do campeonato, mas teria sido o melhor da final.

  • DO´BERY

    PÔ ESSE OLIVEIRA TÁ DE BRINCADEIRA
    55 JOGOS NO ANO, MEU O POVÃO QUE VER FUTEBOL
    QUARTA,SABADO E DOMINGO,AGORA ELE FALA QUE OS CARAS CANSAM JOGAR
    SABADO E DOMINGO,PÔ O POVÃO TRABALHA DE SEGUNDA A SEGUNDA E NÃO RECLAMA
    E OS JOGADORES QUE GANHAM MUITO DINHEIRO VEM RECLAMAR DE CANSAÇO.

  • Matheus Cabral

    essa discussão já está chata…

    CAMPEONATO Brasileiro, pontos corridos.. justo, justíssimo… Já temos Mata-matas o sufucuente.. Copas do Brasil, Libertadores, sul-americana.. Oque tem que mudar é esse critério de Gol fora de casa.. pelo menos para a final.. Jogo de ida 1×0 pro time A, jogo de volta 2×1 pro time B – empatou 2×2 – Prorrogação e se persistir o empate.. Penaltis… justo.

  • Sergio Sales

    Quando o campeonato era mata-mata todos queriam os moldes de pontos corridos quando surgiu os pontos corridos todoa querem o mata-mata de volta…e essa discussão nunca vai acabar…

  • Geraldo

    Prezados, prefiro o mata-mata. Sou Flamenguista e com o novo Maracanã, venceríamos mais vezes. O Campeonato de 2007, se fosse mata-mata teríamos sido campeões. Quem puder rever os jogos daquele campeonato poderão perceber a força da torcida do Flamengo, junto com o time.

  • Dimitrio

    Prefiro o Mata-mata…

  • SIDNEY

    PONTOS CORRIDOS NO BRASILEIRÃO SENDO QUE OS QUATRO PRIMEIROS TIMES FARIAM SEMI FINAIS E FINAL….
    COPA DO BRASIL DO JEITO QUE TA!!!!

  • FZZ

    e já que estamos falando em melhorias pro futebol, TINHA QUE ACABAR OU MUDAR A LEI PELÉ..

    REVOLTANTE que um time fique anos preparando o jogador, cuidando dele, às vezes até dando moradia e auxílio financeiro pra família, pra dai a qualquer momento vir um FDP de um empresário e levar o cara e o time que gastou dinheiro e tempo pra investir fica a ver navios …

    REVOLTANTE ver técnicos como Luxa, Mano e outros convocando e colocando pra jogar aqueles caras que vão lhe gerar algum lucro …. ou vcs acham que o Jadson na Copa América é merecimento???

  • Oliveira

    Tenho as seguintes sugestões:
    Campeonatos Estaduais: Os clubes de menor expressão jogariam entre si de forma a classificarem dois para a fase final juntamente com os quatro grandes (RJ/SP), onde todos jogariam entre si em jogos de ida e volta, com os dois melhores fazendo a final em um jogo apenas, tudo isto entre fevereiro e março.

    Campeonato Brasileiro: Com vinte clubes no sistema de pontos corridos, jogando apenas uma vez entre eles, nos finais de semana.

    Copa do Brasil: Jogada com os vinte clubes da Serie A + os campeões e vice das series B e C, sendo a primeira fase igual a libertadores sistema de grupos (oito com três clubes) e a segunda no sistema de mata/mata ida e volta e final em jogo único, sempre nos meio de semana.

    Tudo isto encaixado de forma a atender ao calendário das convocações, da Libertadores e da Sulamericana.

    Acho que teriamos um calendário mais decente com os grandes clubes podendo fazer um mês de pré-temporada (janeiro) e jogar o ano inteiro sem desgastar demais os jogadores.

    Exemplo: Campeão Estadual 11 jogos + Campeonato brasileiro 19 jogos + campeão da Copa do Brasil 11 jogos + Campeão da Libertadores 14 jogos = Total máximo de 55 jogos no ano se ganhar tudo.
    O que vcs acham da sugestão?????

  • FZZ

    Alexlyzardo, ocorre que se tivermos um turno único com os 4 ou 8 primeiros fazendo o mata-mata, a diferença no número de clássico a ser feita por cada time perde o impacto, porque depois de se classificar, o time ainda terá as decisões diretas contra outro time e não fica dependendo de ganhar clássico ou de rival jogar com hombridade.

    Só não enxerga quem não quer ver …

  • FZZ

    Léo, parabéns, concordo plenamente com seu depoimento ….

    Acabaram-se os “GRANDES JOGOS” ….

  • FZZ

    queria saber do Sr. Fabrício onde está a emoção do começo ao fim se depois do primeiro turno mais da metade dos times jogam por “nada” ….

    onde estava a emoção em 2010 quando jogou Atlético GO e Gremio Prudente??? ou então quando jogou Goias x América RN

    A emoção se restringe aos jogos decisivos e só …

  • Léo – Mata x Mata

    Agora, Copa do Brasil mais longa será cansativo…
    E também sou a favor de encurtar o calendário brasileiro e sua adequeção ao calendário da Europa. É ruim você olhar a foto do time que começou a competição e ver que a metade já não está lá, e que outra metade não estava no começo do campeonato.
    Que tel assim:
    O CAMPEÃO DO PRIMEIRO TURNO JOGA COM O CAMPEÃO DO SEGUNDO TURNO EM DOIS JOGOS FINAIS… ASSIM, QUE NÃO SE CLASSIFICAR FICA NO MÁXIMO DOIS FINAIS DE SEMANADA SEM JOGAR…

    Abs

  • Alexlyzardo

    Copa do brasil no formato mataxmata e campeonato brasileiro por pontos corridos. É o certo.
    Jogadores se machucando, venda d atletas, nada disso tem haver com sorte, e sim com planejamento. Planejamento fisico e financeiro. Clube na elite do futebol brasileiro devem se adequar a esta realidade pra que nao fiquem a míngua! E isso é trabalho de dirigente. Clubes do centro sul tem mais classicos pq tem mais equipes(só ignorante pra nao ver). Estaduais mais curtos ou por semestres com prioridades aos clubes de menor expressão. Venda de atletas por lei deveríam ser ao fim das temporadas no brasil. Proteção ao clube formador!

  • Léo – Mata x Mata

    Galera,

    Pensem em um jogo inesquecível do time de vocês !
    Tenho certeza que a maioria irá lembrar de um segundo jogo de final de campeonato, onde o time se sagrou campeão. Campeonatos com final são muito mais emocionantes.
    O Sportv tinha um programa chamado “Jogos Para Sempre”, onde grandes jogos era relembrados por quem jogou a partida.
    Em todos os programas o jogos que eram relembrados eram finais.
    Para mim Esporte é emoção. Não tem nada a ver com justiça. É emoção. Mesmo porque campeonato onde temos os erros grotescos de arbitragem que vemos hoje no Brasil nunca serão justos.

    Abs

  • Rafael Souza

    Eu tenho um sonho louco… pontos corridos normalmente e o g4 fazer semi final e final… assim teriamos todas as emoções possiveis.

  • Luciano Verdao

    Mas ter os campeonatos um de final de semana e outro no meio da semana ja acontece meu caro Tirone, a unica coisa que aconteceu e´que transferiram esse jogo do Sao Paulo para o meio da semana por interesses que já sabemos quais são.

    Me espanta uma cronica de profissional de imprensa não perceber isso.

    Mas prefiro os campeonatos como eram até 2002, campeonato todos contra todos em turno unico, depois play – offs, ou dividir em dois grupos de 4 e os primeiros de cada fazerem a final.

  • Paulo Blumem

    Palmeiras campeão brasileiro e da sul-americana 2011

  • Fabricio

    PONTOS CORRIDOS .

    AQUELES QUE DEFENDE O MATA MATA FALA de entregar jogos , Mais no MATA MATA VAI ter muitos times entregando jogos no Final do Campeonato pra vê quem vai se classificar entre os 4 Primeiro colocado .

    PONTOS CORRIDOS È MUITO MELHOR , Não tem comparação a Emoção diferente do Mata Mata , é do COmeço ao FIm .

    Que emoção vai ter em ta disputando um MATA MATA ,sabendo que a obrigação do time é chegar entre os 4 pra depois decidir quem vai ser campeão ???????

    NO Pontos corridos não , é do começo ao Fim , Até a Ultima rodada , Quem defende esse esquema de Mata – Mata , é torcedor perdedor , torcedor de time que nunca vai bem em POntos Corridos , é DAR UM PASSO PRA TRAS DIANTES DE TODOS OS CAMPEONATOS DO MUNDO , ATÈ POR QUE O ITALIANO NÃO È MATA MATA , O INGLES NÃO È MATA MATA , O ESPANHOL NÃO È MATA MATA , os melhores Campeonato do Mundo não são nesse formato de MATA MATA , já BASTA O CALENDARIO SER DIFERENTE E ATRAPALHAR AQUI , aii tão querendo colocar um tal de MATA MATA , PELO AMOR DE DEUS .

  • paulo de morais

    Não importa se é mata-mata ou pontos corridos, oque tem que ser feito é acabar de vez com o previlégio de alguns times que são sempre beneficiados de maneiras no minimo suspeitas. É dentro da CBF que faz uma tabela muito camarada para uns, exemplo flamerda que primeiro pega só times pequenos no início para embalar e ganhar moral, além da arbitragem que está sempre dando uma mãosinha. enquanto o sr Ricardo Teixera for presidente da famigerada CBF isto não vai acabar. Sem esquecer do tribunal diciplinar que também faz coisas absurdas, este tribunal tem dois pesos e duas medidas, com uns eles são execivamente benevolentes, com outros rigorosos demais.Dá para confiar numa instituição desta?

  • mario neto

    NÃO CABE MAIS ESSE TIPO DE DISCUSSÃO, DESDE O INÍCIO DO BRASILEIRÃO, 1971, TENTARAM VÁRIAS FÓRMULAS COM VÁRIOS TIMES E A QUE DEU MAIS CERTO É COM CERTEZA O ATUAL MODELO, NÃO HÁ COMO AGRADAR A TODOS, MAS DE TODAS AS MANEIRAS QUE JÁ FORMA JOGADOS ESSA É A QUE FOI MAIS ACEITÁVEL, SE É JUSTA OU NÃO ISSO É OUTRA COISA, A QUEÕES LEVANTADAS POR ALGUMAS PESSOAS QUE AQUI ESCREVERAM, TAMBÉM PODERIAM ACONTECER SE O CAMPEONATO FOSSE JOGADO DE OUTRA(S) FORMA(S), ANTES DE FAZER UMA LONGA RELAÇÃO DO QUE É JUSTO OU NÃO, SAIBAM QUE ANTES DO CAMPEONATO INICIAR TODOS JÁ SABEM DE ANTEMÃO QUAIS SÃO AS REGRAS, PORTANTO NÃO ADIANTA VIR AGORA ENUMERAR UMA SÉRIE DE QUASTÇOES SEREM INJUSTAS PARA ESSE CAMPEONATO, PORQUE FICA PARECENDO CHORO DE TORCEDOR QUE NÃO SABE PERDER, UMA COMPETIÇÃO JUSTA PARA UM TORNEIO COM TIMES DE UM PAÍS DA NOSSA PROPORÇÃO SOMENTE REINVENTANDO O PARÁISO, MAS ATÉ QUE ISSO OCORRA, VAMOS PARAR DE CHORAR E RELAXAR, PORQUE TEMOPS UM CAMPEONATO EQUILIBRADO COM OPÇÕES ALTERNATIVAS ONDE NEM SEMPRE OS MELHORES SEMPRE VENCEM E NÃO AQUELA MESMICE DOS CAMPEONATOS EUROPEUS EM QUE SOMENTE TRÊS OU QUATRO TIMES SÃO OS VENCEDORES, A GRAÇA DO FUTEBOL É ESSA AGORA SE AS PESSOAS QUEREM FICAR NESSE ETERNO CHORORÔ, PROCUREM OUTRA COMPETIÇÃO OU VÃO CHORAR NA CAMA QUE É MAIS QUENTE.

  • CRQ

    Bom, pra mim o negócio é bem simples: Ter mata X mata e pontos corridos, mas não na mesma época. Adequação do calendário ao mundo (não só o europeu começa no meio do ano). Vi em alguns comentários algumas confusões em analisar os fatos, por exemplo: desgate por viagens (sudeste e resto do Brasil), clássicos, etc. Isto também tem na Copa do Brasil e teria também no Brasileirão se fosse mata x mata. Os dois formatos são bons e têm que ser utilizados. Temos que respeitar as diferenças. Pena que os dirigentes e o poder econômico não querem um formato justo que seja abrangente onde possa ter a participação da maioria. Isto é igual política, “vejo o que é bom pra mim, depois para os outros”.

  • Rivaldo Ferrer

    mata x mata

  • Ronildo

    Mata X Mata ou Entrega X Entrega?
    Não sei, só sei q era tão bom a expectativa de um domingo de decisão, já começava com o Marcio Canuto zoando na frente dos hoteis onde os times estava hospedado, e até o começo do jogo era uma aflição, mas agora as melhores decisões são no meio da semana (Copa do Brasil e Libertadores), e durante o dia temos q nos preocupar mais com o trabalho do q com o futebol.

  • Papeletas amarelas

    Aos que comentam sobre a arbitragem de Vasco x Coritiba, pergunto :
    Onde estavam, na Copa do Brasil, em 2009, quando o Gaciba deixou de dar um penalti ( puxão na camisa ) escandaloso do Chicão no Élton, no jogo em SP, penalti este que colocaria o Vasco na final.
    Onde estavam também em 2010, quando o Vasco vencia o Vitória por 2 x 1 e precisava de 3 gols de diferença; houve um penalti do goleiro Viáfara que, segurou o Élton, quando este o driblava para marcar o 3. gol ( que aconteceu com a conversão deste penalti ). Se o goleiro fosse expulso , pelo fato do time baiano já ter feito as 3 substituições, alguém da linha teria de ir para o gol. Ressalte – se que após o penalti, o goleiro Viáfara fez algumas defesas que um não goleiro jamais faria.
    Então, algum comentário sobre o exposto acima ? Este título já deveria ser nosso há algum tempo+
    Saudações vascaínas rumo a Dubai !!!!!

  • Basta prestar atenção no que acontece na Europa, onde a Liga dos Campeões, a Liga Europa, os campeoantos nacionais e as copas dos países ocorrem durante a temporada. Na América do Sul ocorre a aberração de termos Libertadores e Copa do Brasil decididas no primeiro semestre. Por fim, vale ressaltar que os que defendem o “Campeonato Brasileiro” por pontos corridos não são contra o mata-mata, apenas defendem que há uma quantidade razoável de competições nessa fórmula, e que é interessante que haja uma competição que premie a regularidade.

    Saudações tricolores,

    Josmar

  • Leandro

    Tirone, Atlético x São Paulo só foi na quarta pra globo ter algo pra passar pra São Paulo, só isso!

  • Danilo

    Prezado Tironi, permita-me apenas discordar de um comentário:

    “Mais do que premiar a regularidade, este tipo de competição atrai anunciantes, garante renda e dá a chance de o clube se planejar para uma temporada inteira sem ficar a mercê do resultado de um jogo”.

    Desculpe-me, mas tenho uma ideia muito formada a respeito disso. Sempre se falou que os pontos corridos são mais “justos”, apesar do conceito de justiça ser muito vago no futebol. De fato, não acho que os erros de arbitragem se “diluem”: para alguns clubes eles se acumulam, seja isso de forma aleatória ou não.

    De todo modo, com a diferença de renda dos clubes, SOBREMANEIRA AMPLIADA com os novos contratos de TV (a diferença de grana que entra entre Fla e Corinthians, de um lado, e Cruzeiro, Botafogo, Fluminense, Atlético, Palmeiras, Inter, etc, de outro, é astronômica: estima-se 40 a 50 milhões), os pontos corridos se tornam ainda mais injustos.

    Seu argumento é perfeito: premiam a regularidade. Mas regularidade é diretamente relacionada com elenco: e quem mantém melhores elencos? Quem tem mais dinheiro.
    O mata-mata abre maior espaço pro imponderável; pra equipe com menos elenco ganhar da equipe mais forte. São jogos feitos de maneira distinta, tanto que não se vê um azarão ganhar um Brasileiro, mas uma Copa do Brasil, muitas vezes.

    No Brasileiro, o oitavo colocado ganhar o campeonato não é estranho: ficar em 8º não é demérito nenhum. Mas a atual fórmula de pontos corridos, coadunada com a grande diferença de grana, pode criar uma ditadura de times no Brasil. E aí teremos um campeonato disputadíssimo tanto quanto o Espanhol: só dois times competem, com um ou outro abiscoitando uma coisa eventualmente.

    É isso que se quer pro futebol nacional?

  • FZZ

    A, esqueci de uma coisa importante, OS ESTADUAIS TEM QUE SER MAIS CURTOS, BEM MAIS CURTOS, os times precisam de tempo pra fazer uma pré-temporada pro Brasileirão ….

  • FZZ

    Não adiante querer comparar Brasil com Europa, unificar calendário ou copiar os modelos de lá.

    Os calendários são diferentes, lá eles jogam dias 25/12, 02/01, lá o negócio é organizado, o calendário bem feito, tem estrutura, aqui temos outra cultura, outras tradições, é outros mundo, totalmente diferente ….. Se lá os pontos corridos dão certo, isso não significa que vai funcionar em todo o mundo ,cada país tem suas peculiaridades, culturas, métodos, organizações, roubalheira, são totalmente diferentes e não podem ser equiparados …..

  • Antonio

    Em relação a copa do brasil, n seria legal ter apenas um jogo na final, com local sorteado/definido antes da competição, como fazem na Europa? Outra ideia seria encurtar ainda mais a competição, com jogos de ida e volta só nas quartas e semi…na maioria dos torneios semelhantes na Europa é mais ou menos assim, principalmente devido ao calendário.

  • FZZ

    Sou a favor do mata-mata.
    O argumento de quem defende os pontos corridos é que seria um campeonato mais justo e que premia quem tem mais regularidade.

    1. É justo um campeonato que um time perde o título porque o rival entregou o jogo???
    2. É justo um campeonato onde os times do Sudeste viajam pouco e se cansam menos que os times do Nordeste e do Sul que tem que fazer viagens pelo Brasil todo e se cansar mais?
    3. É justo um campeonato como o de 2009, onde o campeão ficou apenas UMA RODADA na liderança (no caso foi a última)?
    4. É justo um campeonato onde o time que contrata e cresce no segundo turno praticamente não tem mais chances de ser campeão?
    5. É justo um campeonato onde 3 buscam título, 5 ou 6 vagas na Libertadores, mais 5 ou 6 brigam pra não cair e os outros 10, 12 times ficam sem fazer nada durante meses?
    6. É justo um campeonato onde na sua metade tem pelo menos 12 ou 14 times que não brigam mais por nada?
    7. É justo um campeonato onde os times de RJ e SP tem 6 clássicos (ida e volta) enquanto os do Sul e de Minas tem apenas 2 clássicos?
    8. É justo um campeonato onde determinado time não tem condições de se reabilitar e buscar o título ainda faltando 10 ou 15 rodadas?
    9. É justo um campeonato onde vc dá azar de ter jogadores contundidos durante um mês e fica pra trás sem chances de se recuperar na tabela?
    10. É justo um campeonato onde c tem que colocar reservas no começo porque ta jogando outra competição e a tabela é espremida?

    Enfim, tudo é questão de opinião e a modalidade pontos corridos já mostrou que não é um campeonato justo, que não premia o melhor time e nem o mais regular, mas sim aquele que não vendeu jogador pra Europa no meio do ano, aquele que deu sorte de não ter tanto jogador machucado, e que premia, na verdade, esquemas de apostas e favores escusos da CBF …

    Cada dia tenho mais nojo do futebol em geral, vide FIFA, Copa 98, Copa 78, Esquema Parmalat, MSI, Madonão, Fla e CBF, etc, etc, etc, etc

  • Luis

    Poxa cara…..,até que enfim alguem racional nesse circo do futebol que é o brasil. Muito bom. COncordo plenamente. O problema é que o Brasil não consegue enxergar o futebol como um produto e oferecer uma melhor qualidade ao seu consumidor: o torcedor (embora não pareça, somos nós quem pagamos por esse esporte)
    Ainda vivemos como 3°mundo que somos, até no esporte. O discurso do Kalil depois do jogo contra o são paulo, nos remete aos grandes populistas que ja tivemos nesse país, e ainda há uma corja de ignorantes que repetem essas palavras, como se houvessem achado um alento.Lamentável

  • FZZ

    O IDEAL É:
    1- Copa do Brasil durando o ano todo com todos os times que se classificam conforme classificação nos estaduais
    2- Acabar com este negócio de gol fora de casa. Se a soma dos dois jogos der empate, que vá pros pênaltis
    3- Mata-mata, já provou ser mais justo, mais empolgante e não tem marmelada de entregar jogo nem de “diz que diz”.
    4- Times que jogam a Libertadores, não jogam a Sul-americana e vice-versa.
    5- Competições continentais durando o ano todo

  • Alexandre

    Perfeito, Tironi.
    Por que é tão difícil dos manda-chuvas do futebol brasileiro (CBF e Globo) enxergarem o óbvio?

  • gustavo

    Finalmente uma boa opinião sobre o caso!

    Todos os países com futebol bem desenvolvido, jogam com a liga principal por pontos corridos e uma copa que acontece ao longo do ano e com todos os times.

    É raro a final da Copa do Brasil ser boa exatamente por ela, automaticamente, excluir 5 dos melhores times na temporada, que estarão na Libertadores. Aliás, é a única competição que exclui… o campeão do ano passado!

    Concordo com esse sistema, assim como a disputa da Libertadores e da Sulamericana simultaneamente também deveria ser vetada. É um ou outro.

    Só acho que, nesse sistema, os estaduais começariam a atrapalhar mais o calendário… Acho que teríamos de trocar por regionais mais curtos e segmentados, em ritmo de pré-temporada, mesmo.

    Não tem como jogar um estadual de 20 jogos, seguido de uma Copa do Brasil com Libertadores e terminar o ano com Brasileiro e Sulamericana. Nenhum time europeu, com preparo físico melhor que qualquer brasileiro e com elenco maior (contando o time B, que muitas vezes fornece jogadores para essas competições), disputa tantas competições.

  • Claudio Filho

    Só gostaria de lembrar ao Nando no comentário abaixo “mata-mata serve pra premiar o preferido da CBF, quem é o baba bolas da CBF… e não os melhores times…” que o Vasco foi um dos primeiros times este ano a pedir desvinculação do clube dos treze e solicitar uma liga nacional que não esteja vinculada com a CBF, assim me qual clube é baba bolas da CBF?

  • rafael job

    em campeonto nacional eu prefiro que seja em pontos corridos, mais no estadual e melhor mata

  • Marley

    Concordo com tudo escrito. Seria necessário os ajustes. A copa do brasil divideria espaço no calendário com a libertadores. Esta ocorreria simultaneamente à sul-americana. Os estaduais classificariam para a copa do brasil e 4 divisão do nacional.

  • Para os times da libertadores participarem também da copa do Brasil, seria necessário que eles apenas entrassem nela a partir do encerramento dela, acho que seria interessante.

    Também acho que que a taça rio-SP deveria ser disputada paralelamente ao campeonato brasileiro, aproveitando-se dos jogos do próprio campeonato brasileiro, também o Sul/Minas.

    Apenas acho que quando das convocações da seleção brasileira, o campeonato deveria ser paralizado, para que em casos de convocação em massa , como ocorrerá agora com meu Santos, seleção e sub 20, o clube não seja prejudicado.

    Gostaria também de retrucar ao Wagner Ribeiro, contra a sua declaração de que se fosse o pai do Neymar que gostaria que ele jogasse no Real madrid, eu também gostaria de dizer que mesmo eu não sendo o pai dele wagner ribeiro, gostaria que ele fosse empresariar no inferno ou na P.que pariu.

    obrigado e abraços, Mozart

  • GUSTAVO

    por mim o estadual é que ñ podia ser tão longo vinte times no caso do campeonato paulista,

    o brasileiro também são muitos times que tem um nível muito parecido eu acho que também tinha que ser menor, obrigaria os times a serem mais preparados teriam que manter as promessas e ainda cada jogo teria um valor maior pois um jogo em trinta e oito faz pouca diferença já um jogo em trinta seria muito mais difícil obriga os times a jogarem com mais vontade !

    E então poderiam se dedicar mais ao que interessa no momento que seria a copa ou a Santander ou sul americana

  • Nando

    E outra coisa, campeonato interessante??? Ingles, claro! é que la, as Copas são realmente interessantes pois são VERDADEIRAMENTE DEMOCRATICAS, e não dão vaga a liga dos campeões. Agora aqui no país do PT, da CBF e do Curintia, a porcaria da copa do brasil, jogada por clubes decadentes e clubes que não conseguiram vaga a libertadores, tem a chance de nos matar de tédio e nos encher de realidade (vide a arbitragem de Coritiba e Vasco), mata-mata serve pra premiar o preferido da CBF, quem é o baba bolas da CBF… e não os melhores times… ou alguem se esqueceu das 8ª de final entre São Paulo e Santos?????? Afora a arbitragem ‘perfeita’, claro! (isso foi uma ironia).

  • Nando

    Ta nessa ainda??????????????????????????????????????????????????????????? Campeonato é pontos corridos, E QUE VENÇA O MELHOR, e as copas e merdas afins, deixa o mata-mata, e continue a dar chances as porcarias como Avaí, Ceará e Coritiba!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • tmouro

    Final épica? Tá de sacanagem, só se for para o maio ídolo do Vasco, o árbitro Salvio. Título roubado….

  • Luiz Guilherme Michelato

    Achei muito boa sua idéia. A Copa do Brasil não tem porque acabar em Junho, isso desmotiva até o time campeão no Brasileiro.

  • Pingback: Blog do Tironi: Pontos corridos x mata-mata | Blog do Flamengo()

  • Helder

    Muito bom seu post, gostei das sugestões, mas infelizmente dirigentes, presidentes de federações e o dono da CBF se lixam pra isso, querem é tirar o máximo possível explorando esse calendário porcaria e as mazelas do futebol.

  • Pingback: Blog do Tironi: Pontos corridos x mata-mata | Blog do Corinthians()

  • Daniel

    FOGÃÃÃÃÃÃOOOOOO!!!

MaisRecentes

O mundo gira



Continue Lendo

Dérbi não vale. Mas vale!



Continue Lendo

Agora vai?



Continue Lendo