Não tem mais bobo no futebol?



Não tem mais bobo no futebol. A não ser os cartolas, a torcida e a imprensa, como mostrou Ronaldinho Gaúcho e principalmente seu esperto irmão Assis nesta quinta-feira na patética coletiva em que se falou, falou, falou, mas não se decidiu nada.
Durante uma semana, dirigentes caíram na conversa do empresário e imprensa caiu na conversa dos dirigentes. Resultado disso foi a bizarra entrevista coletiva de ontem no Copacabana Palace para o anúncio de que nada está decidido.

O jogador ainda precisa se acertar com o Milan, que apenas concordou em negociá-lo com um clube brasileiro. Mas peraí, o que Assis ficou fazendo em churrascarias desde o último fim de semana senão negociar com clubes brasileiros?
O irmão e empresário de Ronaldinho tem todo o direito de trabalhar pelo melhor negócio, a melhor proposta.

Mas traça um caminho perigoso quando fica uma semana alimentando esperança de todos os pretendentes para anunciar depois, candidamente, que nada está decidido.

Uma hora sua palavra não valerá mais nada.



MaisRecentes

Seleção enfrenta seu primeiro tremor



Continue Lendo

Segue o líder



Continue Lendo

O intervalo que mudou tudo



Continue Lendo