Títulos reconhecidos. E daí?



A discussão sobre a unificação dos títulos nacionais é deliciosa pela quantidade de argumentos contra ou a favor e a impossibilidade de se ter uma posição final defendida por todos.

E ela veio à tona com a informação de que a CBF deverá reconhecer como campeões brasileiros todos aqueles que conquistaram títulos de caráter nacional entre 1959 e 1970.

Mas ela também é uma discussão irrelevante, porque o mais importante disso não é o reconhecimento da CBF, mas sim o reconhecimento do que aqueles campeonatos disputados por Pelé, Tostão e mais um monte de monstros sagrados de nosso futebol representam na história.

E quanto a isso, há uma certeza: ninguém de boa fé e amante do futebol duvida do que foi o Santos de Pelé, o Palmeiras de Ademir da Guia, o Fluminense de 1970, etc, etc… E nem da importânca daqueles torneios.

Um estudo de 200 páginas é interessante para que todos aprendam um pouco do que foram estes campeonatos, o modelo de disputa, como a imprensa tratou o assunto na ocasião… mas isso não é exatamente necessário para que a CBF decrete que aqueles times foram legítimos campeões brasileiros como também não é importante que se decrete que foram. Aliás, isso é o menos importante.

Estas conquistas foram mais, muito mais do que uma chancela de uma entidade que conhecemos bem.

Dentre algumas argumentações a favor do que pretende fazer a CBF está o fato de que não era justo que Pelé nunca tivesse sido campeão brasileiro.

Mas diante da carreira de Pelé, qual a importância de ele ter sido campeão brasileiro certificado pela entidade? Nenhuma. O fato é que aquelas eram competições de caráter nacional muito importantes e não precisam da voz da CBF para que sejam.

Dentre algumas argumentações contra está a que o Palmeiras ganhou dois brasileiros em um ano (1967). Para o palmeirense que vibrou com as duas conquistas e que viu o seu time ganhar dois títulos nacionais na era de ouro do Santos é relevante a reclamação dos rivais?

Certamente mais importante do que se é válido ser campeão brasileiro duas vezes no mesmo ano é ter alcançado duas glórias importantes em um ano só.

A discussão se estende até o Brasileiro de 87. Algum flamenguista se acha menos campeão pelo fato de o título não ser reconhecido pela CBF? Na mesma linha, algum são-paulino acha que os títulos mundiais de 92 e 93 não valeram por não ter o reconhecimento da Fifa?

Não é a canetada da CBF ou da Fifa que fará um clube ter menos ou mais glórias. A história é contada por quem faz e não por quem certifica.

Quer seguir na discussão? me encontre no twitter: @etironi



  • Edmar

    Coloquem no google “sabatina sobre taça brasil” blog odir cunha – vejam que a importancia da taça brasil e torneio roberto gomes pedrosa foram as mesmas dos campeonato brasileiros depois de 1971, através das repercussões da imprensa da época.

  • Diogo Ghosn Inácio

    Perfeito! Falou tudo, é isso aí mesmo!!!

  • Ola pessoal, ser campeao de 5 cinco titulos brasileiros consecutivos, nao era facil, contudo, esse mesmo Santos.F.C. 50 cinquenta anos depois deu uma pequena demonstração do que foram os anos 60 – Havia na Vila Belmiro um jogador chamado Pele que e reconhecido o maior jogador de futebel de todos os tempos, Rei do Futebol, e não tinha nenhum titulo reconhecido como campeão brasileiro, estaria correto o Pele não contar com os cinco títulos de Campeao brasileiro.
    Para fazermos uma comparação perguntamos a todos que gostam de futebol, você assistiu ou ficou encantado com algum jogo do santos do 1º Turno de 2010 – quando por motivos internos, o time deixou de jogar no ataque como vinha fazendo e passou a jogar mais nos contra-ataques, tendo em vista as constantes reclamações do Edu Dracena, isto posto, fez com que o técnico do santos criasse aquele fuzuê, e tirou do Santos F.C. Talves o titulo mais fácil, que seria o brasileiro de 2010. Assim note, uma equipe marca 150 gols quem não se recorda desse time.
    Entao, lá na década de 60 so num campeonato um destes jogadores chamado Pele marcou somente no campeonato Paulista 58 gols. Para um time com a mesma base de ataque, que marcou 5×2 no benfica la em portugual contra o Benfica não seria recomendado ter o titulo Brasileiro que lhe deu o direito a disputar e consagrar esse titulo mundial.

    Agora se você não gosta de futebol, vai assistir luta livre, quando o Santos esta em baixa, eu apreciador dos bons jogos, simplesmente abaixo o som da TV pego o meu computador e passo a fazer outra atividade, pois ser santista e exigir um futebol que todos revivemos agora no inicio de 2010 e será que esse time era superior ao da década de 60. … O santos da decada de 60 manteve a mesma base – desde 1955 quando foi campeão paulista ate o incrível ano de 1968, quando tinha simplesmente 8 jogadores na selecao do Saldanha por que será, seria ele campeão brasileiro … Nao teria ele direito a esse titulo …, vejamos, Deixou de jogar Manoel Maria porque jogava na 7 um tal de Jairzinho – Deixou de ir Negreiros porque existia um tal de Gerson e não jogou o Maior dos centro-avantes Paulistas o Toninho Guerreiro – artilheiro de -66-67-68-69-70 porque existia um tal de Tostao que em 67 surpreendeu o Santos e simplesmente quando o santos acordou estavam derrotados tendo sido campeao brasileiro a raposa.

    Caro amigo, Me lembro que para quebrar o tabu; nesse ano o corinthias havia comprado do cruzeiro um ponta direito, um dos melhores da conquista do cruzeiro em cima do Santos em 67 chamava-se Buiao, e foi contratado pelo corintians, resolvido o problema da ponta direita, a torcida do corinthians se mobilizou e contrataram por 1.000.000,00 de cruzeiros o também ponta direita Paulo Borges, sabe para que … Para quebrarem um tabu … Voce sabia que durante esse período da década de 60 o Corintihians não ganhava uma so partida do Santos, e foi assim, que foi quebrado o tabu, pois a intenção era jogar os dois melhores do campeonato anterior Buiao contratado ao Cruzeiro, e Paulo Borges contratado do Campeao Carioca, para jogrem em cima do Rildo para ganharem o Jogo, mas o tabu foi quebrado, mas não como pensavam, e sim, lançado no meio de campo uma bola ao Paulo Borges, que naquele dia deu um pombo sem asas e acertou o ângulo direito do Grande e Eterno Claudio que nada pode fazer, tudo porque, havia no santos um excelente jogador o Rildo vindo do Botaforgo, que cancou de perder titulos brasileiros para o santos, Ele pegava a bola começava a fazer a descida pela esquerda e ao invés de passa-la para o meio campo ou para o Edu, dava um drible do peru, que seria uma volta em cima do atacante que vinha marca-lo para então sair jogando. Isso na decada de 60. E nos santistas vibrávamos ate no dia que o Copeu, ponta do Palmeiras pegou tomou-lhe a bola, e saiu direto para o gol. Resultado santos saiu derotado por 2×1 do Morumbi. Mas na sequencia – do campeonato houve o primeiro quadrangular do Paulista e me lembro que tinha 13 anos e fui deixado por um colega corinthiano que saiu do Morumbi no primeiro tempo, placar 3X0, ele veio embora e eu Tive que vir a PE do Morumbi ate a Avenida Santo Amaro, nessa época o santos tinha um segundo time com pitico, negreiros, osni, Nene e uma porção dejogadores formados no Santos. Há lembrei de outro, sabe porque o Santos vendeu o Artilheiro, Tonhinho Gruerreiro para o São Paulo, porque na vila Belmiro apareceu um Jogadorzinho chamado CLAUDIO ADAO, que faria parceria com Edu pela esquerda e Pele, alem de Manoel Maria, Caneco pela Direita, ou Jair da Costa. Infelismente se machucou foi se tratar no Famengo e acabou Casando com a Filha do Todo poderoso do Rio, e por La ficou não fosse isso, quantos títulos não teriam vindo.

    Há de se saber que o Santos após 63, quando pos a maior torcida no maracanã, mais de 200 mil pessoas, deixou de prestigiar a tão badalada competição da TAÇA LIBERTADORES, tendo em vista que os torneios e amistosos internacionais tomavam conta do mundo, e fizeram desses amistosos internacionais e amistosos o SANTOS de PELE como o time mais conhecido do mundo. era a epoca dos Beatles e tao bom quanto as musicas dos beatles, era assistir o Jogo do Santos E mais, PELE nao so elevou o santos da vila belmiro, como o cafe do BRASIL, o PELE DO BRASIL. … Infelismente, nao e dado a ELE, o devido reconhecimento, pois para muitos ignorantes, a Capital do Brasil ainda e Buenos Aires, e o SANTOS E o mior porto da AMERICA DO SUL. E o Pele agora reconhecido como o maior campeao brasileiro, penso estar proximo de sua proxima jornada, que seria juntar-se profissionalmente a esse talentoso Presidente do Santos.

    Sejamos brasileiros e reconheçamos o bom futebol, comendo pipoca na sala, pulando na arquibancada ou numa confortavel cadeira no estadio. Parabens Brasil, parabens Joao Havelange.

  • Ola. Pessoal., ser campeao de 5 cinco titulos no brasil nao era facil, afinal esse mesmo time no na decada de 60 a 50 anos atras, ele fazia exatamente o seguidos

  • JAVA

    TANTA COISA POR FAZER NO FUTEBOL BRASILEIRO, E ESSES DIRIGENTES DE QUINTA, BRIGANDO PARA MUDAR A HISTÓRIA DO FUTEBOL BRASILEIRO… BANDO DE CRETINOS…

  • eu já fui campeao no campeonato realizado aqui no clube onde sou socio, no ano de 2001;
    meu time se chamava Mogi Mirim, e havia outras onze equipes com nomes de clubes brasileiros.
    portanto tambem me considero legitimo campeao brasileiro de 2001
    alias, o atletico do pr ( campeao do cbf 2001, com meritos devo dizer, ja que o campeonato naquele ano ainda nao era de pontos entregados!) nao seria pareo para nossa esquadra.
    meu time é de fato campeao brasileiro naquele ano.
    alo cbf, legaliza já!

  • Marcelo

    E quanto a Friedenreich, Leônidas da Silva, Zizinho e Didi?

    Há alguém em sã consciência que lhes negue a condição de jogadores excepcionais, integrantes da fina nata dos craques históricos brasileiros?

    Não é porque não disputaram o “campeonato brasileiro” que se lhes deva usurpar o título de campeões brasileiros, proporcionado pela conquista de tira-teimas, taças e torneios interestaduais vários – dentre os quais, o Rio-São Paulo (o mesmo que, em 1954, recebeu a denominação de “Roberto Gomes Pedrosa”, e, na segunda metade dos anos 1960, foi ampliado e passou a contar também com a participação de times outros que do eixo RJ/SP).

    É inconcebível, inaceitável, revoltante que jogadores tais como William Batoré, Paulo Almeida, André Luiz e Robert sejam reconhecidos como “campeões brasileiros”, e que não mereçam o mesmo reconhecimento monstros sagrados da bola como os citados Friedenreich, Leônidas da Silva, Zizinho e Didi, e mais Amílcar, Fausto, Domingos da Guia, Heleno de Freitas e tantos outros!

    Temos que resgatar a verdade histórica; reescrever e revalorizar a história do futebol brasileiro!

    ps:

    Em tempo: e quanto a Rivelino, Reinaldo, Enéias, Sócrates, Ronaldo Fenômeno e Kaká? É mister que também ostentem um título de campeão brasileiro!

    pps:

    Garrincha!! Eu e os neo-historiadores relativistas do futebol brasileiro nos esquecemos simplesmente daquele que foi a Alegria do Povo, craque incomparável e maior ídolo do torcedor brasileiro em todos os tempos! O Anjo das Pernas Tortas merece não um, mas vários (talvez meia dúzia) de títulos de campeão brasileiro!

  • reinaldo de barros

    O timinho da marginal fedorenta e o gordonaldo levou um bolo do Adriano Bebum, falou que vinha e deu uma de migué, deixando o Andrez 100 Sanchez com cara de côco ralado rsrsrrsrsrsrssrsrrsrsrsrss ninguem liga para essa porcaria de clube, só vai jogador em fim de carreira ou que nao deu certo em outro clube. O Roberto meias e Ronaldo Bacon vieram fazer SPA e arrancar dinheiro dos trouxas. Agora, ser recusado pelo adriano 51 é demais, um jogador com má fama que levou o 3º trofeu de pior na europa recusar a jogar no timinho, é pior do que um tapa na cara.

  • reinaldo de barros

    O Adriano Bebum deu um bolo no bacon naldo e no corintias, falou que vinha e deu uma de migué, deixando o Andrez 100 Sanchez com cara de côco ralado rsrsrrsrsrsrssrsrrsrsrsrss ninguem liga para essa porcaria de clube, só vai jogador em fim de carreira ou que nao deu certo em outro clube. O Roberto meias e Ronaldo Bacon vieram fazer SPA e arrancar dinheiro dos trouxas. Agora, ser recusado pelo adriano 51 é demais, um jogador com má fama que levou o 3º trofeu de pior na europa recusar a jogar no timinho, é pior do que um tapa na cara.

  • aristoteles silveira souza

    O mínimo que se pode fazer, esta entidade, a CBF o fêz, ou seja , resgata assim
    o passado do melhor futebol do mundo e diga se de passagem, NÃO era virtual ou
    fabricado por uma mídia e cartolagem vorazes por dinheiro mas o que se fazia, se
    fazia com AMOR e PAIXÃO… . .
    Que nos perdoem os SEM HISTÓRIA ou que não QUEREM SABER DA HISTÓRIA…
    os NÉO BOBOS LIBERAIS…. .e que se dizem MODERNOS…. . .DIFERENCIADOS….
    quando tudo era mais difícil…( palavras do REI PELÉ…. . .)
    Resgata-se assim, o passado destes craques anônimos que não tinham mídia ou
    tecnologia para venderem os falsos jogadores de HOJE …DIFERENCIDOS ( sic ).
    raça…talento….história…..amor a camisa…dignidade……
    FUTEBOL BRASILEIRO REAL………….

    Parabéns ao craques do passado…… . .

  • mafm12

    Parabéns Tironi,

    Não poderia esperar outra coisa de você…

    Agora, acredito que não reconhecer o título da Copa União de 1987, jogado contra os melhores times do Brasil, e, ao mesmo passo, reconhecer títulos de Taça Brasil e quejandos é pra lá de absurdo… Qual a razão disso???

    É inaceitável o reconhecimento de um titulozinho do Sport em detrimento do legítimo campeonato brasileiro à época, disputado pelos melhores e maiores clubes do Brasil, isso sem contar que a recusa não foi só do Flamengo, mas sim de todos os clubes, com documento assinado em ata! Por que cargas d’água nenhum destes clubes sai em favor do Flamengo??

    Está mais do que na hora de acabar com esse circo e reconhecer o Flamengo o primeiro e legítimo hexacampeão nacional, com a posterior entrega definitiva da Taça das Bolinhas…

    CHEGA DE PALHAÇADA, CHEGA DE CIRCO, CHEGA DE ENGODO!!!

    E dou 100% de razão à presidenta Patrícia Amorim nesse ponto: como é que a CBF fala que reconhece uma decisão judicial se é a primeira a ameaçar a punição aos clubes que a ela recorrerem???

    Como diria o nosso saudoso Bussunda: FALA SÉRIO!!!

    Abraços de um rubro-negro amante do futebol e presente nas finais da Copa União!

    Marco Antonio

  • O PELEJAS ( http://www.pelejas.com ) , site dedicado à memória do futebol, saúda os “novos” campeões brasileiros de futebol: Biriba do Bahia, Garrincha, Nílton Santos, Dirceu Lopes, Tostão, Ademir da Guia, Djalma Santos, Coutinho, Pepe, ELE e tantos outros craques.

    22 de dezembro de 2010, data histórica do futebol brasileiro.

    Abraço.

  • Reconhecido e dai?
    E daí cara pálida?
    O título escolhido, por si só, dá um ar de desprezo, por parte de quem o escreve, por uma decisão vinda da Entidade máxima (gostando dela ou não) do Futebol deste nosso pobre país.

    No fundo a coisa é extremamente desagradável para mídia por um simples motivo: não agrada àquela que, após a queda do regime militar, passou a ser a mandatária do Futebol Brasileiro, impondo o seu “padrão” Josef Goebbels de ser.
    Sim senhores o que a maioria dos repórteres, por ignorância, quer seja, por não entender como elaborar pesquisas, uma vez que para ser repórter, cronista, comentarista e tantos outros “istas” não é necessário qualificação, ou, por outra, por mera preguiça, ou, ainda, por preferir embarcar no que “as vacas” sustentam, sendo mas cômodo, seguí-las.

    O fato é que ao longo dos meus quarenta anos, nunca vi escritor algum datilografar/digitar, uma linha sequer, sobre o fato de que, de 1964 até 1987, os rumos do Futebol Tupiniquim estiveram nas mãos da ditadura militar e que com o fim do regime, passaram para as mãos da Rede Globo “Corporation”, outrora, co-autora do mesmo.

    O Campeonato Brasileiro de 1987 denominado, Copa União, nada mais é do que a grande mentira que toda mídia precisa perpetuar como verdade, e, a série de inverdades escritas, ao longo de 23 anos, por Tironi’s, Jucas, Márcio’s, PVC’s, Assaf’s, Wrigt’s, (enfim, praticamente toda crônica esportiva) só terá fim no dia que todos forem responsabilizados penalmente, ou seja, quando todos forem pra trás das grades.

    O título do Sr. Tironi “Títulos reconhecidos e ´daí”?, deriva da ideia de que, independentemente de Decisão Judicial, independentemente da decisão da CBF, independentemente do Código Civil, independentemente do Código de Processo Civil, da Constituição Federal, de Deus, Jesus, Buda, Maomé, Krishina, ufa!!! Independentemente do que quer que seja, o título de Campeão Brasileiro de 1987 é do Flamengo e ponto final.
    Isso precisa ser fixado (e foi), na mente de cada célebro de torcedor brasileiro, doa o que doer, haja o que houver, equivale, em termos de verdade/aceitação, na certeza/fé de que se deve ter, que o planeta Terra possui DEZ MIL ANOS de idade.
    Se vc torcedor questionar isso, não tens fé. Esta na Bíblia! Que se dane as provas. Que se danem os Dinossauros.

    Se Jesus Cristo se reunisse com toda crônica esportiva deste país e soliciatasse uma retratação desses senhores, não tenho dúvidas, o Sr. Tironi seria um entre tantos a recomendar a crucificação do Filho do Homem.

    A mídia perecerá junto com o Planeta Terra sustentando isso, caso contrário toda a imprensa esportiva perecerá de credibilidade.

    O grande problema desses garotos, formados em jornalísmo ou não, é esquecer que existe gente no Brasil e no mundo todo, que possui mania de guardar jornal.
    É o que faço a quarenta anos, quando percebo que algum assunto tem tudo para se tornar polêmico.
    Há 23 anos digo que nenhum presidente de CBF, República, Clube, jornal ou televisão (mesmo a poderosa Globo), tem poder para dar algo que, através de Decisão Judicial Transitada em Julgado a mais de 20 anos, já está estabelecido.
    Ora senhores, se existe um a Decisão Judicial, se dessa decisão não cabe mais recurso, e, se mesmo assim toda mídia insiste em atribuir a um Clube o que não é seu, o que fazer com cada repóter que insiste em divulgar algo que não condiz com a VERDADE?

    Não seria o caso de cada torcedor entrar com ações cobrando explicações de cada jornal/jornalísta que insiste em propagar a mentira?

    A quantidade de reportagens da época e atuais, por mim guardadas são numerosas.
    Curioso o que se escrevia à época e agora.
    Curioso observar a mudança de comportamento/opinião de alguns jornalístas.
    Curioso e engraçado.
    Dos muitos artigos de jornal, deixo aqui um que me é mui “querido’ uma vez que SEPULTA essa que se configura como uma das maiores mentiras inventadas e alimentadas por toda mídia deste país.
    Aliás, essa MENTIRA, é o grande argumento da mídia para “legitimar” o GOLPE do Clube dos treze. O CRUZAMENTO DOS MÓDULOS FOI PROPOSTO DEPOIS DO INICIO DO CAMPEONATO, COM O CAMPEONATO EM ANDAMENTO (blá, blá, blá, blá), MENTIRA, PAPO FURADO, FALÁCIA, tenho uma enorme quantidade de adjetivos para dar a esta afirmativa cultivada pela mídia.

    Percebam senhores, PROPOSTO.

    Leiam agora, o jornal O Dia! (do Rio de Janeiro), do dia 1º de setembro de 1987, página 22, e tirem suas conclusões.

    A Copa patrocinada pela Rede Globo começou no dia 11 de setembro (à revelia da CBF), e terminou em 7 de fevereiro de 1988, ano em que o Bahia sagrou-se campeão da segunda e última Copa União, já com a presença de América, Bangu, Guarani e Sport, antes, conduzidos pela mídia à condição de “times de segunda”.

    Rio de Janeiro, 1º de setembro de 1987.

    CBF PROÍBE TORNEIO SEM PRÉVIA APROVAÇÃO.

    O vice-presidente da CBF Nabi Abi-Chedid anunciou que está enviando um telex às Federações, proibindo a realização de qualquer torneio sem a prévia autorização da entidade. Com isso, ele espera criar maiores dificuldades à realização da Copa União, competição elaborada pelo clube dos 13, com o objetivo de esvaziar a Copa Brasil.
    Nabi, no entanto, voltou a dizer que os clubes rebeldes estão sem qualquer amparo legal, enquanto a CBF procurou resguardar mais a sua posição ao determinar no primeiro artigo do regulamento da Copa Brasil deste ano a obrigatoriedade da participação na competição dos clubes escolhidos, derrubando a alegação de que, na condição de convidados, os clubes, poderiam optar em disputar ou não o campeonato.
    Na sua opinião, o motivo de toda essa confusão é o radicalismo que tem orientado os integrantes do Clube dos 13. Nabi disse que eles até admitem participar da Copa Brasil, desde que, não houvesse cruzamento entre módulos verde – que os reúne – e amarelo. Isso, contudo, causaria insatisfação entre os integrantes do módulo amarelo que poderiam no entender do dirigente, até recorrer à Justiça.
    Pela tabela distribuida pela CBF, a Copa Brasil começa este sábado com dois jogos, São paulo X Atlético (no morumbi) pelo módulo verde e Atlético Goianiensse X Inter de Limeira, (no Serra Dourada) pelo módulo amarelo.

    Doravante, jovem Tironi, enquanto não houver CADEIA para quem continuar a propagar esta mentira, tens todo direito de dizer “Reconhecido e daí”?,entretanto, acabo de oferecer algo relevante no sentido de procurar outros meios para legitimar o ilegítmo.
    Procure outro argumento. este caducou.
    Há tempo para deixar de propagar essa mentira que se configura como a mais patética dessa estória que o Sr.e toda mídia bem se esforçou para perpetuar.

    O cruzamento foi determinado (e não cumprido pelo Clube dos 13) muito antes do campeonato começar, o problema, ou melhor, um deles, é que o Módulo Amarelo não era patrocinado pela Rede Globo, Coca-cola e Varig.

    Outro problema foi o doutrinamento promovido por uma mídia nunca comprometida com a verdade que, ao longo de 23 anos transformou o Guarani, Vice Campeão Brasileiro de 1986 (tendo obtido mais pontos que o campeão; São Paulo), em time de segunda em 1987, (sobre isto, transcreverei em outra oportunidade o que diziam os cronistas da época).
    É de rir, é de rolar de rir, ler como os caras mudaram de opinião.

    Isso realmente só é possivel e imaginável pq, como bem diz o mestre, gênio e Historiador Eric Hobsbawm, (…) “Quase todos os jovens de hoje crescem numa espécie de presente contínuo, sem qualquer relação orgânica com o passado público da época em que vivem” (…) *

    Eu realmente tento compreender, reflito; entre escrever o que se deve, o que se pensa, o que é verdade ou, escrever o que o editor-chefe determina? … é mesmo complicado!

    Comprometer-se com a verdade ou ficar desempregado?
    Esse deveria ser o grande debate sobre a Copa União Rede Globo de Televisão.

    Diferente do que pregava Josef Goebbels, chefe de propaganda da Alemanha Nazista de Adolf Hitler, uma mentira dita mil vezes… no meu entender, só se tornará uma verdade no dia que uma empresa for capaz de através de um absurdo avançado tecnológico conseguir manipular uma por uma todas as mentes deste maravilhoso planeta.
    No dia que cada ser humano for destituido do livre arbitrio. No dia que nos for retirado a capacidade de individualmente buscarmos o saber. No dia que enfim nos tornarmos máquinas.

    Att.
    Mosqueira.

    (*) Era dos Extremos – O Breve Sécullo XX 1914-1991. (página 13)

  • Fernando

    Informe-se melhor Marcos B. Não houve segunda divisão no ano 2000. O São Caetano participou do módulo da Copa Havelange(que não era o campeonato brasileiro, portanto nem havia necessidade de obedecer ranking algum) que seria o equivalente a segunda divisão e foi vice-campeão desse torneio.

    Quero saber dos corinhtianos porque não cairam para a segunda em 1996 por conta do caso Ivens Mendes e porque não cairam em 1987 quando ficaram em último no Torneio Copa União(não era um campeonato brasileiro).

  • Cristiano, preste atenção.
    VAMOS DEIXAR CLARO: NAQUELA ÉPOCA NÃO HAVIA UMA INFRA-ESTRUTURA COMO A DE HOJE, OS MEIOS DE LOCOMOÇÃO ERAM PRECÁRIOS , A CONDIÇÃO FINANCEIRA DOS CLUBES ERA BAIXA, PARA DIMINUIR AS DESPESAS EM VIAGENS E HOSPEDAGEM FIZERAM O “CAMPEONATO BRASILEIRO” COM O MENOR NÚMERO DE PARTIDAS POSSÍVEIS, FACILITANDO PARA TODOS A DISPUTA DA COMPETIÇÃO. PUXA VIDA NÃO TEM COMO COMPARARMOS A ‘TAÇA BRASIL’ COM O CAMPEONATO ATUAL. OS CLUBES DE HOJE, MESMO OS MAIS FRACOS, JÁ ESTÃO MAIS PREPARADOS DO QUE OS DA DÉCADA DE SESSENTA. TEMOS QUE ACEITAR A DECISÃO DA CBF.
    “NA VIDA NADA SE CRIA , TUDO SE TRANSFORMA”. FOI DESSA FORMA QUE A TAÇA BRASIL PASSOU PARA ROBERTÃO E DEPOIS CAMPEONATO NACIONAL DE CLUBES…. ATÉ SE TORNAR O CAMPEONATO BRASILEIRO, O BRASILEIRÃO. ABRAÇOS!!

  • Lucas

    O Lance fomenta crise no Verdão até nas férias. Será que os outros clubes não sugerem pautas mais nobres e melhores ou a campanha é orquestrada mesmo? Aqui se faz, aqui se paga, bando de corintianos medíocres! E o cemternada continuará em 2011! Sem Paulista! Sem Libertadores e Sem Brasileiro!

  • Danilo

    Não sei qual o motivo de tanto empenho, mas o diário LANCE! vem fazendo uma campanha diária contra a unificação dos títulos brasileiros, cheia de ódio, rejeição à história, argumentos falhos e total menosprezo ao Santos, aos santistas e à história do futebol brasileiro. Isso vai ficar barato? Precisamos nos mobilizar contra esses pseudo-jornalistas, contra essa imprensa corintiana que quer nos tirar a maior vitória do ano de 2010(O reconhecimento justo e merecido dos títulos da Taça Brasil e Robertão). Vamos mandar emails! Criticar! Boicotar se for preciso! Santos Octacampeão Brasileiro!Esse momento é histórico! No futuro nossos netos saberão que torcem para o clube mais vezes campeão brasileiro! Cadê você Doquinha Gonzaga? Que santista é você? Por que nãop toca no assunto

  • reinaldo de barros

    CORINTIAS TEM APENAS 21 TITULOS PAULISTAS > porque 5 desses titulos eram do temp que os times nao eram profissionais, estao contando até peladas para engrandeceram esse time. Se esse 5 titulos da era amadora esta sendo considerado entao esses do Santos e Palmeiras tambem tem que serem mais valorizados ainda, eram classicos interestaduais.

  • Marcos

    E daí? Parece uma pergunta de quem não conhece e não acompanha futebol. De quem não está nem aí para a paixão dos torcedores. De quem não entende o que é o futebol e não tem a menor idéia do que passa pela cabeça do torcedor. De quem acha que o futebol começou em 1971. De quem não quer reconhecer, só por teimosia, que uma medida dessas, embora tomada por um dos maiores corruptos do meio futebolístico, mesmo que falha em alguns pontos, foi acertada. Qual é o seu problema, discorda só porque essa unificação é de autoria da CBF?

  • frederico

    Arnaldo, a proposta de unificação vai servir para que o jornalista/torcedor do Santos venda o livro que pretende lançar sobre o assunto, e já serviu para desviar a atenção do que realmente importa: a denúncia de que Ricardo Teixeira recebeu propina da ISL. Títulos da Taça Brasil, Robertão, Rio-São Paulo são reconhecidos desde sempre e não precisam da chancela da CBF. Só não acho que a discussão sobre a unificação seja deliciosa. Na verdade, pra mim, ela virou um tremendo porre, uma encheção de linguiça sem fim. Você abre o jornal e tá lá o torcedor Odir debatendo (sic) com alguém de plantão. Liga o rádio, a mesma coisa. E nos canais abertos de tv, então, pelo amor de Deus! Sério, ninguém merece!

  • Caro colunista, gosto de colocar tudo no seu devido lugar, por exemplo: qual era a entidade maxima no futebol entre os anos que foram disputadas a Taça Brasil e o Robertão? Resposta: CBD atual CBF. Esta entidade tem , para mim, o controle total nos campeonatos que cria ou coordena, e para realizar qualquer competição tem que ter o aval dos clubes, com certeza, todos assinaram documentos para participarem destes eventos,com o intuito de se tornarem campeões Brasileiros. Quero dizer, que todo campeonato nacional ,por ela dirigido, até o ano de 1988, tem valor de Campeonato Brasileiro, e os campeonatos dirigidos paralelamente por clubes tem , para mim, o mesmo valor de uma Copa do Brasil, por ex: Robertão de 1967 o Palmeiras ganhou , porém , o torneio era paralelo a Taça Brasil organizada pela CBD, onde o mesmo Palmeiras se sagou campeão ;Robertão de 1968, ganho pelo Santos, foi um misto entre a CBD e os Clubes de Futebol, já a Taça Brasil, ganha pelo Botafogo, era exclusiva da CBD; Torneio do povo 1973, ganha pelo Coritiba, organizado pelos clubes; Copa União de1987 , nesta competição todos aceitaram o regulamento misto entre a CBF e o Clube dos 13, porém, o Flamengo(campeão do módulo verde) não quis disputar a final contra o Sporte(campeão do módulo amarelo) e ainda acha que é o campeão. A copa João Havelange em 2000, foi organizada pelos clubes e teve como campeão o Vasco, no ano seguinte a CBF reconheceu como Campeonato Brasileiro. Um abraço! !!!

  • AVANTE BLUE

    TIRONI , VOCE DIZ : RECONHECIDOS , E DAÍ!!?

    SABE , FICO IMAGINANDO QUAL A SENSAÇÃO DE ALGUÉM QUE SE VÊ INJUSTAMENTE CONDENADO POR UM CRIME QUE NÃO COMETEU, VOCE DIRIA QUE NAO FAZ DIFERENÇA TER SUA INOCÊNCIA RECONHECIDA!!

    ESSA É A SENSAÇÃO QUE TEMOS AGORA!! SE VOCÊ FOR CAPAZ DE COMPREENDER!!

  • GIOVANI

    COPA ATLANTICO? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, BRASIL ARGENTINA E URUGUAI, KKKKKKKKKKKKK
    COITADO DO OCEANO PACIFICO. SERÁ QUE A ATLANTICO É MAIS DOCE QUE O PACIFICO. OU MENOS SALGADOKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. SÓ TRES PAISESKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. SÓ PODE SER COISA DE CURINTIANO MESMO, MUNDIAL FAJUTO E AGORA QUER UMA LIBERTA. CENTERNADA KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. VAI JOGAR BOLA FORA DE SUA JURISDIÇÃO DE ARBITRAGEM KKKKKKKKKKKKKKKK

  • Alex Viana

    Caro colunista, gosto de colocar tudo no seu devido lugar, por exemplo: qual era a entidade maxima no futebol entre os anos que foram disputadas a Taça Brasil e o Robertão? CBD atual CBF. Esta entidade tem , para mim, o controle total nos campeonatos que cria ou coordena, e para realizar qualquer competição tem que ter o aval dos clubes, com certeza, todos assinaram documentos para participarem destes eventos,com o intuito de se tornarem campeões Brasileiros. Quero dizer, que todo campeonato nacional ,por ela dirigido, até o ano de 1987, tem valor de Campeonato Brasileiro, e os campeonatos dirigidos paralelamente por clubes ex: Robertão de 1967 o Palmeiras ganhou , porém , o torneio era paralelo a Taça Brasil organizada pela CBD, onde o mesmo Palmeiras se sagou campeão ;Robertão de 1968, ganho pelo Santos, foi um misto entre a CBD e os Clubes de Futebol, já a Taça Brasil, ganha pelo Botafogo, era exclusiva da CBD; Torneio do povo 1973, ganha pelo Coritiba, organizado pelos clubes; Copa União, nesta competição todos aceitaram o regulamento misto entre a CBF e o Clube dos 13, porém, o Flamengo não quis disputar a final e ainda acha que é o campeão, todos estes tem , para mim, o mesmo valor de uma Copa do Brasil. Um abraço !!!

  • Alexander

    Pelo que vi, em questão a unificação dos titulos nacionais, desde 1959 até 1988, os que tem que valer são aqueles organizados pela CBD ou atual CBF . Qualquer torneio paralelo realizado pelos Clubes, sem a coordenação da entidade maxima do futebol Brasileiro , tem valor inferior aos legitimados campeonatos nacionais. Por exemplo: a Taça Brasil desde 1959 até 1968 e os Robertão de 1969 e 1970 são os titulos oficiais para o campeonato Brasileiro. As competições paralelas ou mistas tem, no maximo, o mesmo valor de uma copa do Brasil,por exemplo: Robertão de 1967 e 1968,Torneio do Povo1973, incluo nesta categoria a copa União (módulo verde) de1987. Abraços!!

  • A justiça vai ser feita. E QUERO DAR O PARABENS A PELA FRASE ” A HISTORIA É CONTADA POR QUEM FAZ, E NÃO POR QUEM A RATIFICA””

  • Jonathan

    Se querem dar um titulo para o Corinthians é preferivel dar o dá Pequena Taça do Mundo que foi uma Competição Internaciona/ Mundial.

    Ai o São Paulo seria Penta:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Pequena_Ta%C3%A7a_do_Mundo

    hehehehe

  • Anderson Luiz

    Tirone gostaria que voce apurasse:
    Um grande amigo que é Conselheiro Corintihano (ele é publicitário)deixou vazar numa conversa informal entre publicitários que trabalham numa mesma empresa, que Rosenberg – Diretor de Marketing do Corinthians pode surpreender e anunciar a qualquer momento uma “grande pernada” no Palmeiras e no São Paulo com as contratações de Ronaldinho Gaúcho e Richarlyson pelo Timão. O negócio tem sido tocado a sete chaves (segredo absoluto, idêntico a negociação de Ronaldo)e depende da finalização do acerto com a Natura (está no jurídico da empresa de cosméticos), ou mesmo com a Pantene, que passaria a expor sua marca na tôca que Ronaldinho usa nos jogos para prender o cabelo. Por extensão viria tambem a contratação de Rychalyson (através do seu empresário); que tambem passaria a utilizar uma toca semelhante na cabeça durante os jogos. Para Tite ele seria o jogador ideal para substituir Elias.

  • Artur Francisco

    Há!!! só para não perder o habito, li os comentários dos “bambis” e só posso falar uma coisa:

    “CHOREM, DE “PREFERÊNCIA” NA CAMA QUE É QUENTE, MAS VOCÊS SÓ TEM 6 QUE É MENOS QUE 8. Que pena, a verdade é que vocês não tinham time na época, para enfrentar PALMEIRAS, SANTOS E BOTAFOGO, só para citar alguns. Por isso vocês só batiam palmas.

  • Artur Francisco

    Não entendo certos comentários a respeito da unificação,” que naquele tempo teve time que foi campeão com 5 jogos(Santos) ou 3(Palmeiras)”, segundo as regras da época, o campeão do ano anterior entrava na segunda fase do campeonato, até ai nada de novo. O campeão da Libertadores, não disputa a fase de grupos é o mesmo caso. Há “chiadeira” de são-paulinos por esse reconhecimento, no Lance de hoje, se o São Paulo não disputou nenhum desses campeonatos na época, foi por que não se credenciou para tal, tinha de ser campeão do Estado.
    Alguns cronistas questionam a qualidade dos times que disputavam esses torneios até 1970,só para citar: Fonseca de Niteroi e Paula Ramos de Floripa. Não mudou nada, nos ditos Campeonatos Brasileiros de 1971(chegaram a ter 93 clubes, uma quantidade meramente política) até que foi instituído os 20 times, tivemos o CEUB de Brasilia(será que ainda existe como time de bola?), Fluminense de Feira de Santana(acho que está na 2ª divisão do baiano), São Raimundo e outros, mudaram apenas a abrangência territorial. A Tabela da Copa Brasil 2011 já saiu, temos as mesmas situações, sem ofender as agremiações mas temos: Murici(AL), União de Rond.(MT), Horizonte(CE), IAPE(MA), queiram ou não, alguns só farão a primeira partida. Se for levado a ferro e fogo esse critério de serem campeonatos embrionários, os campeonatos estaduais também terão de serem questionados, pois alguns títulos são da época do amadorismo, só em São Paulo chegaram a ter dois campeonatos metropolitanos ocorrendo ao mesmo tempo. Clubes se fundirão, o São Paulo é resultado de uma fusão, e há títulos ganhos por ambos antes disso, o Palestra Itália, passou a Palmeiras, e se analisarmos friamente, é uma outra entidade, por força da lei o Palestra e outros foram extintos, foram criadas novas agremiações(tinha um tio que era “Palestrino” e não virou “Palmeirense”, como ele mesmo dizia: “não tenho mais time no Brasil, torço só pelo Milan”). Outra coisa, Santos, Botafogo e Palmeiras, não poderiam disputar a Libertadores dos anos conseqüentes a que foram campeões, podemos também questionar o campeonato Sul americano ganho pelo Vasco da Gama na década de 50, não existia a Libertadores de America.
    Não há o que questionar a pesquisa, ela foi criteriosa e feita por uma pessoa séria, inclusive uma das fontes foram jornais da época, que dão mais credibilidade ao documento. Acho correto a unificação, independente dos times a serem beneficiados, foram eles que construíram a potência que o Brasil é hoje, eram os anos dourados do Futebol. Mas se vocês pensarem bem, Pelé, Garrincha, Tostão, Didi e outros não foram campeões brasileiros, o que é um absurdo, ganharam a Taça Brasil e o Roberto Gomes Pedrosa, mas agora eles são. Foi feita a justiça a aqueles que já se foram e aos que ainda nos honram com sua presença. Se a CBF fez média, não será a primeira nem a ultima, mas desta vez ela acertou.

  • Ao reconhecer esses Campeonatos Brasileiros pré-1971, a CBF, finalmente, fez justiça a Garrincha, a Tostão, a Ademir da Guia, a ELE e a tantos outros craques da década mais gloriosa do futebol brasileiro.

    Abração.

  • nelson

    Sinceramente, como dá para se ver claramente nos ultimos anos que seja fifa, comebol, cbf de integridade e correto não tem nada então só agora com esta copa que terá aqui é que vão fazer algo que já era para ter sido feito a anos atraz….. a verdadeira intenção é aparecer para o mundo demonstrando qu são algo que nunca foram…… isto é só para aparecer mesmo….. agora que estes jogadores e clubes merecem o reconhecimento isto eu concordo mesmo…. mas como eu disse pena que venha em 1 momento inoportuno pois na entidade cbf oque prevalece infelizmente chama- se ditadura, então é melhor que continue como está mesmo…

  • reinaldo de barros

    ISSO MESMO, um cidadao disse que 5 dos titulos paulista do corintias era do tempo que o campeonato era de amadores, porque estao contando esses titulos ? Entao o corintias tem na verdade 21 titulos paulista e nao 26.

  • aristoteles silveira souza

    ROMANTISMO RECONHECIDO…………………

    Porquê como diz meu pai..” QUEM VIU VIU…QUEM NÃO VIU….?
    Nada mais justo do que se re pensar a história do MELHOR FUTEBOL DO MUNDO.
    Porquê tinhamos futebol..e não esta FARÇA VIRTUAL DOS DIFERENCIADOS…….
    Porquê conseguimos ver o final destas gerações, coroado na épica vitória de 1970
    Eramos crianças mas eram outros tempos….. . . .
    Jogadores eram REAIS..SIMPLES E NÃO FALAVAM EM MILHÕES…….
    Porquê quando olhamos as fotografias do PASSADO….
    vemos chuteiras de couro sem tratamento…bolas duras como pedra..e craques…
    MUITOS CRAQUES….desfilando nos campos do Brasil….. .
    Mas o mais importante…tinhamos jogadores REAIS e que tinham DIGNIDADE…. ..
    e não precisavam sequestrar e matar pessoas para ganhar dinheiro….mídia…. . .
    Temos passado SIM…..E QUE PASSADO…….santástico….. . .

    ACADEMIA … SANTOS F.C…BOTAFOGO………..

    PORQUÊ VIVEMOS SIM DE PASSADO….. . . . ..

  • Cristiano

    O repugnante Ricardo Teixeira, para se manter politicamente no poder faz qualquer coisa mesmo né! Os campeonatos anteriores a 1971 não tinham a organização de vários times de vários estados e na época as preocupações eram as rivalidades estaduais. No máximo um torneio Rio-São Paulo era visto com importância. Acho esta decisão descabível. Nem os torcedores destes times que estão sendo beneficiados sabem quando seu time venceu e fica desconfortável comemorar algo tão frio e imposto desta forma. O sensato seria reconhecer que estes títulos fazem parte de títulos nacionais de cada equipe. Ex.: o Santos teria 9 títulos nacionais e não 8 brasileiros . Seriam 6 destes torneios da pré-história do futebol, mais 2 brasileiros e 1 copa do Brasil. Todos seriam juntos “títulos nacionais” mas não octa-campeão brasileiro. O Brasileirão seria o torneio de 71 para cá e não precisaria ter em sua soma estes outros. A copa do Brasil de hoje e o Brasileirão seriam títulos nacionais agregados na conta de cada time. Mas repito, título nacional não é campeão do Campeonato Brasileiro especificamente, pois este deve ser contado à partir de 71. Títulos nacionais seriam todos estes que citei anteriormente mas não tudo como campeonato Brasileiro.

  • Gustavo

    Se o Palmeiras e Santos é ” OCTA ” o CORINTHIANS tem uma ” LIBERTADORES DE 1956 , que era a Copa do Atlântico de Clubes que é a Libertadores de Hoje .

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_do_Atl%C3%A2ntico_de_Clubes

  • roger

    Parabéns, Tironi. Comentário perfeito. Justíssimo o reconhecimento destes títulos conquistados em uma época de ouro do futebol nacional, quando ganhar era muito mais difícil. Como não valorizar e reconhecer a conquista do Cruzeiro em 1966, diante do poderoso Santos de Pelé & Cia.? Ou a do Bahia em 1959, legítimo primeiro campeão brasileiro, também diante do Santos? Ou a do Fluminense em 1970, na Taça de Prata com as 17 melhores equipes do futebol brasileiro na época? Ou dos gloriosos times de Santos, Palmeiras e Botafogo, as maiores forças da década de 60? Isto faz parte da linda história do futebol brasileiro, não é papo, é realidade. Os incomodados que me desculpem.

  • Não liguem pessoal, o corinthians vai ser o maior vencedor de brasileiros já já…
    Vai pedir pra unificar os títulos protestados, ou seja, nem somando o de todos os campeões chegaremos perto do enem-tem-nada, ou cem-te-nada, como acharem melhor.

    só o soberano é hexa tri!!! SPFC!

  • clovis

    O Santos é Bi e o Palmeiras é tetra.
    A CBF pode fazer a politicagem que quiser, mas não pode mudar o nome ou a validade dos campeonatos tantos anos depois…
    Uma coisa ´pe voce entrar no campeonato de 2011 sabendo que em dezembro terá um LEGITIMO CAMPEÃO BRASILEIRO. Não pode é daqui a 20 anos criarem um outro campeonato com outro nome, de outra fórmula, e buscarem lá no passado os antigos campeões e darem a eles novos titulos…
    Já pensaram que a CBF pode daqui a 10, 15 ou 20 anos reconhecer a atual COPA do BRASIL como campeonato brasileiro?
    Daí teremos o CRUZEIRO como HEXA, igual o SP.
    Mas isso não vai acontecer, pois o GREMIO e o CRUZEIRO não tem tanto lobby quanto a paulistada, que numa garfada virou OCTA.
    Ou vcs imaginam que isso aconteceria com algum time de fora de SP??? Palhaçada, né!!

  • Luis Augusto

    Parabéns, Tironi, enfim alguém da imprensa fez um comentário lúcido, percebendo o real significado de todo esse contexto, sem se ater a anacronismos e formalismos inúteis.

  • alex chato.com

    PLAGIANDO O BENJA TIRONI???? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Alexandre

    Desmontando os argumentos dos “Contra”:
    1-“A Taça Brasil era mata-mata, então não pode se equiparar ao Campeonato Brasileiro”
    O Brasileirão só passou a ser disputado no formato britânico clássico de turno-e-returno em 2003. Entre 1971 e 2002 teve DEZENAS de formas de disputa diferentes, algumas absolutamente esdrúxulas. Por que então só o mata-mata estaria vetado? Só os campeões nacionais participaram das primeiras edições da Libertadores, e os campeãos da Taça Brasil estavam lá. Por quê então?
    2-“Taça Brasil é uma coisa, Robertão é outra, e Campeonato Brasileiro é outra ainda, senão o nome não seria diferente”
    De 1975 a 1979 o nome correto do “Brasileiro” foi Copa Brasil; de 1980 a 1983, Taça de Ouro; em 1984, Copa Brasil; em 1985, Taça de Ouro; em 1986, Copa Brasil; em 1987 e 1988, Copa União, e em 2000, Copa João Havelange.
    O termo “Campeonato Brasileiro” só foi adotado em 1989, e em suas quatro edições iniciais, de 1971 a 1974, seu nome era “Campeonato Nacional”.
    3-“A TB e o RGP foram instituídos pela CBD, e não pela CBF”
    A CBF só foi criada em 1979! O que falar da Copa União(87) e do Torneio João Havelange(2000), sem respaldo de nenhuma confederação nacional?
    4-“Então Santos e Botafogo foram campeões no mesmo ano, em 68? Isso não pode”
    Em períodos de transição e situações excepcionais isto é comum. Vide os campeonatos paulistas de 1913,14,15,16,26,27,28,29,35,36e73; e os cariocas de 1907,12,24,33,34,35,36,37e79, que NINGUÉM discute que tiveram 2 times considerados campeões ao mesmo tempo.
    5-“Ah, mas o Palmeiras foi campeão duas vezes no mesmo ano? Que absurdo!”
    Então por que NINGUÉM discute o fato de o Flamengo ter sido campeão carioca duas vezes em 1979???
    6-“O Santos foi campeão da Taça Brasil em 1963 jogando só 4 jogos. É ridículo”
    Isto é uma meia verdade, afinal o Santos teve de ser campeão paulista em 1962, disputando 30 jogos, para ir para a TB. É o mesmo que ocorre com o campeão do mundo (2 jogos), que tem que ser campeão continental antes.
    7-“Não quero saber, quem vive de passado é museu!”
    Aí é melhor encerrar a discussão porque o nível desceu demais…

  • giovani

    JUSTISSIMA A DECISÃO. ANTES DE 1971 O BRASIL TINHA FUTEBOL DE QUALIDADE E NOSSO PAIS JA ERA O PRIMEIRO TRICAMPEÃO MUNDIAL. NADA MAIS JUSTO QUE RECONHECER O SANTOS DE PELÉ E A CADEMIA DE FUTEBOL DO PALESTRA COMO CAMPEÕES LEGITIMOS, ALEM DE OUTROS TIMES QUE TAMBÉM FORAM LEMBRADOS POR SUA CONQUISTAS. O BOTAFOGO TINHA UM VERDAEIRO ESQUADRÃO, MAS OBTEVE EXITO EM APENAS UM DAQUELES CERTAMES.
    AGORA OS CORINTIANOS TEM MAIS É QUE FICAR QUIETOS, POIS TEM UM MUNDIAL FAJUTO DEVIDAMENTE RECONHECIDO E NÃO PODE USAR CRITERIOS DE CRITICAS PARA O RECONEHCIMENTO DA CBF. PALMEIRAS E SANTOS MERECEM ISSO PELA CONTRIBUIÇÃO PARA O FUTEBOL NACIONAL EM UMA EPOCA AUREA DO NOSSO FUTEBOL. SE TODOS NOTAREM AS DATAS QUE FORAM JOGADOS ESTES CERTAMES , VERÃO QUE COINCIDEM COM A NOSSA TRAJETORIA DE MAIOR CAMPEÃO DA HISTORIA DO FUTEBOL MUNDIAL. O PRIMEIRO TRI, PRIMEIRO TETRA E PRIMEIRO PENTAE FUTURO PRIMEIRO HEXA.
    A JUSTIÇA TARDA MAIS NÃO FALHA E NO FUTEBOL TAMBÉM É ASSIM, TANTO É QUE O INTER FOI ASSALTADO EM 2005 E DEPOIS DISSO GANHOU TUDO. O ASSALTANTE FOI REBAIXADO E NO ANO DO CENTERNADA FOI UMA LASTIMA. ADEUS LULA, O PRESIDENTE MAIS PÉ FRIO DO FUTEBOL. SAUDAÇÕES AO FHC, EM OITOS ANOS DOIS TITULOS E UMA VICE MUNDIAL PARA A SELEÇÃO. QUANTO AOS DOIS TITULOS POR ANO, O FLAMENGO PODE CONTAR SEIS TITULOS RECONHECIDOS POR QUE ISSO ABRE PRECEDENTES NA CBF, QUEM VIVER VERÁ

  • É LAMENTÁVEL ESSA BAGUNÇA NA CBF, A CBF SE ENCONTRA SEM PRESIDENTE ME LEMBRA O SR. EU RICO MIRANDA COMANDANDO O VASCÃO, SÓ CIFRÃO, DAQUI A POUCO O FLUZINHO VAI QUERER SER REALMENTE TETRA POIS VAI QUERER INCLUIR TAMBÉM O CAMPEONATO DE ACESSO DA SERIE C PARA A SERIE B, É UMA PENA NÃO TER A DE ACESSO DA SERIE A, POIS SERIA PENTA, ISSO SOMENTE PQ NA EPOCA O SR EU RICO TRATOU DE TUDO E TODOS TAI ENTÃO PALAVRAS DO PRESIDENTE DO CORINTHIANS CORRETISSIMAS, DESCEMOS SIM, MAIS O MAIOR PRAZER E QUE VOLTAMOS E ENTRAMOS PELA PORTA DA FRENTE.
    CBF VALIIIIUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

  • claudio

    Dois pesos e Duas medidas. Principalmente os são paulinos contestam esta unificação dos títulos brasileiros. Os argumentos utilizados por estes são paulinos, podem então ser usados para dizer que o São Paulo não é tri mundial. 1) dizem que não era brasileiro porque não tinha, ou pelo menos dava chance de times de todos os estados de participarem. Ora, o intercontinental também não tinha nem dava chance de times de outros continentes(fora Europa e América do Sul) de participarem do torneio. 2) é título antigo, coisa de museu. Ora, então o Brasil não é penta, porque não poderíamos contar os títulos de 58, 62 e 70. Títulos têm validade ? O São Paulo não tem tantos paulistas quanto dizem porque ficaram ultrapassados. Daqui a uns 6, 7 ano o título de 77 do São Paulo não valerá mais ???. 3) Esses são paulinos desinformados dizem que eram torneio sem importância. Ora, eram os campeonatos nacionais mais importantes da época. Então o intercontinental não era importante ? Porque alguns times da Europa se negavam a jogar o torneio e davam pouca importância ?? Palmeiras foi campeão 2 vezes em 1967 ??? Ué em 2000 dizem que Boca e Corinthians foram campeões mundiais. Ora, vamos utilizar os mesmos argumentos e critérios para as duas coisas. Conclusão: Tudo bem, tiramos a unificação e os são paulinos param de falar que são tri mundial.

  • Pingback: PorcoNews n. 12 « Blog do Maluquinho()

  • ROGERIO CARDOSO

    GENTE, SOU PALMEIRENSE MAS ENTENDO QUE ESSES CAMPEONATOS NAO PODERIAM DEIXAR DE SEREM RECONHECIDOS! PARABENS PELA CORAGEM DA CBF POR SÓ AGORA TER TOMADO ESSA ATITUDE TARDIA! PARABENS AO FUTEBOL, BAHIA, CRUZEIRO, SANTOS, BOTAFOGO, FLUMINENSE E PALMEIRAS POR TEREM ABRILHANTADO A EPOCA ROMANTICA DO NOSSO FUTEBOL. TODOS MERECEM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Aloisio Soares Senra

    Essa unificação pode não ser totalmente revestida de critério, mas eu não ligo se considerarem o Santos e o Palmeiras octa. Quero é que todos saibam a verdade absoluta:

    O FLUMINENSE É TRICAMPEÃO BRASILEIRO.

    De todas essas competições inclusas na unificação, é certo que o campeonato de 1970 é o que mais valeria a pena se considerar, pois o primeiro “brasileiro” de 1971 foi praticamente igual nos moldes de disputa. Ademais, reunia timaços e os maiores clubes do Brasil naquele momento.

    Serve pra uma coisa essa unificação: pra que torcedores de times rivais não se façam de besta, querendo fingir que não conhecem a história do Tricolor e querendo desmerecer nossas conquistas. Essa, de 1970, pode ter certeza, valeu como uma conquista nacional de FATO.

    Quanto às Taças Brasil e afins, posso discordar, mas minha opinião não mudará a do Ricardo Teixeira. Por mim, eu só reconheceria os torneios de 1969 e 1970, pois foram organizados pela CBD.

    Saudações Tricolores.

  • Alexandre

    “A história é contada por quem faz e não por quem certifica.”
    Errado, Tironi! Infelizmente, a história é contada por uma imprensa que não conhece nem reconhece a história.
    Para muitos de seus colegas, o futebol brasileiro começou em 1971, o que é uma lástima, considerando que as maiores glórias dele aconteceram justamente entre 1958 e 1970, período dos campeonatos agora reconhecidos.

  • edu

    É o seguinte: tudo muito bonito, mas o importante é ver escrito nas transmissões o número certo de títulos.
    O sportv por exemplo estampou FLUMINENSE BI CAMPEÃO BRASILEIRO.
    No próximo vai ser obrigado a escrever TETRACAMPEÃO BRASILEIRO.
    Como tricolor, gosto bem mais assim!!

    hahahah

    Agora, a CBF não consegue acertar nunca mesmo.

    Taça Brasil = Copa do Brasil
    Gomes Pedrosa = Brasileiro

    Parece simples né?
    mas é esperar demais da Dona CBF.

    Menos mal que meu tricolor é TRICAMPEÃO BRASILEIRO!!! É o que importa.

  • Thiago-JF

    Como pode ser campeão brasileiro time que só joga 4 ou 5 partidas???????????????? E time campeão brasileiro 2 vezes no mesmo ano? Isso é uma aberração!!!!!!!!!
    Esses torneios se assemelham a Copa do Brasil, e no maximo, deveriam ser considerados como tal competição! A canetada da CBF foi ridícula e lamentável!

  • Leonardo

    Talvez nao fosse necessario o RECONHECIMENTO da CBF se a imprensa desse o devido valor a essas conquistas.

    Realmente nao preciso da CBF pra saber que o SANTOS é OCTACAMPEAO BRASILEIRO, mas a imprensa brasileira precisa e tbm a internacional

    Hoje, os estrangeiros olham os titulos dos clubes brasileiros e nao entendem nada…essa unificaçao padroniza os titulos assim omo eh na EUROPA..nao eh pq mudou de nome que se torna outro campeonato…eh q na UEFA as coisas funcionam melhor e a IMPRENSA europeia eh 10 mil vezes mais qualificada e imparcial que a corintiana oou quer dizer…BRASILEIRA

  • Tiago Cardoso – Franca/SP

    Canetada Mágica!

    Unificar (equiparar) o Torneio Roberto Gomes Pedrosa/Taça de Prata (1967-1970) com o Campeonato Brasileiro (a partir de 1971) é até compreensível; mas tentar estabelecer o mesmo parâmetro para a Taça Brasil é um absurdo. Inoportuno!

    Como pode depois de 40, 50 anos um time campeão de uma COPA NACIONAL ser transformado em campeão de um CAMPEONATO NACIONAL?

    Como pode um time ser campeão brasileiro jogando apenas 4 jogos?

    Como um único time é duas vezes campeão brasileiro no mesmo ano? [1967 – Palmeiras campeão da TAÇA Brasil e do Robertão]

    Como duas equipes são campeãs brasileiras em um mesmo ano? [Botafogo campeão da TAÇA Brasil de 1968 e Santos campeão do Robertão de 1968]

    O regulamento de uma COPA ou TAÇA é completamente diferente de um CAMPEONATO. Na COPA, o sistema é igual ao da atual COPA DO BRASIL, com partidas eliminatórios de ida e volta/”mata-mata” (ou um confronto em melhor de 3 jogos eliminatórios). Perdeu está fora da próxima fase.

    Como pode querer ser campeão de um CAMPEONATO que não existia?

    Atente-se para essa lista:

    TAÇA Brasil (1959-1968)
    Ano – Número de Clubes – Campeão – NÚMERO DE JOGOS DO CAMPEÃO – Vice Campeão
    1959 – 16 – Bahia – 14 – Santos
    1960 – 17 – Palmeiras – 4 – Fortaleza
    1961 – 18 – Santos – 5 – Bahia
    1962 – 18 – Santos – 5 – Botafogo
    1963 – 20 – Santos – 4 – Bahia
    1964 – 22 – Santos – 6 – Flamengo
    1965 – 22 – Santos – 4 – Vasco
    1966 – 22 – Cruzeiro – 8 – Santos
    1967 – 21 – Palmeiras – 6 – Náutico
    1968 – 21 – Botafogo – 7 – Fortaleza

    Torneio Roberto Gomes Pedrosa/ Taça de Prata (1967-1970)
    1967 – 15 – Palmeiras – 20 – Internacional
    1968 – 17 – Santos – 19 – Internacional
    1969 – 17 – Palmeiras – 19 – Cruzeiro
    1970 – 17 – Fluminense – 19 – Palmeiras

    Cada época tem suas disputas com a devida importância histórica!

    O Campeonato Paulista, o Campeonato Carioca e o Torneio Rio-São Paulo já foram os maiores campeonatos do Brasil. Eram os campeonatos mais disputados, festejados e com um maior nível técnico.

    A realidade é que não havia um CAMPEONATO Nacional no Brasil antes de 1967. O Robertão tinha um regulamento de CAMPEONATO [1° fase dividida em grupos e uma 2° fase com os 4 melhores].

    Antes de 1967 existia uma COPA Nacional (TAÇA Brasil) [regulamento com confrontos eliminatórios].

    Campeão em nível nacional não significa vencer o CAMPEONATO Nacional!
    Exemplo: A COPA do Brasil é em nível nacional, mas não é um CAMPEONATO. Como diz seu nome é uma TAÇA/COPA.

    A TAÇA da Inglaterra (COPA da Inglaterra) foi utilizada como modelo para a criação da TAÇA BRASIL.

    Na TAÇA Brasil, os paulistas e cariocas só entravam nas semifinais (teve ano que outras equipes entraram também em fases seguintes).

    Pele, o maior atleta de todos os tempos disputou o CAMPEONATO Brasileiro de 1971, 1972, 1973 e 1974, mas não ganhou. Dizer que ele não é campeão do CAMPEONATO Brasileiro não é desmerecê-lo. A TAÇA Brasil foi extremamente importante, mas não era CAMPEONATO Nacional. Era uma COPA Nacional.

    Suas conquistas como o Campeonato Paulista de 1958, 1960, 1961, 1962, 1964, 1965 e o Torneio Rio-São Paulo de 1959, 1963, 1964 e 1966 foram mais importantes, disputadas e superiores tecnicamente do que a TAÇA Brasil.

    Em suma, cada época tem seu campeonato. Com sua relevância e prestigío reconhecidos.

    PS: O jornalista Paulo Vinícius Coelho relata que os jornais em 1971 anunciaram a criação do CAMPEONATO Nacional pela CBD, ou seja, até então não havia um CAMPEONATO Nacional. Havia uma COPA/ TAÇA (eliminatória) em nível nacional.

  • Fabio

    Como é bonito ver o time do leite verde coalhado comemorando o passado. Fazia tempo que não via tanta comemoração…É isso aí, vamos comemorar o passado pq o futuro….KKK
    Vamos fazer de conta que a Taça Brasil (59 – 68), com 5 jogos valia título Brasileiro. Vamos fazer de conta que a CBF é séria. Pra time que não tem perspectiva futura é melhor viver no faz de conta.

    Só que inventar mais libertadores vai ser dificil. Mas tá bom, 1 misera libertadores pro palmeirinha já está demais…..kkk. Pelo menos podem vir com aquele papinho pra cima da curintianada que tem umazinha e eles não tem nenhuma….quanta mediocridade, quanta miséria.

    Saudações Tricolores, TRI MUNDIAL, TRI LIBERTADORES, 6 BRASILEIROS DE VERDADE….

  • Bem lembrado. Mas uma correção. A FIFA não reconhece os titulos de 92 e 93 do são paulo, assim como todos os outros que ganharam o mesmo titulo, porque de fato não eram mundiais, e sim, intercontinentais.

    Mundial só passou a ser disputado em 2000, sendo o primeiro no Brasil, que teve como campeão o Corinthians, reconhecidamente na época e para todo o sempre como primeiro campeão mundial.

    Repito: reconhecido na época, e não por recortes de jornais meio século depois.

    A opinião dos antis aí vou usar o seu raciocínio, não servem de porcaria nenhuma.

    O Corinthians não é mais ou menos campeão mundial porque os antis não acham.

    E aproveitando, agora com o verdadeiro mundial sendo disputado de forma ininterrupta, outras equipes poderão ser campeãs, algo que o intercontinental não permitia.

    Já vemos o Mazembe, do Congo, vai disputar a final e pode ser campeão, porque nesse formato, o que vale, realmente é um mundial interclubes.

    O Sport Club Corinthians Paulista já parabeniza o Mazembe pela brilhante passagem a final do torneio, e torce para que os irmãos africanos escrevam seu nome na história como campeões mundiais, assim como nós.

    Meu blog http://www.timaoblogfiel.blogspot.com

    Valeu!

  • willy candido lima – recife-pe

    Gente, essa discussão é infundada. Se o Palmeiras foi beneficiado pela homologação da CBF, não se preocupem. O tempo se encarregará de colocar as coisas em seus devidos lugares. Hoje o Palmeiras é o primeiro, mas como não ganha nada há muito tempo, logo será ultrapassados por aqueles times vem sendo vencedores nos últimos tempos. Assim como já aconteceu do Sao Paulo e o Corinthians ultrapassarem o rival Palmeiras na década de 2000, vai acontecer novamente. O Palmeiras está em decadência em todos os setores, diretoria, time, clube, marketing, torcida….

  • Paulo

    Belo texto, meu caro.

  • CELSO L. FILHO

    SOU SANTISTA E PENSO O MESMO QUE O RODRIGO SÃO PAULINO, NÃO PODE EXISTIR 2 CAMPEÕES NO MESMO ANO. 1967, 68, AI ENTÃO SERIA 7 TITULOS DO SANTOS E 7 DO PALMEIRAS.

  • Ricardo

    O Palmeiras virou a mesa em 1981 e vem falar do meu FLUZÃO. Fala sério. FLUZÃO TRICAMPEÃO!

  • eduardo

    Nada como um dia após o outro!!! Que coisa hein gambazada, bicharada, urubuzada vcs nesse ano de 2010 não ganharam nadica de nada. O ano do Centenada vai ficar para a história nem show ball ganharam e o Palmeiras conquista 4 brasileiros num ano só KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. Não vejo ninguém na minha frente tratem de correr atras pq temos o dobro de vcs gambazada. Que apunhalada no peito de vcs hein. CHUPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA. Palmeiras campeão do século XX pra raiva e desespero de muitos. Ninguém é maior que o Palmeiras. è como uma corrida Palmeiras e santos disputam a liderança e lá atras está o timinho sem passaporte sem tradição internacional nenhuma. è só essa cambada de dirigentes trabalharem direito que a diferença só tende a aumentar mais. Palmeiras contra tudo e contra todos. Chupaaaaaa imprensa….

  • LOBO

    parabéns aos clubes..e os torcedores q querem zuar…desses eu tenho pena, dos palmeirenses então , um bando de decadentes hauhuahuahuuauaua 8 titulos brasileiros e 17 de jejum..parabéns ,CHAMPS

  • RUIZ

    PARABENIZAR O ODIR RAMOS, O JOSÉ CARLOS PEREZ E O MARCELO TEIXEIRA (2 titulos) É POUCO PELO Q FIZERAM PELOSANTOS FUTEBOL CLUBE. SÃO SANTISTAS DE FATO . AGORA QUERO VER O PESIDENTE LAOR GANHAR UM CAMPEONATO BRASILEIRO, E NÃO FICAR SÓ NO PAULISTINHA E COPA BRASIL. MAS O QUE PARECE , VAMOS LEVAR UMAS GOLEADAS DOS HERMANOS, POIS COM O MESMOS ZAGUEIROSA, DRACENA E DURVAL , NÃO VAI DAR PRA CHEGAR A LUGAR ALGUM. MAIS FRACOS QUE MERENDA ESCOLAR.

  • LUIZ MANOEL

    Foi no mínimo sensata a atitude da CBF em reconhecer o grande feito dos monstros sagrados que vestiam com honra a camisa dos clubes beneficiados.
    Como sou cruzeirense gostei muito, foi justo.
    Gostaria de aproveitar e pedir ao “atleticanos” que apenas aceitem, senão começaremos uma grande campanha para tirar deles várias conquistas do “campenato rural-MG” que na época se chamava “Campeonato da cidade”. Vide abaixo.

    Se os atleticanos não aceitam a a unificação dos títulos brasileiros, mande eles devolverem os titulos mineiros de :
    1915, 1926, 1927, 1931, 1932, 1936, 1938, 1939, 1941, 1942 , 1946, 1947, 1949, 1950,1952, 1953, 1954, 1955, 1956
    .
    Para quem não sabe Até o final da década de 1950 do século passado, O campeonato mineiro era chamado de Campeonato da Cidade.

  • Tudo no futebol brasileiro que puderem fazer para MENOSPREZAR o São Paulo, irão fazer.
    Qual é o ÚNICO HEXACAMPEÃO BRASILEIRO ??????
    A partir do momento que uma competição tem um nome REGISTRADO, campeão SERÁ O VENCEDOR que ganhar A FINAL, ou, aquele que ATINGIR O MAIOR NÚMERO DE PONTOS em um ÚNICO CAMPEONATO!!!! CERTO?????
    Agora, ter que RECORRER a campeonatos que foram realizados a DÉCADAS ATRÁS, QUE TINHAM OUTROS NOMES, só para PASSAR AO TORCEDOR que um determinado time tem mais TÍTULO que o outro, acho que isso só acontece no BRASIL!!!!!!!
    INFELIZMENTE, somos conhecidos lá fora COMO UM PAÍS DESORGANIZADO EM TUDO, e acho que eles estão com a razão!!!!!

  • MARCELO

    pessoal essa discussão é em vão , pois tanto a cbf quanto a fifa fazem o que der na telha dos malucos,pena que em 67 os porcos disputaram só dois torneios , pois se tivessem disputados cinco , e vencidos os maluketes da cbf iriam confirmar que eles têm 10 brasileiros , aliás se forçarem mais um pouco acabam reconhecendo até campeonato de cuspe como título brasileiro.

  • Jacy S. Freire

    A CBF inventou isso para ter desculpa e não entregar a taça ds bolinhas para o SPFC., o legítimo hexacampeão brasileiro. Tudo mequinharia contra o maior time do Brasil. E chora colorados. Foi sim muito triste, mas campeão do mundo tem que ter humildade.

  • PAULO VICTOR

    Chora GAMBAZADA!!!!!Chora BAMBIZADA!!!!!!Chora URUBUZADA!!!!!!
    PALMEIRAS, SANTOS E OS DEMAIS BENEFICIADOS MERECEM SIM TEREM SEUS TÍTULOS RECONHECIDOS!!!!!!!

    NO ANO DO CENTERNADA, QUEM FOI CAMPEÃO FOI MEU VERDÃO!!!!!
    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!!!!!!!!!

  • claYton BH

    ta bom entao bunitão!!

    ENTAO FALA PRA TODO MUNDO Q O SANTOS É TRI CAMPEAO MUNDIAL COM O TITULO DE 68 E Q É RECONHECIDO PELA CONMEBOL MAS NAO PELA FIFA..

    ENQUANTO A FIFA NAO RECONHECER, NAO TEM COMO EU SACANEAR OS BAMBIS TA ENTENDENDO A DIFERENÇA DO RECONHECIMENTO??

    VEM QUERER CONFUNDIR A PAISAGEM NAO MANOEL..SE LIGA.

    E AH!! A TAÇA DAS BOLINHAS É NOSSA!!!!!!

    1o PENTA BRASILEIRO!

    O CHORO É LIVRE.

  • Jones 8-1-1

    A TODOS OS RECALCADOS: Corinthiano: quantos títulos paulistas seu time tem? 26? ah tah….mas você sabiam que muitos desses 26 títulos tinham caráter amador e em alguns paulistas que vcs ganharam chegaram a ter apenas 5 equipes disputando? Vcs sabiam que em 1916 e em 1929 qdo o Corintians foi campeão tiveram 2 campeões paulistas nesses anos?

    São Paulino: quantos títulos mundiais vcs tem? 3? ah tah…mas você sabia que o formato da competição era diferente do Mundial de Clubes atual? Apenas um jogo? Olha quantos jogos tem o Mundial hoje. Vocês já leram o que está escrito nas taças de 92 e 93? European-South American Cup. Vocês sabiam que a FIFA tomou sua decisão final de não reconhecer esses títulos como mundiais? (www.fifa.com/aboutfifa/federation/releases/newsid=660747.html – ultimo parágrafo – ah, e uma tradução errada para o português vale menos que a palavra do presidente da entidade heim, só para lembrar).
    Porque então toda essa indignação se vcs unificam Copas Intercontinentais com Mundial de Clubes?

    sem mais. Palmeiras OCTA Campeão Brasileiro, o choro é livre…

  • guilherme

    Os palmeirenses como ñ conseguem mais ganhar titulo nenhum é o jeito comerorar os do passado mesmo né………é o q vcs tem!!

  • E agora o PALMEIRAS é octa campeão pode chorar bambizada e gambazada!!

  • Marcos B

    Respondendo ao carloshrj,

    O Palmeiras subiu no mesmo ano, pois fazia parte do regulamento subir os 4 primeiros da taça de Prata; do mesmo ano; para a taça de Ouro, nao foi no tapetão igual ao Flu.
    Portanto nao escreva asneira e só participou da Taça de Prata pq nao ficou entre os 6 primeiros do Campeonato Paulista daquele ano.
    Os critérios eram totalmente diferentes dos de hoje.

  • Thiagão Hexa

    Ao comentário do Guilherme:
    meu caro, se você estudar um pouco a história da Copa União de 1987, vai entender que esse foi o verdadeiro campeonato brasileiro daquele ano, e também o porquê de o Flamengo não ter enfrentado o Sport. Não enfretou PORQUE NÃO TINHA QUE ENFRENTAR, respaldado inclusive por TODOS os clubes da Primeira Divisão (na Copa União chamada de Módulo Verde).
    Naquele ano os clubes se uniram na criação do famoso Clube dos Treze, e organizaram o Campeonato Brasileiro (Copa União) sem a intervenção da CBF. Esta, porém, se intrometeu na reta final do campeonato, e disse que o campeão do Módulo Verde teria que jogar contra o campeão do Módulo Amarelo para decidir quem seria o campeão brasileiro daquele ano. Veja bem o que eu disse: a CBF quis mudar o regulamento no meio de uma competição que nem organizada por ela tinha sido. Como flamenguista que sou, posso lhe assegurar que, se fosse algo previsto no regulamento desde o início, o Flamengo teria sim jogado contra o Sport. É a mesma coisa que se determinar que hoje o legítimo campeão brasileiro saia de um confronto entre o campeão da Primeira Divisão e o da Segundona. Absurto total. Entendeu agora?

  • chupa são paulo e corinthias verdão e santos é octa-campeão apesar do santos não ser um clube tão grande quanto o palmeiras mias merece tbm

    corinthias lixo sem libertadores chupa

  • Miguel

    Exemplo – Campanha do Santos na Taça Brasil de 1962.
    2 JOGOS com o Sport Recife
    e final melhor de 3 jogos contra o Botafogo-RJ
    5 jOGOS CAMPEÃO BRASILEIRO — Que piada de mau gosto!!!!

  • Luiz Carlos

    O reconhecimento do Robertão é até aceitável, mas as Taças de Prata serem consideradas como Campeonato Brasileiro… piada de mau gosto. Para quem não tem as informações sobre aqueles campeonatos, o Palmeiras campeão da taça de Prata de 1960 jogou apenas 4 partidas (entrou somente nas semi-finais). O Santos campeão de 1961 jogou somente 4 partidas (2 vitórias e dois empates). Em 62 o Santos jogou 5 partidas (3V, 1E, 1D), em 63 jogou somente 4. O Cruzeiro campeão de 67 foi o time que conquistou a Taça de Prata tendo jogado mais partidas (8 no total), o que pela lógica e pelos critérios adotados naquela época deveriam ser hoje equivalentes a Copa do Brasil.

    De 71 em diante, o campeão brasileiro jogou uma média de 30 partidas até levantar a taça. Em 73 o Palmeiras jogou 40 partidas e em 87 e 89 (Flamengo e Vasco) jogaram dezenove. Estes foram os campeonatos com o maior e os menores números de jogos respectivamente.

    Na minha opinião a CBF, por motivos políticos e econômicos, equiparou campeonatos completamente distintos. Um grande equívoco.

  • Mário Mantovani

    Bom, eu como palmeirense e estudioso da história do futebol sempre falei que o Palestra era Octa e todos meus amigos me tiravam sarro.

    Agora chupem, não temos culpa que Gámbas, Urubus e Bambis nunca ganharam nada antes.

    Aqui é Palestra, o maior campeão brasileiro, o único que pode falar alguma agora é só o Santos de Pelé.

    Pro resto só resta chorar!!!

    Abraços

  • Felipe

    Se for pela forma de disputa, acho um absurdo a Taça Brasil dos anos 60 ser considerado um titulo brasileiro, um time jogava poucas partidas mata a mata e era campeão. Me parece mais sensato comparar com a Copa do Brasil.

    A Taça de Prata ou Roberto Gomes Pedrosa era diferente, tinha a mesma cara dos campeonatos nacionais disputados posteriormente. O campeonato de 70, vencido pelo Fluminense, foi replicado em 71, vencido pelo Atlético-MG (vice em 70 por sinal). Nesse caso, acho perfeitamente factivel equiparar esse titulo ao campeonato Brasileiro.

    Por outro lado, cabe ainda outra discussão, porque se for pela forma de disputa (pontos corridos), o campeonato brasileiro recomeçou mesmo em 2003.

  • AH SE FOSSE O CORINTHIANS!!!

    só no tapetao mesmo q o parmeirinha consegue né, rs

    PORÉM NÃO QUERENDO SER “O CHATO” E NEM ” O PERSEGUIDO” MAS GOSTARIA QUE VC ME RESPONDESSE SE FOSSE O CORINTHIANS BENIFICIADO HOJE COM ESTAS UNIFICACÕES DOS TITUIOS O QUE ESTARIAM FAIANDO HEIN ?

    AH O CORINTHIANS ACERTOU COM A CBF ESTA HISTORIA, AH O CORINTHIANS É SEMPRE AJUDADO, AH SÓ PODIA SER PARA O CORINTHIANS,

    ENTÃO DEIXO UMA PERGUNTA,?
    AH SE FOSSE O CORINTHIANS?

  • jallyson

    ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!

  • Luiz Eduardo

    Renato,
    só uma coisa a dizer: Libertadores 1999

  • reinaldo de barros

    QUEM NAO CONCORDAR que vão reclamar nas PEQUENAS CAUSAS rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrss o CHORO É LIVRE Enquanto o Peixão e Verdão desfilavam em campo naquela época os outros clubes ficavam assistindo.
    Agora choram. Fazer o que ?

  • Guilherme

    Meu caro Eduardo! Eu mesmo sendo São Paulino concordo com vc nas criticas a diretoria tricolor!
    Que escondeu seus defeito atras de Títulos!
    Agora não acredito que o São Paulo esteje em decadêcia!
    Afinal de 2005 a 2010 foram 6 títulos com uma certa expressão!
    Corinthians na mesma época foram 3 títulos de expressão e um da série B!
    Já o Santos conquistou 3 paulistas e uma copa do brasil!
    E o Palmeiras somente 1 paulista!
    Agora me responda: Qual clube paulista esta em decadência?!

  • Eduardo

    Patético………O São Paulo não para de “chorar”. As declarações dos dirigentes sãopaulinos são cada vez mais dignas de pena.
    Como um clube que se achava o melhor do Brasil pode ter dirigentes tão mesquinhos, pequenos e incompetentes. Se o time do morumbi não tem história o problema é dele e não dos outros. Se tivessem um pouco mais de dignidade e vergonha na cara, não apareceriam mais até o ano que vem.
    Lamentável………….Tá explicado porque o São Paulo não conquista nada a algum tempo. Decadência futebolística e moral.

  • MARIO

    PODEM CHORAR A VONTADE. A VERDADE É UMA SÓ… PEIXE OCTACAMPEÃO BRASILEIRO, HOMOLOGADO E RECONHECIDO PELA CBF. TEM ALGUNS TIMINHOS Q GANHARAM A COPA TOYOTA E O MUNDIALITO DE VERÃO, SE AUTO DENOMINAM CAMPEÕES MUNDIAIS, E NÃO TEM O RECONHECIMENTO DA FIFA. CHOREM …CHOREM…. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  • Renato

    Engraçado é que nenhum palmeirense contava vantagem em relação a isso. Agora dizem que o choro é livre e que são octas. E ainda falam mal de corinthiano que comemora o titulo mundial de 2000. Se realmente isso era tão real, tão merecido, porque só agora ouço a porcada contando vantagem? Façam o seguinte, nos superem nisso:

    1992-1993-2005

    Alguém aí tem mais? (vale até reconhecer os que ainda não são reconhecidos)

  • acho uma tremenda palhaçada da cbf

  • RODRIGO

    ACHO CORRETA A UNIFICAÇÃO, SOU SÃO PAULINO E É A MEDIDA MAIS CORRETA A SE TOMAR, SOMENTE UMA COISA ACHO Q ESTÁ ERRADO, COMO PODEMOS TER 2 CAMPEÕES NOS ANOS DE 1.967 E 1968, OU É UM TIME OU OUTRO.

  • reinaldo de barros

    TITULOS A NIVEL NACIONAL SAO TITULOS > Era a disputa que tinha naquela epoca, concordem ou nao, era o mais importante a nivel brasileiro, nao importa quem participou, porque que os outros times nao conseguiram conquistarem nada e outros conseguiram ? Seria o mesmo agora no Brasileirao, uns conseguem e outros nao, o que mudou foi só o nome do campeonato, da mesma forma tambem, que o Brasileiro desde 1971 teve formulas diferentes, pontos corridos e mata-mata etc, nao poderia usar outro nome nas mudanças ? Mas nao, seria o mesmo brasileiro, com descenso ou nao, Joao Havelange, Brasileirao, mudanças de regulamentos. Entao, na epoca tinha mais jogadores habilidosos do que agora que a maioria sao zé manés. Tinha sim que ser reconhecido, quem nao aceita são os invejosos com dor de cotovelos. SANTOS É OCTACAMPEAO junto com o Verdao que tmb mereceu.

  • Guilherme

    Acho justa a unificação, só que temos que ver direto as coisas!
    Palmeiras 2 vezes em 67?! Pq não considera 1 Copa do Brasil e Brasileiro!
    Santos e Botafogo em 68?! Um deles tem que ser campeão Brasileiro e o outro da Copa do Brasil!
    Eu sou São Paulino, reconheço que as decadas de 50, 60, 70 foram de supremacia palmeirense, santista, atleticana e etc..! Mas não da pra considerar um time campeão brasileiro 2 vezes em um só ano!

    Parabéns Santos e Palmeiras pelas conquistas do passado!

    Viuvas de Pelé, Parmalat e Ademir da Guia!!!!!!!!!!!!!!

  • Rogerio Costa

    O CHORO É LIVRE…MAS A JUSTIÇA MESMO TARDIA FOI FEITA, CLARO QUE A CBD ORGANIZOU CAMPEONATOS COM OS MELHORES DO BRASIL NA ÉPOCA…E FORAM CAMPEÕES OS MELHORES, INCONTESTE…AGORA, DÁ PRÁ ENTENDER O CHORO DA RAPAZIADA NOVA, QUE NÃO VIU O FUTEBOL DA ÉPOCA DE OURO E É FANÁTICA PELO SEU TIME E NÃO TEM TITULOS NACIONAIS LÁ ATRÁS…SINTO MUITO, MAS SE O BRASIL É PENTA…TRI PELA CBD…O SANTOS É OCTA E CHOREM A VONTADE…UNIFICADO FOI, O QUE DE FATO REPRESENTA A REALIDADE, SAAAAANNTOSSSSSSSSSSSSSSSSS… CORRAM ATRÁS PARA IGUALAR, SERÁ MUITO DIFÍCIL E ISTO É QUE PEGA NOS CONTRÁRIOS….O CHORO É LIVRE….HEHEHEHEHHHH

  • carloshrj

    Esta resposta vai para o palmeirense Luis Eduardo que lembrou do Flu para enaltecer o seu clube, lembrando de virada de mesa.Só queria que ele lembrasse da história de seu clube que tem telhado de vidro. Cuidado ao criticar e não lembrar do passado nem tão nobre do Palmeiras.
    Saiba a história de seu clube antes de criticar outro.
    1º- 1981, Ano em que o Palmeiras passou da segunda para a primeira num ano só.

    O link para pesquisas:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Brasileiro_de_1981

  • Marcello Barbosa

    Isso é para o Corinthians chorar. Uma pesquisa feita pela Crowe Horwath RCS, sendo que o “RCS” da empresa responsável pela nova classificação corresponde às iniciais de seu proprietário, o Diretor Financeiro do Corinthians, Raul Corrêa da Silva, coloca o timinho da Marginal S/N como a marca mais valiosa do Brasil.

    1. o Corinthians não tem estádio.
    2. tem o maior patrocínio do Brasil, sendo que parte fica diretamente com o Ronaldo.
    3. tem uma dívida de R$ 255 milhões.

    Agora, uma marca que é 8 vezes Campeã Brasileira, uma marca que possui uma estádio, o qual será o mais moderno da América Latina, 3 Centros de Treinamento, o segundo maior patrocínio no Brasil (R$ 52 milhões) e está em primeiro lugar em venda de produtos originais licenciados, fica em QUARTO lugar. A imprensa é parcial e tenta construir diariamente uma crise no Palmeiras, mas esquecem de publicar, que em 2009 a dívida do Clube era de R$ 195 milhões, e atualmente diminuiu consideravelmente para R$ 145 milhões, OU SEJA, R$110 MILHÕES A MENOS DO QUE DEVE O CORINTHIANS. R$ 255 MILHÕES A MENOS DO QUE DEVE O FLAMENGO. R$ 300 MILHÕES A MENOS DO QUE DEVE O FLUMINENSE. ENTÃO NÃO ME FALEM DE CRISE…

    Então, essa unificação serve para a imprensa sentir o gosto do que é o Palmeiras (O Campeão do Século XX) e mesmo não conquistado nada de importante nos últimos 10 anos, ainda figura entre os 4 maiores do Brasil e entre os 50 maiores do mundo.

    Chora bambi, chora galinhada, chora urubuzada. Porque no ano do centenada quem ganhou foi o Palmeiras. 4 BRASILEIROS DE UMA SÓ VEZ!

  • Rafael Zurdo

    que beleza qual time do mundo ganhou oito títulos no mesmo ano 06 brasileiros 1 paulista 01 copa do brasil santos o glorioso perdi a conta o melhor da década e do século o melhor do mundo nunca vai esistir outro igual quem não se emocionou não viu soco no ar 2002 viu Robinho pedala ….

  • Alexandre

    Eu não acho isso justo.
    Ninguém nunca tirou os títulos deles, mas o Campeonato Brasileiro surgiu depois…

    Ai o cara se forma em 1950 em “aviador” e hoje quer requerer o título de “comandante de jato” ?

    Cada uma

    rsrsrsrs, na prática não muda nada, mas como fica o Atlético mineito que ja foi tão homenageado por ser o primeiro “campeão Brasileiro”, devolve os títulos e honras à CBF ?

    Passou da hora dos times criarem uma liga e abandonar a CBF pra ver oque ela vai fazer sem clubes pra politicar…

  • carloshrj

    Ah! Lembrando.Quem está reclamando é bom ir para um boteco, lá tudo é válido.Até título protestado!
    kkkkk

  • carloshrj

    Claro que o reconhecimento da CBF vale.E vale muito!
    Senão os clubes que não foram favorecidos pela decisão da CBF não estariam com tanta raiva.
    O que vale é o que é reconhecido pela CBF ou FIFA.Assim cada um faz o que quer.
    A reclamação destes clube da muito mais valor ao reconhecimento.
    Isso aí! Reclamem muito!

  • ate quando vão ajudar o time da terceira divisão ja viraram a mesa agora dão um brasileiro pra eles logo vamos dar uma libertadores vão dizer que o time da ldu jogou todos dopados

  • Kleber de Aguiar

    Nada mais justo! Naquele tempo a quantidade de craques em nossos campos e não nos campos do exterior, davam um grau de dificuldade muito maior do que temos na contemporaniedade. JUSTO, MUITO JUSTO COM TANTOS CRAQUES CONSAGRADOS COMO: PELÉ, TOSTÃO, ADEMIR DA GUIA, ETC. Vale registrar também O ESFORÇADO TIME DO FLUMINENSE EM 1970, QUE LUTOU MUITO PARA DESBANCAR ATLÉTICO-MG,PALMEIRAS E CRUZEIRO. FOI UM GRANDE CAMPEÃO EM 1970!
    Politicagem ou não, o RESULTADO FOI MERECIDO. AINDA BEM QUE O PELÉ AINDA ESTA VIVO PARA VER ISSO. AH, E PARABÉNS AO FLUMINENSE PORQUE COM A CONQUISTA DESSE ANO, SE TORNOU, AGORA OFICIALMENTE, TRICAMPEÃO BRASILEIRO!

  • Marcos

    É lamentável que pessoas que nem se deram ao trabalho de se informar como foram disputados esses campeonatos nacionais anteriores a 1971 façam comentários totalmente desprovidos de lógica, baseando-se principalmente em suas preferências clubísticas. Quanta ignorância e/ou parcialidade! Em relação aos títulos da Taça Brasil (1959-1968), concordo que não deveriam ser nivelados aos títulos do campeonato brasileiro, já que eram disputado apenas pelos campeões de cada estado e algumas equipes jogaram apenas 5 partidas para serem campeãs (o campeão do ano anterior entrava nas fases quartas de finais ou semi-finais do ano seguinte). Seria mais lógico equipará-los aos títulos da Copa do Brasil. Mas para os campeonatos chamados de Robertão (1967-1969) e Taça de Prata (1970), na minha opinião, o reconhecimento procede, já que contavam com os principais clubes brasileiros na época e foram disputados nos moldes de uma fase inicial de pontos corridos com uma fase final do tipo triangular ou quadrangular entre os primeiros colocados e que foi repetido nos primeiros campeonatos brasileiros disputados a partir de 1971.

  • Luiz Eduardo

    Engraçado tbm, que os que mais reclamam, sao os que mais sao beneficiados pela CBF e os que perderam o topo do ranking de titulos brasileiros.
    Estao analisando a situaçao sem ver os fatos e considerar a verdade.
    Estão cegos vendo somente o seu lado, chorando por terem sido passados.
    É complicado discutir com pessoas que nao conseguem ser imparciais e so pensam pelo lado do seu clube.

  • c.ninja

    KKKKKKKKKKK No centenario dos gamba !!! O PALMEIRAS Ganhou 4 Brasileiros de uma só vez !!! E o seu corinthians ganhou o que ???? KKKKKKKKK

  • Rambo

    Politicagem. Pura politicagem da CBF. Quando Pelé era inimigo do Ricardo Teixeira, não era convidado nem para servir café nas cerimônias da CBF. Agora que virou amiguinho, o Teixeira vem com essa “homenagem”. Em tempo: essa (nova) amizade com o Pelé interessa ao presidente da CBF porque o mesmo pirua a presidência da FIFA e nada melhor do que ter o ex sogro (João Havelange) e Pelé como cabos eleitorais.

  • Luiz Eduardo

    Luiz Cassino,
    antes de falar as coisas pesquisa.
    Se vc soubesse um pouco das coisas, saberia que nao tem nada de Rio-Sao Paulo. Vc falo uma grande merda, me desculpe.

    Renato Gomes,
    sem erforço??
    Sem esforço do Flu subiu da serie C pra serie A.
    O meu Palmeiras e o Santos disputaram os campeonatos, foram os melhores e ganharam.
    Então não vem com essa sem esforço.
    O titulo foi conseguido em campo.

    Concordo plenamente com o que o Guilherme falou.

    Agora temos que lembrar tbm que o CHORO é livre neh?

    PALMEIRAS OCTA!

  • Carlos

    O estranho é que essa decisão da CBF vem justamente depois do Fluminense ser bi campeão brasileiro, e com a unificação passa a ser tri.
    Eu acho errado unificar campeonatos antigos, não se deve misturar as coisas.

  • Marcos

    Tironi, você está totalmente certo. Mas para o torcedor, é muito importante o reconhecimento da CBF para que ele possa esfregar os títulos no rosto dos rivais. Essa é a principal razão desse barulho todo pela unificação dos títulos nacionais.

  • edelcio

    A oficialização já deveria ter ocorrido a muito tempo atrás. Não reconhecer títulos tão importantes é uma ignoráncia sem tamanho.Se os titulos conquistados na gestão da antiga CBD não eram reconhecidos, então o Brasil é somente bi-campeão, pois os outros títulos(58,62,70) foram conquistados na epoca da CBD.
    Abraços
    Edelcio Araujo Santos
    Bairro saboó
    Santos SANTISTA PRETO E BRANCO

  • E.SOUZA

    TIRONI: Voce tem toda razão, pois ninguem pode mudar a história, só acrescento um comentário; com o reconhecimento destes titulos por uma entidade que queira ou não, comanda o futebol atualmente, entidade esta que substitui ou dá continuidade a da época, por conta desta chancela, os clubes seriam bem mais divulgados em todo este tempo passado. Agora quem paga o prejuizo?

  • jroberto

    Não vai passar pela moderação este comentário, mas tudo isto é uma putaria que estão fazendo com o campeonato brasileiro atual que é muito mais difícil. Em 67 o palmeiras conquistou um dos títulos com quatro partidas. É putaria ou não é? Se é para reconhecer o Pelé como campeão brasileiro, porque a cbf não faz com que ele seja campeão mundial (oficial) junto a fifa pedindo o reconhecimento dos intercontinentais? Ah, é que aí o SPFC TAMBÉM LEVA NÉ? Ah, vão tomar no cú cambada de filhos da puta e de mães ordinárias

  • Flávio

    Depois desta palhaçada da CBF, aí que o futebol não leva mais um dos meus suados tostões. Já se vão 13 anos, e nada de confirmar o Flamengo como legítimo campeão de 87, e me vem com essa estupidez travestida de “reconhecimento” de títulos mambembes … Adeus, futebol!

  • Rafael

    O Tironi disse tudo! O que vale é a conquista dentro de campo suando a camisa e não a canetada de um Zé Ruela. Pelé, Tostão entre outros com certeza não se sentem menos campeão brasileiro do que qualquer outro atleta que foi campeão depois!

  • Guilherme

    amigo tironi.. é importante sim amigo.
    É importante para combater a insolencia dos são paulinos e um argumento para contra argumentar cinicos corintianos. Se Esses times, e principalmente o santos não fossem decretados HJ como campeoes brasileiros (de suas epocas) isso só iria tardar a acontecer.

    Se Pelé morresse sem ser campeão brasileiro NOMEADO E RECONHECIDO pela “orgão” que rege (regendo bem ou mal.. é quem REGE) o futebol brasileiro, teriamos aqui uma homenagem postuma. Ai sim, o “reconhecimento” seria invalido.

    Quanto ao flamengo..
    Pq se recusaram a jogar contra o sport?
    Se a CBF rege o futebol, e não reconhece o titulo do flamengo em detrimento ao Sport, pq vcs, jornais, emissoras, radios, etc… insistem DELIBERADAMENTE em tirar 1987 do sport?

    é necessario uma coerencia alinhada, e não a venda de informações erradas, bairrista e/ou parciais.

    Vcs possuem sindicato?
    Bom seria uma reunião sobre isso.

  • Felipe

    Renato.

    Sem esforços?

    Pelo que eu saiba, meu Sants e o Palmeiras, na época, lutaram e se sacrificaram pelso titulos, e memso se a CBF não reconhecer, vai continaur tendo mais, porque são TITULOS.

    Como disse o Tironi “A história é contada por quem faz e não por quem certifica.”

  • PÃO E CIRCO

  • João Paulo Castilho

    Tironi, você pode estar certo nisso que você argumentou. Mas esquecer de reconhecer o primeiro campeonato brasileiro de 1937, conquistado pelo GALO é injustiça.

    Eliminar Fluminense é uma coisa. Agora eliminar Metrobol é outra coisa.

    O GALO TEM QUE ENTRAR NO PÁREO, SIM!

  • carnaval. puro carnaval. PÃO E CIRCO NELES

  • Jeffson

    MAIS UMA PALHAÇADA DA CBF; UMA VERDADEIRA POLITICAGEM E FALTA DO QUE FAZER.
    POR QUE NÃO RECONHECEU ESSES TÍTULOS NA ÉPOCA QUE INICIOU-SE O BRASILEIRÃO?
    POR QUE SOMENTE AGORA, DEPOIS DE 51 E 40 ANOS RESPECTIVAMENTE?
    NÃO EXISTE ARGUMENTAÇÕES DIANTE A FATOS… MAS, A MALDITA POLÍTICA QUE GOSTA DE FAZER O “POVÃO” DE INBECÍL, IDIOTAS, ETC SEMPRE VAI PREVALECER PELOS CANALHAS….

  • Luiz Cassino

    PALHAÇADA.
    Rio x São Paulo não pode ser comparado com o Campeonato Brasileiro.
    A CBF quer fazer média com todo mundo e acaba fazendo merda.
    Deixa do jeito que esta. Regional é regional e Brasileiro é brasileiro.

  • Cláudio Pólvora

    Boa tarde,

    Na verdade estou um pouco confuso quanto a este assunto, acredito até que nem entendi direito a materia porque vi que em 1967 o Palmeiras foi campeão brasileiro duas vezes e em 1968 tivemos dois campeões?? Santos e Botafogo, achei bagunçada a coisa, mas como disse acho que o problema deve ser eu que não entendi nada… rsrs

    Abraços

  • Cláudio

    Me responda uma coisa, o que apareceu primeiro o futebol ou a FIFA? Ou os velhinhos da International Board?

  • kleber Nunes

    Sei que vai ser difícil para os demais clubes concordarem porém a realidade é uma só:Somos OCTA CAMPEÕES HÁ 16 ANOS ATRÁS.
    Desculpe ai concorrência e parabéns Santistas.

  • renato gomes

    não gostei ! pois o palmeiras e santos sem esforços passaram o meu são paulo em titulos !

MaisRecentes

O clássico esvaziado e o golpe da CBF



Continue Lendo

Mimimi ou verdadeiro?



Continue Lendo

Acharam um novo culpado: a religião



Continue Lendo