Estádio morto, dívida viva



Esta notícia foi publicada no “New York Times”, nesta terça-feira. Um rombo de nada menos do que 110 milhões de dólares (cerca de R$ 187 milhões) corrói os cofres de Nova Jersey, nos Estados Unidos.

Este valor equivale a 13 dólares para cada habitante. E de onde vem este rombo? Da construção e várias reformas ao longo do tempo do Giants Stadium, palco das partidas de futebol americano das equipes do New York Giants e do New York Jets.

Em 2000, o Giants Stadium foi demolido e outro construído, o New Meadowlands Stadium. Ou seja, o estádio foi abandonado, virou estacionamento, mas as dívidas ainda existem.

Segundo o “NY Times” esta situação se repete em outros lugares como Indianapolis, Houston, Kansas City, Memphis e Pittsburgh: cidadãos estão pagando por estádios e arenas que foram abandonados por seus clubes.

A reportagem do “NY Times” está neste link aqui aqui e vale a pena ser lida.

Agora, diante de uma história dessas, não dá para imaginar o que pode acontecer aqui com os estádios que serão construídos e reformados para a Copa do Mundo? Chega a dar medo. Dê o seu pitaco.

Siga-me no twitter: @etironi
E ouça meu podcast na rádiolance: www.radiolance.com.br



MaisRecentes

A “injustiça” com Buffon



Continue Lendo

Chega de falar de arbitragem!



Continue Lendo

O juiz errou. E os outros?



Continue Lendo