Simon, Kia e Sanchez: tudo normal?



Carlos Eugênio Simon ganhou de presente de aniversário de Deco a camisa que o jogador usou na partida Guarani x Fluminense, apitada pelo árbitro. Sábado, Andrés Sanchez, presidente do Corinthians declarou candidamente que tem bom relacionamento com Kia Joorabchian, o maior fantasma da centenária história do Corinthians.

Dois assuntos que, até o momento, foram apenas discretamente tocados pela imprensa.

No caso de Andrés x Kia, apenas as declarações oficiais de parte a parte foram noticiadas.

Kia convocando uma suspeitíssima coletiva para falar que “veio ao Brasil para o batizado do filho” e Sanchez dizendo que tem boa relação com o iraniano, mas que não tem nenhum negócio com ele. “Mas se ele quiser comprar algum grande jogador do Corinthians não tem problema nenhum.”

Ter “boa relação” com Kia Joorabchian não é pouca coisa. O iraniano foi diretamente responsável pela página mais negra e triste da história corintiana.

Se Andrés Sanchez tem sido o presidente que ressuscitou o clube culminando finalmente com a conqusita do estádio próprio, nem isso o isenta de que seja vigiado, principalmente sobre esta relação com Kia, seja ela qual for.

Um árbitro ganhar um presente, qualquer que seja o valor, de um atleta tampouco é assunto menor.

Se o Corinthians viveu seu período mais triste com o rebaixamento, o futebol brasileiro viveu um dos mais tristes de sua história com o escândalo da arbitragem em 2005.

Simon pode ser o árbitro mais honesto do futebol brasileiro. E não há nenhuma razão para duvidar de sua retidão. (Se ele é um mau árbitro tecnicamente esta é uma outra história). Mas nem isso dá direito moral de ele receber presente de qualquer pessoa ou entidade envolvida diretamente no objeto de sua função.

Simon foi representante brasileiro nas três últimas copas do mundo. Por isso mesmo, deveria servir de exemplo aos árbitros brasileiros.

E você, internauta, que tem a dizer sobre estas duas questões?

Aproveite e siga-me no twitter: @etironi
E ouça meu podcast na Rádio LANCE!: www.radiolance.com.br



MaisRecentes

A “injustiça” com Buffon



Continue Lendo

Chega de falar de arbitragem!



Continue Lendo

O juiz errou. E os outros?



Continue Lendo