Deixem os paulistas torcerem!



Faltava mais de uma hora para começar Vasco x  Fluminense domingo e a festa que as duas torcidas faziam no Maracanã já tinha valido o ingresso. Linda… papel picado, bandeiras de todos os tamanhos, cantos de amor aos clube e não ódio ao adversário, coreografias, fileiras de bexigas formando as cores dos times… enfim, que festa!

Perto dos 30 minutos do segundo tempo Deco se preparava para entrar em campo. Parado na linha lateral, ele olhou o espetáculo incrível da massa e entrou como que em êxtase. Por uns instantes, admirou o que estava vendo. Esqueceu até de tirar o colete.

Foram mais de 80 mil presentes no último jogo no Maracanã.

E que diferença no Pacaembu, que viu um inspirado Corinthians estraçalhar um morto São Paulo: pouco mais de 28 mil presentes. Nenhuma bandeira com mastro, uma festa opaca.

A torcida do Corinthians é menos animada do que a de Vasco e Fluminense? Claro que não. Mas algumas leis ridículas em vigor em São Paulo tiram o brilho das festas nas arquibancadas.

Impedir bandeiras com mastro porque o objeto pode ser usado como arma pelos torcedores segue a mesma lógica de tirar o armário do quarto para afastar o Ricardão: simplesmente não ataca a causa dos problemas.

O fim de semana foi tenso no Rio, com bandidos invadindo hotel de luxo. Mas no Maracanã o que se viu foi a alegria do carioca, mestre em saber se divertir.

Já em São Paulo o que se viu foi uma festa tímida, muito tímida para a força do futebol paulista e do Estado.

Está na hora de os paulistas voltarem a poder torcer com alegria, como sabem fazer muito bem. Punição para arruaceiros, proteção a quem quer se divertir.

Sigam-me no twitter: @etironi



  • E da pena dos paulistas por isso q eles morrem de inveja de nos cariocas a final da copa vai ser aqui nos temos o maracana olimpiadas e o q eles tem? nao podem nem fazer festas
    nos estadios hahahahahha

  • marcão banca forte

    ARISTOTELES

    SEU SAN7OS NÃO TEM TEM MIDIA, IBOPE E TORCIDA VCS TEM TESTEMUNHAS, ESSE TIMECO DA CIDADE OCEAN

  • marcão banca forte

    TORCIDA DO FLORMINENSE É IGUAL A DA BICHARADA TRICOLOR DE SP, SÓ VÃO NA BOA, É UMA TORCIDINHA DE FINAL, FORA QUE O PREÇO DOS INGRESSOS PARA ESSES MORTOS DE FOME AI NO RJ É 5 REAIS
    COLOCA UM JOGO DO CORINTHIANS EMABLADO NO CAMPEONATO A 5,00 REAIS, TE GARANTO QUE FICA MAIS GENTE PARA FORA DO ESTÁDIO DO QUE DENTRO.

  • ARISTOTELES SILVEIRA SOUZA

    ahhh…..se sorcida ganhasse títulos e entrasse em campo…….?
    SANTOS F.C. JUNTAMENTE COM O COLORADO GAÚCHO O TIME MAIS VENCEDOR DESTE PAÍS, NA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI…. . .
    ahhh….milhares de peixinhos vendo neymar, p.henrrique…rafael…

  • Marcos Bá

    Puxa vida. Existe vida após o Ministério Público Paulista.
    Obrigado, Tironi!
    Você sintetizou o sentimento de todo torcedor paulista apaixonado, que se vê obrigado a babar pela festa de mineiros, cearenses, paranaenses e, principalmente, cariocas.
    42 milhões de pessoas. Um PIB maior que o da Argentina. O melhor futebol do Brasil. E uma festa xoxa!
    É isso ai, Tironi. Muito obrigado!!!
    De um fiel apaixonado, louco para ver as bandeiras de volta aos estádios paulistas: Marcos Bá – fieltimao@gmail.com

  • Red

    Tirando os delírios e mania de grandeza da torcida do Corinthians, que aliás, é o único motivo que ainda os faz grandes…concordo plenamente com vc Tirone.
    Ridículo é SP ter o melhor Campeonato Estadual, melhores técnicos (que até chega a dispensar alguns), craques, base e etc, não poder levar bandeiras e bateira nos estádios.
    Isso é a omissão de quem tem que zelar pela segurança, ou seja, se pegar a mulher traindo no sofá da casa, ao invés de trocar de mulher…troca de sofá….
    Lindos tempos em que Verdão fazia clássicos e dos dois lados víamos verdadeiros shows a parte das torcidas, que empolgavam ainda mais os jogadores…..depois perguntam porque o futebol está perdendo a graça….

  • Sou paulista, corinthiano, Fiel Torcedor e moro no RJ. Concordei com tudo o que foi dito por você. Li alguns comentários e concordei com algumas coisas também, nem todas:
    BANDEIRAS COM MASTROS – com certeza fazem diferença… não é só no RJ mas em praticamente todos os estados que elas permanecem permitidas. EM MG, chegaram a ser impedidas mas isto já caiu há algum tempo.
    PREÇOS DOS INGRESSOS 1 – Uma grande balela acreditar que os clássicos no RJ levam mais gente porque o preço é R$ 15,00. Já foi a época. Hoje a arquibancada no Maracanã é R$ 40,00, portanto mais cara que no Pacaembu.
    VIOLÊNCIA – Só pode ser o principal motivo para em SP há mais de 15 anos os clássicos não terem o brilho de outrora… ou alguém se esquece da linda final do Brasileiro de 90 entre Corinthians e São Paulo, ou mesmo da trágica final do paulista de 93 entre Corinthians e Palmeiras? Ou mesmo na final de 2002 (já uma exceção à época) entre Corinthians e Santos.
    Os episódios cada vez mais ferozes nos meados dos anos 90 definiram claramente o êxodo de torcedores dos clássicos…
    MORUMBI – Para piorar, o SPFC extinguiu os clássicos meio-a-meio no Morumbi, o que também é um equívoco… que foi chancelado pelas decisões do Ministério Público e da PM.
    PRESENÇA DE PÚBLICO – mesmo nos jogos de uma torcida só, me preocupo muito com a presença de público, que em geral é muito baixa… abaixo dos 20000 pessoas quase para todos os clubes. O Corinthians realmente é exceção mas não do que se gabar quando coloca 25000 pessoas por exemplo no Pacaembu contra um time grande do campeonato Brasileiro.
    REAL CAPACIDADE DO PACAEMBU – recentemente foi ampliada a capacidade de 37952 para 40200, aproximadamente. mas o que incomoda é que nem nos maiores jogos do Corinthians esta marca é alcançada. Nem na final da Copa do Brasil nem no jogo contra o Flamengo… Alegam sempre questões de segurança…. Ora, se os 40 mil e pouco não estão em segurança, então o estádio não poderia ser liberado para tal… não acham? Além disso, alguém consegue me explicar porque absolutamente “NUNCA” aquele trecho de arquibancada lilás (ao lado das cadeiras laranjas) está nem metade preenchido??? Isto é ridículo pois ali o preço também é o mais baixo, logo deveria esgotar sempre junto com o tobogã…
    PREÇO DOS INGRESSOS 2 – O verdadeiro equívoco das diretorias principalmente do Palmeiras e do Corinthians é o desproporcional “ESCALONAMENTO” entre preços e quantidade de ingressos…
    este sim é um grande diferencial do RJ, pois no Maracanã, dos 66000 colocados à venda apenas 6000 era para cadeiras especiais, aí sim bem mais caras. Mas tanto no Palestra Itália quanto no Pacaembu, apenas uns 15000 de preços mais baixos, e aí vem as laranjas caríssimas, para não falar do que seriam as tribunas do Pacaembu, que aí sim possuem preços fora da realidade…

    Gostaria que comentassem…

    Abraço,

    Salve o Corinthians!!!

  • Finalmente alguém da mídia a tocar nesse assunto!!

    Pena que seja algo isolado, e infelizmente não vai muito adiante.

    Mas já é um alívio pelo menos que alguém se manifeste.

    Porque nós torcedores falamos isso a anos, desde 1994 quando começou essa ridícula proibição, e somos sonelemente ignorados pelos nazistas que comandam o futebol em São Paulo.

    Valeu Tironi, muito bom, e por favor, repercuta isso entre os seus pares da imprensa, porque se vocês falarem, quem sabe alguma coisa muda.

    E o tal Estatuto do Torcedor é outra baboseira ridicula.

    Vou reproduzir seu texto no meu blog, onde sempre defendo o direito dos paulistas de torcerem.

    De uma olhada http://www.timaoblogfiel.blogspot.com

    Inclusive fiz uma comparação entre os clássicos antes de acontecerem, já prevendo a festa carioca e o velório paulista.

    E só não é pior porque estamos falando da torcida do Corinthians, a mais vibrante e incansável de todas.

    Valeu!

  • Caro Fabio, pergunta: Quantidade é sinônimo de qualidade!?!?! Acho que não… Não queremos e nunca fizemos questão de ter a MAIOR torcida do Brasil, o que realmente importa é a qualidade no espetáculo e apoio ao nosso TRICOLOR, e isso meu amigo a Torcida TRICOLOR tem de sobra, criatividade, apoio incondicional, gente bonita, famlias no estádio, etc… . A Inveja é uma M3r)@!!! Pode ficar com sua MAIOR torcida… Vá discutir com Mulamabda, que enquanto vocês estão falando besteiras, nós Tricolores, estamos preocupados em como motivar o a equipe das arquibancadas, ou seja, PENSANDO, coisa que já está comprovada cientificamente, não é utilizada pelas grandes massas. Saudações Tricolores! FLUMINENSE ETERNO AMOR…

  • Thiago Peixoto

    “A torcida do Corinthians é menos animada do que a de Vasco e Fluminense? Claro que não. ” Será? O que se vê em São Paulo são torcidas que vão aos estádios apenas para brigar, é fato que as torcidas do Rio são mais bonitas, criativas e alegres que as paulistas, afinal a poluição de Sp prejudica o cérebro né?! É só ver todos os maiores casos de violência em estádios ocorridos nos anos, com exceção do caso em Coritiba os de maior relevância ocorreram na cidade do gás carbônico, torcida do Corinthians é ridícula, timão? timão na hora de armar jogos e arbitragem isso sim, dá-lhe MSI, dá-lhe time de três cores que vocês afundam na Série D do BR!

  • Marcelo

    Quem ve pensa que só a galinhada faz a festa, e é mais fanática que a outra torcida. Acorda pra vida gambazada vocês são apenas maioria, nada além disso.

    A festa em São Paulo é proibida pois é mais fácil proibir do que punir quem faz bagunça. O cérebro de um PM ta ponta de um oitão.

    Pela volta da festa nos estádios…

    COM O SANTOS ONDE E COMO ELE ESTIVER!!!!

  • Milton

    PRA SER JUSTO, NÃO DEVEMOS ESQUECER QUE NO PACAEMBU O PREÇO DOS INGRESSOS É MUITO SUPERIOR AO DO MARACANÃ…E EM SP TIVEMOS 1600 INGRESSOS GRATIS, CONTRA 13.000 NP MARACA…ISSO TAMBEM AJUDA NA CONTAGEM DO PUBLICO.
    POIS EM GRANA O TIMÃO SEGUE NA PONTA…

  • Daniel Frangiotti

    Parabéns pelo texto, realmente falta muita festa em São Paulo, a melhor forma de ter paz nos estádio todos nós sabemos, é a punição para os brigões. Agora mudando um pouco de assunto, o nosso prefeito Kassab estava esses dias na frente do Pacaembu comendo pastel num tornei de barracas de pastel, falando o quanto era importante o pastel de feira, como ele defende as barracas de pastel e tira o tradicional lanche de pernil e calabresa da porta dos estádios? Não se pode ter higiene nas barracas de estádio e assim ser liberadas? É mais fácil proibir, assim como fizeram com nossas festas. Acredito que o futebol Paulista vem sofrendo com agreções e opreções de todos os lados, abaixo aos canalhas que querem acabar com nossa tradição.

    Pela volta as festas aos estádios!

  • marcão banca forte

    GAVIÕES DA FIEL, A MAIOR TORCIDA ORGANIZADA DO MUNDO COM 92 MIL ASSOCIADOS, NÃO PODE FAZER A FESTA COMO DEVERIA, POIS SOMOS UMA TORCIDA RICA, E TEMOS EM NOSSA SEDE MAIS DE 120 BANDEIRAS DE MASTRO, E UM BANDEIRÃO CONSTRUIDO RECENTEMENTE QUE É O MAIOR DO MUNDO COM 15 MIL METROS QUADRADOS OU 250 M DE COMPR/ POR 60 M DE LARGURA.
    TUDO ISSO E NÃO PODEMOS FAZER A FESTA POR CAUSA DE ALGUNS SEM NOÇÃO QUE ACREDITAM QUE A FESTA TRAZ VIOLÊNCIA
    É POR ISSO QUE A SEGURANÇA NO BRASIL ANDA UM LIXO, ESSES EXPERT, NÃO TEM OUTRAS COISAS PARA SE PRPEOCUPAREM

  • marcão banca forte

    FEDERAÇÃO PAULISTA, MINISTÉRIO PUBLICO E POLICIA MILITAR, SÃO UM BANDO DE IDIOTAS, ESTÃO ACABANDO COM O QUE DE MAIS BONITO TEM O FUTEBOL A FESTA.
    EM TODO LUGAR É PERMITIDO AS TORCIDAS ORGANIZADAS PREPARAREM A FESTA PARA SEUS TIMES, SÓ AQUI EM SÃO PAPULO QUE OS ESPERTALHÕES E DONOS DA RAZÃO IMPEDIRAM ISSO
    COMO ESSE BANDO DE INCOMPETENTE NÃO ENTENDE NADA DE FUTEBOL E NEM VÃO AO ESTÁDIO PARA SE DIVERTIR, QUEREM ESTRAGAR A DIVERSÃO DOS OUTROS.
    OU MELHOR ELES QUEREM SE APARECER PARA O BRASIL, QUE SÃO OS BONS, OS RIGIDOS, OS FUDIDOS, QUE SÃO A LEI, SÃO ARROGANTE E PREPOTENTES SÃO UM BANDO DE IDIOTAS QUE NÃO ENTENDEM NADA DE SEGURANÇA PUBLICA, POIS O QUE TEM A VER FESTA COM VIOLÊNCIA? SÓ NA CABEÇA DESSES PSEUDOS INTELECTUAIS, QUE QUANTO MAIS ESTUDAM, MAIS CEGOS E IGNORANTES FICAM.
    É LAMENTAVEM

  • Gabriel

    Até q fim um meio de comunicação apoiando a causa !

  • Vinicius

    AGORA EU TENHO Q ATURAR…
    é só elogiar um pouquinho a torcida do fluminense que os caras ja empolgam e se acham a maior e melhor torcida do país…
    Nada contra o fluminense, até pq nas finas q ele disputou ano passado torci muita a favor deles. Mas achar q o fato de colocar 50 mil torcedores num estadio quer dizer q tem torcida é brincadeira. Moro em uberlandia MG e o timao jogará aqui. foram colocados 45 mil ingressos a venda contra o cruzeiro (mandante). as vendas começaram com 5 mil disponiveis para o corinthians na segunda. hj, na terça, os resposaveis pelo jogo (entre eles zeze perrela) se sentiu na obrigaçao de aumentar para 16 mil ingresso a carga corintiana e ainda corre o risco d dividir uma parte destinada ao cruzeiro pois os ingressos do corintians ja se esgotaram novamente e tem milhares d corinthianos comprando no setro dos cruzeirenses. Ou seja, MINAS tb é timao, diferente do q foi tido por alguns ae. MT e MS tb é corinthians. GO é corinthians. PR corinthians eh maior q o proprio ATL-PR e Coritiba. Se vao 30 mil no pacaembu eh pq eh a capacidade maxima. E ainda cobra-se o triplo por ingresso do q eh cobrado no RJ.
    Pra finalizar. NÓS TAMBEM JA COLOCAMOS 70 MIL TORCEDORES NO MARACA. E FOI CONTRA O MESMO FLUMINENSE. sem contar outros 35mil contra o vasco.
    Entao se informe antes de falar.

  • claudemir

    se tirar a liberdade dos torcedores tivesse resolvido os problemas de violência nos estádios, tudo bem mas isso nao resolveu nada. a violencia gratuita esta aí acho que os homens de gravata deveriam coibir os marginais que são minoria e vao nos estadios pra brigar e nao torcer. são uns imbecís que se acham no direito de bater e até matar pessoas apenas por usar uma camisa de cor diferente . isso mostra o quanto os nossos representantes sao incompetentes e como nao conseguem ou nao tem coragem de agir contra esses bandidos. o futebol é magico tambem pela festa das torcidas e isso foi tirado dos torcedores de sao paulo. ao invés dos torcedores tentar ter ideias pra fazer a festa no estádio ficam pensando em que lugar vao brigar ja que nao podem pensar em algo para levar pro estádio e vibrar pelo seu time.

  • Gabriela

    Festa timida ? Pode parar né , claaro qê a festa foi maior no Rio né .. o Maraca é bem maior qê o Pacaembu.. e como você mesmo disse são proibidas as bandeiras com mastros qê tornam a festa das torcidas ainda mais bonitas.. HAHA e claro , quantos anos o Fluminense num ganha um titulo ? Aaaaaaai até a torcida do São Paulo comparece née .. Lider isolado !

  • Denilson

    Cara, que matéria espetacular… é importante sabermos que ainda tem pessoas que lutam pela liberdade do torcedor! Puxa como é lindo agente poder ver aquelas fotos antigas nos estadios paulistas… Escutar histórias da época que bandeiras, fumaças e muito mais eram utilizados para fazer um espetaculo. Hoje em dia, agente faz o que pode, com o pouco que temos! Quem sabe um dia isso mude… mais com esse estatuto que está vigorando, com essas leis que nos limita e oprime, com essa policia preparada apenas para agradir e oprimir os nosso torcedor, acredito que futuramente a situação tende a piorar… Não só para os paulistas! Infelizmente o País do futebol, não tem mais a festa do torcedor na arquibancada!

  • Concordo com o comentário sobre o público do Coringão nos campeonatos. Desde 2008, que temos visto uma crescente e frequente FIEL mais apaixonada pelo TIMÃO.

    E o que é melhor, mesmo nas derrotas temos demonstrado equilíbrio, tranquilidade, maturidade ante as consequências e ……. cabeça erguida para um novo planejamento !

    Chega de “guerra” por não ganhar Paulistinhas, somos CORINTHIANS e queremos estar sempre na disputa por grandes títulos e fazendo grandes jogos. Nossa marca é uma das mais fortes do mundo e precisamos mostrar ao mundo…………. vai Corinthians !

  • Rambo

    Não é uma questão de ” ter mastro” ou ” não ter mastro”. A questão é CULTURAL. Os cariocas AMAM futebol e ir ao Maraca no domingo, e olhem que tem a concorrência da praia, dos bares e dos outros eventos da cidade maravilhosa. Já em SP, a torcida reflete o que SP e o paulistano é: chato, sem graça, sem sal, frio e sem criatividade.

    Já fui a um jogo no Morumbi e parecia que eu estava num cemitério.

    Podem permitir bandeiras, mastros, foguetório, o que for. Os cemitérios…ops, os estádios em SP continuarão a mesma M. tal qual os seus torcedores.

  • Fábio

    Ridículo falar que forçam um crescimento da torcida do Corinthians ! Nós somos os donos do segundo maior índice de público do campeonato, só perdemos para o Fluminense que tem como colocar a torcida em um estádio maior, e isso não é só por causa da boa campanha no campeonato brasileiro, porque nós não torcemos para um campeonato, nós torcemos para o Corinthians, isso acontece em todos os campeonatos que o timão disputa, seja qual for a campanha. Pra conseguir, tornar a torcida do Corinthians menor que a do próprio fluminense nós temos que excluir o sudeste do Brasil inteiro e uma parte do sul. Fora o Rio de Janeiro, em que lugar a torcida do fluminense é maior que a do Corinthians? No maior site de relacionamento do país nós temos a maior torcida, no próprio Lance net a nossa torcida é maior. No geral só perdemos para o flamengo. mais não fica assim não, é difícil vc olhar para o lado e ver a nossa maioria esmagadora e espera que momento ruin todos voltam a ter, e quando chegar o do fluminense, vc vê se o estádio lota, essa é uma das nossas diferenças positivas em relação a vocês, por isso a imprensa muitas vezes criticam o Corinthians, mais nunca deixa de elogiar essa torcida. Não tenta botar a culpa em ninguém pela inferioridade de vocês não. # VAI CORINTHIANS

  • Primeiramente eu gostaria de responder ao Andre um dado equivocado que ele apresentou: A torcida Corinthiana não é maior apenas no estado de São Paulo, mas sim, no Sudeste e Sul (maior que a do Flamengo, por exemplo). Enquanto isso a do Flamengo só nos supera no Norte e Nordeste.

    Eu acho estranho eles superarem a nossa penas em um lugar tão longe da própria região, correto? Estamos nos nossos arredores, onde está nosso torcedor “de raíz”. Então dizer que a Fiel não é grande é o mesmo que dizer que a torcida do XV de Piracicaba é a maior da Cidade de São Paulo.

    Enfim, quanto ao texto: bato palmas. Geralmente a mídia prefere atacar as torcidas com argumentos falhos e que vão contra estatísticas da própria PM e Ministério Público. Enfim alguém abre os olhos pro real.

    Eles estão querendo acabar com as torcidas organizadas e isso é mais do que escancarado. Não podemos deixar isso acontecer!

  • junior

    ah tá agora todo mundo é santo!!
    organizadas nao tem nada….
    o individuo citou que tem que ser punidos individualmente, certo, concordo.
    agora pergunta se a torcida sabe quem foi que brigou no estadio, se ela tem cadastro de todos os participantes, se ela paga impostos por ser uma organização civil, se realmente é uniformizada…
    se querem so torcer porque canticos de guerra que dao apoio a violencia?
    por questao de educação e respeito o brasil nao tem suporte pra deixar que exista torcidas organizadas, infelizmente…

  • jefferson TTI

    Estava lah e vi meu time perder feio para o corinthians, e mesmo com o time ganhando a torcida deles nao podia fazer a festa que eles gostariam, o mesmo acontece conosco no morumbi, nem faixa de amor ao clube entra. (“SENTIMENTOS MOVIDOS POR UM IDEAL”) somente o nome da torcida e olhe la.
    sinalizadores, bandeiras, papel picado qual o risco que isso leva aos estadios?
    MP de SP eh uma vergonha.
    Em MG, RS e BA ja revogaram essa lei idiota de proibir bandeiras.
    e em SP NADA?

  • Andre

    Uma resposta rápida ao questionamento dos 66 mil pagantes: existem promoções de associados ao Flu e Vasco, e essas pessoas já pagaram os ingressos através de sua associação. Ou seja, nesse caso, não contam como pagantes, mas o são. No mais, é ridiculo ver o esforço que se faz, ano após ano, para tornar o Corinthians o clube de maior torcida do Brasil (o que não é, e nunca vai ser, porque se você excluir o estado de SP, o Corinthians tem menos torcida que o Figueirense), se não consegue colocar no estádio mais que 20 mil pessoas por jogo, mesmo quando joga contra um rival local. Fluminense, além de lider isolado e a tantas rodadas invicto, é o campeão de levar torcida, e que torcida , hein?? Que festa linda no Maraca, e não foi só bandeira, foi de tudo, principalmente os gritos de guerra, que se transformaram no estado mais lindo da federação em hinos de amor aos clubes. Baixaria, pancadaria, e tudo o mais de lixo que não presta em termos de torcidas, deixamos para a turma do esgotão!!!!

  • torcida independente

    falou tudo!

    TORCIDA TRICOLOR INDEPENDENTE _X_

  • JUNIOR

    Tironi, no Maracana cabe muito mais torcedores, isto é fato, mas falaram que entraram 16 mil não pagantes, até ai tudo bem, jogaram dois times rivais que estão empolgando seus torcedores, tanto pelo futebol, como pelas contratações de ambos, e por isto foi bonito o espetaculo, alem de um bom jogo, estava cheio todos os espaços.E mais uma duvida, quanto custa a arquibancada ai no RJ ? Aqui é um absurdo, R$ 40,00 o mais barato, o restante é de R$ 100,00 pra cima… Mas bom, acho irrelevante falar que a torcida deu Show por causa de bandeiras e a do Corinthians não, acho que deveriamos ter mais leis e que fossem cumpridas, e logico , mastros com bandeiras e rojoes deixa o espetaculo mais vistoso, mas não acho determinante para a beleza do evento… E outra coisa o Maracana cheio , com bandeira ou sem bandeira, fica belo do mesmo jeito…

  • ram_fla_br

    TIroni, me desculpe. Sou torcedor do Flamengo, e frequento o Maracana. Depois de todo o jogo, do lado de fora do estadio e um perigo. Acontecem brigas, pancadarias, etc, mas sao todas localizadas. Nenhuma briga de gangue que va aparecer em jornal. Nao levar bandeiras pode ser um exagero, mas ao mesmo tempo, permitir que levem o que quiser? Voce esta passando por cima de anos de violencia de torcida no futebol carioca.

    Por sinal, a torcida do Fluminense protagonizou algumas brigas faz menos de um mes… Claro, alguns times tem torcidas menos populares e mais elitizadas, o que facilita. Mas, nao se esqeuca dos anos e anos de pancadaria na arquibancada, tiroteio depois do jogo e tudo mais… Passar por cima desta historia?

    O que mudou hoje ? O preco do ingresso e mais caro… rssss

  • edson

    Bandeira é da hora pra quem vê de fora, ou pela TV, agora vai vc querer ver o jogo na arquibancada ,e na hora de um gol ou de um lance, o cara mete a bandeira na sua frente….E na copa de futebol jr, nos anos 90 saiu uma briga feia, com mortos e feridos, e os mastros ajudou muito a piorar a guerra campal…
    Bom, A Fiel, faz festa do mesmo jeito, o problema é que no pacaembu cabe menos torcedores doque o Maracana, que ainda é dividida a torcida quase por igual, aqui não é mais , graça ao diretor bambi que com medo de perder por nº de torcida em seu mando decampo, diminuiu a carga de ingresso, o que lhe acabou rendendo pessimos frutos, ou seja Palmeiras, Santos e o Coringão agora não poe mas jogo lá, e a renda caiu pra krlho…. E torcida é quase igual em todo canto do brasil, se o time esta bem fazem a festa lota estadio, se está mau, vai meia duzia de gato pingado e so vaia…..

  • Fábio

    É ridículo como alguns torcedores que comentam aqui, não tem o mínimo de “interpretação”, mais como cada um tem a sua, eu concordo plenamente com o Eduardo Tironi, é incontestável que a nossa torcida aqui em São Paulo sabem torcer e muito bem. É canções de amor ao clube o tempo todo, gritos de incentivos, vários bandeirões, etc. Porém podia ser melhor, assim como era anos atrás, onde o torcedor era visto como o motivo do espetáculo, não como algo a ser preocupar, no sentido de estar entrando trinta mil “animais” no estádio. Apesar de existirem, eles são minorias, ofuscada e vaiada, pela própria torcida que é composta de crianças, mulheres e famílias. Chega de ignorância, o comportamento da torcida (paulista) no estádio ja esta na hora de ser recompensada com o direito de usar alguns instrumentos que “engrandeciam” ainda mais o grande espetáculo que é o futebol. Nós paulistas não somos animais, que devemos ser tratados como. Porque países terem regras diferentes, é de se entender, mais estados que inclusive é um grudado no outro, “é muito para a cabeça”. Quando seremos um país desenvolvido e com igualdade ? #VAI CORINTHIANS

  • Caro Gustavo Vasques,vc tem certeza que entendeu o teor do tema? Trata-se de Brasil e não de times do Rio,de Minas,Rio Grande do Sul ou São Paulo. O Tironi naõ está “pichando” os torcedores de São Paulo e sim defendendo uma nova postura de atitude de todos que gostam de futebol em São Paulo,ou seja ,dos verdadeiros torcedores. cada estado tem os seus problemas peculiares e o Rio assim como São Paulo,tem os seus tb,mas não se esqueça ,é tudo Brasil. Mente aberta faz com que as coisas sejam melhor entendidas e evita disperdício de energia e guerras bairristas sem propósito.

  • Rodolfo

    Falta competência e interesse por parte das autoridades responsáveis.
    O grande problema é que os envolvidos não trabalham para resolver ou amenizar os problemas relacionados ao evento futebol, trabalham pelos holofotes, trabalham para a midia, usam A MUITO TEMPO, a questão da violência nos estadios como palco, como um meio para ter retorno positivo da opinião publica por interesses pessoais (um dos que mais discursou foi candidato a deputado em eleição recente).
    Veja como são as coisas em São Paulo.
    Primeiro tudo é proibido, não se pode entrar com um rolo de papel higienico no estadio, até instrumentos musicais são limitados, a quantidade permitida não é suficiente para fazer barulho algum.
    Faixas, bandeiras, tudo é limitado, um burocracia humilhantes que só serve para marginalizar os que tentam fazer algo diferente em um estadio.
    Senão bastasse tudo isso, agora criam leis absurdas que na teoria obrigam as torcidas organizadas a fazerem o trabalho das autoridades.
    É como se estivessem limitando, humilhando com a intenção de fazer os envolvidos desistirem.
    As torcidas em São Paulo já fazem algo muito alêm da sua obrigação …
    A muito tempo aqui existe o cadastro da federação paulista, onde as torcidas passavam todas as informações sobre seus associados para a policia, MP, e FPF.
    Ou seja, a torcida pega um individuo que a principio seria um na multidão, que não se sabe qual a formação que tem, quais as influencias, como pensa, o que faz, enfim, todos sabemos que o Brasil está longe de formar cidadãos, as torcidas atraem esse sujeito, o cadastram, passam todas as informações para as “autoridades competentes”, e ainda se dispoe a informar no dia dos jogos de onde vai sair, a que horas, o caminho que vai fazer.
    Em que outro lugar do mundo isso existe? até então as torcidas já faziam 50% do trabalho das autoridades, obtendo perfil, cadastrando , repassando dados e mapeando rotas.
    Tudo isso a troco de nada … como foi dito acima.
    Agora, os oportunistas decidiram punir as torcidas em caso de incidentes que envolvam possíveis membros, socios, e até mesmo frequentadores das mesmas, É ABSURDO.
    A violência é um problema social, existe em todos os lugares onde pessoas convivam, seja diariamente, eventualmente, basta ligar a tv as 18:00 pra perceber que vivemos em um pais violento, o futebol apenas está inserido nesse contexto …
    O QUE AS TORCIDAS DEVEM FAZER AGORA, COMPRAR VIATURAS E SAIR PATRULHANDO A CIDADE? DEVO DIRECIONAR OS IMPOSTOS QUE PAGO A UMA DESSAS TORCIDAS?
    Punições devem ser individuais, dentro do que determina a lei.
    Se um advogado faz algo errado a AOB não é responsabilizada.
    Se um engenheiro faz algo errado, o CREA não responde pelos atos.
    Se um catolico faz algo errado, a igreja não responde pelos atos.
    AQUI EM SP TA CHEIO DE OPORTUNISTA, UM MONTE DE BABACA que prefere o discurso para os meios de comunicação ao raciocínio em busca de soluções eficazes contra os problemas nos estadios.
    O novo (estranho ter uma nova versão de algo que na pratica nunca existiu) estatuto foi feito apenas com o intuito de punir as torcidas organizadas, essa virou a OBSESSÃO das autoridades.
    DANE-SE como os torcedores são tratados, DANE-SE as condições precárias que encontram, o despreparo dos envolvidos.
    Já fui a varios jogos depois que o “novo estatuto” entrou em vigor e no que diz respeito ao tratamento dado ao torcedor, ABSOLUTAMENTE NADA MUDOU.
    CAMBISTAS CONTINUAM AGINDO LIVREMENTE NA CARA DOS POLICIAIS …. ASSIM COMO OS FLANELINHAS, COMO OS VENDEDORES AMBULANTES …..
    OS ESTADIOS CONTINUAM RUINS, O ATENDIMENTO É PÉSSIMO NA VENDA DE INGRESSOS, NAS FILAS PARA ACESSO AS CATRACAS ….
    MAS AS BANDEIRAS CONTINUAM PROIBIDAS, FAIXAS, INSTRUMENTOS ….
    OBJETIVAMENTE, VEJO A COISA DA SEGUINTE FORMA:
    TEORICAMENTE, O DINHEIRO DAS RENDAS DOS JOGOS NÃO VAI PARA A MÃO DOS POLITICOS, NEM PARA AS AUTORIDADES, VAI PARA OS CLUBES.
    LOGO, PARA OS POLITICOS, PARA AS AUTORIDADES, PARA A POLICIA, TANTO FAZ SE O TORCEDOR VAI NO ESTADIO (o comportamento da policia deixa claro esse pensamento) NA VERDADE PARA ELES SERIA ATÉ MELHOR QUE NINGUÊM FOSSE, MENOS TRABALHO, MENOS RECURSOS GASTOS, SOBRA PARA OUTRAS COISAS… (que coisas?)
    A diferença entre o que a FIFA exige e o que existe no Brasil deve ser em torno de 800%.
    Por isso ter uma copa do mundo no Brasil ainda me deixa surpreso.
    Para fazer uma copa mediocre, o brasil precisa melhorar 300% em 3 anos …
    mesmo com toda a farra de dinheiro que vai existir, acho pouco provável que isso aconteça.
    Acredito até na possibilidade de não haver copa no Brasil, caso a fifa não faça vista grossa para o não cumprimento de algumas exigências.

  • Willian Saragoça

    ONDE EU ASSINO?

  • Molinário,fala sério… deixa de ser bairrista,pois o tema não trata de Rio ou São Paulo como sendo “A” ou”B” o melhor.Tudo é Brasil e o que vem acontecendo ao futebol de um modo geral e o absurdo que a maioria de torcedores que querem apenas se divertir e assistir as partidas,estão sendo obrigados a assistir a jôgos sem a beleza de bandeiras e etc., por conta de uma minoria de animais que se julgam donos do espetáculo e causam confusões,brigas e todo tipo de barbárie.Molinário,cuidado com este tipo de pensamento,pois assim nasce uma atitude beligerante,que é o que menos se deseja. Boa sorte.

  • Everaldo

    Exatamente isso. Quero assinar tambem.

  • Jefferson

    concordo tb….
    em numero, gênero e grau….
    porem….
    porque quando todo mundo fala do publico do maracanã, fala de todos os presentes?
    e quando é do Pacaembu, só falam dos pagantes?
    Tudo bem que a diferença não iria diminuir em nada, porem 3 mil a mais em cada jogo são quase 60mil no final do campeonato..
    porque “somente” 66 mil pessoas pagaram no Maracanã?

  • Samir SPFC

    Onde eu assino???

    Obrigado Tironi por ser um dos poucos jornalistas a comentar sobre este assunto, é incrivel que quase nimguem fala sobre isso, um dos poucos que falam sobre este assuntos é vc eo Mauro Cesar da ESPN, por favor, nao pare de falar sobre o fim das bandeiras em SP, vou ao estadios desde d 89 tinha 6 anos, sei como é diferente, mi apaixonei a ir p o campo quando fui ao Morumbi e vi num classico Santos e Corinhthias aqle mar d bandeiras, detalhe sou tricolor paulista, mas adoro o futebol, e sempre fui em varios jogos. Pena que a mulecada hj em dia deve ir para o estadios e nao querer voltar mais, pq esta cada vez mais pobre a festa.

  • junior

    Porque nao fala o que a maquina CBF vem fazendo com nosso futebol…
    comprando dirigentes a troco de votos….
    é triste isso!

  • andre

    Eles nao vendem uma cervejinha dentro do estadio, nao pode fazer festa nas arquibancadas… Hj em dia ir pro estadio no estadio de sp é apenas por um motivo , O TIME… antigamente lembro que vc ia para ver a festa da torcida, tomar uma cevrejinha gelada naquele sol …. é uma pena…!

    tem coisas nesse brasil que eu nao entendo…!E pm continua bem “educada”, nos tratam como bandidos… acham que todos torcedores sao bandidos, usuarios de drogas e etc…! Quem precisa mudar é a Pm, para depois pedir que os torcedores mudem seus habitos! O exemplo vem de cima…

  • junior

    ta louco corintiano com pau na mão é pedir pra ser agredido….
    as torcidas tem que se adptar a lei e nao a lei se adaptar as torcidas
    Tironi seu comentario foi irresponsavel.
    ponto

  • Viny Azevedo

    Mas lembrem-se que o ingresso foi grátis no jogo do Rio… só assim para eles encherem estádio.

  • Fernando Bianchi

    É verdade, é muito bacana ver as torcidas em outros estados, pois aqui em Sampa ta muito sem graça.

  • junior

    meu deus q post ridiculo!!o senhor pudia ter pensado em algo melhor nao acha?
    RIDCULO MSM

  • Glaucio

    Onde eu assino??

  • quem dar show nas arquibancadas do brasil eh a mancha verde cara onde vai faz festa !!!!!!!!1

  • mozart sabóia de araújo

    concordo plenamente que devem ser liberados os mastros, afinal eu sou do tempo em que isso era possível, mas também não existia a violência que existe hoje, ela é que deve ser combatida e não é proibição dos mastros que vai resolver. a violência está na sociedade, se proibirem os baderneiros de irem ao estádio, com certeza eles irão a outro lugar para despejar a sua raiva, então a violência no futebol tem que ser reprimida como se ela fosse em qualquer lugar , ou seja, cadeia neles, e o que poderia ajudar em muito, sem acabar com as organizadas, já que são elas que fazem o maior espetáculo das arquibancadas, seria o seguinte: O governo deveria impor quem seria o presidente das torcidas organizadas, e este (que poderia ser até um policial) seria responsável pela exclusão dos violentos.

  • Ricardo Andreoli

    Realmente a festa no Rio é mais bonita, agora alem de não poder entrar com pandeiras, não pode fogos de artificio e nem os sinalizadores… e se pensar a torcida do botafogo que foi com 35 mil ao engenhão, nem parecia, a torcida deles só comemora os lance, mas pouco empurra o timne… bem diferente da FIEL… nação corinthiana! eh nois

  • fernando

    Parabens, concordo plenamente com voce. Sou do tempo em que as bandeiras eram permitidas e o espetaculo era muito mais bonito. Porque nos outros Estados pode e aqui não ?

  • alan

    É TRISTE MAS EM SÃO PAULO CAMINHAMOS PARA O FIM DOS ESPETÁCULOS, E SIM PARA O FORTALECIMENTO DE UM LADO ATÉ HOJE POUCO EXPLORADO NO FUTEBOL, O PROFISSIONAL, NESTE PAÍS ONDE A PAIXÃO PREVALECE, NOS ENCANTAMOS COM A VOLTA DE CONSAGRADOS JOGADORES COMO, RONALDO, ROBINHO, VALDIVIA ENTRE OUTROS, ISSO DEIXA UM POUCO DE LADO ESSA ENORME PAIXÃO, PARA TRATAREM O FUTEBOL UN ICAMENTE COM OLHOS EM LUCROS, POR FAVOR DIRIGENTES DA FPF E SECRETARIA DE SEGURANÇA, LIBEREM O ESPETACULO

  • MOLINARIO

    Na minha opnião vc esta equivocado Tironi
    Não se pode comparar o Maracanã com o Pacaembu
    O Maraca tem capacidade para 80.000 torcedores
    O Pacaembu tem capacidade para 35.000 torcedores
    O preço dos ingressos também são bem diferentes
    Enquanto no Rio se paga R$15,00 em São Paulo se paga R$30,00 reias para ficar na geral
    Mas eu gostaria que vc com toda sua inteligência, ao final do Campeonato Brasileiro postasse aqui no seu blog qual time levou mais torcida para os estádios.

  • Na vila belmiro nem as faixas puderam entrar !! q tristeza !!

  • Djalma Leão

    Apesar de ser palmeirense, concordo com o que vc diz, pois, temos que nos unir, não importa onde seja, se em São Paulo ou Belém, mas o futebol é uma festa popular, a maior de todas, pois entra em cena todos os dia praticamente, se colocarmos os jogos da Série A, B, Copa Sul-americana, Campeonatos de acesso, etc, isso só no segundo semestre, veremos todos os dias estes espetáculos.
    A ditadura acabou, acabem com os o foco, se existem torcedores que iniciam estas brigas, os proíbam de entrar nos estádios, mas não acabem com a beleza desta festa.

  • Natalio

    Isso é uma verdade absoluta, a PM infelizmente por força de lei, impede qualquer ato de alegria nos estádios, ja fui obrigado a tirar um boné, e jogar uma bandeira fora, pois nem isso eles deixam entrar nos estádios

  • RAFAEL SOARES

    Falou tudo !!!

    aqui em sampa as torcidas não podem nada !!! Diferente do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Parana, Rio Grande od Sul… que fazem festa lindas e podem levar bandeiras com mastro papel picado, sinalizadores … aqui táh muito CHATOOO … outro exemplo é assistir um jogo do campeonato argentino … (que tambem tem uma enorme diferença no valor do ingresso) .

    VAMOS FAZER UMA CAMPANHA PELA ALEGRIA NOS ESTADIOS DE SAMPA …

    ABRAÇO

  • Marcio

    Tironi, bom dia!

    Excelente comentário…Também acho ridículo isto!

    Acho que as pessoas que administram e o estado de São Paulo nunca ouviram falar em “causa x efeito e por este motivo impedem o torcedor de tornar jogos importantes em uma linda festa, vou além do jeito que vai, logo… logo… será obrigatório o uso de roupas mais formais (terno e gravata) para poder entrar em um estádio de futebol Paulista!

    Abraço Forte.

    Marcio Felicio

  • Marcelo

    Parabéns pelas palavras !!! Tiraram o brilho do nosso futebol…

    Aliás, a diretoria arrogante do Jardim Leonor tirou o brilho dos clássicos, que acontecia no antigo Morumbi, hoje mais conhecido como “deserto”, ou “elefante branco”…

  • Eder Lizier

    Boa Tironi.

    Já está na hora de deixarmos de ser refém da bandidagem, nunca vi o rabo balançar o cachorro . . . essas leis são ridiculas mesmo !!

    Abços

  • Gustavo vasquez

    Amigo Olha a festa que o palmeiras fez quinta-feira.

    Vc tem duvida da torcida do palmeiras.

    Manda os time do rio compra estadio depois vem falar com Nós;

  • Fabiano

    É isso ai……..

    Deixem-nos torcer!!!

    Tem que acabar com essa lei.. e criar uma grande punição aos que incitarem as brigas e brigarem..

    Fim aos arruaceiros… somos todos iguais!!! mas cada qual com seu clube!!!!

    Vamos torcer com respeito e encher os estádios!!!

  • Paulo Junior

    Bom dia! Não creio que as torcidas do Rio de Janeiro sejam melhores que as de São Paulo. Eu sou corinthiano roxo, e o simples fatos de ver a fiel nação corinthiana já me arrepia. Infelizmente aqui em São Paulo não podemos ter bandeirões com mastros, o que com certeza deixaria a festa muito mais bonita. Mas, mesmo com essa proibição, a torcida do corinthians merece nota 10 em todos os quesitos. É óbvio que comparar a capacidade do maracanã com a do pacaembu é uma covardia, mas 28 mil torcedores dentro do pacaembu é um caldeirão. Infelizmente é o que cabe. Se jogarmos em um estádio com capacidade para 50, 60 mil torcedores, iriamos lotar de qualquer forma. Não precisamos ir muito longe para provar o que eu digo. Quando mandávamos nossos jogos no morumbi, era certeza de casa cheia, coisa que os donos da casa só conseguem á partir das quartas de final de uma libertadores. Enfim, no Rio de Janeiro é “menos proibido” torcer, porém aqui em São Paulo todas as torcidas também estão de parabéns.

  • SIQUEIRA

    Realmente, você falou com propriedade, ou seja, Leis Ridículas, entretanto, tais “leis” devem-se em especial aos membros do Ministério Público, quem gostam de se aparecer e depois se candidatam a cargos público, a Polícia Militar que embora não tenha competência para editar normas, dar seus pitacos, a Federação Paulista medrosa e deve-se se destacar a inoperância dos dirigentes que aceitam tais restrições e nada fazem para evitar tais “LEIS RIDÍCULAS” e assim ter uma FESTA IGUAL OU ATÉ MELHOR QUE A DO RIO.

  • polaco

    Estão colhendo oque plantaram, voce não acha?

  • Caro Eduardo,
    Em 1978 fui assistir ainda menino ao meu primeiro jogo do Palmeiras, neste mesmo Pacaembú num domingo às 11:00 da manhã ! O terrivel Ataliba era a ameaça juventina ao nosso palestra. Logo na entrada, torcedores da T.U.P. iam calmamente buscar os mastros de suas bandeiras , que já ficavam , sem pagar aluguel, em armários já preparados no estádio para este fim, umas portinholas debaixo da arquibancada, com códigos que seguramente as torcidas do Corinthians, Santos e talvez até do São Paulo, que tinha estádio próprio conheciam.
    Jorge Mendonça , Ney, Edu e Pedrinho nocautearam o Moleque Travesso por 4×0 e a recordação mais tenra que tenho da festa do futebol é o tremular das gigantes bandeiras, me despenteando o cabelo!
    Mas isto, caro amigo foi há 32 anos atras.
    Lamentavelmente , depois daquela briga na final da Taça São Paulo de juniores, que palmeirenses e sao-paulinos travaram uma batalha campal, com invasão de campo e vitima fatal , o futebol mostoru seu grande poder de destruição, ao concentrar jovens adrenados, fardados, com “sangue-nos-olhos” e que são capazes de tornar uma lata de cerveja em arma branca !
    Por isso, nada de bandeira, nada de rojão, não tem mais carnaval aqui em SP.
    Sinceramente , se tiver que optar entre a festa grandiosa das arquibancadas, com risco de se converter em guerra dependendo do resultado do jogo ou de um espatáculo morno, sem brilho, mas com todos saindo vivos do estádio, fico coma segunda opção. Parabéns aos cariocas, pela alegria inata que até nos inveja, mas aqui em Sampa o bicho pega, acho que a vida estressante , o trânsito , a poluição e a falta de praia são grandes estimulantes da violência.
    abraços,
    Silvio Alemão

  • Alberto

    Os 28 mil do timão vence em tudo os 80 mil do maracanã. Se não em bandeiras com mastro, sim em gritos e demonstrações de afeto, carinho, amor ao clube. Não, não existe outra torcida que não para de contar, sim, somos nós. Bandeiras servem de complemento, mais o que nos difere é a rouquidão ao sair do pacaba.

  • JOSÉ AFFONSO – Manaus-AM

    Tironi, eu até concordo com vc, quando diz q tem q acabar com certas leis ridículas em SP, mas dizer q se viu uma festa opaca no Pacaembu é uma afronta.. mesmo sem bandeira, e sei la mais o q.. a Fiel deu show como sempre.. com tudo o q eh possível fazer.. com faixas entre os torcedores, cantos de incentivo, etc.. E com todo respeito as torcidas de Vasco e Flu, nenhuma delas tem a força da Fiel Torcida!!! Não é por que uma torcida faz mosaicos e etc.. q seja mais animada ou mais forte q outra!

  • Fabio de Castro

    Finalmente algum jornalista falou disso!! Em SP proíbe-se a festa e libera-se a violência.
    Nunca, jamais se ouviu falar de uma agressão com mastro de bandeira. Para acabar com a violência tem que se combater é a impunidade, não a festa!!
    Valeu, Tironi!

  • Brunão Brasília

    CORRETÍSSIMO, PARABÉNS!

  • BRUNO

    Concordo plenamente com voçê,sou paulistano e fui no rio assistir a corinthians e fluminense , as bandeiras dao um ar de alegria tremenda,nos somos uma das torcidas mais apaixonante do mundo , mas em sampa ta faltando volta essa alegria…

    FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL NOTA ZERO…

  • JOSÉ AFFONSO – Manaus-AM

    Tironi, eu até concordo com vc, qunado dizem q tem q acabar com certas leis ridículas em SP, mas dizer q se viu uma festa opaca no Pacaembu é uma afronta.. mesmo sem bandeira, e sei la mais o q.. a Fiel deu show como sempre.. com tudo o q eh possível fazer.. com faixas entre os torcedores, cantos de incentivo, etc.. E com todo respeito as torcidas de Vasco e Flu, nenhuma delas tem a força da Fiel Torcida!!!

  • George

    Infelizmente, há uma cultura no Brasil (e principalmente em SP), de se punir a consequência e não a causa. Acontece que aqui em SP, há muitas pessoas que gostam de aparecer em cima dessas situações. Eu, por exemplo, um torcedor normal, não entro no estádio sem passar por uma rigorosa revista policial, “levanta a blusa”, apalpa aqui e ali, abre a pochete, tira o boné, abre o casaco. De outro lado, no setor de “organizadas”, simplesmente se passa e entra. Dentro do estádio, uma “festa” de drogas (a grande maioria em poder dos organizados que, em tese, têm uma “severa” fiscalização: são cadastrados, entram em portão específicio, blá blá blá). Mas na televisão, vê-se, geralmente, o chefe do policiamento (saudade da época do Major Rezende nos estádios), dizendo que está tudo uma maravilha, promotores públicos aos montes prometendo a paz e o fim das organizadas (um deles foi ou é presidente da Assembléia Legislativa e as organizadas continuam aí, firmes e fortes). Mas eu, torcedor comum, não posso levar ao estádio, sequer a bandeira do lance! Certa vez, eu vi um policial impedindo um rapaz de entrar no estádio com um jornal, dizendo que ele poderia colocar fogo e causa incêndio… Infelizmente, em SP estádio virou jeito de as pessoas conseguirem cargos na FPF, no Poder Público… e sempre com essas baboseiras… aos amigos (organizadas) o favor, aos inimigos (torcedor comum) mais do que a lei.

  • Rodrigo

    Até que enfim você falou algo interessante!

MaisRecentes

‘Isso aqui é Flamengo’



Continue Lendo

Treinador x Jogador



Continue Lendo

Pressão represada



Continue Lendo