Espanha resgata um futebol dado como morto



“Somos os melhores do planeta jogando futebol.” Foi esta frase que encerrou a transmissão em tempo real da final da Copa do Mundo no site do diário espanhol “Marca”.

Parece um tanto óbvio após uma conquista tão importante.

Mas o torcedor ao redor do mundo e particularmente o brasileiro vem sendo torpedeado há tantos anos pela falsa teoria de que o futebol vistoso não conquista títulos, que a frase deve ser lembrada todosos dias nos próximos quatro anos.

Sempre ressaltando a parte “jogando futebol”.

A final na África do Sul mostrou um time que buscou o jogo, tocou a bola, contra outro que se fechou com maestria, abusou da violência o quanto pode (contando com a colaboração do árbitro) e tentou achar seu gol na base do contra-ataque.

Quase conseguiu.

A beleza no futebol pode ser enxergada sob vários ângulos. Vitórias da estratégia também podem ser lindas, que o diga a Internazionale de José Mourinho.

Mas a Espanha campeã é uma demonstração de que ainda é possível ganhar também de outra maneira, brilhando.  Basta ter talento, organizaçãoe coragem para fazer isso.

A Espanha campeã é uma chama ainda viva de uma maneira de jogar que parte do mundo havia decretado a morte após três duros golpes: as derrotas da Holanda em 74 e 78 e do Brasil em 82.

Na filosofia estes times castigados pela história eram semelhantes: jogavam e encantavam. Que o exemplo da Espanha seja absorvido por quem vai comandar a Seleção Brasileira.

Antes que a gente perca também o título de seleção que joga o futebol bonito.



  • Paulo Roberto da conceicao oliveira

    A selecao da Espanha bem verdade ‘e a atual campea do mundo, porem ser o melhor futebol do mundo, ai ja ‘e dizer demais. Inclusive nao sei quem poderiamos apontar como o melhor futebol do mundo na atualidade, mesmo porque nao acredito que uma competicao tao rapida (apenas 7 partidas) tem poder para apresentar a equipe campea como a detentora do melhor futebol do mundo. Seria interessante, mesmo sendo praticamente impossivel, uma copa do mundo de pontos corridos, onde ai sim poderiamos dizer que a equipe campea tem o melhor futebol do Globo. Justifico minha linha de raciocinio, no fato de que no mata-mata muitas vezes cai uma equipe que justamente naquele dia nao estava bem, ou mesmo cometeu um erro crucial durante a partida. Nao somos maquinas, e sendo assim estamos sujeitos a falhas momentaneas e dentro dessa realidade, uma falha em um determinado momento pode ser fatal. A Espanha venceu todas as partidas do mata-mata pelo placar minimo, e nao sei se dessa forma temos parametros para citar o futebol espanhol como uma referencia no momento. Sim, a equipe espanhola tem uma equipe organizada, porem ai que entra meu questionamento. Organizada para que? para fazer um gol, e depois se segurar la atras com unhas e dentes. ‘E a cultura do futebol de resultados, ou seja quem quizer ver show que va a um concerto de rock, jazz, reegae, rap, entre outros. Pela primeira vez gostei da Alemanha, pois pela primeira vez buscaram jogar futebol, e nao ficaram escondidos como de costume, tipo os 10 atras e ainda recua-se o goleiro. Porem contra a espanha, nao estavam em um bom dia, mais uma razao para quem tem bom senso nao acreditar que uma competicao tao rapida seja o modelo ideal para apresentar o que de bom existe no futebol. A Argentina estava embalada, porque tinha enfrentado somente ” cavalo sem dente e cego”, quando pegou uma equipe de verdade (alemanha), rapido e ligeiro, retornaram para buenos Aires. O Brasil ou melhor “a selecao dos ‘trutas’ do dunga”, ate que chegou longe nessa copa, Foi ao meu entender depois daquele time fantoche do Sebastiao Lazaroni, a PIOR SELECAO que vi representar o Brasil em uma copa do mundo. Porem parabenizo a selecao Espanhola por ter tido organizacao e “sorte”, e com isso conquistado a copa. Melhor equipe do planeta? Nao, e no fundo, no fundo os Espanhois sabem disso muito bem.

  • SERJAO

    MEUUUU…ESPANHA JOGOU FUTEBOL BONITO ?!?!?!?!? PQP, DEVO TER VISTO OUTRA COPA DO MUNDO…TIME FEIO, MUITO AQUEM DO POTENCIAL Q POSSUI, O VILLA DAVA SONO ATEH QNDO FAZIA GOLS, JOGOS CHATOS, IRRITANTES, EU TINHA ENORME EXPECTATIVA DE VER A ESPANHA NA COPA E NÃO TEVE UM JOGO SEQUER Q CONSEGUI TORCER POR ELES, DE TAO CHATO Q ERA SEU FUTEBOL…ÚNICO TIME Q NÃO ME DEU SONO FOI A ALEMANHA, FUTEBOL RÁPIDO E DIRETO, NÃO ME CONFOMO PELO CAGAÇO COM Q OS ALEMAES ENFRENTARAM A ESPANHA, AMARELARAM TOTAL. E MENÇÃO HONROSA AO URUGUAI PELA DETERMINAÇÃO E POR SUPERAREM E MUITO AS EXPECTATIVAS RELACIONADAS AO SEU FUTEBOL.

    MELHOR VC PARAR DE ESCREVER OU ESTUDAR MAIS FUTEBOL…VC TEM PÉSSIMO “GOSTO”.

  • Rafael

    Se a copa do mundo fosse de vôlei, então:

    – A Espanha ficaria tocando passes precisos esperando o bloqueio do adversário abrir uma brecha, ou achando o melhor momento de fazer uma finta num ataque de meio de rede;

    – O Brasil ficaria dificultando o ataque adversário, esperando uma cortada fraca para fazer ponto o contra-ataque;

    – A Alemanha também, mas aproveitaria melhor os contra-ataques;

    – A Argentina sairia atacando com cinco dos seis jogadores, sem se preocupar com a defesa;

    – A Itália iria se defender firmemente, mas com uma equipe sem pernas pela idade para correr e fazer pontos;

    – A França iria tentar resolver tudo trocando as mãos pelos pés (esta não resisti);

    – A Holanda iria ficar dando pontapés por debaixo da rede para desestabilizar o adversário, insinuar que estava sendo ela chutada por debaixo da rede, e forçar jogadas pela direita com seu atacante canhoto, que sempre finge que vai atacar na ponta mas vai pro meio – e, sempre que possível, atrasa para o líbero recomeçar a partida

    Resumo: Jogo 1 x 0, 2 x 1, teriam que inventar pênaltis para desempatar. Que jogo de vôlei chato!!!

    A Espanha ganhar dá um alento aos comentaristas que não idolatram o “futebol arte”. O futebol arte do Barcelona (com Ronaldinho no auge) perdeu para o Internacional do Gabiru (sou colorado, mas, pense, o Barcelona perder com um gol do Gabiru? Sabem onde anda? Nunca mais fez nada na vida!) e da retranca da Internazionale (acho que há algo com o nome que o Barcelona não consegue engolir… hehehe).

    Mas a lógica não bate. Se comparar com Vôlei, Futebol de Salão, Basquete, todos evoluem, em todos a regra valoriza A META, menos o futebol.

    Vejam: no vôlei existia a vantagem, era preciso ter duas “vantagens seguidas” para ter um ponto. Como quem recebe tem a prerrogativa do ataque, jogos entre grandes equipes eram massacrantes e chatas. O que fizeram? Caiu no chão, é ponto. Todos, digo TODOS fundamentos no vôlei são importantes, pois TODOS decidem. Saque, ataque, defesa, bloqueio, TUDO GERA VITÓRIA. Ser um líbero no vôlei é uma GRANDE responsabilidade, e isto é VISÍVEL, isto decide! E a coletividade decide ainda mais, por trás de tudo, a estratégica, um grande técnico.

    Ou você ataca, ou perde.

    No basquete, passou do meio da quadra, 18 segundos (acho que é isso) para ARREMESSAR. Defender é primordial, pois cada ponto não feito pelo adversário é oportunidade de abrir vantagem ou recuperar desvantagem. Não pode recuar.

    Agora malham a Holanda, mas foi elogiada contra o Brasil. Gente, me parece que recuaram umas 15 vezes para o goleiro no PRIMEIRO TEMPO. Só foram malhar a Holanda quando perdeu para a Espanha. E iam malhar a Espanha se perdesse, pois amarelou (e amarelou, pois errar gol em decisão é coisa de quem não sabe conviver AINDA com esta pressão, o mesmo fez a Holanda).

    Eu assisti e sofri com a seleção em 1982 (com 10 anos, me lembro até a disposição dos móveis na sala onde assistia com a família). Mas o que mais se falava na época é: Telê, põe ponta (direita, que não tinha). O Jô Soares tinha um personagem só falando isto. Reclamaram da escalação, de não ter sido levado o Leão, o Reinaldo, e de ter vários no banco que não mereceriam estar lá. Aliás, Telê foi IMENSAMENTE malhado em 1986, pelos mesmos que hoje idolatram a seleção de 1982. Passamos pela Rússia com um golaço, mas a Rússia foi roubada em penaltis não marcados.

    Felipão é idolatrado porque GANHOU, senão, teríamos “família Scolari” com o mesmo peso da “Era Dunga”.

    A diferença entre burrice e coragem se define entre a propriedade do caneco ou não.

    As regras do futebol precisam evoluir. Para que um time como o da Espanha seja imbatível – se realmente for. Pois teve dificuldades para ganhar de Portugal – um time infelizmente que não se achou, mas tinha uma boa defesa -, quase ficou nas quartas de final, e agradeçam o atentado contra o Cabañas, que muito já foi carrasco de times do Brasil e fez falta na equipe Paraguai que fez uma grande campanha nas eliminatórias.

    O objetivo do futebol é o GOL, e quando já existem comentaristas especialistas em ARBITRAGEM, é sinal que o objetivo do futebol foi posto em segundo plano.

    Zero a Zero deveria punir as duas equipes. Num futebol utópico, para mim, em pontos corridos, zero a zero deveria dar -1 ponto para as equipes. Empate com gols, disputa de penaltis, quem ganhar um ponto, o outro zero. Vitória, 3. Ainda daria ponto extra para a equipe que fez mais gols na rodada.

    É triste quando um time sai para jogar na casa do adversário considerando o empate um bom resultado. É absurdo até. Futebol não é xadrez. 1 x 0 é resultado de jogo de xadrez. Futebol é jogo de damas. Estratégia para atacar, sedimentar a defesa para atacar.

    Confesso que depois desta copa pendurei minhas chuteiras de torcedor. Um jogo em que ainda se valoriza a “malícia”, em que reclamamos da arbitragem quando nos arde nos olhos mas tapamos os olhos quando nos favorece (Tiago Leifert disse sobre o gol do Luís Fabiano: três chapéus anula duas mãos), onde o melhor não vence porque as regras são permissivas à catimba, onde “segurar o jogo” é estratégia…

    Me desculpem, mas qualquer jogo de vôlei ou de basquete é imensamente mais interessante do que a melhor partida de futebol.

    []’s

    Rafael

  • Robson Strauss

    Futebol bonito, a Espanha??? hehehe
    E Dunga tinha razão sobre a forma de jogar hoje em dia… Vejam esta final.. a forma tática (e violenta) como jogaram.
    Campeões mundiais, Espanha, uma equipe que perdeu um jogo (1×0), em duas das 7 partidas marcou 2 gols (2×0 contra Honduras e 2×1 contra Chile, neste último me parece que o resultado mais ajustado à realidade seria 1×1, jogando Chile com 10 homens a maior parte do tempo). Os outros 4 jogos, os ganhou por 1×0, incluindo o jogo que poderia facilmente haver perdido contra o Paraguay..
    Ou seja, 7 jogos, 1 derrota e 6 vitórias, com 8 gols A FAVOR (1,1/partida) e 2 CONTRA. SALDO de gols = SEIS (06) (=0,85/partida). Pouco menos que ridículo.
    E é esta seleção que tanto vangloriam muitos repórteres como jogo bonito e ofensivo, ou é que só queriam criticar destrutivamente ao Dunga??
    Dunga pode ser seco, haver sido destemperado (muito provocado, e punha a cara por toda a CBF), mas, foi um dos técnicos mais COMPETENTES que já teve o Brasil. Basta ver o percentual de aproveitamento de pontos, o número de vitórias x empates x derrotas, o número de torneios vencidos, incuindo as eliminatórias, e a performance do Brasil frente a Costa do Marfim, Chile e grande parte do jogo contra Holanda, até que F.Melo e M.Bastos mostrassem do que são capazes. Contra Portugal, foi um jogo de compadres, e Coreia Do Norte, primeiro jogo de uma equipe surpreendentemente férrea na defesa (pelo menos contra Brasil, só defendeu).
    Bom, Dunga, em competencia só empata com Felipão (também muito atacado até ser campeão), e perde para João Saldanha (deste vocês não sabem quase nada) e para o saudoso Telê Santana, mas êstes 2 últimos são parte de outras eras do futebol mundial., como o sr. Neto (o que usa brincos) diz no artigo publicado no Blog de 03/julho/2010 às 13.13h: “…Só que nos tempos modernos é cada vez mais difícil o fenômenos do jogador-que-ganha-sozinho…”
    Aliás, há outras passagens dêle que demonstram que está de acordo com o Dunga:
    – 03/julho/2010 às 13.13h: “…A Alemanha também tem individualidades fantásticas, tais como os monstros S, Özil e Müller, mas tem a carta fatal: um time, com toda a conotação de harmonia…” (E Kaká (Kaká não é mais aquele??), Robinho, Luiz Fabiano, Elano, Ramirez…??)
    – 05.jul.2010 às 21:18h: “…Mesmo quando a Alemanha vai mal, esse mal pode ser relativizado. Seria um resultado tão ruim assim cair nas quartas, quando aconteceu com os teutônicos em 94 e 98? Para seu padrões talvez, mas vexame não é uma palavra que combine…” (E porque para o Brasil é um resultado tão ruim, quando caiu em quartas contra “monstros” como França e Holanda??)
    – 10.jul.2010 às 18:31h: “…Para os alemães, alenta também a regularidade…” (Brasil não é o campeão da Copa América, Copa das Confederações, Eliminatórias 2010, tendo ganhado desde 2006 cerca de 77% dos pontos disputados, apenas 6 derrotas (incluída a contra Holanda, sendo esta a única derrota realmente importante) em 60 partidas (10%), muitìssimos gols a favor (por exemplo, contra a Argentina um empate 0x0 e o demais viltórias por 3 gols sempre)…
    – 02.jul.2010 às 14:32h: “…A Holanda atual é um time pragmático, cujo futebol não enche os olhos mas rende frutos no placar…” (hehehe)
    E, por aí se vai, podendo tirar muitos outros comentários do Blog.
    Para mim, os melhores comentários foram os de Santiago Nakayama dia 2 de julho de 2010 às 18:21 e Prof. Serginho dia 5 de julho de 2010 às 15:08, que demonstram saber muito mais de futebol que a maioria dos jornalistas.. talvez deveriam ser contratados…
    A Espanha, defende muito, ainda que não queiram ver ou admitir. Têm a espinha dorsal do Barcelona, mas os toques são laterais a maioria do tempo.
    Muito melhor que êles é o jovem e inexperiente time da Alemanha, terminado à última hora pelas lesões. Êstes sim, os alemães, tocam vertical e rapidamente.
    CAMPEÕES MUNDIAIS, O TIME DOS 1 x 0 e 0 x 1, e chamam a isto de jogo ofensivo e bonito.. se fosse piada, não causaria tantos risos… parece que a FIFA queria Espanha campeã, e Espanha foi campeã.

  • Marcelo Coelho

    Esse time da Espanha é o pior campeão de todos os tempos.
    É o melhor time do mundo atualmente mas está muito longe de apresentar um futebol que me agrade.
    Marcou 8 gols em 660 minutos, um gol a cada uma 1h 22min.
    É pior que o Brasil de 94, que fez mais gols, melhor campanha e ainda tinha Romário, gênio da raça.
    E muito pior que o Brasil de 2002 que ganhou as 7 seguidas.
    Parabéns Espanha, legítima campeã, mas se isso é futebol-arte o futebol acabou!

  • hermes herman

    Gostaria de fazer aqui uma pequena correção histórica, pretenciosamente na minha opinião.
    Hungria 54, Brasil 70, Holanda e Alemanha 74, Brasil 82, todos ok, aliás muito ok, agora a Holanda de 78 não foi sombra da equipe de 74, seu técinico era outro, seu craque maior e regente não estava em campo e o time jogava de maneira convencional, nada de carrocel, era um time envelhecido e comum. A copa de 78 além de manchada, foi uma das piores tecnicamente.
    Não sou pacheco, longe disso, mas se o Brasil ganhasse da maneira, time, placares e rivais que a Espanha ganhou, tenho certeza que a história e comentários gerais seriam outros.
    Mais ainda bem que não foi assim, pois seria um revés para o futebol, como o de 94!

  • Daniel

    O time da Espanha lembrou o de Parreira de 94, que também tocava, tocava a bola e dificilmente era pressionado. Somente no jogo contra a Holanda levou pressão, depois de abrir 2 a 0. Cedeu o empate, mas conseguiram o gol da vitória. De resto, o Brasil dominou todos. O problema era a falta de criatividade compensada por um dupla de atacante infernal. Acabou que foi mais “criativo” do que este futebol bonito da Espanha. Para mim, este futebol da Espanha seria feio até para o Parreira. Mas beleza, os tempos são outros, estou ficando velho e certas “tendencias” do “futibou muderno” não entram na minha cuca.

  • Joselito Jol Ferreira

    Acho que existe mutreta na FIFA, como pode o Kaká, um jogador que dificilmente faz uma falta durante as partidas, pelo contrário: sofre é faltas a bessa e algumas não marcadas, foi claramente perseguido nessa copa, senão vejamos: recebeu 2 cartões amarelos por faltinhas(se olharmos as fatas feitas pelos holandeses desde o primeiro jogo deles,que abusavam de segurar os jogadores dos times adversários quando a Holanda recebia um contra-ataque, e os árbitros na maioria das vezes nem falta dava. Ontem o primeiro tempo do jogo final da copa, se houvesse honestidade do juíz, no mínimo 3 jogadores holandeses seriam expulsos de campo, e um deveria sair preso, aquele que covardemente levantou o pé no peito do jogador espanhol preopositalmente, quando poderia ter acontecido até um homícidio ali, e o juíz se acovardou dando somente um cartão amarelo. Quanto ao nosso Kaká, que estava parado em campo,o jogador da Costa do Marfim, como tivesse combinado com o árbitro e a FIFA(existiu sim a combinação),veio na direção do nosso jogador,se atirando contra ele, e Kaká num gesto que qualquer ser humano faria, se protegeu com o braço, foi expulso de campo, e o pior que carcterizou essa MUTRETA, já que o jogador da Costa do Marfim representou tão mau, colocou a mão no rosto,rsrsrsrs, hó! teatrinho mal feito, mas: a desonestidade da FIFA imperou. Pra terminar: quero saber agora aonde 90% da Africa do Sul que não tem transporte público, hospitais e escolas, vão enfiar aqueles elefante brancos que enfeitaram seu país durante 1 mês(OS ESTÁDIOS)…coitado nosso Brasil, podia bem devolver essa copa de 2014 pra FIFA, já que o PAM nada trouxe de bom para o Rio e Brasil.

  • MArtins

    Como um time que faz seis gols em sete jogos e foi campeão por pura sorte joga tão bonito assim??? E o melhor compará-lo com os melhores times de todos os tempos só pode ser piada. A Espanha foi campeã com todos os méritos, mas dizer que este time joga bonito é brincadeira cara.

    Então ficar tocando a bola de lado é jogar bonito? Não lembro de um time campeão do mundo que fosse pior que esse. Até o Brasil de 94 era melhor.

  • Franco

    Rafael, não estou triste, não acho que o Brasil deveria ter ganhado e dou meus parabéns a seleção da Espanha. O que não consigo engolir é a imprensa dizer que este time é um resgate do futebol arte e só.

  • A Espanha disputou bem essa copa do mundo, e nao era a favorita, mas devido a uniao dos jogadores e Base de um time como Barcelona. Fez com que o time jogasse com objetivo e de ganhar seus jogos. Antes de começar a Copa do Mundo apostei no Brasil em 1º e que a Espanha daria muito trabalho e deu no que deu Espanha Campeã.. O que faltou para o Brasil, no time da espanha tem de sobra muito toque de bola em seu meio campo e toques rapidos conduzindo o adiversario…Na minha opiniao um tecnico, por mais que faça um projeto em montar uma seleçao em 4 anos, ainda nao é o Bastante, acho eu, que futebol é momento e para Brasil seria otimo ter levado jogadores do momento que todo mundo sabe…se a Espanha montou uma Base do Barcelona prq nao Dunga ter Base do Santos e ter Levado Ganso (paulo Henrique) e Neymar entre outros Adriano e Ronaldinho Gaucho,Roberto carlos.Abraços a Todos …

  • Antonio

    A Espanha merecu porque jogou para a frente. Os problemas que fizeram eles marcarem poucos goles: a) a ma forma de Fernando Torres e Fabregas, recem contundidos, e b) esse o principal na minha opiniao, eh a falta do toque de primeira, o jogador de meio-campo domina, penteia a bola, “le um jornal” e so depois passa a bola. Essa eh a diferenca para grandes times do passado, eles passavam a bola de primeira e “abriam a cancela” do adversario.

  • Bom dia.
    De tudo que comentaram, concordo um pouco com todos.
    Mas vou colocar aqui o que penso e pelo o que entendo e acompanho de futebol.
    Tb acho que a Espanha não foi essa maravilha toda, mas foi a seleção que procurou enfrentar
    todos os adversários jogando de uma forma como o futebol deve ser jogado, sem medo. Tem
    seu estilo e procurou impor em todas as partidas. Hora funciona, hora não funciona, mas não
    mudaram e assim conquistaram o Mundial pela 1ª vez.
    Claro, todos querem ver gols e mais gols e eu tb adoro gols, mas nem sempre os gols saem aos
    montes e tirando o jogo contra a Suiça a Espanha marcou nos outros jogos. O Mundial é curto
    e sendo assim ganha quem erra menos e nesse quesito eles foram superiores aos adversários.
    Erros de arbitragens,acho que ninguém pode reclamar. Todos tiveram algum favorecimento, uns
    maiores, outros menores e é claro alguns gritantes.
    E falando de Brasil, não concordo que devemos copiar alguém, devemos sim sermos copiados. Devemos utilizarmos aquilo que temos de melhor, nossa técnica, habilidade, improviso e tudo de que o nosso futebol é capaz de produzir com alegria, sem esquecer de nos organizarmos que no
    meu entender é o que falta um pouco para o nosso futebol.
    É isso, um abraço.

  • Celso Coelho-Manaus/AM

    Tá maluco cara? Tu bebeu agua no Soweto? A Espanha é só a campeã de uma copa mediocre? Tanto em termos de futebol quanto em termos de crônica esportiva. Você é um grande exemplo disso.

  • Jose

    O tal do “Franco” abaixo além de cego é burro.
    Também com esse nome, o que mais se poderia esperar.
    O gol do Paraguai estava impedido sim. Não o atacante
    que recebeu a bola, mas o outro que participou da jogada
    tentando acertá-la com a cabeça, o que, portanto, configura
    um impedimento. Agora, quanta inveja nestes comentários.
    Ganharam por merecimento e mostrando um belo futebol,
    o que o Brasil não faz desde 82, mesmo possuindo os melhores atletas.
    Sinto falta daquela seleção. Aquilo, sim, era futebol.
    Há uma luz no fim do túnel…

  • Victor

    Minha opinião é mais ou menos um equilíbrio entre todas aqui descritas, sem a obrigação de ser a mais próxima da perfeição:

    Mais do que a Espanha ter merecido vencer, o fato foi que a Holanda mereceu perder.
    Isso é fato.
    Um time totalmente fraco, com apenas dois jogadores de “prestígio” Robben (se uma liminar impedisse ele de chutar com a esqueda cortando pra dentro ele se aposentava) e Sneijder (um bom jogador, mas nunca um Ronaldo, um Ganso da vida).Um time sem brilho, retranqueiro, que espera o adversário dormir nos 40 do segundo tempo e perder uma bola dentro da area….um time violento, estúpido, com um monte de atores dentro de campo (como podemos ver contra o Brasil), onde fizeram de tudo para tirar os nossos jogadores do sério….um time que tem zagueiros e meio-campos pífios, como De Jong, Van Der Will, Heitinga, Matijsen…quem são esses caras? Jogam o que? Quando? Onde?…Van Bommel, um cavalo dentro de campo…como falar mal do felipe Melo e ignorar a estupidez deste jogador que deveria lutar vale tudo?

    Este time definitivamente não iria ganhar porque não possuía mérito pra tal.

    Uma pena ver de fora desta final a Alemanha, a Argentina, o nosso Brasil, Uruguay e Gana.

    A primeira, pois possui um futebol vistoso, guerreiro, frio, calculista, atacando sempre, com união e espírito de grupo…só perde em detalhes, em lances que qualquer time poderia falhar.

    A segunda mesma coisa…só que com uma ressalva maior para o espírito de grupo que motiva sempre qualquer pessoa….o que estraga a Argentina é um moleque milhonário que não joga nada pelo país e que vive com a cabeça no clube que paga seus astrnômicos salários.

    O terceiro, Brasil, não mereceu continuar porque não deu o sangue,não almejou carregar a taça neste dia 11 de julho, não almejou disparar em número de títulos…talvez, pelo mesmo motivo de alguns de lá de dentro serem como o moleque milhonário que citei acima.

    O quarto….esse sim…merecia o título…assim como o quinto.
    Uruguay e Gana, respectivamente mostraram o futebol mais bonito de todos…
    Futebol retranqueiro?
    Futebol de puro ataque?
    Futebol estrategista?
    Não….FUTEBOL DE QUEM QUER VENCER!
    Garra, determinação, acúmulo de força física, esperança, luta.

    Para mim,um desses dois deveria ser o campeão,mas a Espanha,mesmo entrando de gaiato, mostrou um futebol consistente, fazendo pouqíssimos gols e tomando quase nada também…apostou numa defesa muito sólida e um ataque de sorte, que aproveitou as poucas chances claras em cada jogo que disputou, exceto neste ultimo jogo, que perdeu vários gols.

    Ganhou quem manteve uma regularidade, se comportou bem, não foi violento, não fingiu faltas, correu até o limite, teve calma todo o tempo, toda a copa….ganhou quem surpreendeu a todos depois de estrear com derrota, frustrando muitas opiniões otimistas sobre uma das favoritas a este título….daí começaram a apostar numa Argentina que se classificou no ultimo minuto da ultima fase das eliminatórias….só porque tinha o moleque milhonário e venceu o primeiro jogo por um magro 1 x 0….e a Espanha vindo…..saiu a Inglaterra, e, a Alemanha começou a ser favorita por tirá-la fora….e a Espanha vindo…sai a Itália…e a Espanha vndo….sai o Brasil…e a Espanha vindo…sai a Alemanha, outrora favorita por tirar os hermanos e a Inglaterra…e a Espanha vindo…a Holanda com seu futebol falso, medíocre e desprezível se torna a favorita por chegar a final sem perder nenhum jogo,eliminar o Brasil, só enfrentando times mortos,exceto uruguay….e a Espanha vindo….

    Chegaram na final…se enfrentaram…..todos foram, a Holanda foi, a Espanha chegou…e ficou!

    Merecido? 80 %…mas já é um grande número…

    A Holanda plantou discórdia, violência, ironia, futebol embasado em nariz empinado, salto alto e certeza da vitória estampada nos rostos dos atores, somente porque eliminaram o maior campeão de todos….colheram o merecido…o fracasso!

    Parabéns Espanha…os Brasileiros, tenho certeza, celebram este título junto de ti, pois nosso algoz se desfez em lágrimas, e vocês, venceram por um único motivo e propósito: o simples fato de almejar e lutar de forma limpa pela estrela no peito de uma camisa.

    Pra encerrar….
    David Villa não é nem um dedinho do pé do Neymar….ô neguinho sem expressão…que dó!

    E….

    Quem um dia pode cometer a loucura de permitir que o Van Persie e o Fernando Torres fossem chamados de jogadores de futebol?

    Será que o Hexa um dia vem?
    Tá com cara de Bi da Fúria!

  • Douglas Charles Cunha

    Acho graça de dizerem que a Espanha jogou bonito, o número de gols marcados diz tudo. A seleção que apresentou o futebol mais bonito da história foi a do Brasil em 82. Se tivesse ganhado niguém falaria com tanto entusiasmo da copa de 70. Essa seleção da Espanha não chegas nem aos pés do Brasil em 2002, uma seleção que chegou desacreditada e que ganhou todos, EU DISSE TODOS, os jogos desputados. Inclusive ganhou duas vezes da Turquia só para lembrar que o grupo do Brasil foi o mais forte daquela copa. Além de tudo, ganhou da Inglaterra de virada e da Alemanha na final. De quem a Espanha ganhou além da Alemanha? Honduras? Do Chile e do Paraguai foi roubado. Suíça? Perdeu e Portugal não tem futebol. Se a Holanda tivesse ganhado a imprensa a estaria elogiando por ter ganho todos os jogos, essa é a verdade.

  • Roger

    Para mim a Espanha não mereceu, como o Brasil tb não, para mim esse time da Espanha acaba por ai, nunca mais ganha copa, time que não sabe chutar pra gol, me desculpem mas o Brasil pode não ter ganhado a copa, mas para a Espanha chegar a ser o Brasil, falta muito, sinceramente não vi Futebol Bonito, ainda falta muito

  • Juninho

    A Espanha mereceu o titulo, uma equipe que não foi extraordinaria mas também não foi ordinaria como o Brasil, frança e Italia pra mim as tres decepções da copa. A Espanha toca muito bem a bola, pode ser ate lateral e sem objetividade em determinadas horas mas se você está com a bola não corre o risco de tomar gol essa sim é a melhor defesa e não levar milhões de volantes cabeça de bagre como Dunga fez. A atual seleção brasileira nao consegue dar meia duzia de toques laterais e sem objetividade então nao tem como negar q a Espanha demonstrou um otimo futebol com um meio de campo leve e habilodoso, Xavi, Iniesta, Busquetes e o Xabi Alonso não sendo nenhum “cabeça de bagre” que apenas serve pra desarmar jogadas e distribuir pontapés (exatamente o que mais tinha na seleção brasileira) Inegavelmente a Espanha teve um diferencial sobre as outras seleções e mereceu o titulo.

  • Marcelo

    Brincadeira, como tem gente não entende nada de futebol!
    Antes mesmo de começar o mundial a Espanha era favorita com o futebol que vem jogando, e é por isso com todos os méritos foi campeã do mundo!
    Uma seleção de toque de bola refinado que organizadamente sempre ataca, com um meio de campo sensacional, com jogadores muito técnicos (Xabi Alonso, Busquets, Xavi, Iniesta, Fabregas)!
    Não é somente o Brasil que tem jogadores fantásticos, tem países também que também gosta do futebol e a Espanha mostrou ao mundo como GANHAR UM TÍULO JOGANDO BONITO!!!!!
    PARABÉNS ESPANHA!!!!

  • Sem dúvida, a Espanha marcou poucos gols e é que eles têm esse defeito: nao sao bons definidores. Mas tentam, o que é o mais importante na vida: atitude. A pesar de só terem feito oito gols, foram os que mais chutaram. Nao sao as Holandas de 74 e 78, nem o Brasil de 82, mas jogam pra caralho, quem viu a Eurocopa sabe

  • Bruno

    A é? Espanha campea do mundo jogando bem e ofensivamente? RIDICULO,simplesmente ridiculo dizer isso de uma seleçao que é campea fazendo 8 gols em 7 jogos (Medis de 1,14 por jogo). A Esapnha jogou um futebol totalmente burocratico e se nao fosse a ajuda da arbitragem em dois jogos nos mata-mata nao estaria com o titulo…titulo esse que seria mias justo se fosse pra Alemanha e Holanda, essa primeira sim nos ofereceu um futebol vistoso e ofensivo e nao essa Espanha que se borrou toda pra ser campea…graças a deus nunca mais conseguira esse feito novamente.

  • Jan

    Como podem classifcar de arte, belo, sei la como são os outros adjetivos um futebol que sai de uma copa campeão com o ataque entre as seleções campeãs, a Espanha tem posse de bola, faz o jogo girar, mas não tem beleza, um futebol de pouca agressividade, ficam esperando o adversário errar, foi uma pena não ter visto a Espanha jogando contra o Brasil ou Argentina, paises que verdadeiramente jogam futebol, o resto compete.

  • Fabricio

    Brincadeira!
    A Espanha, pelo menos nessa copa, foi triste de assistir. Jogou bem uma final e mais nada. Apresentou um futebol triste, passando aos trancos e barrancos por adversários fracos (Portugal, Paraguai). Não gosto desse time da Espanha. Tem méritos por ser o campeão, mas acho que tem muito toque e pouca objetividade.

  • Rafael

    FRANCO, MAURICIO E ALEXANDRE PAREM DE CHORAR. A ESPANHA É FUTEBOL ARTE.
    ENTÃO VCS ACHAM Q O BRASIL DEVERIA SER CAMPEÃO COM AQUELE FUTEBOL APÁTICO, ALEMANHA (RETRANQUEIRA) ARGENTINA ( SO SABE ATACAR) HOLANDA ( SÓ FOI PRA FINAL PELO FATO DO BANDEIRINHA VALIDAR UM GOL EM POSIÇÃO INRREGULAR E UM PENALT LEGÍTIMO QUE O JUIZ NÃO MARCOU A FAVOR DO URUGUAI .INGLATERRA COM O SEU FUTEBOL PRÉ HISTÓRICO, ITÁLIA E FRANÇA SEM COMENTÁRIO.

    FUTEBOL É RENOVAÇÃO TOQUE DE BOLA. A ESTRATÉGIA IMPLANTADA PELO DEL BOSQUE SURTIL EFEITO… VAMOS MOSTAR UM TIME COMPACTO O GOL É CONSEQUÊNCIA.

  • Rafael

    Caros amigos, tem que aplaudir os espanhóis de pé , foi um time montado com a base do Barcelona e Real Madri, foi o único time que teve um planejamento adequado para ganhar uma copa do mundo. Atual campeã da |EUROCOPA em cima da Alemanha ( EUROCOPA NADA MAIS É COMO UMA MINI-COPA DO MUNDO SEM ARGENTINA E BRASIL) e atual campeã do mundo…

    O QUE ADIANTA FAZER TANTOS GOLS.. OLHA SÓ A ALEMANHA ONDE FOI PARAR, OLHA A ARGENTINA, OLHA PORTUGAL Q METEU 7 EM UM TIME Q UE O BRASIL GANHOU DE 2 X 1 NÓS NÃO TEMos MORAL pra falar MAU DO FUTEBOL APRESENTADO PELOS ESPANHÓIS . O QUE IMPORTA É VENCER O RESTO NÃO INTERESSA….A ESPANHA ALÉM DE VENCER CONVENCEU.

    PARABÉNS ESPANHA.

  • Rafael

    Caros amigos,

  • Tadeu

    E é óbvio que a Espanha não joga igual, nem próximo do futebol apresentado pelo Brasil em 82 ou a Holanda em 74/78 ou até mesmo a França de 86. Mas, é melhor visivelmente do que o futebol apresentado por Itália em 06 ou Brasil em 02 e 94 ou França em 98 ou Alemanha em 90, por exemplo… é a primeira vez que temos uma virada! É assim que entendi o texto! A Espanha ao menos tentou melhorar o nível trocando passes com qualidade e na maioria das vezes com rapidez. Manteve assim posse de bola e possibilidade de criação na hora certa. Não dava chutões nem chutes de fora da área de qq maneira, só pra ganhar de qq maneira. Na marra. Não bateu, no máximo revidou. Jogou sempre pra frente criando sempre mais oportunidades do que todos os adversários, inclusive a Suiça pra quem perdeu.

    Mais uma vez: PARABÉNS ESPANHA!

  • Tadeu

    Grande futebol jogado pela Espanha. Sempre jogando pra frente, sempre tocando ora pro lado ora pra frente ora pra trás, mas, tudo de maneira rápida. Quando não enxergava abertura tocava, não prendia antes de estar próximo à área. Fez 8 gols somente, pq perdeu gols feitos, senão teria vencido por mais. Além da retranca absurda dos adversários. Contra o Paraguai ao contrário do que disseram foi roubada mais uma vez quando deixaram de marcar um penalti gritante e deixar de expulsar vários jogadores do Paraguai que como os outros apelaram para faltas e retranca. Roubo foi é a partida de Brasil 3×2 Holanda em 1994 que muitos nem comentam, mas Branco após vários anos, no Sportv, abriu o jogo dizendo ter metido a mão na bola dentro da área e depois derrubando dois jogadores da Holanda e simulando a falta que não sofreu. Parabéns ao Campeão time da Espanha que há muito tempo não via nenhum dos campões jogando verdadeiramente de forma ofensiva. E não no contra-ataque, fazendo ou não gols.

    E parabéns ao texto!

    Espero que o Brasil tenha visto e tenha entendido o futebol, senão veremos sempre a mesma porcaria que estamos vendo há anos…

  • francisco

    Alexandre, me desculpe, mas vc me parece q n assistiu o time da Espanha jogar, pois este time dominou todos seus advesários.
    em nenhum jogo ficou na retranca, deu um shou de bola em todos.
    gde abraço!

  • regis

    Quem diz que o futebol espanhol não é bonito deve achar bonito a seleção ridícula do Dunga,a espanha massacrou os adverasários não deixando jogar,diminuindo espaços com um toque refinado,se os gols nao sairam foi por puro excesso de preciosismo,mas sempre buscando o atauqe e fazendo pouquisimas faltas durante o mundial,parabéns Espanha,campeã do mundo.

  • Valerio Alan

    Desconheço campeões sem méritos, joguem “feio” ou joguem “bonito”. No final o que importa mesmo é “faixa no peito e taça no armário”.

    A Espanha apresentou um estilo de jogo que não deixava seus adversários jogarem, mas também foi beneficiada pelas falhas das outras equipes, em especial o Paraguai e a Holanda, que perderam grandes oportunidades de vitória.

    Quanto ao Brasil, concordo que não deve copiar a Espanha. Deve desenvolver um estilo de jogo em conformidade com os jogadores convocados, que inclua marcação adequada, passes precisos e finalização eficaz. Ficou perto disto na Copa 2010, mas faltou equlíbrio emocional.

  • franco

    Espanha futebol bonito eh a maior piada que eu ouvi esta ano. Foi a campeã com o pior ataque da história (somente 8 gols), perdeu uma partida pra Suiça, empatou outra, não teve o craque da copa e se enrolou em diversos jogos. Contra o Chile ganhou suado e contra o Paraguai que foi o que mais me marcou ganhou roubado (gol legitmo do Paraguai anulado, invasao na cobrança de penalti do Paraguai e um penalti a favor completamente inexistente).

  • O Brasil foi campeão em 94 com dois volantes “brucutus”. O mundo inteiro copiou.

    Em 98 e 2002, não havia Zidanes, Ronaldos e Rivaldos o bastante, espalhados por aí, que permitissem às outras Seleções absorverem as principais virtudes dos vencedores daquelas Copas.

    Em 2006, foi pior ainda. Retrancada, como de costume, a Itália ensinou ao Planeta Bola a “arte” – modo irônico ligado ao máximo – de jogar no “3-6-1”.

    É histórico. Ganhou o Mundial, ditou a moda nos gramados nos próximos quatro anos.

    E tomara que seja mesmo assim agora, com a bela Espanha de Xavi, Iniesta e tanta gente boa.

    Vamos valorizar a posse de bola e trocar passes açucarados.

    Vamos escalar nossas meiúcas só com quem sabe o que fazer com a pelota.

    Para que três zagueiros, se queremos é marcar gols?

    Didático o sucesso da Fúria nos gramados africanos.

    Lição de que se pode sim conquistar títulos importantes, sem abrir mão da ofensividade.

    Neste domingo, 11 de julho de 2010, não foram vencedores apenas os 23 jogadores espanhóis ou os milhões de torcedores que vibraram em Madrid e no restante do país ibérico.

    Holandeses, por 74, nós, brasileiros, por 82, dinamarqueses, por 86, camaroneses, por 90, e todos aqueles que valorizaram o futebol-arte depois de 1970 estão de alma lavada.

    Quem jogou bonito, enfim, venceu.

    Que a “Era Dunga”, para sempre, descanse em paz.

    Boa noite para vocês!

  • Mauricio

    Eu gostaria de ver nossa Seleção jogando solta, bonito, sem esse compromisso tolo de ter que vencer toda copa que disputa. Se tem alguma seleção que não precisa provar mais nada é a nossa. Portanto de ver um projeto do tipo Futebol Total, com espetáculo, sem retranca, sem medo de perder. Talvez isso nem seja possível mas, se for, é o que nos falta nestes tempos de futebol obscuro.

  • Alexandre

    Vcs estão de brincadeira, um time que faz 8 gols em copa do mundo e vcs reverenciam… só podem estar de brincadeira, futebol de toque sem objetivo!!!

  • maria pedrosa

    A Espanha gojou muito bonito, apesar dos pontas pés e xutes no coração pelo adiversário mereseu otitulo. PARABÉNS. e para a arbitagem Q ELES SEJAM FELIZES

  • Artur Magno

    Não vejo o futebol “bonito” citado na postagem por parte do time da espanha, a espanha é sim um time com talentos individuais, que toca a bola, mas não apresenta futebol bonito, so sabe tocar.
    não chega nem proximo das seleções holandesas de 74-78, e muito menos daquela nossa seleção brasileira de 1982, tenho 17 anos, nunca vi essas seleções jogaram, mas meu pai e meu avô falam muito dessas seleções, ja vi varios videos de jogadas
    dessas seleções
    se a seleção espanhola de 2010 puder ser comparada a essas três citadas, os videos que vi de lances desas seleções são montagens ou raros momentos bonitos, e meu pai e meu avô mentiram ou no minimo aumentaram fatos que foram normais e não mereciaram tantos comentários, pois a seleção espanhola em momento algum jogou bonito na copa, apenas jogou da forma certa se adequando aos adversarios assim foi com a alemanha, mas bonito o futebol da espanha não foi.

  • Fabio Luiz

    Não é o melhor futebol, mas está mostrando o caminho principalmente pelo toque de bola e pelo tempo que tem a posse da mesma.

  • Bruno Pereira

    A Espanha jogou um otimo mundial. Utilizou-se da habilidade de seus jogadores de forma a conseguir o titulo. Mas por favor, nao comece a usar a Espanha como parametro para o Brasil assim como vcs da imprensa o fazem usando muitas das vezes a Argentina, dizendo que sao mais racudos, jogam com mais vontade, tem mais obediencia tatica. A Espanha joga um jogo chato de se ver: muito toque lateral, toque curto e muita das vezes sem objetividade. Ganhou? Sim, por isso vale o elogio. Se tivesse perdido, provavelmente muitos diriam que foi amarelona, que jogou bonito e perdeu. Entao, deem credito pela vitoria mas nada de licao ao Brasil, a selecao que resgatou o futebol bonito. Balela. Bastou encontrar times bons e organizados que passou sufoco. Desculpe pela falta de acentos mas meu teclado nao os tem. Obrigado

  • Sylvio de Oliveira

    Concordo plenamente com o artigo. Porque não podemos jogar bonito, tem que jogar feio para ganhar? Fico torcendo também que seja perdido este medo absurdo e que o futebol bonito possa predominar. Parabéns Espanha.

  • Gostei da Espanha ser campeã mas fica aqui o meu protesto contra o técnico da furia meu sentimento e o técnico da fúria não ter convocado o Marcos Senna que se naturalizou espanhol foi campeão da eurocopa e agora na hora da fatia maior deixou ele de fora este titulo também deve ser homenageado a ele por tudo que já fez pela seleção espanhola grande jogador que não foi valorizado pela seleção brasileira espero que o novo técnico que assumir a seleção olhe mais para nossos futuro craque que esta jogando aqui no brasil chega de ficar chamando estrela canelinhas de ouro que só jogam por dinheiro vamos ser mais patriotas colocar o coração no bico da chuteira vamos valorizar o nosso povo sofrido pelo menos na copa de 2014 que vai ser aqui no Brasil dando sangue e valorizando esta amarelinha que tantos craques já vestiram e horam o nosso futebol não deixamos de aprender a jogar futebol e nossos técnico que ficam inventando esquema vamos jogar o nosso futebol feijão com arroz que garanto não vai ter para ninguém Reinaldo tricolor de Guarulhos. fica meu abraço para vcs também da redação.

  • pedro

    A Espanha/2010 joga mais futebol que a Holanda/2010 (campeã dos pontapés e voadoras), mas ainda assim é dona de um futebol muito feio. Não chega às travas das chuteiras de Holanda/74, Holanda/78 e Brasil/82.

MaisRecentes

Mimimi ou verdadeiro?



Continue Lendo

Acharam um novo culpado: a religião



Continue Lendo

Jogo bom. No Brasil



Continue Lendo