Timão: corda arrebentou do lado mais fraco



Uma eliminação como a do Corinthians da Libertadores sempre causa feridas. Nesta sexta-feira, o clube anunciou a renovação de contrato do técnico Mano Menezes até dezembro de 2011.

Por outro lado, anunciou a demissão dos profissionais da área de preparação física: Walmir Cruz, Antônio Carlos Bona e Marcos Lima. Só sobrou Luis Claudio Lula da Silva, filho do presidente Lula.

Por mais que Andrés Sanchez tenha ido aos microfones logo após a eliminação contra o Flamengo anunciar a permanência de Mano, a pressão da torcida foi grande exigindo uma resposta.

Até uma reunião entre o dirigente e membros de organizadas aconteceu na quinta-feira.

Só restou ao presidente o “pacote de mudanças” anunciado hoje. Mano fica, mas a turma da preparação física sai.

O time cansou no segundo tempo contra o Flamengo. Há de se colocar que é difícil manter uma marcação tão forte como a da primeira etapa em um jogo inteiro.

Elias e Jorge Henrique, cansados, teriam pedido para sair. Ronaldo não entrou em forma este ano. A soma destes fatores com a eliminação na Libertadores fizeram a corda roer para o lado mais fraco.

Para você, corintiano: os preparadores físicos foram culpados pela eliminação? Mano deveria ter seu contrato renovado? Alguém da diretoria deveria cair? Dê o seu pitaco.



MaisRecentes

Existem ‘mentiras’ convenientes, Carille



Continue Lendo

Na forma da convocação, Inglaterra deu show. O Brasil segue careta.



Continue Lendo

A “injustiça” com Buffon



Continue Lendo