Fla abre guerra contra a CBF



Informação do repórter do LANCE! Pedro Henrique Torre, que está na entrevista coletiva de Patrícia Amorim neste momento. O Flamengo abriu guerra contra a CBF por conta do caso da Taça de Bolinhas.

Frase de Patrícia: “A guerra está apenas começando para o Flamengo”.

Ela disse ainda que o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, em encontro semana passada, disse que faltavam apenas dois documentos para que o Fla ganhasse a taça.

Sobre possível retaliação de Ricardo Teixeira por ela ter votado em Fábio Koff na eleição do Clube dos 13: “Quero acreditar que não, mas tudo leva a crer que sim”.

E disse mais: o Flamengo vai convocar Ricardo Teixeira para se explicar sobre o caso da Taça da Bolinhas no prazo de 30 dias . E se ele não comparecer, será expulso do conselho de beneméritos do clube.

Perguntada se o destino da taça de bolinhas foi uma tentativa de a CBF rachar o Clube dos 13, ela disse:  “Fica claro que foi isso (tentativa de provocar um racha no C13). O que eu espero é que o C13 não se enfraqueça. Não é interessante para o Flamengo bater de frente com São Paulo,  Sport.”

Se a estratégia de Ricardo Teixeira era rachar os clubes que votaram contra ele na eleição do Clube dos 13, por enquanto não surtiu efeito. Todos os ataques de Patrícia na coletiva foram endereçados à CBF e nenhum aos afiliados do C13.  Leia mais sobre isto aqui.



MaisRecentes

Bem-vindo à Seleção, Tite!



Continue Lendo

Evolução



Continue Lendo

Vai começar uma nova Copa



Continue Lendo