O Clube dos 13 e as cotas de TV



As cotas de TV no Brasil ainda são muito baixas se comparadas a outros campeonatos pelo mundo. Tudo bem que o Campeonato Inglês reúne as maiores grifes do esporte mundial e, perto do que se ganha lá com cotas, o que os clubes ganham no Brasil é esmola. Compare: Inglaterra: R$ 3 bilhões/ano. Brasil: R$ 500 milhões/ano.

Mas quando comparamos com um campeonato absolutamente inexpressivo da Europa é que vemos o nosso amadorismo. Turquia: R$ 650 milhões/ano.

A eleição no Clube dos 13 acontece na segunda-feira (12/04). O atual mandatário, Fábio Koff, orgulha-se de ter aumentado as cotas de TV sensivelmente desde que assumiu a presidência, em 1996. É verdade. Mas ainda não chega nem ao patamar turco.

 O candidato Kleber Leite, apoiado por Ricardo Teixeira e pela TV Globo, prefere tentar outras formas de ganhar dinheiro. Portanto, não dá para apostar que  ele fará pressão para ganhar mais da TV.

O Clube dos 13, que nasceu para defender os interesses dos principais clubes do país, no decorrer dos anos passou apenas a cuidar dos direitos de transmissão. E ainda não utiliza todo o potencial que tem em mãos na hora de negociar. Não é fácil crer que os dois candidatos que estão aí mudarão sensivelmente esta realidade.



MaisRecentes

Mimimi ou verdadeiro?



Continue Lendo

Acharam um novo culpado: a religião



Continue Lendo

Jogo bom. No Brasil



Continue Lendo