Como foram os brasileiros na rodada da Libertadores



Abaixo, minha avaliação sobre como foram os brasileiros na rodada da Libertadores. A classificação é por estrelas de uma a cinco. O Cruzeiro fez melhor o seu papel. O São Paulo o pior. Leia e dê também seu pitaco.

Cruzeiro 4 x 1 Colo Colo ****
A melhor atuação entre os brasileiros na rodada. Time jogou como se deve jogar em casa na Libertadores: adiantando a marcação, esmagando o adversário no campo de defesa e impedindo que ele saísse para o jogo. O gol do Colo Colo saiu da única falha que o time mostrou: o lado direito da defesa. Mas nada que atrapalhasse muito o time, que fez o segundo, terceiro e o quarto gols jogando um bom futebol e mostrando muita movimentação e variação de jogadas.

Flamengo 2 x 0 Universidad Catolica****
Que bela atuação de Leonardo Moura! E não dá para esquecer que o time teve Willians expulso no comecinho do jogo. Portanto, o saldo dentro de campo é positivo. As ressalvas: 1 – não dá para ter uma expulsão ainda no primeiro tempo e da maneira como aconteceu. Não na Libertadores. 2 – A maior torcida do Brasil foi o pior do Flamengo na estreia: menos de 25 mil torcedores não é público para Libertadores. Uma vergonha! 

Corinthians 2 x 1 Racing ***
O começo assustou: quando os rojões ainda pipocavam, o gol do Racing, numa bobeira geral da zaga. Mas o time (e também a torcida) mostrou tranquilidade para buscar a virada. Não foi uma grande noite do Corinthians, mas a vitória que era o que interessava veio, e o time sentiu o que é Libertadores. Se as lições do jogo forem assimiladas, a tendência é melhorar. Ronaldo, que não se sabia como estaria, mostrou boa movimentação.
Não foi a estreia dos sonhos, mas o saldo é positivo.

Inter 2 x 1 Emelec ***
De positivo para se tirar da estreia do Inter foi o espírito de Libertadores. Luta, luta, luta e a virada quando não se esperava mais nada. Superou a retranca e a catimba. É a cara da Libertadores, não há dúvida. Mas o time também fez o jogo ficar difícil. Ataque isolado, pouca criação no meio-de-campo. Problemas a serem corrigidos. A atuação fica um degrau abaixo da corintiana, portanto.

Once Caldas 2 x 1 São Paulo *
Tudo bem que era o único brasileiro a jogar fora de casa e o adversário era perigoso. Mas a história do jogo indica que o São Paulo saiu com um péssimo resultado da Colômbia. Dominava o jogo, tocava a bola, saiu na frente no placar e tomou a virada em falhas grotescas. Mais do que isso: faltou alma de Libertadores ao time. Certamente, foi o pior brasileiro na rodada. E a classificação, acredite, já não será tranquila como se imaginava.



MaisRecentes

Só punição pode acabar com a cafajestagem



Continue Lendo

Ainda é cedo para tudo



Continue Lendo

Nove verdades (ou não) e uma mentira (ou não) do mundo do futebol



Continue Lendo