Quero a Argentina na Copa!



Me perdoem os milhões de brasileiros anti-hermanos espalhados pelo país, o Galvão Bueno, o Lula e até você, leitor desta coluna. Mas a possibilidade de a Argentina não estar na Copa do Mundo de 2010 é algo para se lamentar, não comemorar.

É claro que eu fiquei satisfeito com a vitória convincente (mais uma!) da Seleção de Dunga dentro de Rosário. Mas também lamentei a fragilidade do futebol apresentado pelos comandados de Maradona.

É triste. Porque a Argentina é muito mais do que este “inimigo” que os brasileiros criaram e se acostumaram a odiar como se fosse uma questão de patriotismo (odeio esta palavra) acima de qualquer coisa.

O futebol argentino é um dos mais ricos e talentosos do mundo. Está, até, do mesmo lado do brasileiro em outra esfera de disputa: a do futebol bonito e bem jogado contra o futebol disciplinado e de força.

Tudo bem que dentro de campo os comandados por Dieguito estão se esforçando para ficar fora do Mundial da África do Sul. Ocorre que uma Copa do Mundo fica mais sem graça sem a presença da Argentina. E, me desculpem agora os politicamente corretos, o Mundial ganha muito pouco com a presença de algumas seleções horrorosas do Leste Europeu, Ásia ou da Oceania, por exemplo.

O.k., a Argentina não vai a uma semifinal de Copa desde 1990. Mas ainda assim desperta mais interesse do que a maioria das seleções em um Mundial. Quem gosta de futebol não pode gostar da derrocada dos nossos vizinhos. Desculpem, mas vou remar contra a maré: quero a Argentina na Copa do Mundo de 2010!



MaisRecentes

‘Isso aqui é Flamengo’



Continue Lendo

Treinador x Jogador



Continue Lendo

Pressão represada



Continue Lendo